regiÃo administrativa de goiÁ .capelania 20 11.4. coordenação pedagógica 21 11.5. ......

Download REGIÃO ADMINISTRATIVA DE GOIÁ .Capelania 20 11.4. Coordenação Pedagógica 21 11.5. ... Introdução

Post on 13-Dec-2018

217 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

INSTITUIO ADVENTISTA CENTRAL BRASILEIRA DE EDUCAO E ASSISTNCIA SOCIAL

REGIO ADMINISTRATIVA DE GOIS

Projeto Poltico Pedaggico

2016

CCOOLLGGIIOO AADDVVEENNTTIISSTTAA JJAARRDDIIMM NNOOVVOO MMUUNNDDOO

Rua Indiana, Quadra 212, Lotes 5 a 9 Jardim Novo Mundo Goinia

FONE- 3206 4631

Projeto Poltico Pedaggico Educao Adventista 2

Sumrio

1. APRESENTAO 8 2. PROPOSTA DE IMPLANTAO DO PROJETO POLTICO PEDAGGICO 9

3. INTRODUO 10

4.IDENTIFICAO DA MANTENEDORA E UNIDADE ESCOLAR 11 4.1. Mantenedora 11 4.2. Unidade Escolar 11 5. JUSTIFICATIVA 12 6. HISTRICO DA EDUCAO ADVENTISTA 13 6.1. Histria da Unidade Escolar 13 7. CARACTERIZAO DA POPULAO A SER ATENDIDA 13

8. PREMISSAS DA EDUCAO ADVENTISTA 14

9. FILOSOFIA ADVENTISTA DE EDUCAO 14

9.1. Antropologia: o que o homem 14

9.2. Epistemologia Cristo: o que o conhecimento 15

9.3. A Educao Adventista 16

10. FINS E PRINCPIOS NORTEADORES 17

10.1 . Misso 17

10.2. Viso 17

10.3. Objetivos da Educao Adventista 17

10.4. Objetivos da Unidade Escolar 18

10.5. Agentes Educacionais 18

10.5.1. Perfil do educando 19

11. OBJETIVOS E METAS A SEREM ALCANADAS PELA UNIDADE ESCOLAR 20

11.1. Administrao 20

11.2. Tesouraria 20

11.3. Capelania 20

11.4. Coordenao Pedaggica 21

11.5. Orientao Educacional 22

11.6. Secretaria 22

12. OBJETIVOS GERAIS E ESPECFICOS DOS CURSOS 24

12.1. Objetivo Geral 24

12.2. Objetivo Especfico 24

12.2.1. Educao Infantil 24

12.2.2. Ensino Fundamental 24

12.2.3. Ensino Mdio 24

13. ORGANIZAO CURRICULAR

13.1. Introduo e Conceito

24

24

Projeto Poltico Pedaggico Educao Adventista 3

13.1.1. Aspectos Prticos e Legais 26

13.2. Organizao da Educao Infantil 27

13.3. Organizao e Implantao do Ensino Fundamental de 09 (nove) Anos 27

13.3.1. Embasamento legal 27

13.3.2. Terminalidade da organizao do ensino fundamental de 09 (nove) anos 27

13.3.3. Especificidade que foi observada na implantao da organizao curricular de 09 anos para o Ensino fundamental, regulamentadas pela Lei N11.274/ 06

