Prova Objetiva (com gabarito)

Download Prova Objetiva (com gabarito)

Post on 07-Jan-2017

214 views

Category:

Documents

1 download

TRANSCRIPT

  • CONCURSO PARA O CARGO DE

    ASSISTENTE SOCIAL

    17 de agosto de 2014

    NOME DO CANDIDATO ASSINATURA

    - Este caderno contm 60 questes objetivas. Verifique se ele est completo e se no apresenta problemas de

    impresso. Se for o caso, solicite ao fiscal de sala a substituio deste caderno.

    - Preencha agora os campos destacados acima. No primeiro, escreva seu nome com letra legvel; no segundo,

    aponha sua assinatura.

    - Confira a correo de seus dados pessoais constantes na folha de respostas; em caso de erro, consulte um

    fiscal de sala.

    - Preencha as elipses da folha de respostas com caneta esferogrfica azul ou preta, sem rasurar.

    - No deixe nenhuma questo sem resposta.

    - No utilize qualquer espcie de material para consulta.

    - Abstenha-se de fazer perguntas relacionadas ao contedo das questes.

    - O candidato NO PODER LEVAR ESTE CADERNO DE QUESTES; o caderno ser disponibilizado para

    consulta no site www.mprs.mp.br.

    - No deixe de assinar a folha de respostas e a lista de presenas.

    - Para resolver as 60 questes objetivas deste caderno, voc dispor, no mximo, de 4 horas.

    A partir do dia 21 de agosto de 2014, o gabarito das 60 questes objetivas ser publicado no Dirio Eletrnico do Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul, e tambm estar disponvel para consulta no site

    www.mprs.mp.br/concursos.

    Direitos reservados ao Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul - Proibida cpia e/ou reproduo total ou parcial

    MINISTRIO PBLICO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

  • Assistente Social 163/2014 Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul UCP

    Direitos reservados ao Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul Proibida cpia e/ou reproduo total ou parcial

    LNGUA PORTUGUESA

    Instruo: As questes 01 a 13 esto relacionadas ao texto abaixo.

    Como localizar o termo cidadania no universo de referncias ao se falar da participao cidad? A anlise

    histrica revela-nos que encontramos atributos do termo cidadania de distintas ordens: jurdica (dados pelas leis e juridizao das ordens socioeconmica, poltica e cultural) e normativa (como deveria ser o

    comportamento dos cidados ou de um "bom cidado"), e tambm atributos construdos pelas cincias sociais,

    tanto na Sociologia como na Cincia Poltica, relacionando cidadania para alm do debate sobre os direitos e as obrigaes (ou deveres) dos indivduos, adentrando no campo de discusso sobre igualdade/desigualdade,

    universal/particular, pblico/privado, singular/diverso e pertencimento/desfiliao, entre outros. O conjunto dessas categorias possibilitou o desdobramento do conceito de cidadania em ativa e passiva numa perspectiva

    processual naturalizada pelos cdigos legislativos. O que ir definir a cidadania um processo no qual se encontram redes de relaes, conjuntos de prticas (sociais, econmicas, polticas e culturais), tramas de

    articulaes que explicam e ao mesmo tempo sempre esto abertas para que se redefinam as relaes dos

    indivduos e grupos com o Estado. O Estado sempre elemento referencial definidor porque na esfera pblica estatal que se asseguram os direitos: a promulgao garantia do acesso e as sanes cabveis pelo

    descumprimento dos direitos j normatizados e institucionalizados. Sabe-se que a cidadania para ser plena no pode ser passiva, tem que ser ativa, um processo ativo. No

    se limita ao voto, este apenas uma dimenso do cidado, a dimenso civil. Ela relaciona-se diretamente com

    a participao dos indivduos na esfera pblica e com o exerccio dos direitos. o direito ________ ter direitos e poder ________. A cidadania deve contemplar a universalidade dos direitos e no direitos restritos, focalizados,

    que criam diferenas entre as pessoas. No existe o cidado de segunda categoria, pois este seria o no cidado, ou um cidado menor.

    Cidadania tambm tem a ver com as ideias de civilidade, civilizao e respeito aos indivduos enquanto

    seres humanos. O conceito republicano de cidado no aquele que usa a liberdade s para desempenho como pessoa privada, mas aquele que tem na participao uma prtica comum. A cidadania ativa requer a

    formao de cidados conscientes de seus direitos e deveres, protagonistas da histria de seu tempo. A educao entra neste processo de formao como um direito humano para o prprio desenvolvimento do ser

    humano. A educao, ento, contribui para a criao de uma cultura universal dos direitos humanos, para o fortalecimento dos direitos e liberdades fundamentais do ser humano e para o desenvolvimento de sua

    personalidade. O ser humano, assim, aprende a ter respeito ________ diferenas, atitudes de tolerncia,

    amizade, solidariedade e fraternidade com o semelhante.

    Adaptado de: GOHN, M. da G. SER social, Braslia, v.15, n. 33, p. 261-262, jul. / dez. 2013.

    1. Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas tracejadas das linhas 17, 18 e 28,

    respectivamente.

    (A) a exercit-los s (B) a exercitar-lhes s

    (C) exercit-los s

    (D) exercitar-lhes as (E) a exercit-los as

    2. Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmaes

    abaixo, conforme elas estejam ou no de acordo com

    o contedo do texto.

    O conceito de cidadania est mudando em

    funo das novas atribuies poltico-sociais dos

    cidados.

    A cidadania ativa ocorre quando os indivduos

    exercem seus direitos e tomam parte na esfera

    pblica estatal.

    A cidadania passiva pode ser plena, pois h

    direitos sociais que so salvaguardados aos indivduos, como o direito ao voto.

    dimenso civil do cidado est alicerada na

    universalidade de seus direitos.

    A sequncia correta de preenchimento dos parnteses,

    de cima para baixo,

    (A) F V F F.

    (B) F V F V.

    (C) V F F V.

    (D) F F V F.

    (E) V F V V.

