rangel, alexandre - o que podemos aprender com os gansos - livro i e ii

Download rangel, alexandre - o que podemos aprender com os gansos - livro i e ii

Post on 06-Jun-2015

11.697 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Lições de Cooperação, Liderança e Motivação.

TRANSCRIPT

Apresentao Conta a histria que um casal tomava caf no dia de suas bodas de ouro. A mulher passou a manteiga na casca do po e o entregou para o marido, ficando com o miolo. Ela pensou: "Sempre quis comer a melhor parte do po, mas amo demais meu marido e, por cinqenta anos, sempre lhe dei o miolo. Mas hoje quis satisfazer meu desejo. Acho justo que eu coma o miolo pelo menos uma vez na vida". Para sua imediata surpresa, o rosto do marido abriu-se num sorriso sem fim e ele lhe disse: - Muito obrigado por este presente, meu amor. Durante cinqenta anos, sempre desejei comer a casca do po, mas como voc sempre gostou tanto dela, jamais ousei pedir! 7 Esta histria, de autoria desconhecida, ilustra, para mim, o maior problema encontrado nas empresas: a falta de comunicao entre os setores. Problemas que poderiam ser resolvidos rapidamente muitas vezes se agravam, a ponto de causar rupturas internas nas relaes pessoais. Quando o caldo entorna e se analisam as causas, o que se constata a completa falta de comunicao com respeito s reais necessidades e expectativas a ser atendidas de ambas as partes. Por isso, sempre digo que as trs coisas mais importantes para melhorar a qualidade e a produtividade em uma em empresa so: em primeiro lugar, a comunicao; em segundo lugar, a comunicao; e, em terceiro lugar, a comunicao. Transmitir bem os conceitos gerenciais e funcionais para os ouvintes o principal propsito do programa Momento da Qualidade, que h quase dez anos tem prestado este servio comunidade - inicialmente na Rdio Eldorado, depois na Rdio CBN e atualmente na Rdio Bandeirantes, todas em So Paulo. Comunicar atravs de pequenas histrias, sejam parbolas, fbulas, lendas, histrias reais, curtas e interessantes, foi a forma que encontrei para fazer os ouvintes do programa fixarem melhor os conceitos transmitidos diariamente. 8 Inmeros ouvintes solicitam cpias dessas histrias. So pessoas das mais variadas profisses e atividades, empresrios, professores, estudantes, consultores, palestrantes, enfim, pessoas que se interessam em adquirir e repassar conhecimento de forma agradvel e divertida. As fontes e as origens das histrias so as mais diversas, como contribuies recebidas dos ouvintes por fax ou e-mail, pequenas adaptaes de textos de livros, artigos em revistas, anotaes em palestras, sites da internet etc. Procurei relacionar na bibliografia deste trabalho todas as obras, artigos e revistas que me serviram como fonte de leitura e inspirao durante todos esses anos. Uma ltima considerao que gostaria de fazer sobre a forma de explorar o significado das histrias. So mltiplos os ensinamentos que podemos extrair de cada

passagem. O leitor no deve considerar como nica a perspectiva do ensinamento comentado. Com reflexo e criatividade, muitos outros ensinamentos podero ser extrados de um mesmo conto. Bom proveito! Alexandre Rangel 9 O que podemos aprender com os gansos selvagens Podemos aprender muito com os gansos selvagens. Quando um ganso bate as asas, por exemplo, voando numa formao em V, cria um vcuo para a ave seguinte passar, e o bando inteiro tem um desempenho 71% melhor do que se voasse sozinho. Sempre que um ganso sai da formao, sente subitamente a resistncia do ar por tentar voar sozinho e, rapidamente, volta para a formao, aproveitando o vcuo da ave imediatamente frente. Quando um ganso lder se cansa, ele passa para trs e imediatamente outro assume seu lugar, voando para a posio da ponta. Na formao, os gansos que esto atrs grasnam para encorajar os da frente a aumentar a velocidade. Se um deles adoece, dois gansos abandonam a formao e seguem o companheiro doente, para ajud-lo e proteg-lo. Ficam com ele at que esteja apto a voar de novo ou venha a morrer. S depois disso eles voltam ao procedimento normal com outra formao ou vo atrs de outro bando. A lio dos gansos: 19

Pessoas que compartilham uma direo comum e senso de comunidade podem atingir mais facilmente os objetivos. Para atingir nossos objetivos, necessrio estar junto com aqueles que se dirigem para onde queremos ir, dando e aceitando ajuda. preciso haver um revezamento na liderana e nas tarefas pesadas. As pessoas, assim como os gansos, dependem umas das outras. Precisamos assegurar que nosso grasnido seja encorajador para nossa equipe e que a ajude a melhorar seu desempenho. preciso estar ao lado dos colegas tambm nos momentos difceis.20

