Qualidade e Produtividade

Download Qualidade e Produtividade

Post on 24-May-2015

33.379 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li> 1. Gesto daQualidade conduzindo a qualidade por caminhos seguros AULA 1 Jorge Bruno, MSc Belo Horizonte MG 2010 Gesto da Qualidade</li></ul><p> 2. Gesto daQualidade conduzindo a qualidade por caminhos seguros Jorge Bruno Roteiro: Aula 1 Embasamento 1 Aula 2 Embasamento 2 Aula 3 Estudo de Caso Aula 4 Laboratrio 3. VAMOSCOMBINAR... Gesto daQualidade conduzindo a qualidade por caminhos seguros Jorge Bruno 4. Relatrio de atividades Gesto da Qualidade 5. 6. Gesto da Qualidade Gesto da Qualidade 7. Nossas Telas Gesto da Qualidade 8. conceito Gesto da Qualidade 9. reflita... Gesto da Qualidade 10. mini-caso Gesto da Qualidade 11. Jorge Bruno instrumental Gesto da Qualidade 12. PULO DO GATO Gesto da Qualidade 13. Passado Presente Gesto da Qualidade 14. passado 15. presente 16. passado 17. presente 18. passado 19. presente 20. passado 21. presente 22. passado 23. presente 24. e o futuro... ? 25. conceito Gesto da Qualidade 26. reflita... Indicadores do futuro? 27. Anos 30 Gesto da Qualidade 28. Praa 7 anos 30 Jorge Bruno Gesto da Qualidade 29. BH anos 30 Jorge Bruno Gesto da Qualidade 30. reflita... Pensadores da Administrao ? Empresrio de sucesso ? Modelo de trabalho ? Protesto ? 31. Jorge Bruno Gesto da Qualidade 32. conceito Gesto da Qualidade 33. A dificuldade em definir Qualidade a de traduzir asnecessidades futuras dousurioemcaractersticas mensurveis , de forma que o produto possa ser projetado e transformado para oferecerSATISFAOa um preo que o Cliente possa pagar. Isto no fcil, e assim que se sente razoavelmente bem sucedidonesta tarefa, descobre-se que asnecessidades do Clientemudaram, outros concorrentes entraram no mercado, surgiram novos materiais, alguns melhoresque os antigos, outros piores, alguns mais baratos, outros mais apreciados. Walter A. Shewhart,1931 S = Q _ E Gesto da Qualidade 34. O experimento deElton Mayo Gesto da Qualidade 35. conceito Gesto da Qualidade 36. Jorge Bruno Gesto da Qualidade 37. Satisfao Humana Gesto da Qualidade 38. conceito Gesto da Qualidade 39. S = Q _ E Gesto da Qualidade 40. Fisiolgicas Segurana Sociais Auto-estima Auto-realizao Hierarquia das Necessidades A. Maslow Jorge Bruno Gesto da Qualidade 41. Relacionamento Humano Gesto da Qualidade 42. FANTASIAS... 43. AFINIDADE Gesto da Qualidade 44. Gesto da Qualidade 45. JBruno Gesto da Qualidade 46. Anos 40 Gesto da Qualidade 47. Jorge Bruno Gesto da Qualidade 48. Jorge Bruno Gesto da Qualidade 49. Jorge Bruno Gesto da Qualidade 50. Gesto Gesto da Qualidade 51. conceito Gesto da Qualidade 52. Jorge Bruno Gesto da Qualidade 53. maior agilidade maior integrao maior sinergia maior resultado menor custo Gesto da Qualidade 54. Gesto da Qualidade Gesto da Qualidade 55. Jorge Bruno Gesto da Qualidade 56. Jorge Bruno Gesto da Qualidade 57. maior agilidade maior integrao maior sinergia maior resultado menor custo Gesto da Qualidade 58. Processos incio meio fim incio meio fim incio meio incio meio fim incio meio fim incio meio fim incio meio fim incio incio meio fim incio meio fim incio meio fim incio meio fim fim incio meio fim meio fim incio meio