rede de alta capacidade dará suporte à transmissão da ?ões... · montagem com guindaste da...

Download Rede de alta capacidade dará suporte à transmissão da ?ões... · Montagem com guindaste da última…

Post on 01-Dec-2018

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Maro 2014 | Ano XX | N127 Um jornal para novos tempos

    Pgs. 6 e 7

    Pg.3

    Empresainiciamedies

    tErmossolar

    Pg. 11

    Energia verdeabastece Edifcio-sede

    sUstENtaBIlIDaDE

    Pg. 8

    GErao ElIca

    construo deparque atraivisitantes

    Pg. 9

    Preparo parainspeode linhas

    caPacItao

    Rede de alta capacidade dar suporte transmisso da Copa

    Pgs. 6 e 7

  • Estrutura para a CopaCom um sistema de telecomunicaes bastante consolidado, a Eletrosul tem procurado ampliar sua atuao nesse segmento. Em parceria com a Telebras, ir dispor de uma rede de comunicao ptica de altssima capacidade para as-segurar a qualidade na transmisso

    dos jogos da Copa do Mundo, que sero disputados em Curitiba e Porto Alegre. Esse o tema principal desta edio, que mostra, ainda, o vanguardismo da Eletrosul nas prospeces para gerao termossolar e outros projetos de carter socioambiental. Boa leitura!

    EXPEDIENTE

    Diretoria ExecutivaDiretor-Presidente

    Eurides Luiz Mescolotto

    Diretor de Engenharia e Operao

    Ronaldo dos Santos Custdio

    Diretor Financeiro

    Antonio Waldir Vittori

    Diretor Administrativo

    Paulo Afonso Evangelista Vieira

    Conselho Editorial

    Cleiton Luis Rezende CabralLarcio FariaLuiz Ricardo MachadoRonaldo Bauer LessaRubem Abraho Gonalves Filho

    Gerente ACS

    Sandra da Silva Peressperes@eletrosul.gov.br

    Coordenao

    Jonatas Andradejonatas.silva@eletrosul.gov.br

    Edio

    Andra Lombardoandrea.lombardo@eletrosul.gov.br

    Jonatas Andradejonatas.silva@eletrosul.gov.br

    Textos

    Anahi GurgelAndra LombardoGilberto Del PozzoUmberto Caletti

    Edio de Fotografia

    Hermnio Nunes

    Fotos

    Arquivo DDOM/DGIArquivo CHTPArquivo Construtora IntegraoArquivo Costa Oeste TransmissoraArquivo Elicas do SulArquivo ESBRArquivo Marumbi TransmissoraArquivo TSBEArquivo TSLEArquivo WEGCharles DalprHermnio Nunes

    Projeto Grfico

    Agenciamob

    Contedo e Projeto Editorial

    Giusti Comunicao Integrada

    Tiragem 4.500 exemplares

    Peridico editado pela ACS Assessoriade Comunicao Social e Marketing

    Rua Dep. Antnio Edu Vieira, 999, PantanalFlorianpolis/SCCEP 88040901Fone (48) 3231.7269 / 3231.7075

    www.eletrosul.gov.br

    2 EDITORIAL

    No detalhe, equipamento eletrnico de transmisso tico instalado no lado da SE Salto Santiago, que era acoplado ao cabo dieltrico. Desativado h cinco anos, esse equipamento est conservado e em condies de funcionamento.

    Entre a Subestao Salto Santiago e a Hidreltrica Salto Santiago (1.420 MW), no Paran, foi instalado em

    1980 o primeiro cabo dieltrico multimodo aplicado ao setor eltrico. Acoplado a equipamentos pticos,

    tinha funes vitais para teleproteo e comunicao da maior usina da Eletrosul na poca.