    3. As palavras arroladas abaixo exercem no texto a mesma

    funo sinttica que a palavra atributos (l. 02),

    EXCETO

    (A) desdobramento (l. 08).

    (B) cidadania (l. 09).

    (C) direitos (l.13).

    (D) universalidade (l. 18).

    (E) cidado (l. 19).

    01.

    02. 03.

    04. 05.

    06.

    07. 08.

    09. 10.

    11. 12.

    13.

    14. 15.

    16. 17.

    18.

    19. 20.

    21. 22.

    23. 24.

    25.

    26. 27.

    28. 29.

    2

  • Assistente Social 163/2014 Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul UCP

    Direitos reservados ao Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul Proibida cpia e/ou reproduo total ou parcial

    4. Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as propostas

    de alterao abaixo listadas, relativas ao uso de sinais

    de pontuao no texto.

    Inserir uma vrgula imediatamente aps a palavra

    Sociologia (l. 05). Suprimir a vrgula que antecede o segmento

    entre outros (l. 07). Substituir por dois-pontos a vrgula que se

    encontra imediatamente aps a palavra relaes (l. 10).

    Substituir a vrgula que se encontra

    imediatamente aps a palavra voto (l.16) por ponto final, iniciando o perodo seguinte com letra

    maiscula.

    A sequncia correta de preenchimento dos

    parnteses, de cima para baixo,

    (A) V V F F. (B) F V F V.

    (C) F F F V.

    (D) V F V F. (E) F V V V.

    5. Na coluna da esquerda, abaixo, esto listados nomes

    de trs classes gramaticais; na da direita, quatro palavras que, no texto, pertencem a uma dessas

    classes.

    Associe adequadamente a coluna da direita da

    esquerda.

    1. adjetivo alm (l. 05)

    2. advrbio sempre (l. 11)

    3. conjuno j (l. 14)

    prprio (l. 25)

    A sequncia correta de preenchimento dos

    parnteses, de cima para baixo,

    (A) 3 3 2 1.

    (B) 2 2 2 1. (C) 1 3 3 2.

    (D) 3 1 3 2. (E) 2 1 1 3.

    6. Considere as seguintes afirmaes acerca do uso de locues adjetivas no texto.

    I. O segmento desdobramento do conceito (l. 08)

    poderia ser substitudo por desdobramento

    conceitual, sem mudana significativa no sentido

    da frase.

    II. O segmento tramas de articulaes (l. 10-11)

    poderia ser substitudo por tramas

    articulatrias, sem mudana significativa no

    sentido da frase.

    III. O segmento participao dos indivduos

    (l. 17) poderia ser substitudo por participao

    individual sem mudana significativa no sentido

    da frase.

    Quais esto corretas?

    (A) Apenas I. (B) Apenas II.

    (C) Apenas III. (D) Apenas I e II.

    (E) I, II e III.

    7. Assinale a alternativa que apresenta expresses ou

    palavras contextualmente equivalentes aos nexos ao mesmo tempo (l. 11), porque (l.12) e enquanto (l. 21), nesta ordem.

    (A) simultaneamente visto que na qualidade de (B) ininterruptamente por conseguinte medida que (C) ininterruptamente visto que sempre que (D) simultaneamente j que medida que (E) concomitantemente por conseguintena qualidade de

    8. No bloco superior, abaixo, esto listados nomes de

    tipos de vozes verbais; no inferior, constam oraes adaptadas do texto.

    Associe adequadamente o bloco inferior ao superior.

    1. Voz passiva analtica

    2. Voz passiva sinttica

    3. Voz reflexiva

    Protestos foram praticados por indivduos

    conscientes de seus direitos.

    Os cidados incumbiram-se da responsabilidade

    de lutar por seu direitos.

    Finalizaram-se as discusses sobre os direitos e

    as obrigaes dos indivduos.

    A sequncia correta de preenchimento dos parnteses, de cima para baixo,

    (A) 3 1 2. (B) 1 3 2.

    (C) 1 2 3. (D) 3 2 1.

    (E) 2 1 3.

    9. Considere as seguintes afirmaes a respeito de

    palavras extradas do texto.

    I. A palavra desdobramento (l. 08) formada

    por parassntese.

    II. A palavra civilidade (l. 21) contm sufixo que

    forma substantivos a partir de adjetivos.

    III. A palavra civilizao (l. 21) contm sufixo que

    forma substantivos a partir de verbos.

    Quais esto corretas?

    (A) Apenas I.

    (B) Apenas II.

    (C) Apenas III.

    (D) Apenas II e III.

    (E) I, II e III.

    3

  • Assistente Social 163/2014 Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul UCP

    Direitos reservados ao Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul Proibida cpia e/ou reproduo total ou parcial

    10. Considere as seguintes afirmaes sobre a relao de referncia que se estabelece entre pronomes e outros segmentos do texto.

    I. Na linha 16, o segmento Ela retoma cidadania (l. 15).

    II. Na linha 19, o pronome este retoma cidado de segunda categoria (l. 19).

    III. Na linha 24, o pronome seus retoma cidados (l. 24).

    Quais esto corretas?

    (A) Apenas I. (B) Apenas II.

    (C) Apenas III. (D) Apenas II e III.

    (E) I, II e III.

    11. Considere as seguintes propostas de alterao de segmentos do trecho Cidadania tambm tem a ver com as ideias de civilidade, civilizao e respeito aos indivduos enquanto seres humanos (l. 21-22).

    1. Substituir tambm por alm disso. 2. Substituir tem a ver com por tem que ver com. 3. Inserir a preposio de antes de civilizao e de

    respeito.

    Quais propostas esto corretas?

    (A) Apenas 1. (B) Apenas 2.

    (C) Apenas 3. (D) Apenas 1 e 2.

    (E) 1, 2 e 3.

