PROVA1 TCO DO 7 ANO

Download PROVA1 TCO  DO  7 ANO

Post on 18-Oct-2015

23 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

ESCOLA-----------UNIDADE ESOLAR Tomaz Caf de Oliveira-------------NOME / Assinatura Ncleo gestor: Diretor: Efignia LeiteCoordenadora: Maria Helena M. BDATA:25/02/2014NotasProva:_______Qualitativo:____ Nota final:..............................ASSINATURA DO(A)PROFESSOR(A)PROFESSORDaniel Castro MSFevereiro de 20141 avaliao de Lngua Portuguesa/2014Turno: ManhTurma: 7 UQuesto 1O texto mostra a conversa entre Helga e seu marido, Hagar. A resposta do marido revela que ele (A) trabalha demais todos os dias. (B) no gosta muito de dormir. (C) no gosta de trabalhar. (D) cumpre sempre o que promete.Gigante das guasNa regio amaznica vive o maior peixe de gua doce do mundo, o pirarucu. Ele pode chegar a 3 metros de comprimento e pesar 200 kg. Carnvora, a espcie possui um ciclo de vida longo, s se reproduzindo a partir do quinto ano de vida. Durante muito tempo, o peixe foi capturado em quantidades acima do limite para o consumo da carne, muito apreciada na regio. Como resultado, a espcie entrou em perigo de extino. Questo 2A causa do pirarucu estar em perigo de extino deve-se (A) a seu longo ciclo de vida. (B) ao seu tamanho e ao seu peso. (C) ao fato de se reproduzir a partir do quinto ano de vida. (D) sua captura acima do limite para o consumo da carne. Para responder s questes 3 e 4 leia o texto a seguir:GoiabadaCarlos Heitor Cony Goiabada tinha cara de goiabada mesmo. Fica difcil explicar o que seja uma cara de goiabada, mas qualquer pessoa que se defrontava com ele, mesmo que nada dissesse, constataria em foro ntimo que Goiabada tinha cara de goiabada. Eu o conheci h tempos, quando jogava pelada nas ruas da Ilha do Governador. Ele se oferecia para a escalao, mas quase sempre era rejeitado. Ruim de bola, era bom de gnio. [...]Perdi-o de vista, o que foi recproco. Outro dia, parei num posto para abastecer o carro e um senhor idoso me ofereceu umas flanelas, dessas de limpar para-brisa. Ia recusar, mas alguma coisa me chamou a ateno: dando o desconto do tempo, o cara tinha cara de goiabada. Fiquei indeciso. No podia perguntar se ele era o Goiabada, podia se ofender, no havia motivo para tanta e tamanha intimidade. [...]O tanque do carro j estava cheio, e o novo Goiabada, desanimado de me vender uma flanela, ia se retirando em busca de fregus mais necessitado. Perguntei quantas flanelas ele tinha. No sabia, devia ter umas 40, no vendera nenhuma naquele dia. Comprei-lhe todas, ele fez um abatimento razovel. E ficou de mos vazias, olhando o estranho que sumia com suas 40 flanelas e nem fizera questo do troco. Questo 3O fato que gerou a histria narrada foi (A) o encontro entre o narrador e o homem que ele achou ter cara de goiabada. (B) o jogo de futebol que os meninos jogavam nas ruas da Ilha do Governador. (C) o narrador ter comprado todas as flanelas do idoso e no querer o troco. (D) a separao dos dois meninos que jogavam futebol. Questo 4Ao iniciar o texto com a frase Goiabada tinha cara de goiabada mesmo, o produtor causa no leitor (A) expectativa para descobrir o que cara de goiabada mesmo. (B) surpresa pela forma de explicar o que goiabada. (C) confuso para entender o significado das palavras. (D)indignao pela crtica goiabada.Questo 5Complete as lacunas com: narrador-personagem ou com narrador-observador:a) O ______________________ aquele que, alm de contar a histria, tambm personagem, participa dela. Por isso, narra os fatos na 1a pessoa (eu..., ns...).b) J o ____________________________ no participa da histria como personagem, est mais distanciado dos fatos e utiliza a 3apessoa para narrar (ele..., ela...,eles..., elas...).Leia para responder questo 6A Bruxa surgiu janela da sua casa, como boca de uma fornalha acesa. Estava horrvel; nunca fora to bruxa. O seu moreno trigueiro, de cabocla velha, reluzia que nem metal em brasa; a sua crina preta, desgrenhada, escorrida e abundante como as das guas selvagens, dava-lhe um carter fantstico de fria sada do inferno. E ela ria-se, bria de satisfao, sem sentir as queimaduras e as feridas, vitoriosa no meio daquela orgia de fogo, com que ultimamente vivia a sonhar em segredo a sua alma extravagante de maluca. Ia atirar-se c para fora, quando se ouviu estalar o madeiramento da casa incendiada, que abateu rapidamente, sepultando a louca num monto de brasas.Questo 6O texto lido apresenta narrador-observador ou narrador-personagem? Explique o porqu de sua resposta._____________________________________________________________________________________________________________________________________________________Texto para as questes 7, 8, 9.Questo 7Retire da tirinha verbo(s) que expressam:a)Ao _____________________________________________b)Estado______________________________________c)Fenmeno da natureza_________________________OBS: Caso no haja verbos que indiquem o que se pede, responda apenas: no existe.Questo 8Na tirinha, o narrador participa da histria. Portanto um narrador-personagem. Voc concorda? Explique o porqu.____________________________________________________________________________________________________________________________________________________Questo 9Retire da tirinha os verbos de:a)1 conjugao________________________________b)2 conjugao________________________________c)3 conjugao________________________________Questo 10.Produza um pequeno texto de acordo com o que apresentar as imagens. No esquea da dar um ttulo altura.____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________