provas de arquivologia prof elvis miranda

Download Provas de Arquivologia Prof ELVIS MIRANDA

Post on 10-Jul-2015

951 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Provas comentadas pelo professor Elvis Miranda

Provas Comentadas...

ARQUIVOLOGIA

Prof.ELVIS MIRANDAOrganizado por

-/- Joabson Carlos -/_________________________________________________________________________________ Joabson Carlos 1

Provas comentadas pelo professor Elvis Miranda

QUESTES DE ARQUIVOLOGIA - STJ PROVA VERDE 121. Para que a produo documental se d de forma racionalizada, recomendvel evitar a reproduo desnecessria de documentos. (C) Comentrio: A reproduo desnecessria de documentos faz com que haja um volume maior de documentos e, conseqentemente, dificulta a gesto documental. 122. Documentos originais no devem ser desmembrados de seus conjuntos. (C) Comentrio: Se o documento faz parte de um conjunto, no devem ser desmembrado do mesmo, sob pena de perder o seu valor. 123. Antes de seu arquivamento, os documentos devem ser devidamente classificados. (C) Comentrio: Os documentos devem ser classificados com seu cdigo de classificao constante na Tabela de Temporalidade, de forma que fique claro o prazo de guarda no arquivo corrente, primeira fase em que o mesmo ser arquivado. 124. A principal funo de um setor de protocolo deve ser o emprstimo de documentos. (E) Comentrio: A principal funo do setor de protocolo o controle da tramitao de documentos. Para tanto, o mesmo pode exercer as seguintes atividades: Recebimento, Registro, Controle, Classificao e Expedio. Dentre as atividades do protocolo, no se encontra o emprstimo, que atividade exclusiva dos arquivos correntes ou intermedirios. 125. O instrumento utilizado para controlar os documentos que tramitam em instituies como o STJ denomina-se folha de autuao. (E) Comentrio: Para controlar a tramitao dos processos, utiliza-se o registro de protocolo (nmero de protocolo) 126. A Tabela de temporalidade visa atribuir prazo de guarda para os documentos de terceira idade. (E) Comentrio: Questo fcil... Os documentos de 3a idade (permanentes) no precisam ter seu prazo de guarda definidos na Tabela de temporalidade, pois sero guardados definitivamente. 127. O plano de classificao visa possibilitar o arquivamento e a recuperao de documentos. (C) Comentrio: Ao utilizar o plano de classificao, pode-se organizar os documentos pelo seu cdigo, facilitando assim o arquivamento e a posterior recuperao dos mesmos. 128. O descarte deve ocorrer em todas as fases do ciclo vital de documentos (E) Comentrio: O descarte (eliminao) no ocorre na fase permanente, apenas nas duas primeiras (corrente e intermediria) 129. As minutas de documentos devem receber classificaes individualizadas em funo do prazo de guarda a elas atribudo (E) Comentrio: As minutas (rascunhos dos documentos em elaborao) no so classificadas e muito menos tm prazo de guarda, pois nem so documentos, ainda. 130. Cumpridos os prazos estabelecidos pela tabela de temporalidade para os documentos da fase corrente, aqueles que no forem descartados devem ser recolhidos fase intermediria. (E) Comentrio: Aps cumprido o prazo da fase corrente, os documentos que no forem descartados (eliminados) podem ser transferidos para a fase intermediria ou recolhidos para a fase permanente. Observe que o termo _________________________________________________________________________________ Joabson Carlos 2

Provas comentadas pelo professor Elvis Miranda

RECOLHIDOS foi usado indevidamente. (No existe recolhimento para a fase intermediria). Comentrio Geral: Conforme previ em minhas aulas, o assunto Teoria das trs idades e Tabela de Temporalidade dominou as questes de arquivologia. Foram 4 itens (126, 128, 129 e 130). Alm disso, conforme comentei em sala, algumas apostilas e at alguns professores pregam a eliminao na fase permanente como possvel, o que no aceito pela Arquivologia, conforme fica claro na questo 128. A surpresa ficou por conta dos itens 122 e 129, que utilizaram alguns termos desconhecidos para alguns candidatos (desmembramento e minuta), o que pode ter complicado um pouco. Enfim... Boa Sorte para todos! QUESTES DE ARQUIVOLOGIA - POLCIA FEDERAL *** A numerao referente Prova Verde *** A avaliao documental uma funo tpica adotada mundialmente no tratamento de acervos arquivsticos. Em relao a essa funo, julgue os itens que se seguem. Comentrio do enunciado: A avaliao a definio de prazos de guarda e destinao final dos documentos, que permitir eliminar documentos na instituio. realizada pela Comisso de Avaliao de Documentos ao se criar a Tabela de Temporalidade. 96. A avaliao documental provoca, necessariamente, aumento de recursos humanos e de materiais. (E) Comentrio: A avaliao realizada para que se possa eliminar documentos e, assim, a empresa poder economizar em sua guarda, tanto no que se refere pessoal como a recursos materiais. 97. A avaliao de documentos permite aumentar o ndice de recuperao da informao. (C) Comentrio: A avaliao, que tem como decorrncia a criao da tabela de temporalidade, permite organizar os documentos por assunto, alm de possibilitar a eliminao daqueles documentos que no tem mais valor administrativo. Com isso, a quantidade de documentos ser menor e os que forem conservados estaro organizados, o que facilitar a sua recuperao (localizao). 98. A aplicao dos critrios de avaliao possibilita ganho de espao fsico. (C) Comentrio: Aps a avaliao, alguns documentos sero definidos como passveis de eliminao, o que permitir ganho de espao fsico no arquivo. 99. Como um dos requisitos bsicos de sua funo, o responsvel pela avaliao documental deve conhecer a estrutura e o funcionamento da instituio a ser avaliada. (C) Comentrio: Os integrantes da Comisso de Avaliao de Documentos, responsveis pela avaliao, devem ter conhecimento da estrutura e funcionamento da instituio, assim como as caractersticas dos documentos avaliados, para que possam melhor desempenhar sua atividade. 100. A aplicao da tabela de temporalidade permite eliminar documentos ainda no arquivo corrente. (C) Comentrio: No acredito que algum tenha tido dificuldades nesta questo, afinal, todos saram experts em tabela de temporalidade e eliminao de documentos, que, por sinal, pode ocorrer, de acordo com a tabela, nas fases corrente e intermediria e NUNCA na permanente. Essa questo j havia cado no TST 2003, questo comentada em sala, e ainda era o item 9 dos exerccios disponibilizados aqui em minha pgina referentes Teoria das 3 Idades e o item 15 do Simulado 6 aplicado em vrias de minhas turmas. Ainda contam com o fato de muitos candidatos, que estudaram por apostila, acharem que a eliminao s ocorre na fase permanente.... _________________________________________________________________________________ Joabson Carlos 3