fim incio meio fim incio meio fim incio meio fim incio meio incio meio fim incio meio fim incio meio fim meio fim incio meio fim incio meio fim incio fim incio meio fim incio meio fim incio meio fim incio meio fim incio meio fim incio meio fim Sistema Gesto da Qualidade 59. Fim Incio Meio Fim Incio Incio Meio Processo Sistema Incio Meio Fim Incio Meio Fim Incio Meio Fim Gesto da Qualidade 60. reflita... PROCESSO SISTEMA Melhoria de Sistema Quais processos ? Melhoria de Processos 61. Processo Crtico Gesto da Qualidade 62. Jorge Bruno Gesto da Qualidade 63. CaminhandoFuturo Gesto da Qualidade 64. Gesto da Qualidade 65. Gesto daQualidade conduzindo a qualidade por caminhos seguros AULA 2 Jorge Bruno, MSc Ipatinga MG 2010 Gesto da Qualidade 66. Reviso </p> <ul><li>Indicadores do Futuro </li></ul><ul><li>Qualidade... </li></ul><ul><li>Satisfao... </li></ul><ul><li>Relacionamento </li></ul><ul><li>Processos </li></ul><ul><li>Sistema </li></ul><ul><li>Melhoria de Sistema </li></ul><ul><li>Cultura Organizacional </li></ul><ul><li>SUN TZU </li></ul><ul><li>Ciclo da Mudana </li></ul><ul><li>Gesto da Mudana Conner </li></ul><ul><li>Mudana de Paradigma </li></ul><ul><li>Crise </li></ul><p> 67. VAMOS FAZERUM TESTE Gesto da Qualidade 68. RESPONDASINCERAMENTE Jorge Bruno Gesto da Qualidade 69. CULTURA DOCONTROLE x Jorge Bruno Gesto da Qualidade 70. reflita... O que podemos concluir? 71. CulturaOrganizacional 72. vamosdescontrair... Jorge Bruno Gesto da Qualidade 73. Jorge Bruno Gesto da Qualidade 74. Jorge Bruno Gesto da Qualidade 75. Jorge Bruno Gesto da Qualidade 76. CULTURAINDUSTRIAL ? Jorge Bruno Gesto da Qualidade 77. Jorge Bruno Gesto da Qualidade 78. Feitor de Escravos O dignssimo Sr. Baro de Saracuruna vem tornar pblico e notria a carnciade um bom Feitor de Escravos para aFazenda Nossa Sra. da Dores. O referidocandidato deve atender aos seguintesquesitos: Ser branco ou mestio, robusto de corpo conhecer bem a regio de Tabatinga, ser leal efiel ao seu senhor, severo com os escravos e bom manejo do chicote Gazeta Vespertina, 1856 Jorge Bruno Gesto da Qualidade 79. Conceito Tipos de Cultura organizacional Jorge Bruno 80. Tipos de cultura TECNOCRATA Jorge Bruno Gesto da Qualidade 81. BUROCRATA Tipos de cultura Jorge Bruno Gesto da Qualidade 82. SOCIOCRATA Tipos de cultura Jorge Bruno Gesto da Qualidade 83. PULO DO GATO Jorge Bruno Gesto da Qualidade 84. Evoluo das Organizaes Jorge Bruno Gesto da Qualidade 85. CUIDADO! IMAGENSVIOLENTAS PERIGOJorge Bruno Gesto da Qualidade 86. Jorge Bruno Gesto da Qualidade 87. Jorge Bruno Gesto da Qualidade 88. Jorge Bruno Gesto da Qualidade 89. O Princpio de Sun Tzu Jorge Bruno Gesto da Qualidade 90. Conceito O Princpio de Sun Tzu Jorge Bruno 91. O PRINCPIODE SUN TZU ... Se voc conhece o inimigo e conhece a si mesmo, no precisa temer o resultado de cem batalhas.Se voc se conhece mas no conhece o inimigo, para cada vitriaganha sofrer tambm uma derrota.Se voc no conhece nem o inimigonem a si mesmo, perder todas asbatalhas... 