28

13.3.4. Adaptao das unidades escolares 28

13.4. Concepo de Alfabetizao e Letramento a Ser Realizada nos Dois Primeiros Anos do Ensino Fundamental

28

13.5. Contedos 29

14. EMENTRIO 30

15. AVALIAO DA APRENDIZAGEM 30

15.1. Princpios Bsicos 30

15.2. Avaliao na Educao Infantil 31

15.3. Avaliao no 1, 2 e 3 Ano do Ensino Fundamental 32

15.3.1. Implantao do relatrio descritivo para o 2 e 3 ano do ensino fundamental 32

15.4. Avaliao no Ensino Fundamental e Mdio 32

16. REGIME E ORGANIZAO DA VIDA ESCOLAR E ESCRITURAO 33

16.1. Perodo, Horrio e Agrupamento 33

16.2. Matrcula 34

16.2.1. Rematrcula 35

16.3. Frequncia 36

16.3.1. Frequncia na educao infantil 36

16.4. Matrcula por Transferncia 37

16.5. Pedido de Transferncia 37

16.6. Remanejamento 38

16.7. Da Progresso Parcial, Classificao e Reclassificao 38

16.8. Adaptaes 42

16.9. Regularizao da Vida Escolar 42

17. INCLUSO DE ALUNOS COM DEFICINCIA 43

18. REVALIDAO E EQUIVALNCIA DE ESTUDOS FEITOS NO EXTERIOR 50

19. MUDANA DE NOME DE ALUNO MOTIVADA POR ADOO OU POR RECONHECIMENTO DE PATERNIDADE

51

20. REGISTROS, ESCRITURAO E ARQUIVOS ESCOLARES 52

20.1. Objetivos e Formas 52

20.2. Instrumentos de Registros e Escriturao 53

20.2.1. Autenticidade de atas de resultados finais e do registro no dirio escolar 54

Projeto Poltico Pedaggico Educao Adventista 4

20.2.2. Eliminao/Incinerao de documentos 55

20.3. Responsabilidade e Autenticidade 55

21. COMUNIDADE ESCOLAR 56

21.1. Constituio 56

21.2. Admisso e Designao 56

22. DOS DIREITOS, DEVERES, DAS PROIBIES E DAS MEDIDAS DISCIPLINARES DA COMUNIDADE ESCOLAR

56

22.1. Equipe Administrativa 57

22.1.1. DIRETOR 57

22.1.1.1. Metas 57

22.1.1.2-Competncias 58

22.1.1.3. Direitos 59

22.1.1.4. Deveres 59

22.1.1.5. Proibies 60

22.1.1.6. Medidas 61

22.1.2. ADMINISTRADOR FINANCEIRO 61

22.1.2.1. Metas 61

22.1.2.2.Competncias 62

22.1.2.3. Direitos 63

22.1.2.4. Deveres 64

22.1.2.5. Proibies 64

22.1.2.6 .Medidas 64

22.1.3. SECRETRIO 64

22.1.3.1. Metas 64

22.1.3.2.Competncias 65

22.1.3.3. Direitos 67

22.1.3.4. Deveres 67

22.1.2.5. Proibies 67

22.1.3.6 .Medidas 68

22.1.4. COORDENADOR DISCIPLINAR 68

22.1.4.1. Metas 68

22.1.4.2.Competncias 69

22.1.4.3. Direitos 69

22.1.4.4. Deveres 69

22.1.4.5. Proibies 70

22.1.4.6. Medidas 70

22.1.5. CAPELO 70

Projeto Poltico Pedaggico Educao Adventista 5

22.1.5.1. Metas 70

22.1.5.2.Competncias 70

22.1.5.3. Direitos 71

22.1.5.4 .Deveres 71

22.1.5.5. Proibies 71

22.1.5.6. Medidas 71

22.1.6. CONSELHO ESCOLAR 71

22.1.7. COMISSO COLEGIAL 73

22.2. Equipe Pedaggica 75

22.2.1. COORDENAO PEDAGGICA 75

22.2.1.1. Metas 75

22.2.1.2.Competncias 76

22.2.1.3. Direitos 77

22.2.1.4. Deveres 77

22.2.1.5. Proibies 77

22.2.1.6. Medidas 78

22.2.2. ORIENTAO EDUCACIONAL 78

22.2.2.1. Metas 78

22.2.2.2.Competncias 79

22.2.2.3. Direitos 80

22.2.2.4. Deveres 80

22.2.2.5. Proibies 81

22.2.1.6.Medidas 81

22.2.3. CORPO DOCENTE 82

22.2.3.1. Metas 82

22.2.3.2.Competncias 82

22.2.3.3. Direitos 82

22.2.3.4. Deveres 83

22.2.3.5. Proibies 85

22.2.3.6. Medidas 85

