Psicologia Social Contemporânea 21ª Edição

Download Psicologia Social Contemporânea 21ª Edição

Post on 23-Jan-2016

31 views

Category:

Documents

2 download

DESCRIPTION

psicologia social

TRANSCRIPT

  • PSICOLOGIA SOCIAL

    PSICOLOGIA SOCIAL CONTEMPORNEA

    Livro-texto

    21a Edio

    ia Graa Corra Jacques ie Neves Strey

    Nara Maria Guazzelli Bernardes Pedrinho Arcides Guareschi Srgio Antnio Carlos Tnia Mara Galli Fonseca

    A EDITORA VOZES

  • COLEO PSICOLOGIA SOCIAL

    Coordenadores:Pedrinho Arcides Guareschi - Pontifcia

    Univ. Catlica do Rio Grande do Sul (PUCRS)Sandra Jovchelovitch - London School of

    Economics and Political Science (LSE) - Londres

    Conselho editorial:Denise Jodelet - L/cole des Hautes tudes en Sciences Sociales - ParisIvana Markov - Universidade de Stirling - Reino Unido Paula Castro - Instituto Superior de Cincias do Trabalho e da Empresa (ISCTE) - Lisboa, PortugalAna Maria Jac-Vilela - Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj)Regina Helena de Freitas Campos - Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Angela Arruda - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)Neuza M.F. Guareschi - Pontifcia Univ. Catlica do Rio Grande do Sul (PUCRS)Leoncio Camino - Universidade Federal da Paraba (UFPB)

    - Psicologia social contempornea (Livro-texto)

    Vrios autores- As razes da psicologia social moderna

    Robert M. Farr- Paradigmas em psicologia social

    Regina Helena de Freitas Campos e Pedrinho A. Guareschi (orgs.)

    - Psicologia social comunitria Regina Helena de Freitas Campos e outros

    - Textos em representaes sociais Pedrinho A. Guareschi e Sandra Jovchelovitch

    - As artimanhas da excluso Bader Sawaia (org.)

    - P sicolo0a social do racismoIray Carone e Maria Aparecida Silva Bento (orgs.)

    - Psicologia social e sade Mary Jane P. Spink

    - R epresentaes sociais - Investigaes em psicologia social

    Serge Moscovici- Subjetividade e constituio do sujeito em Vygotsky

    Susana Ins Molon- O social na psicolo0a e a psicologia social

    Fernando Lus Gonzlez Rey- D ialogicidade e representaes sociais - As dinmicas da m ente

    Ivana Markov- Psicologia do cotidiano - R epresentaes sociais em ao

    Marlia Verssimo Veronese e Pedrinho A. Guareschi (orgs.)

    - Argumentando e pensando - Uma abordagem retrica psicologia social

    Michael Billig- Os contextos do saber - Representaes, comunidade e cultura

    Sandra Jovchelovitch- Polticas pblicas e assistncia social -'M logo com as prticas psicolgicas

    Lflian Rodrigues da Cruz e Neuza Guareschi

    - A identidade em psicologia social - Dos processos identitrios s representaes sociais

    Jean-Claude Deschamps e Pascal Moliner

    - A inveno da sociedade - Sociologia e Psicologia

    Serge Moscovici- Psicologia das minorias ativas

    Serge Moscovici- Inventando nossos sels - Psicologia, poder e subjetividade

    Nikolas Rose- A Psicanlise, sua imagem e seu pblico

    Serge Moscovici- O psiclogo e as polticas pblicas de assistncia social

    Llian Rodrigues da Cruz e Neuza Guareschi (orgs.)

    - Envelhecendo com apetite pela vida - Interlocues psicossociais

    Sueli Souza dos Santos e Sergio Antonio Carlos (orgs.)

  • Maria da Graa Corra Jacques M arlene Neves Strey

    M aria Guazzelli Bernardes Pedrinho Arcides Guareschi

    Srgio A ntnio Carlos Tnia Mara Galli Fonseca

    A SISTEMA INTEGRADO

    PSICOLOGIA SOCIALCONTEMPORANEA

    DEBIBLIOTECAS

    Liv r o -te x to

    A N H A N G U E R A ED U C A C IO N A L BIBLIOTECA B E LEN ZIN H O

    ty EDITORA VOZES

    P e tr p o lis

  • 1998, Editora Vozes Ltda.Rua Frei Lus, 100

    25689-900 Petrpolis, RJ Internet: http: //www.vozes.com.br

    Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta obra poder ser reproduzida ou transmitida por qualquer forma e/ou quaisquer meios (eletrnico ou mecnico, incluindo fotocpia e gravao) ou

    arquivada em qualquer sistema ou banco de dados sem permisso escrita da Editora.