500 AC Jorge Bruno Gesto da Qualidade 92. VOC SECONHECE ? Jorge Bruno Gesto da Qualidade 93. Jorge Bruno Gesto da Qualidade 94. Jorge Bruno Gesto da Qualidade 95. O Ciclo daMudana Jorge Bruno Gesto da Qualidade 96. PROBLEMA SOLUO MUDANA Jorge Bruno Gesto da Qualidade 97. Conceito Zona deConforto Jorge Bruno 98. Zona de conforto Jorge Bruno Zona deesforo Zona demedo Gesto da Qualidade 99. O Desafio daMudana Jorge Bruno Gesto da Qualidade 100. Gesto da Qualidade 101. A Mudana nasOrganizaes Jorge Bruno Gesto da Qualidade 102. Conceito Gerenciando Processos deMudana? </p> <ul><li>Puberdade </li></ul><ul><li>Perda... </li></ul><ul><li>Casamento </li></ul><ul><li>Separao </li></ul><p>Jorge Bruno 103. Tempo Passiva Ativa Relao NEGATIVA Segundo Conner Barganha Aceitao Depresso Teste Imobilizao Raiva Negao Gesto da Qualidade 104. TemasInstrumentais Jorge Bruno Gesto da Qualidade 105. Jorge Bruno instrumental Gesto da Qualidade 106. PartesInteressadas Jorge Bruno Empregados Fornecedores Acionistas Clientes Comunidade Gesto da Qualidade 107. serrote escada Jorge Bruno Gesto da Qualidade 108. cadeiade valor Jorge Bruno Gesto da Qualidade 109. Jorge Bruno Projeto Desenvolvimento Produo Comercializao Produto Servio Identificao das Necessidades, expectativas e requisitosCliente Satisfao Cliente Gesto da Qualidade 110. nveis de planejamento Jorge Bruno Gesto da Qualidade 111. Nveis de Planejamento Estratgico Ttico Operacional Gesto da Qualidade 112. Tipo de Planejamento Nvel PLANEJAMENTO ESTRATGICO EstratgicoTtico Planejamento de produo Operacional Pl. capacidade de produo Pl. controle qualidade Pl. de estoques Pl. uso damo de obra Pl. expedio de produtos Planejamento mercadolgico Plano de preo/produto Plano de promoes Plano de vendas Plano de distribuio Planopesq. mercado Planejamento financeiro Plano de despesas Plano de investimentos Plano de compras Plano de fluxo de caixa Plano oramentrio 113. Tipo de Planejamento Nvel PLANEJAMENTO ESTRATGICO EstratgicoTtico Operacional Planejamento organizacional Pl. diretor de sistemas Pl. estrutura organizacional Pl. de rotinas administrativas Pl. de inform. gerenciais Pl. de comunicaes Planejamento de RH recrutamento seleo Pl. treinamento Pl. cargos e salrios Pl.promoes Pl. capacit. interna MUITO TRABALHO! 114. Ciclo de vida Produto/Servio Organizaes Gesto da Qualidade 115. Tempo Desempenho Jorge Bruno Introduo Crescimento Maturidade Declnio Gesto da Qualidade 116. DIMENSES DA QUALIDADE Jorge Bruno Gesto da Qualidade 117. DIMENSES DA QUALIDADE Jorge Bruno Sobrevivncia - competitividade Qualidade e Produtividade </p> <ul><li>Qualidade Intrnseca </li></ul><ul><li>Atendimento </li></ul><ul><li>Custo x Benefcio </li></ul><ul><li>Clima - Ambincia</li></ul><ul><li>SMS</li></ul><p>Gesto da Qualidade 118. Gesto daQualidade conduzindo a qualidade por caminhos seguros AULA 3 Jorge Bruno, MSc Belo Horizonte MG 2010 Gesto da Qualidade 119. REVISO Jorge Bruno Gesto da Qualidade 120. Reviso </p> <ul><li>Indicadores do Futuro </li></ul><ul><li>Qualidade... </li></ul><ul><li>Satisfao... </li></ul><ul><li>Relacionamento </li></ul><ul><li>Processos </li></ul><ul><li>Sistema </li></ul><ul><li>Melhoria de Sistema </li></ul><ul><li>Cultura Organizacional </li></ul><ul><li>SUN TZU </li></ul><ul><li>Ciclo da Mudana </li></ul><ul><li>Gesto da Mudana Conner </li></ul><ul><li>Mudana de Paradigma </li></ul><ul><li>Crise </li></ul><p> 121. Reviso </p> <ul><li>Gesto da Diversidade </li></ul><ul><li>Partes Interessadas </li></ul><ul><li>Desempenho Serrote </li></ul><ul><li>Desempenho Escada </li></ul><ul><li>Ciclo PDCA </li></ul><ul><li>KaizenX Karyo </li></ul><ul><li>Cadeia de Valor </li></ul><ul><li>Ciclo de Vida </li></ul><ul><li>Estudo de Caso </li></ul><p>http://www.hcconsultoria.com.br/sgi.html 122. ESTUDO DE CASO Jorge Bruno Gesto da Qualidade 123. VIDEO CONFERNCIA Jorge Bruno Gesto da Qualidade 124. 