  • Os nveis de radiao solar e seu potencial para gerao de energia eltrica j comea-ram a ser avaliados pela Eletrosul em trs dos estados onde atua a empresa. Foi conclu-da em meados de maro a instalao de seis unidades de medio, com investimento de aproximadamente R$ 1,5 milho. Chamadas estaes solarimtricas, elas integram empre-endimentos no Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Rondnia. Essa etapa inicial ainda ser de ajustes nos equipamentos e no sistema de coleta dos dados.

    A expectativa que a partir de abril as in-formaes, que iro embasar os estudos de viabilidade tcnica e financeira de plantas de gerao em grande escala, comecem a ser con-solidadas. As alternativas tecnolgicas mais adequadas fotovoltaica ou termossolar tambm sero objeto de anlise.

    At agora, as prospeces para implanta-o de usinas termossolares ou CSP (sigla em ingls para energia solar concentrada), no Bra-sil, tm se restringido mais ao campo da pes-quisa, observou o gerente do Departamento de Engenharia de Gerao da Eletrosul (DEG), Franklim Lago. Segundo ele, a empresa uma das primeiras concessionrias do setor eltrico a avaliar a possibilidade de uso da tecnologia,

    ENErGIa solar

    DESTAQUE 3Eletrosul agora - Maro 2014

    Empresa investiu cerca der$ 1,5 milho na instalao de estaes solarimtricas para pesquisar potencial de gerao

    ainda nova no Pas, para gerao comercial.No Rio Grande do Sul, as estaes solarimtri-

    cas foram instaladas junto da Conversora Uru-guaiana, no municpio de mesmo nome, e outra na rea da Usina Hidreltrica Passo So Joo, em Roque Gonzales. Em Mato Grosso do Sul, so trs unidades: junto da Usina So Domingos, em gua Clara, e das subestaes de Dourados e Anastcio. Em Rondnia, a estao foi instalada na rea da Subestao Coletora Porto Velho.

    FuncionamentoCada estao solarimtrica dispe de equipa-

    mentos para medio da radiao (direta, total e difusa) e de outras variveis que podem interferir na produtividade de uma usina fotovoltaica ou solar concentrada como, por exemplo, direo e intensidade dos ventos, temperatura ambiente, umidade relativa do ar, presso atmosfrica e in-tensidade de chuvas. Painis fotovoltaicos ligados a um banco de baterias garantem a autonomia no suprimento de energia para o funcionamento dos equipamentos.

    Os dados coletados nas estaes solarimtricas so armazenados em um dispositivo eletrnico (datalogger) e transmitidos para a sede da Eletro-sul, em Florianpolis (SC), onde os tcnicos do DEG com ajuda de um software faro o processamento e anlise das informaes.

    Os tcnicos que faro a manuteno bsica das estaes solarimtricas passaram por treinamen-to realizado pela fornecedora, que representa, no Brasil, uma das maiores fabricantes de equipa-mentos de medio.

    Medies j comearam

  • h

    CANTEIRO DE OBRAS

    maro DE 2014

    4

    amPlIao Do comPlEXo ElIco cErro cHato

    Quatro dos seis aerogeradores do Parque Elico Cerro Chato V, em SantAna do Livramento (RS), j esto operando em testes. Nas outras duas mquinas, est sendo finalizada a montagem eletromecnica. O Par-que Cerro Chato IV, tambm parte da ampliao, entrou em operao comercial plena em 1 maro.

    Os 15 aerogerado-res do Parque Ge-ribatu VII esto em fase de montagem.

    Casa de fora - vista da unidade geradora 5 para a UG 1, entre os eixos A e B.

    UHE tElEs PIrEs

    comPlEXo ElIco GErIBatU

    1.820MW

    Capacidade de atendimento: 6.500.000 habitantes

    N

    MT

    PA

    78MW

    Capacidade de atendimento: 447.000 habitantes

    RS

    N

    258MW

    Capacidade de atendimento: 1.600.000 habitantes

    RS

    N

    mEGawatt solar

    1MW

    Capacidade de atendimento: 570 residncias

    SC

    N

    Foi concludo todo o cabeamento de corrente contnua, que liga os m-dulos fotovoltaicos aos inversores, bem como a rede de aterramento dos painis e equipamentos insta-lados na cobertura do edifcio-sede. Os trabalhos esto concen-trados no cabeamento de corrente alternada para conectar os inversores aos transformadores e cubculos de mdia tenso.

