radiação eletromagnetica

Download Radiação Eletromagnetica

Post on 10-Jul-2015

9.086 views

Category:

Education

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADEE A NOSSA SADE

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

  • A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    Ondas EletromagnticasProf. DSc. Carlos Magno de Lima

    Diariamente somos naturalmente bombardeados por ondas eletromagnticas.

  • Ondas EletromagnticasMaxwell baseou-se na hiptese de que a luz visvel, assim com outras formas de radiao, tal como a luz ultravioleta e as ondas de rdios so ondas formadas por campos eltrico e magntico, denominada ondas eletromagnticas, que se propagam no espao.

    A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

    Fsico James Clerk Maxwell (1831-1879)

    Fsico Heinrich Rudolf Hertz (1857 1894)

    Produziu e captou pela primeira vez ondas de rdio

  • Ondas Eletromagnticas

    A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    As ondas eletromagnticas so ondas constitudas de campos eltricos e magnticos e que usualmente so geradas em circuitos especiais chamados de osciladores.

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

    Freqncia O nmero de vezes que a corrente eltrica no circuito muda de sentido em cada segundo. Comprimento de onda - a distncia entre valores repetidos num padro de onda.

  • Espectro Eletromagntico

    A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

    Radiao Ionizante- transporta energia suficiente para alterar o estado fsico do tomo, ocasionando-lhe a perda de eltrons ( ionizando ). Raios X, Raios Radiao no Ionizante- no transporta energia suficiente para alterar o estado fsico de um tomo. Ondas de luz, microondas, radio e antenas de telefonia.

  • Fontes de Radiao Eletromagntica

    A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

  • A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    A Telefonia CelularProf. DSc. Carlos Magno de Lima

    A Radiao Eletromagntica invadindo nossas vidas

  • A Telefonia Celular

    A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

  • A Telefonia Celular

    A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    Como Funciona ?

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

  • A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    A Telefonia Celular

    Faixa de Freqncias

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

  • A Telefonia Celular

    A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    Normas TcnicasA maioria dos pases seguem as recomendaes ANSI/IEEE ou ICNIRP.

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

    ANSI (American National Standards Institute )IEEE ( Institute of Electrical and Electronic Engineers-USA)ICNIRP (International Commission on Non-Ionizing Radiation Protection)

  • A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    A Telefonia CelularTaxa de Absoro Especifica - SARSAR a quantidade de potncia absorvida por unidade de massa ( W/kg ). A SAR diretamente proporcional ao aumento local de temperatura, responsvel pelos efeitos trmicos das ondas eletromagnticas.

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

    Um fator importante que cada tecido do corpo humano tem uma taxa de absoro especifica (SAR) diferente.

  • O Corpo Humano e a Radiao Eletromagntica

    A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    O corpo humano um mecanismo biolgico extremamente complexo e, do ponto de vista eltrico, apresenta estruturas de alta condutividade inica e eletrnica como por exemplo as redes de neurnios, os fluidos sanguneos, o

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

    neurnios, os fluidos sanguneos, o lquor cerebral, etc..

    Correntes eltricas existem naturalmente no corpo humano e so partes essenciais das funes corporais normais. Todos os nervos enviam sinais via a transmisso de impulsos eltricos. A maioria das reaes bioqumicas, desde aquelas associadas com a digesto at as envolvidas com a atividade cerebral, envolve processos eltricos.

  • A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    Por andarmos na posio vertical, funcionamos tambm como timas antenas receptoras para a absoro da radiao eletromagntica.

    O Corpo Humano e a Radiao Eletromagntica Como uma Antena Receptora

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

    radiao eletromagntica.

    A eficincia da absoro vai depender principalmente das dimenses fsicas do corpo e do comprimento de onda da radiao emitida no espao livre ()

  • O Corpo Humano e a Radiao Eletromagntica Como uma Antena Receptora

    A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    A - Os campos eltricos no penetram no corpo significativamente, porm forma uma carga sobre sua superfcie. A energia desses campos absorvida e transformada em movimento das molculas. A frico entre molculas em movimento rpido resulta em um aumento da temperatura.

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

    em um aumento da temperatura.

    B - A exposio aos campos eletromagnticos causam um fluxo de correntes circulando em todo corpo. A radiao eletromagntica produzida pelas antenas tm coerncia de freqncia.