    12. Considere o enunciado abaixo e as trs propostas para complet-lo.

    No acarretaria outras mudanas na frase a substituio da forma verbal 1. requer (l. 23) por necessita. 2. entra (l. 25) por se insere. 3. contribui (l. 26) por ajuda. Quais propostas esto corretas? (A) Apenas 1. (B) Apenas 2.

    (C) Apenas 3. (D) Apenas 2 e 3.

    (E) 1, 2 e 3.

    13. Considere, abaixo, os enunciados adaptados do texto e as respectivas propostas de reescrita.

    Enunciado Reescrita

    1- Para o progresso do pas, seria necessria a participao de todos os cidados na esfera pblica.

    Para o progresso do pas, seria necessrio que todos os cidados participassem da esfera pblica.

    2- Para a construo coletiva

    do conceito de cidadania, foi imprescindvel o fortalecimento dos direitos dos indivduos.

    Para a construo coletiva do

    conceito de cidadania, foi imprescindvel que os direitos dos indivduos se fortalecessem.

    3- Diante de tantas doaes, voc duvida da solidariedade dos cidados?

    Diante de tantas doaes, voc duvida de que os cidados sejam solidrios?

    Quais propostas esto corretas? (A) Apenas 1.

    (B) Apenas 2.

    (C) Apenas 3. (D) Apenas 1 e 2. (E) 1, 2 e 3. Instruo: As questes 14 e 15 esto relacionadas redao oficial. 14. A redao de documentos oficiais deve ser pautada

    pela impessoalidade, clareza, conciso e observncia da norma culta padro.

    Com base nessa informao, considere os trs

    enunciados abaixo, redigidos para constar na parte introdutria de um ofcio.

    1. Vimos, por intermdio do presente, levar ao

    conhecimento de Vossa Senhoria que assumimos a tarefa de planejar e colocar em ao polticas e

    programas sociais voltados ao bem estar de crianas

    vtimas de maus-tratos.

    2. com satisfao que comunicamos a V. Senhoria

    que recentemente assumimos a importante tarefa de planejar e colocar em ao polticas e programas

    sociais voltados ao bem-estar de crianas vtimas de maltratos.

    3. Comunicamos a Vossa Senhoria que

    recentemente assumimos a tarefa de planejar e colocar em ao polticas e programas sociais voltados

    ao bem-estar de crianas vtimas de maus-tratos.

    Quais esto corretos, de acordo com os princpios que

    regem a redao oficial?

    (A) Apenas 1.

    (B) Apenas 2. (C) Apenas 3.

    (D) Apenas 1 e 2.

    (E) 1, 2 e 3. 15. A redao de documentos oficiais deve ser pautada

    pela impessoalidade, clareza, conciso e observncia da norma culta padro.

    Com base nessa informao, considere os trs

    enunciados abaixo, redigidos para constar no fecho de um ofcio.

    1. Sem mais para o momento, subscrevemo-nos atenciosamente. 2. Aproveitamos o ensejo para augurar a Vossa Senhoria votos de estima e apreo. 3. Limitado ao exposto, reafirmo meus protestos de estima e considerao. Quais esto corretos, de acordo com os princpios que regem a redao oficial? (A) Apenas 1. (B) Apenas 2. (C) Apenas 3.

    (D) Apenas 1 e 2.

    (E) 1, 2 e 3.

    4

  • Assistente Social 163/2014 Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul UCP

    Direitos reservados ao Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul Proibida cpia e/ou reproduo total ou parcial

    LEGISLAO

    16. Quanto formao do ato administrativo, tem-se que a exonerao de um servidor comissionado do

    Quadro de Cargos em Comisso da Procuradoria-Geral de Justia, em deciso do Procurador-Geral de

    Justia, exemplo de um ato administrativo

    (A) complexo.

    (B) composto. (C) declaratrio.

    (D) simples. (E) constitutivo.

    17. Os servios de transporte coletivo e de energia eltrica, dentre outros, reconhecidos pela sua

    convenincia para os membros da coletividade, so denominados servios

    (A) pblicos propriamente ditos. (B) prprios do Estado.

    (C) industriais. (D) de utilidade pblica.

    (E) de fruio geral.

    18. Segundo Hely Lopes Meirelles, a licena, a

    autorizao e a permisso so exemplos de declaraes de vontade da autoridade administrativa

    apta a concretizar determinados efeitos especficos e individuais ou a deferir certa faculdade ao particular

    nas condies impostas ou consentidas pelo Poder

    Pblico, correspondentes a atos administrativos

    (A) normativos. (B) ordinatrios.

    (C) negociais.

    (D) enunciativos. (E) gerais.

    19. Com base no art. 5 da Constituio Federal, que

    trata dos direitos e deveres individuais e coletivos, assinale a alternativa que apresenta uma afirmao

    INCORRETA.

    (A) A priso de qualquer pessoa e o local onde se

    encontre sero comunicados imediatamente ao juiz competente e famlia do preso ou pessoa por ele

    indicada.

    (B) Conceder-se- mandado de segurana para proteger direito lquido e certo, no amparado por

    habeas corpus ou habeas data, quando o responsvel pela ilegalidade ou abuso do poder for autoridade

    pblica ou agente de pessoa jurdica no exerccio de atribuies do Poder Pblico.

    (C) Ser admitida ao privada nos crimes de ao

    penal pblica, se esta no for intentada no prazo legal.

    (D) A sucesso de bens de estrangeiros situados no Pas ser regulada pela lei brasileira em benefcio do

    cnjuge ou dos filhos brasileiros, sempre que no lhes

    seja mais favorvel a lei pessoal do de cujus. (E) Ser concedida a extradio de estrangeiro por

    crime poltico.

    20. Assinale a alternativa que contm uma afirmao

    correta acerca da Administrao Pblica.

