querido leitor - nosso .como o passeio de bondinho e a vista do cristo redentor, que encantou a...

Download Querido leitor - Nosso .como o passeio de bondinho e a vista do Cristo Redentor, que encantou a todos

Post on 09-Dec-2018

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Generosidade vem do latim generositas que significa: de origem nobre. A generosidade nasce na nobreza da alma da pessoa, mora no corao, onde guardamos nossas emoes e de l compartilhada, de forma material ou no.

Generosidade doar seu tempo, como fazem as voluntrias da Associao Nosso Sonho, promover um passeio de helicptero como fez Meyer Nigri, presidente da Tecnisa. dar a oportunidade das pessoas viverem um dia diferente como fez o pessoal da Avianca. E voc saber de todos os detalhes desses atos generosos nas linhas escritas por nossa equipe.

Confira tambm as palavras do mestre Romeo Busarelli, diretor de internet da Tecnisa, que generosamente doou seu tempo para o nosso bate papo. Saiba mais sobre fisioterapia e a hipoterapia. Na sesso Nossa Gente, conhea a tia Norma, uma das mais antigas e experientes professoras na rea de alfabetizao. Fique por dentro dos ltimos acontecimentos de nossa entidade na pgina no Nosso Sonho Acontece.

Generosidade parar um tempo na correria do dia a dia e compartilhar as emoes e vivncias de nossa entidade relatadas nesse jornal.

E de tantas generosidades nasce a solidariedade, dando o start para muitos entrarem na sintonia do amor.

Uma tima leitura e aguarde no prximo nmero as novidades que traremos do 14 Congresso de Comunicao Alternativa, em Barcelona, onde esse jornal ser apresentado ao mundo.

Mais uma poesia inesquecvel de

nossa poetisa Catarina Caramuru (catarinacaramuru@

nossosonho.org.br).

Querido leitor

ANDEI

Cartas

Andei aprendendo

Acertando e errando

Alguns passos bonitos

Alguns nem tanto

Umas vezes caindo

Outras levantando

Pra frente, em frente

E sempre rezando.

Mal ou bem

Com algum me ajudando

Andei progredindo

Andei parando.

E andei s.

Andei lembrando

Das frases antigas

De minha av.

Um dia vou visit-la.

Caminharei firme

E cantando

Ento direi:

Estou andando!

Suely KatzSuely Katz gerente executiva da A. N. S e seu email suely@nossosonho.org.br

Joo Carlos Godoy- Editor Chefe; Rodolfo Frana - Diretor de Arte; Suely Katz - Super-visora geral; Sandra Carabetti-Coordenadora de equipe; Fabiana Noguero - Colaboradora; Reprteres: Ana Lucia de Barros, Catarina Caramuru, Elisangela Rodrigues, Gleice Caroline, Jony Costa, Marcos Murackami e Mario Victor Rodrigues Sgambato.

Diretoria Voluntaria da Associao Nosso Sonho:Diretor Presidente: Eduardo Jorge GuzovskyDiretor Vice- Presidente : Alberto MoghrabiDiretor Financeiro: Cristiano FernandesSecretria: Tatiana GuzDiretor Juridico : Gabriela GuzDiretor Fiscal : Guilherme Guz

Banco Bradesco, agencia: 0208-9 conta corrente : 203388-7

AnunciantesContato: suely@nossosonho.org.brImpresso voluntria : Grfica AR Fernandez

Queridos Elisangela e Mato!!!

Foi o maior prazer da minha vida ter conhecido vocs e toda a Associao Nosso Sonho!Conheci pessoas maravilhosas e descobri

coisas que no tinha noo sobre elas...Obrigada por terem me recebido e espero voltar mais vezes para visitar!!!Eu mostrei o jornalzinho de vocs para toda a minha famlia e para minhas amigas, todos falaram que est muito

bem feito e ficaram super interessados...Que Deus ilumine todos seus caminhos e continuem sendo essas pessoas brilhantes que so!Com carinho,

Miriam Esther Besser

Expediente Doaes

I n f o r m a t i v o d a A s s o c i a o N o s s o S o n h o A n o 3 N o 7 w w w. n o s s o s o n h o. o rg . b r

A companhia Avianca desenvolve o projeto Felicidade, que tem como objetivo dar oportunidade para as crianas sentirem o prazer de voar. No incio, o destino do passeio era Campinas. Agora, o projeto cresceu e o roteiro de viagem segue para o Rio de Janeiro.

No ltimo dia 19 de junho a Associao Nosso Sonho foi a contemplada. Um grupo de dez pessoas desfrutaram desse presente. Alguns desses jovens tiveram a oportunidade de fazer a sua primeira viagem area.

Jos Efromovich, vice-presidente da Avianca, foi muito atencioso e solcito com o grupo e fez questo de acompanh-los at o embarque. Junto a ele estava uma equipe maravilhosa formada por: Elizabeth Rodrigues de Sequeira,

coordenadora do projeto, Camila Machado Cunha Martins, Bianca Ribeiro de Lino, Daniel Seixas e Gisele De Rossi Evangelista, que estavam realizando um trabalho voluntrio. Todos, inclusive os participantes, estavam vestidos com a camiseta e o bon da Avianca.

Para a viagem foi montado um esquema especial, onde foi usado um elevador que levava as cadeiras de rodas at a porta da aeronave, facilitando o transporte de cada pessoa.