    Se houver coincidncia da freqncia da radiao absorvida com alguma freqncia de vibrao prpria de algum rgo, tecido, ou fluido do organismo humano, os resultados podero ser catastrficos

  • Efeitos da Radiao Eletromagntica No Ionizante na nossa Sade

    A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    O que nos parece um AMIGO

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

    Pode ser nosso maior INIMIGO

  • Efeitos da Radiao Eletromagntica No Ionizante na nossa Sade

    A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    Perda de memria

    Confuso mental

    Antecipa a Catarata

    Abrir a barreira hemato-enceflica a

    Eleva os nveis de mau colesterol

    Estresse do sistema endcrino, especialmente no pncreas, tireide, ovrios e testculos

    Reduz a produo de

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

    Perda de memria

    Dores de cabea

    Fadiga extrema

    Dores nas articulaes

    Espasmos musculares e Tremores

    Sensao de ardor na pele

    Altera a atividade eltrica do crebro

    durante o sono

    Zumbidos nos ouvidos Prejudica a funo do olfato

    hemato-enceflica a vrus e toxinas

    Reduzir o nmero e a eficincia de glbulos brancos no sangue

    Estimular a asma, produzindo

    histamina nos mastcitos

    Reduz a produo de espermatozides em

    35%

    Causar problemas digestivos

    Danos na retina

    Cncer de olho

    Cncer no crebro

  • Efeitos da Radiao Eletromagntica No Ionizante na nossa Sade

    A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    Trmicos AtrmicosA Radiao No-Ionizante pode provocar aumento da

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

    provocar aumento da temperatura no corpo (ALTERAO FSICA), alterar os nveis de sdio e potssio (ALTERAO QUMICA) e produzir alterao no sistema nervoso central (ALTERAO BIOLGICA)

  • A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    Efeitos da Radiao Eletromagntica No Ionizante na nossa Sade

    O efeito trmico decorre do aquecimento do tecido. A radiao absorvida ao nvel da pele, mas tambm absorvida em nveis mais profundos do corpo, causando um aumento de temperatura

    Trmicos

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

    causando um aumento de temperatura no percebido pelos sensores trmicos naturais, j que so localizados superficialmente.

    Muitas vezes, esse calor gerado internamente, dependendo do tempo de exposio da intensidade do campo e da espessura do tecido, pode no ser compensado e ocasiona graves danos.

  • A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    Efeitos da Radiao Eletromagntica No Ionizante na nossa Sade Trmicos

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

    A Organizao Mundial de Sade Recomenda que os pais desencorajem o uso excessivo de celular entre as crianas e adolescentes, pois suas caixas cranianas, seus crebros e seu sistema nervoso, ainda esto em desenvolvimento, particularmente no caso das crianas

  • A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    Efeitos da Radiao Eletromagntica No Ionizante na nossa Sade

    Noticiou o aparecimento de CATARATAS, GLAUCOMAS.

    A Organizao Mundial de Sade ( O.M.S. )

    Entre os efeitos trmicos mais importantes est a CATARATA que a opacidade da lente dos olhos.

    Trmicos

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

    CATARATA que a opacidade da lente dos olhos.

    Os maiores riscos so nas reas de baixa vascularidade, e o rgo mais atingido a lente dos olhos ( cristalino )

  • A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    Efeitos da Radiao Eletromagntica No Ionizante na nossa SadeOs efeitos biolgicos no trmicos ( atrmicos ) so efeitos bioqumicos ou eletrofsicos causados pelos campos eletromagnticos induzidos, e no indiretamente por um aumento localizado ou distribudo de temperatura.

    Atrmicos

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

  • A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    Efeitos da Radiao Eletromagntica No Ionizante na nossa Sade Atrmicos

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

    Cncer de Prstata Cncer de Mama Aborto Espontneo

    Depresso Leucemia Infantil Mal de Alzheimer

  • A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    Efeitos da Radiao Eletromagntica No Ionizante na nossa Sade AtrmicosOs principais efeitos no trmicos descritos na literatura, so:

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

    Alterao do Fluxo de ons Fluxo de ons atravs das membranas das clulas

    Alteraes na Barreira Crebro Sangue Responsvel pelo bom funcionamento do crebro

    Alteraes no Sistema ImunolgicoResponsvel pelo combate a microorganismos invasores

    Cncer Ao da ondas eletromagnticas nos cromossomos e molculas do DNA

  • A RADIAO ELETROMAGNTICAE A NOSSA SADE

    Efeitos da Radiao Eletromagntica No Ionizante na nossa Sade

    Alerta

    Prof. DSc. Carlos Magno de Lima

    Atrmicos

    Tod