    (A) As funes de confiana, exercidas exclusivamente por servidores ocupantes de cargos efetivos, e os cargos

    em comisso, a serem preenchidos por servidores de carreira nos casos, condies e percentuais mnimos

    previstos em lei, destinam-se apenas s atribuies de

    direo, chefia e assessoramento. (B) A proibio de acumulao remunerada de cargos

    pblicos no se estende a empregos e funes nas autarquias, fundaes, empresas pblicas e sociedades

    de economia mista. (C) Os proventos de aposentadoria e as penses, por

    ocasio de sua concesso, podero exceder a remunerao do respectivo servidor, no cargo efetivo em

    que se deu a aposentadoria ou que serviu de referncia

    para a concesso da penso. (D) Os cargos, empregos e funes pblicas so

    acessveis exclusivamente aos brasileiros que preencham os requisitos estabelecidos em lei.

    (E) A vinculao ou equiparao de quaisquer espcies remuneratrias para o efeito de remunerao de pessoal

    do servio pblico admissvel para o equilbrio e a harmonia dos vencimentos.

    21. Quanto Organizao do Estado, correto afirmar que

    (A) o Municpio de Porto Alegre pode legislar sobre o funcionamento de rdios comunitrias e regulamentar a

    concesso ou permisso de servios de radiodifuso.

    (B) compete Unio, aos Estados, e ao Distrito Federal legislar concorrentemente sobre educao, cultura,

    ensino e desporto. (C) o Estado do Rio Grande do Sul pode legislar sobre a

    obrigatoriedade do uso do cinto de segurana nas vias urbanas.

    (D) os Estados tm competncia privativa para legislar

    sobre desapropriao. (E) constitucional a lei municipal que dispe sobre

    sistemas de consrcio e sorteios.

    22. Assinale, entre as alternativas abaixo, aquela que

    apresenta uma afirmao correta.

    (A) Os Promotores de Justia, integrantes do Conselho Nacional do Ministrio Pblico, durante o exerccio do mandato, no podem integrar lista de promoo por merecimento. (B) vedada a nomeao, no mbito do Ministrio

    Pblico, de cnjuges ou companheiros, e parentes, consanguneos, afins ou por adoo, at o quarto grau, de

    Procuradores e Promotores de Justia, para os cargos em

    comisso do Quadro de Cargos em Comisso e Funes Gratificadas da Procuradoria-Geral de Justia.

    (C) Para formao da lista para promoo ou remoo por

    merecimento dos membros do Ministrio Pblico, o nmero de vezes que j tenha participado de listas, no

    considerado pelo Conselho Superior do Ministrio Pblico.

    (D) O Conselho Nacional do Ministrio Pblico compe-se de quatorze membros nomeados pelo Presidente da

    Repblica, depois de aprovada a escolha pela maioria

    absoluta do Senado Federal, para um mandato de dois anos, conferindo-se presidncia deste Colegiado ao

    integrante mais antigo.

    (E) Cabe ao Corregedor-Geral aprovar os pedidos de remoo por permuta entre os membros do Ministrio Pblico.

    5

  • Assistente Social 163/2014 Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul UCP

    Direitos reservados ao Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul Proibida cpia e/ou reproduo total ou parcial

    23. Compete, entre outras atribuies, ao Colgio de

    Procuradores de Justia, nos termos da Lei Orgnica do

    Ministrio Pblico do Rio Grande do Sul:

    (A) autorizar o membro do Ministrio Pblico a

    ausentar-se do Estado ou do Pas em misso oficial, por

    prazo no superior a 10 dias.

    (B) apreciar os motivos de suspeio de natureza

    ntima, invocados por membros do Ministrio Pblico.

    (C) decidir sobre a participao de membro do

    Ministrio Pblico em organismos estatais afetos s reas

    de atuao da Instituio.

    (D) conceder dispensa da atividade funcional aos

    Presidentes eleitos para entidades de classe dos

    membros e servidores do Ministrio Pblico e do Diretor

    da Fundao Escola Superior do Ministrio Pblico.

    (E) opinar sobre anteprojetos de lei de iniciativa do

    Ministrio Pblico.

    24. Segundo a Lei n 8.429/92 (Improbidade

    Administrativa), INCORRETO afirmar que

    (A) o agente pblico que causar leso ao patrimnio

    pblico por ao ou omisso, dolosa ou culposa, dever

    ressarcir integralmente o dano.

    (B) constitui ato de improbidade administrativa

    importando enriquecimento ilcito auferir qualquer

    vantagem patrimonial indevida em razo do exerccio de

    cargo, mandato, funo, emprego ou atividade na

    administrao direta, indireta ou fundacional de qualquer

    dos Poderes da Unio, dos Estados, do Distrito Federal e

    dos Municpios.

    (C) o juiz, na fixao das penas previstas na Lei n

    8.429/92, deve considerar a extenso do dano causado,

    assim como o proveito patrimonial obtido pelo agente.

    (D) a autoridade judiciria ou administrativa

    competente poder determinar o afastamento do agente

    pblico do exerccio do cargo, emprego, ou funo, sem

    prejuzo da remunerao, quando a medida se fizer

    necessria instruo processual.

    (E) no constitui ato de improbidade administrativa

    retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de

    ofcio.

    25. Segundo as disposies da Lei n 8.429/92

    (Improbidade Administrativa), assinale a alternativa

    correta.

    (A) Ser punido com a pena de suspenso, a bem do

    servio pblico, o agente pblico que se recusar a

    prestar a declarao de bens, dentro do prazo

    determinado, ou que a prestar falsa.

    (B) No constitui improbidade administrativa a prtica

    de ato que atente apenas contra os princpios da

    administrao pblica.

    (C) Em qualquer fase do processo, reconhecida a

    inadequao da ao de improbidade, o juiz extinguir o

    processo sem julgamento do mrito.

    (D) Constitui contraveno penal a representao por

    ato de improbidade contra o agente pblico ou terceiro

    beneficirio quando o autor da denncia o sabe

    inocente.

    (E) A pessoa fsica, o particular, pode ser sujeito

    passivo de ato de improbidade administrativa.

    INFORMTICA

    26. Observe a figura abaixo.

    Com base nos dados dessa figura, assinale a alternativa

    que preenche corretamente as lacunas tracejadas do

    enunciado abaixo, na ordem em que aparecem.

