prova magistratura

Download Prova Magistratura

Post on 10-Nov-2015

220 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

questões da prova de magistratura

TRANSCRIPT

TRIBUNAL DE JUSTIA DO ESTADO DE MINAS GERAIS

TRIBUNAL DE JUSTIA DO ESTADO DE MINAS GERAIS

ESCOLA JUDICIAL DES. EDSIO FERNANDES CONCURSO PARA JUIZ DE DIREITO SUBSTITUTO DO

ESTADO DE MINAS GERAIS - 2005

Prezado(a) candidato(a)

Coloque seu nmero de inscrio, nome e assinatura no espao abaixo. Antes de comear a

fazer a prova, confira se este caderno contm, ao todo, 100 (cem) questes de mltipla escolha. Havendo algum problema, informe imediatamente ao aplicador de provas, para que ele tome as providncias necessrias.

N de inscrio: ___________________

Nome: ___________________________________________________________________

Assinatura: ________________________________________________________________

Questo n 1

Conforme o Cdigo Civil, CORRETO afirmar que a lei pe a salvo os direitos do nascituro, desde:

(A) cento e oitenta dias de gestao.

(B) a concepo.

(C) o nascimento com vida.

(D) cento e vinte dias de gestao.

Questo n 2

Com respaldo no Cdigo Civil, pode o Juiz de Direito decidir, em algum caso, a requerimento da parte, ou do Ministrio Pblico quando lhe couber intervir no processo, que os efeitos de certas e determinadas relaes de obrigaes sejam estendidas aos bens particulares dos administradores ou scios da pessoa jurdica? MARQUE A ALTERNATIVA CORRETA:

(A) Sim; no caso de abuso da personalidade jurdica, caracterizado pelo desvio de finalidade, ou pela confuso patrimonial.

(B) Sim; no caso de o scio retirar-se da sociedade e os bens da pessoa jurdica no bastarem para satisfazer a obrigao.

(C) Sim; no caso de liquidao da pessoa jurdica.

(D) No; porque no se poder contrariar o princpio da autonomia subjetiva da pessoa coletiva, distinta da pessoa de seus scios componentes.

Questo n 3

Dentre os defeitos do negcio jurdico que podem levar sua anulao, por afetar a manifestao da vontade, encontra-se o estado de perigo, que, conforme o Cdigo Civil, se configura quando:

(A) algum, premido da necessidade de salvar-se, ou a pessoa de sua famlia, de grave dano conhecido pela outra parte, assume obrigao excessivamente onerosa.

(B) uma pessoa, sob premente necessidade, ou por inexperincia, se obriga a prestao manifestamente desproporcional ao valor da prestao oposta.

(C) uma pessoa se obriga a uma prestao sob fundado temor de dano iminente e considervel sua pessoa, sua famlia, ou aos seus bens.

(D) algum assume obrigao premido por graves artifcios maliciosos de outrem.

Questo n 4

Conforme dispe o Cdigo Civil, CORRETO afirmar que corre a prescrio:

(A) contra os que se acharem servindo nas Foras Armadas, em tempo de guerra.

(B) entre tutelados ou curatelados e seus tutores ou curadores, durante a tutela ou curatela.

(C) entre os cnjuges, fora da constncia da sociedade conjugal.

(D) pendendo ao de evico.

Questo n 5

Em relao ao contrato de transporte, conforme dispe o Cdigo Civil, INCORRETO dizer que:

(A) interrompida a viagem, em conseqncia de evento imprevisvel, no fica o transportador obrigado a concluir o transporte.

(B) a responsabilidade do transportador comea no momento em que ele recebe a coisa a ser transportada.

(C) transportador e passageiro, concorrendo para a ocorrncia do dano, suportaro as conseqncias divididas eqitativamente.

(D) no se subordina s normas do contrato de transporte aquele feito gratuitamente, por amizade ou cortesia.

Questo n 6

Conforme dispe o Cdigo Civil, injusta a posse:

(A) exclusiva.

(B) peridica.

(C) precria.

(D) absoluta.

Questo n 7

De acordo com o Cdigo Civil, so formas de aquisio da propriedade mvel, EXCETO:

(A) a usucapio.

(B) a ocupao.

(C) a tradio.

(D) a acesso.

Questo n 8

De acordo com a Lei n 8.078/1990, o contrato de adeso se caracteriza como aquele:

(A) em que no se admite a clusula resolutria.