O importante comear curioso observar como a vida na empresa muda depois que ela passa a trabalhar sintonizada com os conceitos de qualidade, implantando uma gerncia mais participativa, valorizando idias e sugestes dos funcionrios, definindo responsabilidades de forma mais clara para todos. Mas isso no acontece da noite para o dia. preciso entender que, embora esse seja o caminho certo a ser trilhado,

os resultados no so imediatos. O essencial dar o primeiro passo e continuar promovendo a melhoria contnua. Observe estas verdades: A mais longa caminhada s possvel passo a passo... O mais belo livro do mundo foi escrito letra por letra... Os milnios se sucedem segundo a segundo... As mais violentas cachoeiras se formam de pequenas fontes... No fossem as gotas, no existiriam as chuvas... A mais bela construo no se teria efetuado no fosse o primeiro tijolo... O processo de mudana no fcil nem rpido, mas vale a pena tentar! Vamos l, no perca a oportunidade.Transforme gradualmente sua empresa, introduzindo pouco a pouco os conceitos da qualidade. 21 O poder das palavras No ambiente profissional, o bom humor incentiva o aumento da produtividade. Um sorriso nos lbios demonstra o modo de encarar a vida, facilita a comunicao e melhora as relaes no trabalho e na vida social. D menos trabalho sorrir do que ficar de cara fechada, concorda? No requer esforo nem prtica. um gesto simples e econmico. Assim, sorria, nem que seja por economia. O humor, bom ou mau, contagia. Para ter idia de como contagioso, uma amiga conta que um casal de vizinhos dela est permanentemente de mau humor. Toda vez que ela encontra com eles no elevador, esto de cara amarrada, inclusive o cachorro deles! Ou seja, o mau humor contagia at o cachorro. H um ensinamento que diz: Jogue uma pedra na gua: ela some num instante, mas deixa dezenas de ondas girando em crculos, crculos e crculos. Diga uma palavra rspida: ela some num instante, mas deixa dezenas de ondas girando em crculos, crculos e crculos. Diga uma palavra amvel: ela some num instante, mas deixa dezenas de ondas girando em crculos, crculos e crculos. Assim tambm com o humor. Ele contagia e fundamental para a melhoria da qualidade no ambiente de trabalho. 22 No estrague o seu dia com coisas to pequenas muito difcil lidar com pessoas que nunca esto de bem com a vida. Portanto, no deixe que coisas insignificantes lhe tirem o bom humor. Coisas pequenas, pelas quais no vale a pena se incomodar. Outro dia, li que na regio do Colorado, nos Estados Unidos, existem runas de uma rvore gigantesca. Os naturalistas afirmam que a imensa rvore permaneceu em p durante quatrocentos anos. Ao longo de sua vida, foi atingida inmeras vezes por raios e temporais, repetidamente. A rvore resistiu a todas as adversidades. At que um dia um exrcito de insetos a atacou e derrubou. Um gigante da floresta que por sculos sobreviveu a raios e temporais acabou

caindo diante de insetos to pequenos que um homem pode esmag-los entre um dedo e outro. Que coisa! Resistir tanto a raios e trovoadas e acabar sendo derrotada por insetos minsculos. Tome muito cuidado com as coisas pequenas, pois elas podem acabar destruindo o seu dia e tambm o humor daqueles com os quais voc convive, prejudicando muito a qualidade de vida no ambiente de trabalho. 23 Cuidado para no abortar grandes idias Em uma faculdade de medicina, certo professor props classe a seguinte situao: Baseados nas circunstncias que vou enumerar, que conselho vocs dariam a esta senhora grvida do quinto filho? O marido sofre de sfilis e ela de tuberculose. Seu primeiro filho nasceu cego e o segundo morreu. O terceiro nasceu surdo. O quarto tuberculoso e ela est pensando seriamente em abortar a quinta gravidez. Que caminho a aconselhariam tomar? Com base nesses fatos, a maioria dos alunos concordou que o aborto seria a melhor sada para ela. O professor, ento, disse aos alunos: - Os que disseram sim idia do aborto, saibam que acabaram de matar o grande compositor Ludwig van Beethoven. Na empresa, grandes projetos, excelentes idias, s vezes so "abortadas" assim que as pessoas envolvidas se vem diante de situaes difceis. Tudo, para ser bemfeito, leva tempo e exige perseverana, tenacidade e entusiasmo. 24 Mudar hbitos exige sacrifcios Certa vez, um profeta e seu discpulo, estando em viagem, pediram pousada em uma das residncias que encontraram ao longo do caminho. Na hora do jantar, foi-lhes servido como alimentao apenas um copo de leite. Era a nica coisa que o dono da casa tinha para oferecer, embora todos que ali moravam fossem pessoas saudveis, tanto os pais como os filhos. A terra era boa, tinha bastante rea para plantio, porm a famlia nada cultivava. Em toda a terra possuam apenas uma vaca leiteira, de onde vinha o leite que sustentava toda a famlia. Pela manh, o profeta e o discpulo levantaram, agradeceram a hospedagem e continuaram viagem. Um pouco adiante da casa, viram que a vaca pastava beira de um precipcio. O profeta, ento, ordenou ao discpulo: - V at ali e empurre a vaca para o penhasco. O discpulo inicialmente relutou, mas como era obediente a seu mestre fez o que o profeta mandara e empurrou a vaca no precipcio. A vaca morreu na queda e o discpulo ficou bastante consternado. Alguns anos se passaram e o profeta e o discpulo voltaram novamente quela regio e novamente pediram pousada na mesma casa. Observaram,

25 imediatamente, que alguma coisa havia mudado naquela famlia. J se viam plantaes ao redor da casa, animais pastavam no terreno, todos se movimentavam e ocupavam-se com alguma tarefa. Na hora do jantar, lhes foi ser