    Na figura, so exibidas as marcas de pargrafos e outros smbolos de formatao ocultos, identifica-se que o texto

    possui ________ pargrafo(s) e a formatao do primeiro pargrafo est com alinhamento ________.

    (A) um justificado

    (B) dois esquerda

    (C) trs justificado (D) quatro centralizado

    (E) cinco centralizado

    27. Assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna tracejada do enunciado abaixo.

    Em um documento criado no Microsoft Word 2010, para que em uma mesma pgina possa ser parte do texto

    exibido em uma coluna e a parte do texto exibido em duas colunas, deve ser inserido uma quebra ________.

    (A) de seo

    (B) de pgina (C) de coluna

    (D) automtica de texto (E) de caixa de texto

    28. A planilha Microsoft 2010, abaixo, mostra que na clula A1 est registrada a frmula =$A$5+$C$3 ;

    as demais clulas no exibidas na figura esto vazias.

    Com base nos dados da planilha, correto afirmar que, ao se excluir a coluna B e a linha 3 da planilha, o valor

    exibido na clula A1 ser

    (A) 2.

    (B) 3. (C) 4.

    (D) 5. (E) 6.

    6

  • Assistente Social 163/2014 Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul UCP

    Direitos reservados ao Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul Proibida cpia e/ou reproduo total ou parcial

    29. Observe a planilha do Microsoft Excel 2010, abaixo.

    Com base nos dados da planilha, correto afirmar que o

    valor apresentado na clula A17, que contm a frmula =CONT.VALORES(A10:C14;1),

    (A) 10.

    (B) 12. (C) 13.

    (D) 15. (E) 16.

    30. Considere as seguintes afirmaes a respeito do Microsoft Power Point 2010.

    I. Os estilos de plano de fundo definem apenas quatro

    possibilidades de combinao de cor de plano de fundo e cor de texto para ser aplicado aos slides no

    tema padro, chamado Tema do Office. II. As cores de um Tema contm quatro cores de texto e

    de plano de fundo, sendo duas delas chamadas de

    cores claras, e as outras duas chamadas de cores escuras.

    III. No possvel modificar a cor de um texto especfico aps a aplicao de um estilo rpido sobre

    o slide.

    Quais esto corretas?

    (A) Apenas I.

    (B) Apenas II. (C) Apenas III.

    (D) Apenas I e II. (E) Apenas I e III.

    31. Assinale a alternativa que completa corretamente as

    lacunas tracejadas do enunciado abaixo, na ordem em

    que aparecem.

    No programa de correio eletrnico Mozilla Thunderbird, na sua verso 24.5.0, possvel configurar ________

    conta(s) de correio eletrnico para uma pessoa. Para o servidor de envio de mensagens, sempre utilizado o

    protocolo ________, que, para utilizar uma conexo segura, dever utilizar STARTTLS ou ________.

    (A) vrias SMTP Senha normal

    (B) apenas uma SMTP Senha normal (C) vrias IMAP Senha normal

    (D) apenas uma IMAP SSL/TLS (E) vrias SMTP SSL/TLS

    32. No Mozilla Thunderbird, a opo de Notificao de status da entrega retorna uma mensagem para a

    caixa postal do remetente quando a mensagem

    (A) foi recebida pelo servidor de correio eletrnico do remetente e est apta para envio ao destinatrio.

    (B) foi lida pelo destinatrio e uma mensagem de

    resposta foi escrita para o remetente. (C) foi carregada no computador do destinatrio

    atravs do protocolo de leitura do correio eletrnico. (D) foi recebida pelo servidor de correio eletrnico

    do destinatrio. (E) for classificada como spam pelo agente de

    usurio de leitura de correio eletrnico do

    destinatrio.

    33. O Navegador Firefox na sua verso 29.0.1 possui um recurso chamado de navegao privativa.

    Assinale a alternativa que apresenta uma informao

    correta a respeito das janelas de navegao privativa do Firefox.

    (A) So preservados no computador os arquivos

    salvos por download e novos favoritos. (B) No memorizado o histrico de navegao, sendo armazenados apenas os cookies enviados pelos sites visitados. (C) Os dados solicitados pelas pginas de

    formulrios, quando preenchidos, no so enviados para assegurar a privacidade.

    (D) Os sites visitados so incapazes de verificar a

    origem do acesso, tornando uma visita annima aos sites.

    (E) Para encerrar uma navegao privativa, todas as janelas do navegador devem ser fechadas.

    34. No Mozilla Firefox, na sua verso 29.0.1, o boto de identidade do site acessado permite verificar se o

    website est criptografado, se foi verificado, quem o proprietrio do site e quem fez a verificao. Para

    os casos em que o endereo do site foi verificado atravs de um certificado que no possui validao

    avanada, e a conexo entre o Firefox e o site est criptografada, o boto de identidade apresentar o cone

    (A) Globo cinza.

    (B) Tringulo amarelo.

    (C) Cadeado amarelo. (D) Cadeado cinza.

    (E) Cadeado verde.

    35. O recurso do Windows 7 Professional que permite

    executar uma verificao rpida ou completa para

    busca de spywares em seu computador chama-se

    (A) Windows Update. (B) Windows Defender. (C) Firewall do Windows. (D) Controle de Conta do Usurio.

    (E) Proteo de Acesso Rede.

    7

  • Assistente Social 163/2014 Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul UCP

    Direitos reservados ao Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul Proibida cpia e/ou reproduo total ou parcial

    CONHECIMENTOS ESPECFICOS

    36. Considere o enunciado abaixo e as trs propostas

    para complet-lo.

    Compreender o exerccio profissional do Assistente

    Social na sua dimenso de trabalho concreto, ou seja,

    em seu valor de uso, significa entend-lo como

    1. uma atividade orientada a um fim como resposta s necessidades sociais.

    2. um trabalho que prioriza dimenso quantitativa.