125. Vdeo conferncia AGUARDE 126. Vdeo conferncia -CARREGANDO 127. Vdeo conferncia - - 128. Vdeo conferncia - - -CARREGANDO 129. Vdeo conferncia - - - - 130. Vdeo conferncia - - - - - CARREGANDO 131. Vdeo conferncia - - - - - - 132. Vdeo conferncia - - - - - - CARREGANDO 133. Vdeo conferncia - - - - - - - 134. Vdeo conferncia CARREGANDO - - - - - - - 135. Vdeo conferncia - - - - - - - - 136. Vdeo conferncia - - - - - - - - - CARREGANDO 137. Vdeo conferncia - - - - - - - - - - 138. Vdeo conferncia - - - - - - - - - - - CARREGANDO 139. Vdeo conferncia - - - - - - - - - - - - 140. Vdeo conferncia - - - - - - - - - - - - CARREGANDO 141. Vdeo conferncia - - - - - - - - - - - - - 142. Vdeo conferncia - - - - - - - - - - - - - - - - CARREGANDO 143. Vdeo conferncia - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 144. Vdeo conferncia - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - CARREGANDO 145. Vdeo conferncia - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 146. Vdeo conferncia - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - CARREGANDO 147. Vdeo conferncia - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 148. 10 149. 9 150. 8 151. 6 152. 5 153. 4 154. 3 155. 2 156. 1 157. 0 158. 159. FALHA TCNICA 160. 161. 162. FALHA TCNICA 163. 164. 165. FALHA TCNICA 166. 167. 168. FALHA TCNICA 169. 170. 171. FALHA TCNICA 172. 173. 174. FALHA TCNICA 175. 176. ESTUDO DE CASO Jorge Bruno Gesto da Qualidade 177. TemasInstrumentais Jorge Bruno Gesto da Qualidade 178. MATRIZ BCG Jorge Bruno Gesto da Qualidade 179. Geradoresde caixa Abacaxis Estrela Oportunidade Participao de mercado Maior Menor Taxa de Crescimento MenorMaior Jorge Bruno Gesto da Qualidade 180. Valor para o CLIENTE Jorge Bruno Gesto da Qualidade 181. Jorge Bruno Gesto da Qualidade 182. VALOR PARA O CLIENTE Jorge Bruno </p> <ul><li>Segundo Albrecht, o valor para o cliente tem uma hierarquia compreendida de quatro nveis:</li></ul><ul><li><ul><li>Bsico </li></ul></li></ul><ul><li><ul><li>Esperado</li></ul></li></ul><ul><li><ul><li>Desejado</li></ul></li></ul><ul><li><ul><li>Inesperado </li></ul></li></ul><ul><li><ul><li>KarlAlbrechte Ron Zemke </li></ul></li></ul><p>Gesto da Qualidade 183. VALOR PARA O CLIENTE Jorge Bruno </p> <ul><li>Bsico: este valor compreende os componentes essenciais exigidos do negcio. </li></ul><ul><li>Esperado: aquilo que os clientes normalmente esperariam de um determinado negcio. </li></ul><ul><li><ul><li>KarlAlbrechte Ron Zemke </li></ul></li></ul><p>Gesto da Qualidade 184. VALOR PARA O CLIENTE Jorge Bruno </p> <ul><li>Desejado: valor adicional que os clientes conhecem e apreciam, mas no esperam. </li></ul><ul><li>Inesperado: aspectos que surpreendem e vo alm das expectativas e desejos que o cliente tem ao fazer o negcio. </li></ul><ul><li><ul><li>KarlAlbrechte Ron