Provas comentadas pelo professor Elvis Miranda

A organizao dos arquivos correntes do DPF e de outros rgos pblicos e privados pressupe atividades indispensveis para a recuperao e a preservao da informao. Considerando esse pressuposto, julgue os itens a seguir. 101. Para melhor preservao dos documentos, deve-se guard-los em caixas ou pastas suspensas, acondicionadas em estantes ou em arquivos de madeira, e deve utilizar espaos fsicos que recebam diretamente a luz solar. (E) Comentrio: Conforme comentado em sala, a luz solar danifica os documentos e deve ser evitada. Esta questo, inclusive, j havia cado, com outras palavras, no CREA-DF 2003, alm de termos comentado a mesma em sala de aula (penlima questo da lista de exerccios, item 1). O item 26 do Simulado 6, aplicado em algumas turmas, tambm falou sobre esse assunto (Deve-se evitar a exposio do documento luz solar...) 102. O O responsvel pela guarda dos documentos nos arquivos correntes no pode emprest-lo a outros setores do prprio rgo; por isso, dever copi-los quando houver algum pedido de informao. (E) Comentrio: O emprstimo poder ocorrer nas fases corrente e intermediria, sendo que apenas a permanente no poder realiz-la. Este , inclusive, o item 50 dos exerccios de Teoria das 3 Idades disponveis aqui em minha pgina. O emprstimo pode ocorrer nos arquivos correntes, que inclusive configura a dos documentos. 103. Os funcionrios responsveis pelos arquivos correntes devem efetuar a atuao, o controle da tramitao, a distribuio e a expedio dos documentos sob sua guarda. (E) Comentrio: Tais atividades so responsabilidade do . O Protocolo atividade da fase corrente, mas, da forma como est, a questo sugere que tais atividades so desenvolvidas pelos diversos arquivos correntes, ou seja, nos prprios setores em que os documentos so produzidos, o que no verdade. Questes de Protocolo foram discutidas em sala, pois j haviam cado em diversos concursos, e, como adiantei, sempr cobrado sobre as atividades do mesmo. Os itens 16, 17, 18, 19 e 20 do Simulado 6, aplicado em algumas de minhas turmas, falava sobre tais atividades. 104. Nos arquivos correntes, so guardados os documentos utilizados com muita freqncia pelos funcionrios do rgo. (C) Comentrio: Esta , com certeza, a questo mais fcil de todas. aquela que adiantei que j havia cado em pelo menos oito concursos e que, com certeza, cairia de novo. Constava, inclusive, como item 9 do Simulado do tipo 5, aplicado na maioria de minhas turmas e em pelo menos 6 questes comentadas de concursos anteriores. O item 14 disponvel nesta pgina tambm falava sobre isso... Enfim, dispensa maiores comentrios, certo? Questo GRTIS para todos... (quem estudou, claro!) 105. Para bem ordenar os documentos, o responsvel pelo arquivo dispe de vrios mtodos, como o geogrfico, o alfabtico e o numrico-cronolgico. (C) Comentrio: Como comentado em sala, existem vrios tipos de mtodos, que so de dois tipos: alfabticos e numricos. Os mtodos do tipo alfabtico mais comuns so: alfabtico e geogrfico (citados na questo) e os do tipo numrico so: numrico, cronolgico (citado na questo) e ideogrfico. O fato de a questo ter citado numrico-cronolgico pode ter confundido algum, mas havamos comentado que o mtodo cronolgico do tipo numrico, item 3 do Simulado 5 aplicado em vrias turmas, o que torna a quest