    3. uma atividade programtica que se restringe ao estatuto de trabalhador assalariado.

    Quais propostas esto corretas?

    (A) Apenas 1. (B) Apenas 2.

    (C) Apenas 3.

    (D) Apenas 1 e 2. (E) 1, 2 e 3.

    37. Assinale a alternativa que contm uma afirmao

    correta acerca do trabalho do Assistente Social e de

    sua insero em processos de trabalho.

    (A) Os processos de trabalho equiparam-se prtica

    profissional do Assistente Social.

    (B) Os processos de trabalho so constitudos pelo

    trabalho do Assistente Social, pelos meios e pelo

    objeto de trabalho.

    (C) Os processos de trabalho so organizados

    exclusivamente pelos Assistentes Sociais.

    (D) Os processos de trabalho so compostos pelo

    objeto e pelo produto do trabalho.

    (E) Os processos de trabalho equivalem-se aos meios

    de trabalho do Assistente Social.

    38. Os dois pilares sobre os quais se estruturam as

    aes de natureza socioeducativas realizadas pelo

    Assistente Social no mbito dos processos

    socioassistenciais so

    (A) os estudos socioeconmicos e a socializao da

    informao.

    (B) o apoio psicossocial e a participao dos usurios.

    (C) as prticas educativas e o processo interventivo. (D) a socializao da informao e o processo

    reflexivo.

    (E) as prticas educativas e os estudos socioeconmicos.

    39. A defesa dos direitos humanos uma das prescries

    constitutivas dos princpios fundamentais do Cdigo de

    tica do Assistente Social vigente. Assim, possvel afirmar que os direitos humanos na perspectiva dos

    Assistentes Sociais so

    (A) direitos naturais da pessoa humana. (B) resultados do enfrentamento das diferentes formas

    de degradao humana. (C) a-histricos e imutveis.

    (D) prerrogativas do Estado Penal. (E) concesses da ordem burguesa.

    40. No bloco superior, est identificada com 1 a

    competncia do Assistente Social, e com 2 a atribuio

    privativa do Assistente Social; no inferior, esto listadas atribuies estabelecidas pela Lei n 8662/1993

    relativamente a competncias e atribuies do Assistente Social. Associe o bloco inferior ao superior.

    1. Competncia do Assistente Social

    2. Atribuio privativa do Assistente Social

    Elaborar, coordenar, executar e avaliar

    planos, programas e projetos que sejam do

    mbito de atuao do Servio Social com participao da sociedade civil.

    Orientar indivduos e grupos de diferentes

    segmentos sociais no sentido de identificar

    recursos e de fazer uso dos mesmos no atendimento e na defesa de seus direitos.

    Realizar estudos socioeconmicos com os

    usurios para fins de benefcios e servios sociais

    junto a rgos da administrao pblica direta e indireta, empresas privadas e outras entidades.

    Fiscalizar o exerccio profissional atravs

    dos Conselhos Federal e Regionais.

    Planejar, organizar e administrar benefcios

    e Servios Sociais.

    A sequncia numrica correta de preenchimento dos parnteses, de cima para baixo,

    (A) 2 2 2 2 1. (B) 2 2 1 1 2.

    (C) 1 2 2 1 1. (D) 1 2 1 1 1.

    (E) 1 1 1 2 1.

    41. Assinale a alternativa que apresenta uma afirmao correta acerca dos projetos de trabalho do Assistente Social. (A) O projeto de trabalho corresponde ao projeto institucional. (B) O projeto profissional deve considerar, entre outros aspectos, as prerrogativas legais que embasam

    a proposta de trabalho.

    (C) O projeto de trabalho diferencia-se dos parmetros profissionais que demarcam o trabalho na

    instituio. (D) O objeto de interveno presente no projeto de

    trabalho corresponde s metas a serem atingidas. (E) O projeto de trabalho uma formulao tcnica

    na perspectiva de uma execuo legal.

    8

  • Assistente Social 163/2014 Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul UCP

    Direitos reservados ao Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul Proibida cpia e/ou reproduo total ou parcial

    42. Assinale a alternativa que apresenta uma afirmao correta sobre a tica profissional do Assistente Social.

    (A) A reflexo tica possibilita a crtica da vida cotidiana.

    (B) A teorizao tica fundamenta-se na experincia profissional do Assistente Social.

    (C) A legitimidade social da profisso ocorre,

    fundamentalmente, pelo seu cdigo de tica. (D) A conscincia tica no significa pertencimento a

    um projeto profissional. (E) As escolhas ticas tm como referncia somente

    a formao profissional.

    43. Considere os procedimentos descritos abaixo.

    I. Munir-se das informaes referentes aos

    antecedentes da situao a ser estudada. II. Informar ao sujeito entrevistado que os objetivos

    do trabalho fazem parte dos deveres e da conduta tica profissional.

    III. Observar que o objeto da ao processual e os objetivos da entrevista definiro os contedos a

    serem abordados.

    Quais destes procedimentos esto envolvidos na

    entrevista realizada pelo Assistente Social para a elaborao de um estudo social?

    (A) Apenas I.

    (B) Apenas II.

    (C) Apenas III. (D) Apenas I e II.

    (E) I, II e III.

    44. No mbito das competncias profissionais do Assistente Social, possvel identificar o exerccio da

    assessoria/consultoria em duas frentes de atuao.

    So elas:

    (A) a administrao pblica e a academia. (B) a superviso de programas sociais e o apoio aos

    movimentos sociais. (C) a defesa dos direitos sociais e as entidades

    privadas de natureza pblica.

    (D) a gesto das polticas sociais e a organizao poltica dos usurios.

    (E) a gesto pblica e a gesto de empresas privadas.

    45. Entre as competncias profissionais previstas na Lei de

    Regulamentao da Profisso do Assistente Social, consta: planejar, executar e avaliar pesquisas que

    possam contribuir para a anlise da realidade social e

    para subsidiar aes profissionais. Enquanto pesquisador, o Assistente Social, na escolha do tema

    para realizao de uma pesquisa, deve considerar os critrios de

    (A) experincia, relevncia e ineditismo.