Zemke </li></ul></li></ul><p>Gesto da Qualidade 185. VALOR FORNECIDO Jorge Bruno Valor fornecido ( - ) Valor Percebido ProdutoServiosPessoalImagemPreo Valor monetrio Custos de tempoEnergiaDesgaste psicolgico Desempenho Recursos Confiabilidade Conformidade Manutenibilidade Esttica Distribuio Instalao Treinamento ao consumidor Consultoria Reparos Outros servios Competncia Cortesia CredibilidadeConfiabilidadeProntido no atendimentoComunicaoSmbolos propaganda atmosfera eventos Gesto da Qualidade 186. Exerccio Empresrios na sala Consultoria grtis Valor fornecido Valor Percebido ProdutoServiosPessoalImagemDesempenho Recursos Confiabilidade Conformidade Manutenibilidade Esttica Distribuio Instalao Treinamento ao consumidor Consultoria Reparos Outros servios Competncia Cortesia CredibilidadeConfiabilidadeProntido no atendimentoComunicaoSmbolos propaganda atmosfera eventos Gesto da Qualidade 187. Gesto daQualidade conduzindo a qualidade por caminhos seguros AULA 4 Jorge Bruno, MSc Belo Horizonte MG 2010 Gesto da Qualidade 188. Sistema de Gesto da QUALIDADE Jorge Bruno Gesto da Qualidade 189. Responsabilidadeda administrao Gesto derecursos Realizao do produto Medio,anlisee melhoria PRODUTO Melhoria contnua do sistemade gesto da qualidade O Sistema de Gesto da Qualidade Requisitos Cliente Satisfao Cliente Gesto da Qualidade 190. Sonhe o Futuro mas... 191. transforme em realidade... 192. 193. Objetivo Metas Jorge Bruno Gesto da Qualidade 194. Tempo Melhoria METAS OBJETIVO PLANEJADO Jorge Bruno Gesto da Qualidade 195. Tempo Melhoria METAS REALIZADO OBJETIVO Jorge Bruno Gesto da Qualidade 196. PASSO A PASSO Jorge Bruno Gesto da Qualidade 197. </p> <ul><li>Os princpios da Qualidade </li></ul><ul><li>Foco no Cliente </li></ul><ul><li>Liderana </li></ul><ul><li>Envolvimento das pessoas </li></ul><ul><li>Abordagem de processo </li></ul><ul><li>Abordagem Sistmica </li></ul><ul><li>Melhoria Contnua </li></ul><ul><li>Tomada de deciso baseada em</li></ul><ul><li>fatos e dados </li></ul><ul><li>Parceria com Fornecedor </li></ul><p>PASSO A PASSO Gesto da Qualidade 198. ESTRUTURA DA QUALIDADE </p> <ul><li>Objetivo SOBREVIVENCIA</li></ul><ul><li>Recurso Qualidade </li></ul><ul><li>Dimenses QCAMS</li></ul><ul><li>qualidade intrnseca </li></ul><ul><li>Custo </li></ul><ul><li>Atendimento </li></ul><ul><li>Moral </li></ul><ul><li>Segurana </li></ul><p>Gesto da Qualidade 199. ROTEIRO DE IMPLEMENTAO1 - Criar aMissoeViso(AA) 2 - Criar a Poltica da Qualidade (AA) </p> <ul><li>3 - Criar o Programa da Qualidade Empresa TAL ( Q CAMS) </li></ul><ul><li>Explicar o guarda-chuva (poltica-programas-projetos-aes) </li></ul><ul><li>3.1 Projeto Qualidade Intrnseca </li></ul><ul><li>Identificar produtos e/ou servios </li></ul><ul><li>Identificar Clientes e Fornecedores </li></ul><ul><li>Montar o Macrofluxo da Empresa TAL </li></ul><ul><li>Requisitos do Cliente para cada produto e/ou servio </li></ul><ul><li>Desenhar os macro-processos de produo </li></ul><ul><li>Criar os indicadores de desempenho </li></ul><ul><li>Medir desempenho atual (Foto atual) </li></ul><ul><li>Estabelecer meta de desempenho por produto/servio </li></ul><ul><li>Criar a sistemtica de gerenciamento (deixe para o final) </li></ul><p>0 - C...</p>