    Diretor editorialFrei Antnio Moser

    EditoresAna Paula Santos Matos

    Jos Maria da Silva Ldio Peretti

    Marilac Loraine Oleniki

    Secretrio executivoJoo Batista Kreuch

    Editorao e org. literria: Jaime Clasen Projeto grfico: AG.SR Desev. Grfico

    Capa: Graph-it

    ISBN 978-85-326-1974-7

    Dados Internacionais de Catalogao na Publicao (CIP) (Cmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)

    Psicologia social contempornea : livro-texto / Marlene Neves Strey et al. 21. ed. - Petrpolis, RJ : Vozes, 2013.

    1. Psicologia Social I. Strey, Marlene Neves.

    98-0583 CDD 302

    ndices para catlogo sistemtico: 1. Psicologia social 302

    Editado conforme o novo acordo ortogialh i >

    REG.: ' H t o - S l f l

    CLAS.:..3 c CPHA.J f c i ^ U

    Este livro foi composto e impresso pela K

  • SUMRIO

    Prefcio, 7

    Apresentao, 9

    Introduo, 13

    PARTE 1 - PRESSUPOSTOS, 17

    Histria, 19

    Epistemologia, 36

    tica, 49

    Indivduo, cultura e sociedade, 58

    Pesquisa, 73

    PARTE 2 - TEMTICAS, 87

    Ideologia, 89

    Representaes sociais, 104

    Linguagem, 118

    Conhecimento, 133

    Comunicao, 146

    Identidade, 158

    Subjetividade, 167

    Gnero, 180

    O processo grupai, 198

    Psicologia poltica, 206

  • PARTE 3 - EXPERINCIAS, 219

    Psicologia social e escola, 221

    Psicologia social no trabalho, 230

    Psicologia social e comunidade, 241

    ndice, 257

  • PREFCIO

    sempre um grande prazer introduzir mais uma obra de Psicologia Social, produzida por brasileiros, para brasileiros. Pois isto significa que estamos construindo um saber prprio, que dever refletir no s na prtica de futuros psiclogos, mas tambm nas pessoas atendidas por eles, que esperamos serem a grande maioria to carente de nossa populao.

    Ao fazer tal afirmativa, o fao ciente de que se trata de um conjunto de artigos comprometidos com uma postura crtica, visando promover relaes sociais, que no neguem o poder que nos diferencia, mas que tm por objetivo ltimo gerar a igualdade, respeitando peculiaridades individuais.

    O conjunto de autores que contriburam na elaborao desta obra j so uma garantia de que esta meta ser atingida, pois no s os seus escritos, mas, principalmente, suas prticas cotidianas so o testemunho objetivo de uma psicologia social crtica.

    O exame cuidadoso dos captulos que constituem o livro tambm retrata esta postura, ao introduzir pressupostos que indicam a preocupao com uma insero histrica, com um compromisso tico tanto na teoria quanto na prtica da pesquisa.

    O referencial terico abrange os temas fundamentais desta nova abordagem da Psicologia Social, permitindo ao leitor superar a contradio enfrentada pela psicologia tradicional entre subjetividade vs. objetividade. Pois, hoje temos clareza de que o objeto de nossa cincia a relao dialtica unvoca entre objetividade e subjetividade na constituio do psiquismo humano.

    A prtica de uma psicologia social crtica, como no poderia deixar de ser, compe a ltima parte deste livro, visando introduzir o aluno no que consideramos uma prxis cientfica. Esses captulos tentam resgatar um saber construdo numa poca de represso poltica, para as possibilidades que hoje se abrem para uma atuao do psiclogo em instituies como creches, postos de sade, escolas que prestem servios patrocinados pelo Estado, para aquela faixa da populao que vem sendo alvo de uma psicologia social crtica.