    (B) viabilidade, ineditismo e relevncia. (C) originalidade, viabilidade e relevncia.

    (D) relevncia, originalidade e experincia.

    (E) originalidade, consistncia e pertinncia.

    46. No Ministrio Pblico, o Assistente Social tem como

    um dos eixos de atuao o direito difuso e coletivo.

    Neste eixo, as atividades do Assistente Social voltam-

    se para

    (A) a exigibilidade de polticas pblicas.

    (B) a realizao de estudo social para subsidiar

    deciso judicial de situaes individuais.

    (C) a implantao de polticas pblicas.

    (D) a orientao socioeducativa.

    (E) a busca de solues para os conflitos presentes

    nas relaes sociais.

    47. As polticas pblicas como forma de concretizao

    dos direitos sociais envolvem o Estado, no

    atendimento de demandas e necessidades sociais, e a

    sociedade, no controle democrtico da poltica; e sua

    efetivao depende da constituio de

    (A) polticas sociais.

    (B) esferas pblicas.

    (C) polticas de Estado.

    (D) polticas de governo.

    (E) organizao pblico-privada.

    48. Considere as seguintes afirmaes acerca das

    entidades que prestam acolhimento institucional a

    crianas e adolescentes, independentemente da

    modalidade de atendimento.

    I. Elas devem estar localizadas em reas residenciais,

    sem distanciar-se, excessivamente, do ponto de vista geogrfico, da realidade de origem das

    crianas e adolescentes acolhidos.

    II. Elas devem prever espao fsico para atender de

    forma diferenciada crianas e adolescentes de sexo e idade distintos.

    III. Elas devem promover a preservao do vnculo e

    do contato da criana e do adolescente com sua

    famlia de origem, salvo determinao judicial em contrrio.

    Quais esto corretas segundo o Plano Nacional de

    Convivncia Familiar e Comunitria?

    (A) Apenas I.

    (B) Apenas II.

    (C) Apenas III.

    (D) Apenas I e III.

    (E) I, II e III.

    9

  • Assistente Social 163/2014 Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul UCP

    Direitos reservados ao Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul Proibida cpia e/ou reproduo total ou parcial

    49. Considere as seguintes afirmaes no que se refere

    s especificaes de entidades e organizaes

    consideradas de assistncia social.

    I. So de atendimento aquelas que, de forma

    continuada, executam programas ou projetos no

    mbito da assistncia social, da sade e da

    educao dirigidos s famlias e indivduos em

    situaes de vulnerabilidade ou risco social e

    pessoal.

    II. So de assessoramento aquelas que, de forma

    continuada, permanente e planejada, prestam

    servios e executam programas ou projetos

    voltados prioritariamente para o fortalecimento dos

    movimentos sociais e das organizaes de

    usurios, formao e capacitao de lideranas,

    dirigidos ao pblico da poltica de assistncia

    social.

    III. So de defesa e garantia de direitos aquelas que,

    de forma continuada, permanente e planejada,

    prestam servios e executam programas e projetos

    voltados prioritariamente para a defesa e

    efetivao dos direitos socioassistenciais,

    construo de novos direitos, promoo da

    cidadania, enfrentamento das desigualdades

    sociais, articulao com rgos pblicos de defesa

    de direitos, dirigidos ao pblico da poltica de

    assistncia social.

    Quais esto corretas de acordo com o artigo 3 da Lei

    n 8742 /1993 (Lei Orgnica da Assistncia Social)?

    (A) Apenas I.

    (B) Apenas II.

    (C) Apenas III.

    (D) Apenas II e III.

    (E) I, II e III.

    50. A Poltica Nacional de Ateno Bsica no Sistema

    nico de Sade, regulamentada pela Portaria n

    2488/2011, define que os Ncleos de Apoio Sade

    da Famlia (NASF) so constitudos por equipes

    compostas por profissionais de diferentes reas de

    conhecimento e devem atuar de maneira integrada

    aos profissionais das Equipes de Sade da Famlia e

    das Equipes de Ateno Bsica. O NASF, portanto,

    deve atuar como

    (A) equipe de referncia.

    (B) apoio matricial.

    (C) programa de apoio sociofamiliar.

    (D) estratgia de sade da famlia.

    (E) programa de sade na escola.

    51. Assinale a alternativa que preenche corretamente a

    lacuna tracejada do enunciado abaixo.

    Considerando que o acesso aos direitos

    previdencirios ocorre pela condio de segurado previdncia social, ________ corresponde ao nmero

    mnimo de contribuies mensais indispensveis para

    que o beneficirio faa jus ao benefcio, consideradas a partir do transcurso do primeiro dia dos meses de

    suas competncias.

    (A) a qualidade de segurado (B) o tempo de contribuio

    (C) o perodo de carncia

    (D) o tempo de filiao previdenciria (E) o valor do benefcio

    52. Tomando por base que a Lei n 10.257/2002,

    conhecida como Estatuto da Cidade, considere as

    diretrizes da poltica urbana listadas abaixo.

    I. Garantia do direito a cidades sustentveis,

    entendido como o direito terra urbana,

    moradia, ao saneamento ambiental,

    infraestrutura urbana, ao transporte e aos servios pblicos, ao trabalho e ao lazer, para as presentes

    e futuras geraes. II. Cooperao entre os governos, a iniciativa privada

    e os demais setores da sociedade no processo de urbanizao, em atendimento ao interesse social.

    III. Recuperao dos investimentos do Poder Pblico

    da qual no tenha resultado a valorizao de imveis urbanos.

    Quais so corretas?

    (A) Apenas I. (B) Apenas II.

    (C) Apenas III. (D) Apenas I e II.

    (E) I, II e III.