  • h

    CANTEIRO DE OBRASEletrosul agora - Maro 2014

    caNtEIro DE oBras5

    sE cUrItIBa lEstE

    lINHo Do maDEIra - cIrcUIto 2 UHE JIraU

    lt sUl BrasIlEIra

    Montagem com guindaste da ltima torre do trecho brasileiro da linha de 525 kV. Responsvel pela inter-ligao no lado brasileiro, a Eletrosul j concluiu a con-cretagem de todas as fun-daes e mais de 64% da montagem das torres. Cer-ca de 10% dos cabos foram lanados. Na LT de 230 kV falta apenas realizar o lan-amento de cabos em um dos sete vos.

    Processo de lanamento do cabo condutor no municpio de Alto Paraguai (MT).

    Equipe trabalhando na instalao de torre, na rea da Lagoa Mirim, dentro da Estao Eco-lgica do Taim, na di-visa dos municpios de Santa Vitria do Palmar e Rio Grande.

    Vista de jusante da casa de fora da mar-gem esquerda com a sua segunda fase em obras civis.

    Cravao de estacas helicoidais da LT 525kV, que interligar a nova subesta-o j existente SE Curitiba.

    Vista parcial da obra da Subestao Camaqu 3 (230kV/69kV), com destaque para casa de con-trole (esquerda), transformadores de potncia (ao fundo), montagem de barramentos altos e incio da instalao dos equipamentos principais.

    lt sUl lItorNEa INtErlIGao BrasIl UrUGUaI

    RS

    N

    525 kV

    Extenso: 487 km

    525 kV230 kV

    781 km de extenso:

    494 km em 525kV

    287 km em 230 kVN

    RS

    672MVA

    Capacidade de atendimento: 900.000 habitantesN

    Curitiba

    +LT 525 kVExtenso: 29,4km

    600kV

    Maior LT de 600 kV do mundo,

    com 2.412 Km de extensoN

    3.750MW

    Capacidade de atendimento: 34.100.000 habitantes

    RO

    N

    525 kV230 kV

    60 km em 525 kV3 km em 230 kV

    SE Candiota:525/230 kV

    672 MVA

  • Suporte transmisso da Copa

    tElEcomUNIcaEs

    6 ESPECIAL

    Estrutura da Eletrosul e telebras permitir aos torcedores acompanhar, em alta definio, os jogos disputados em Porto Alegre e Curitiba

    Todos os jogos da Copa do Mundo de 2014 disputados nas cidades-sede de Porto Ale-gre (RS) e Curitiba (PR) sero transmitidos a partir da estrutura de telecomunicao da Eletrosul, em parceria com a Telebras. As em-presas esto concluindo a ampliao de 80 giga-bits por segundo (Gbps) para 1.600 Gpbs de seu sistema de comuni-cao ptica de alta velocidade chamado

    DWDM. Parte dessa estrutura

    ser usada para transmisso das disputas, em alta definio e simultaneamente, via TV e in-

    ternet, atendendo aos requisitos de qualida-de exigidos pela Fede-rao Internacional de Futebol (Fifa).

    A expanso da rede da Eletrosul e Telebras envolve a instalao de equipamentos de ltima gerao, com tecnologia nacional,

    em 22 subestaes da empresa. Ao todo, o sistema DWDM da Eletrosul, que atender ao mundial, abrange 1,6 mil quilmetros de linhas de transmisso que atravessam os

    municpios de Porto Alegre, Caxias do Sul, Gravata, So Francisco de Paula