  • Gostaramos ainda de dedicar algumas palavras aos professores e alunos que iro trabalhar com esta teoria: ela sempre uma sntese precria da qual ns partimos para a elaborao de conhecimentos concretos. Ela jamais neutra ou universal, assim um saber gerado no sul do Brasil ter peculiaridades que o diferenciam da psicologia de outras regies do pas, principalmente pelas diferenas histricas e geogrficas de um pas-continente:

    - a realidade concreta, construda historicamente, o objetivo ltimo de nossa cincia, a qual permitir conhecer o indivduo em sua totalidade. Jamais devemos usar fatos cotidianos para exemplificar uma teoria, pois eles sempre podero estar questionando o saber elaborado at o presente;

    - Bachelard, em sua obra A filosofia do no, afirma que o conhecimento cientfico s avana quando o pesquisador se questiona: "por que no o contrrio?" Portanto, no devemos temer nossas dvidas ou as excees que comprovam a lei. Certamente, elas nos estaro dando novas pistas a serem pesquisadas, abrindo caminho para anlises cada vez mais prximas a um saber concreto;

    - No podemos, contudo, nos esquecer que tambm existem aspectos universais no comportamento humano e devemos procurar suas razes nas condies filogenticas que nos constituem. O reforo squineriano aumenta a frequncia de qualquer organismo, do rato at o homem, este um fato inegvel. Do mesmo modo, somos capazes de sentir a beleza esttica das obras primitivas (desde que conheamos um pouco de sua histria e cultura). O mesmo no se d com valores morais e ticos, pois estes so produtos ontogenticos, conseqncias da mediao da linguagem, do pensamento e das emoes;

    - Aproveitem as lies contidas nesta obra, sem esquecer jamais da reflexo crtica voltada para as nossas atividades cotidianas, repletas de contedos emocionais, que permitir o avano constante de nossa conscincia e de nossa identidade como metamorfose;

    - Bom trabalho! Sem esquecer que o verdadeiro saber produto de uma comunidade cientfica, da qual participam sujeitos e pesquisadores.

    Silvia T. Maurer Lane - PUC-SP

  • APRESENTAO

    O V e o VI Encontros Regionais da Abrapso (Associao Brasileira de Psicologia Social) realizados em 1994 e 1996 resultaram na elaborao de dois livros - R elaes sociais e tica, Psicologia e p iticas so ciais -, marcos significativos da produo de conhecimentos gerada nos diversos momentos de reflexo coletiva propiciada por esses eventos cientficos.

    Tais obras permitiram a socializao mais ampla dos questionamentos, das inquietaes, das sistematizaes tericas, metodolgicas e prticas que vm constituindo a psicologia social crtica em nosso pas. O xito de divulgao alcanado por essas produes conduziu um grupo de participantes da Abrapso/SUL a enfrentar o desafio de construir um livro que apresentasse snteses das discusses temticas que podem configurar o campo da psicologia social crtica de tal forma que permitisse atender s necessidades de formao nos cursos de Psicologia assim como em outros cursos que tambm exploram essa rea do conhecimento.

    Portanto, esta produo tem o carter de um manual que apresenta os conhecimentos de forma acessvel sem ser, contudo, simplista e/ou superficial. Pretende introduzir novas" temticas e/ou novos olhares sobre uma mesma temtica. Pretende, ainda, ser um recurso til de ensino-aprendizagem tanto para alunos como para professores.

    O presente volume representa uma ao coletiva de construo desses conhecimentos e est organizado em trs partes. A primeira tem um carter geral, focalizando fundamentos histricos, epistemo- lgicos e metodolgicos. A segunda expe alguns temas fundamentais da Psicologia Social e bsicos para a compreenso do sujeito humano. Na terceira parte so apresentadas algumas experincias fundamentadas na concepo de psicologia social crtica as quais vm sendo desenvolvidas em diferentes espaos como comunidades, organizaes e instituies e que podem representar rupturas e avanos no saber/fazer do psiclogo ou de outros profissionais comprometidos com a transformao social.

  • Construram este livro:Adriane Roso - psicloga, mestranda de Pslcolooln Hoeml e da

    Personalidade (PUCRS), bolsista da Capes.Adriano Henrique Nuernberg - psiclogo e mestrando um Psico

    logia (UFSC), pesquisador do Laboratrio de Educao e Sado Popular da UFSC.

    Andra Zanella - psicloga, doutora em Psicologia da Educao (PUCSP), professora do Departamento de Psicologia da UFSC e pesquisadora do Laboratrio de Educao e Sade Popular. Foi vice-presidente da Regional Sul e presidente nacional da Abrapso.