    53. A Poltica Nacional de Educao preconiza que a

    educao de jovens e adultos ser destinada queles

    que no tiveram acesso ou continuidade de estudos

    no ensino fundamental e mdio na idade prpria.

    Desta forma, correto afirmar que

    (A) a educao de jovens e adultos dever articular-

    se, preferencialmente, com a educao profissional.

    (B) os cursos e exames supletivos pelo sistema de ensino pblico de educao ficam suspensos.

    (C) os sistemas de ensino estabelecero critrios de acesso aos jovens e aos adultos, que no puderam

    efetuar os estudos na idade regular. (D) o acesso e a permanncia do trabalhador na

    escola sero de corresponsabilidade entre o Estado e

    as empresas empregadoras. (E) a idade mnima para o acesso ao programa de

    educao continuada de 21 anos.

    10

  • Assistente Social 163/2014 Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul UCP

    Direitos reservados ao Ministrio Pblico do Estado do Rio Grande do Sul Proibida cpia e/ou reproduo total ou parcial

    54. Assinale a alternativa que preenche correta e respectivamente as lacunas tracejadas do enunciado abaixo.

    A implementao do Sistema Nacional Socioeducativo (SINASE) teve como objetivo primordial o desenvolvimento de uma ao ________ sustentada nos princpios dos ________.

    (A) de promoo da cidadania direitos da criana e do adolescente

    (B) socioeducativa direitos polticos (C) de defesa dos direitos da criana e do

    adolescente valores humanos

    (D) integral direitos da criana e do adolescente (E) socieoeducativa direitos humanos

    55. Segundo o artigo 8 da Lei n 7853/89 que trata do

    apoio s pessoas com deficincia e sua integrao

    social, o fato de negar, sem justa causa, a algum,

    por motivos derivados de sua deficincia, emprego ou

    trabalho

    (A) resulta na aplicao de multa compatvel com o

    valor do salrio do cargo a ser ocupado.

    (B) configura penalidade civil.

    (C) constitui crime inafianvel.

    (D) constitui crime punvel com recluso de 1 (um) a

    4 (quatro) anos, e multa.

    (E) determina recluso de at 6 meses.

    56. Segundo o artigo 19 do Estatuto do Idoso, Lei n

    10741/2003, os casos de suspeita ou confirmao de

    violncia praticada contra idosos sero objeto de

    notificao compulsria

    (A) pelo Poder Judicirio.

    (B) pelos servios de sade pblicos e privados.

    (C) pelo Ministrio Pblico.

    (D) pelo Conselho Municipal do Idoso.

    (E) pela Delegacia do Idoso.

    57. De acordo com a Lei n 10.216/2001, que trata da

    proteo e dos direitos das pessoas com transtornos

    mentais e do modelo assistencial em sade mental,

    pode-se afirmar corretamente que a internao

    psiquitrica

    (A) somente ser realizada mediante deciso

    voluntria da pessoa com transtornos mentais.

    (B) necessita sempre da assinatura de termo de

    responsabilidade de um familiar.

    (C) somente ser realizada mediante laudo mdico

    circunstanciado que caracterize os motivos da

    internao.

    (D) deve ser comunicada, em qualquer

    circunstncias, ao Ministrio Pblico, em 72 horas.

    (E) poder ocorrer em instituies com

    caractersticas asilares.

    58. De acordo com o artigo 67 da Lei de Execues

    Penais, Lei n 7210/1984, a fiscalizao da execuo

    da pena e da medida de segurana compete

    (A) ao Conselho Nacional de Poltica Criminal e

    Penitenciria.

    (B) ao Conselho Penitencirio.

    (C) Defensoria Pblica.

    (D) ao Juiz da execuo.

    (E) ao Ministrio Pblico.

    59. Segundo o artigo 26 da Lei Maria da Penha, Lei n

    11.340/2006, que cria mecanismos para coibir a

    violncia domstica e familiar contra a mulher,

    compete ao Ministrio Pblico

    (A) fiscalizar os estabelecimentos pblicos e

    particulares de atendimento mulher em situao de

    violncia domstica e familiar, e adotar, de imediato,

    as medidas administrativas ou judiciais cabveis no

    tocante a quaisquer irregularidades constatadas.

    (B) disponibilizar uma equipe de atendimento

    multidisciplinar para desenvolver trabalhos de

    orientao, encaminhamento e preveno mulher

    vtima de violncia.

    (C) revogar a priso preventiva do agressor quando

    verificar a falta de motivo para que subsista.

    (D) determinar o afastamento da mulher vtima de

    violncia do lar, sem prejuzo dos direitos relativos a

    bens, guarda dos filhos e alimentos.

    (E) fornecer subsdios por escrito ao Juiz, mediante

    laudos com informaes sobre a mulher vtima de

    violncia familiar.

    60. Os conselhos de polticas pblicas e de defesa de

    direitos no Brasil, criados a partir da Constituio

    Federal de 1998, esto associados

    (A) reduo do papel do poder executivo.

    (B) contrarreforma do Estado brasileiro.

    (C) concepo de controle democrtico.

    (D) restrio da participao popular nas decises

    polticas.

    (E) ampliao do controle do Estado sobre a

    sociedade.

    11

  • GABARITO

    1 A 21 B 41 B

    2 A 22 A 42 A

    3 E 23 E 43 E

    4 C 24 E 44 D

    5 B 25 C 45 C

    6 D 26 D 46 A

    7 A 27 A 47 B

    8 B 28 ANULADA 48 ANULADA

    9 D 29 C 49 D

    10 E 30 B 50 B

    11 E 31 E 51 C

    12 B 32 D 52 D

    13 E 33 A 53 ANULADA

    14 C 34 D 54 ANULADA

    15 A 35 B 55 D

    16 D 36 A 56 B

    17 D 37 B 57 C

    18 C 38 D 58 E

    19 E 39 B 59 A

    20 A 40 E 60 C

    prova_assistente_social_ed_163_2014.pdfgabarito_assistente_social_ed_163_2014.pdf

Recommended

View more >