O avio decolou de So Paulo rumo a um dos cartes postais mais cobiados do mundo, o Po de Acar. Na bagagem os sentimentos eram de felicidade, empolgao e a grande sensao de liberdade, pois muito desses jovens nunca tinham viajado sem os familiares.

Foi uma jornada repleta de novas vivncias, como o passeio de bondinho e a vista do Cristo Redentor, que encantou a todos.

Aqui vale um alerta: as Para Olimpadas de 2012 sero realizadas no Rio de Janeiro e provavelmente o Po de Acar ser visitado por muitas pessoas com deficincia. A acessibilidade no local precria, mas o saldo final foi um dia de encantamento e a sensao de que ns podemos tudo.

Confira entrevista com Romeu Busarello, casado, pai de 2 filhos, formado em Administrao de Em-presas, ps graduado em Marketing e Gesto de Estratgia e Negcios, mestrado em Administrao de Empresas, professor de marketing e diretor de Internet da Construtora Tecnisa.

A.N.S. Fale sobre sua trajetria profissio-nal.Romeu Busarello (R.B.) Comecei minha carreira como trainee na Artex, passei pelo relgio Condor e relgio Dumont, fiquei cinco anos na Polaroid e um ano na OfficeMax. J estou h 10 anos na Construtora Tecnisa. Fui diretor de marke-ting at 2009 e atualmente sou diretor de Internet e relacionamento. Tambm sou professor de Marketing no curso de ps- graduao na ESPM, Insper e FIA/ USP.

A.N.S. O que ser diretor de internet?R.B. Tenho uma equipe onde sou o articula-dor, me relaciono com o cliente. Fico na Internet buscando informaes, entendendo as novas ferramentas e gerenciando crises. Hoje a Tecnisa considerada uma das empresas mais bem posicio-nadas em redes sociais do pas.

A.N.S. No mundo virtual existe deficincia fsica?R.B. Hoje a tecnologia uma grande facilitado-ra, no precisamos mais sair de casa para traba-lhar, basta ter acesso internet e organizao. Os deficientes podem desenvolver esse trabalho.

A.N.S. O Brasil um pas com investimen-tos em tecnologia para deficientes?R.B. No, mas existem iniciativas. A tecnologia tem melhorado de uma forma mais amigvel, de uso mais fcil. O prprio telefone j tem aplicati-vos que fazem ligaes por reconhecimento de

voz. Um deficiente visual ou uma pessoa com deficincia motora consegue se comunicar usando s a voz. A Tecnisa um exemplo nesse sentido e est programando seu site para o atendimento ao deficiente visual.

A.N.S. O que voc sugere como atuante na rea de educao? R.B. Infelizmente nenhum governo nosso deu importncia a figura do professor, eu sou professor e sei o que isso, temos professores mal remunera-dos e mal assessorados. Eu sugiro aos alunos serem bons profissionais sem depender das escolas. As escolas teimam em ensinar o que certo e no o que est certo e tem um distanciamento muito grande. A rea de educao chegou a um ponto que ningum mais quer ser professor. A Tecnisa criou uma universidade corporativa. Eu assisto a muitos vdeos, leio textos e entrevistas na internet de assuntos que me interessam. Hoje est muito mais fcil voc adquirir conhecimentos por conta prpria. Antigamente a escola era o nico lugar que voc aprendia e empresa era o nico lugar que voc trabalhava. Hoje a empresa um lugar que voc trabalha e aprende. Dar aula, para mim, uma religio, minha paixo, meu plano B de vida.

Leia a entrevista na ntegra no site da ANS: www.nossosonho.org.br

Entendendo o que a fisioterapia...

Bate-papo

A Fisioterapia a cincia que estuda o movimento humano e utiliza mtodos e tcnicas a fim de restaurar, desenvolver ou manter a capacidade fsica das pessoas.

Na Associao Nosso Sonho, o setor de fisioterapia atende principalmente crianas e jovens com Paralisa Cerebral (PC), leso que ocorre em uma ou mais partes do crebro e que acontece durante a gestao, o parto ou at nos dois primeiros anos da criana. O principal comprometimento que a PC traz so alteraes motoras, uma vez que esta leso atinge reas do crebro relacionadas funo do movimento. Sendo assim a pessoa com PC apresenta alteraes no tnus e na postura. Como conseqncia destas alteraes, o desenvolvimento motor no ocorre naturalmente, isto , ocorre o atraso ou a interrupo das etapas motoras (rolar, sentar, engatinhar, andar, etc).

O tnus muscular, estado parcial de contrao de um msculo em repouso, apresenta-se alterado no PC podendo estar diminudo (hipotonia) ou aumentado (hipertonia). Isto leva a padres anormais de postura e movimento e tambm pode levar a deformidades nas articulaes.

importante saber que a maioria dos PCs possuem inteligncia normal e a fisioterapia tem fundamental importncia para quem possui PC e deve ser iniciada o mais precoce possvel, assim os resultados sero mais favorveis.

A fisioterapia tem importante papel para

facilitar a aquisio do desenvolvimento motor, ou seja, atravs de exerccios o fisioterapeuta estimula as etapas motoras. Outro objetivo da fisioterapia quanto preveno das deformidades articulares que pode ser obtida atravs de alongamentos e mobilizao das articulaes.

Na Associao Nosso Sonho o setor de fisioterapia realiza, se