    Carmem Lgia Iochins Grisci - psicloga, mestre em Psicologia Social e da Personalidade (PUCRS), doutora em Psicologia Social (PUCRS), professora da Faculdade de Administrao (UFRGS).

    Cleci Maraschin - psicloga, doutora em Educao (UFRGS), professora do Instituto de Psicologia (UFRGS) e pesquisadora do Laboratrio de Estudos Cognitivos.

    Ftima O. de Oliveira - psicloga, mestranda em Psicologia Social e da Personalidade (PUCRS), tesoureira da Abrapso/SUL.

    Gislei Lazzarotto - psicloga, mestre em Psicologia Social e da Personalidade (PUCRS), professora do curso de Psicologia da Ulbra e assessora em Psicologia Social.

    Graziela C. Werba - psicloga, mestra em Psicologia Social e da Personalidade (PUCRS), grupoterapeuta em formao (CEA-PEG) e secretria da Abrapso/SUL.

    Jaqueline Tittoni - psicloga, doutoranda em Sociologia (UFRGS), professora do Instituto de Psicologia da UFRGS.

    Jefferson de Souza Bernardes - psiclogo, mestre em Psicologia Social e da Personalidade (PUCRS), professor de Psicologia Social e coordenador do curso de Psicologia da Unisinos.

    Luiz F. Rolim Bonin - doutor em Psicologia Social (PUCSP) e professor de Psicologia da Universidade Federal do Paran.

    Louise A. Lhullier - psicloga, doutora em Psicologia Social (PUCSP), professora do Mestrado em Psicologia e do Doutorado em Cincias Humanas na UFSC, pesquisadora do CNPq.

    Maria da Graa Corra Jacques - psicloga, doutora em Educao (PUCRS), professora do Instituto de Psicologia da UFRGS, pesquisadora do CNPq. Vice-presidente da Regional Sul da Abrapso.

  • Maria Juracy Toneli Siqueira - psicloga, doutora em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano (USP), professora do departamento de Psicologia da UFSC e pesquisadora do Laboratrio de Educao e Sade Popular.

    Margarete Axt - doutora em Lingstica (PUCRS), professora Titular da Faculdade de Educao (UFRGS) e pesquisadora do Laboratrio de Estudos Cognitivos do Instituto de Psicologia da UFRGS.

    Marlene Neves Strey - psicloga, doutora em Psicologia Social (Universidade Autnoma de Madri), professora do Instituto de Psicologia da PUCRS.

    Nara Maria Guazzelli Bernardes - psicloga, doutora em Educao (UFRGS), professora da Faculdade de Educao e do Mestrado em Psicologia da PUCRS e coordenadora do grupo de pesquisa Educao, Trabalho, Subjetividade e Gnero. Membro do Geerge (UFRGS).

    Nilza da Rosa Silva - psicloga e esquizoanalista. Realiza estudos, assessorias e consultorias sobre temas como subjetividade, cultura, relaes grupais e institucionais, idosos e ansiedade.

    Pedrinho A. Guareschi - graduado em filosofia, teologia e letras, doutor em Sociologia (Universidade de Wisconsin), professor e pesquisador do Instituto de Psicologia da PUCRS. Foi vice-presidente da Regional Sul da Abrapso.

    Srgio Antnio Carlos - assistente social, doutor em Servio Social (PUCSP), professor do Instituto de Psicologia da UFRGS, coordenador do Ncleo para a Terceira Idade.

    Sissi Malta Neves - psicloga e terapeuta corporal e psicodrama- tista, mestre em Psicologia Social e da Personalidade (PUCRS).

    Tnia Mara Galli Fonseca - psicloga, doutora em Educao (UFRGS), professora titular do Instituto de Psicologia da UFRGS e coordenadora do Mestrado em Psicologia Social e Institucional desta instituio.

  • INTRODUO

    Na vida anmica individual aparece integrado sempre, efetivamente, "o outro", como modelo, objeto, auxiliar ou adversrio, e, deste modo, a psicologia individual ao mesmo tempo e desde um princpio psicologia social, em um sentido amplo e plenamente justificado (Sigmund FREUD).

    A afirmao de Freud suscita uma importante questo para reflexo sobre a natureza da cincia psicolgica: possvel uma psicologia que no seja uma psicologia social j que no tem se...