22.2.4. CONSELHO DE CLASSE 86

22.2.4.1. Metas 86

22.2.4.2.Competncias 86

22.2.4.3. Direitos 87

22.2.4.4. Deveres 87

22.2.4.5. Proibies 88

22.2.4.6. Medidas 88

Projeto Poltico Pedaggico Educao Adventista 6

22.2.5. BIBLIOTECRIO 88

22.2.5.1. Metas 88

22.2.5.2.Competncias 89

22.2.5.3. Direitos 90

22.2.5.4. Deveres 90

22.2.5.5. Proibies 90

22.2.5.6. Medidas 91

22.3. Setores de Apoio 91

22.3.1. MONITORIA 91

22.3.1.1. Metas 91

22.3.1.2.Competncias 92

22.3.1.3. Direitos 92

22.3.1.4. Deveres 93

22.3.1.5. Proibies 93

22.3.1.6. Medidas 93

22.3.2. ZELADORIA 93

22.3.2.1 .Metas 93

22.3.2.2.Competncias 93

22.3.2.3. Direitos 94

22.3.2.4. Deveres 94

22.3.2.5. Proibies 94

22.3.4.6. Medidas 95

22.4. Setor de Tecnologia 95

22.4.1. FACILITADOR TECNOLGICO 95

22.4.1.1. Metas 95

22.4.1.2.Competncias 96

22.4.1.3. Direitos 97

22.4.1.4. Deveres 97

22.4.1.5. Proibies 99

22.4.1.6. Medidas 98

22.5. CONSIDERAES GERAIS COMUNIDADE ESCOLAR 98

22.6. MEDIDAS DISCIPLINARES 99

23. ALUNOS 100

23.1. Constituio 100

23.1.2. Direitos 100

23.1.3. Aos Pais ou seu responsvel, quando menor, assegurado: 101

23.1.4. Dever do aluno 101

Projeto Poltico Pedaggico Educao Adventista 7

23.1.5. Vedado ao aluno 101

23.1.6 . considerado falta grave do aluno 102

23.1.7. Cabe aos pais ou responsvel pelo aluno quando menor 102

23.1.8. Os responsveis pela disciplina na Unidade Escolar, sero em primeira instncia 103

23.2. Sanes e Recursos 103

23.3. PAIS E RESPONSVEIS 104

23.3.1. Metas 104

23.3.2. Competncias 104

23.3.3. Direitos 104

23.3.4.Deveres 104

23.3.5. Proibies 105

23.3.6 Medidas 105

24. ESPAO FSICO 105

25. RECURSOS DIDTICOS-PEDAGGICOS 106

26. UNIDADE ESCOLAR E SUAS INTER-RELAES 106

26.1. A Comunidade e a Unidade Escolar 107

26.2. Relao entre a Unidade Escolar e a Famlia 107

26.3. Relao entre a Unidade Escolar e a Igreja 107

27. FORMAS DE CAPACITAO DO QUADRO FUNCIONAL 108

28. PERFIL DO CORPO DOCENTE 108

28.1. A Importncia do Professor 110

28.2. A Importncia do Lder 110

29. AVALIAO INSTITUCIONAL 112

30. DISPOSIES FINAIS E TRANSITRIAS 114

31. REFERNCIAS 115

Projeto Poltico Pedaggico Educao Adventista 8

1.APRESENTAO

Este Projeto Poltico Pedaggico reflete todo o empenho da comunidade escolar em realizar um ensino de qualidade, que vislumbra uma nova perspectiva para a educao escolar. o despertar para a realizao de sonhos, sonhos coletivos emoldurados no trabalho de um grupo comprometido que busca a beno e sabedoria de Deus, apoio da Mantenedora, mobilizao de todos os envolvidos neste processo e vontade poltica para realiz-lo. Para que isso se torne realidade preciso entender que a gesto do conhecimento percorre todas as etapas e aes envolvidas na educao.

So os novos paradigmas, que continuamente nos conduzem para mudanas e necessidades expressas em todas as reas, principalmente a rea da educao, a qual mais do que nunca deve mostrar a sua fora e se tornar o agente peculiar de transio e adequao aos novos parmetros da modernidade.

Este projeto no acaba em si mesmo, pois ser avaliado e reconstrudo ao longo do proce