(B) cujas clusulas tenham sido aprovadas pela autoridade competente ou estabelecidas unilateralmente pelo fornecedor de produtos ou servios, sem que o consumidor possa discutir ou modificar substancialmente seu contedo.

(C) que contm clusula estipulando execuo de servios sem a prvia elaborao de oramento e autorizao expressa do consumidor.

(D) em cujas clusulas prevalece-se da fraqueza ou ignorncia do consumidor, tendo em vista sua idade, sade, conhecimento ou condio social, para impingir- lhe produtos ou servios.

Questo n 9

Em relao ao casamento religioso, o Cdigo Civil dispe que, EXCETO:

(A) o registro civil do casamento religioso, celebrado com as formalidades exigidas no Cdigo, poder ser promovido a qualquer tempo, desde a sua realizao, independentemente de habilitao.

(B) o casamento religioso que atender as exigncias da lei para validade do casamento civil equipara-se a este, desde que registrado no registro prprio.

(C) o registro do casamento religioso se submete aos mesmos requisitos exigidos para o casamento civil.

(D) uma vez equiparado o casamento religioso ao casamento civil, produzir efeitos a partir da data de sua celebrao.

Questo n 10

Quanto separao judicial, dispe o Cdigo Civil que:

(A) o cnjuge, ainda que declarado culpado, no perder o direito de usar o sobrenome do outro.

(B) o cnjuge inocente no poder renunciar ao direito de usar o sobrenome do outro.

(C) decretada a separao judicial litigiosa, no lcito aos cnjuges restabelecer a sociedade conjugal.

(D) pe termo aos deveres de coabitao e fidelidade recproca e ao regime de bens.

Questo n 11

O grau e a linha de parentesco entre primos, conforme o Cdigo Civil, :

(A) segundo grau, na linha reta.

(B) terceiro grau, na linha colateral.

(C) quarto grau, na linha colateral.

(D) quarto grau, na linha reta.

Questo n 12

Na unio estvel, salvo contrato escrito entre os companheiros, aplica-se, quanto ao regime de bens:

(A) a comunho total.

(B) a separao total.

(C) a comunho parcial.

(D) a participao final nos aquestos.

Questo n 13

Dispe o Cdigo Civil que a herana:

(A) poder ser renunciada sob condio.

(B) no poder ser renunciada em parte.

(C) poder ser renunciada de forma tcita.

(D) no poder ser renunciada por escritura pblica.

Questo n 14

CORRETO afirmar que quando o documento a ser exibido estiver em poder de terceiro, o juiz:

(A) mandar intim- lo apresentao em 5 (cinco) dias, sob pena de busca e apreenso.

(B) mandar cit- lo para responder no prazo de 10 (dez) dias.

(C) ordenar, de imediato, sua busca e apreenso.

(D) mandar intim- lo para proceder exibio no prazo de 10 (dez) dias.

Questo n 15

Considera-se inepta a petio inicial quando:

(A) a parte for manifestamente ilegtima.

(B) o tipo de procedimento, escolhido pelo autor, no corresponder natureza da causa.

(C) o autor carecer de interesse processual.

(D) contiver pedidos incompatveis entre si.

Questo n 16

A citao vlida, ainda que ordenada por juiz incompetente:

(A) constitui em mora o devedor e suspende a prescrio.

(B) induz litispendncia e faz litigiosa a coisa.

(C) constitui em mora o devedor e interrompe a prescrio.

(D) torna prevento o juzo e interrompe a prescrio.

Questo n 17

Feita a denunciao da lide pelo ru, se o denunciado for revel:

(A) cumprir ao denunciante prosseguir na defesa at final.

(B) haver o julgamento antecipado da lide.

(C) o processo prosseguir entre o autor, de um lado, e de outro, como litisconsortes, o denunciante e o denunciado.

(D) o processo prosseguir entre o autor, de um lado, e de outro, o denunciado.

Questo n 18

A remunerao do perito ser paga:

(A) pelo ru quando ordenado o exame, de ofcio, pelo juiz.

(B) pelo ru quando ambas as partes requererem o exame.

(C) por ambas as partes quando requerido o exame pelo Ministrio Pblico e deferido pelo juiz.

(D) pela parte que houver requerido o exame.

Questo n 19

Na audincia preliminar, no obtida a conciliao, o juiz:

(A) declarar saneado o processo ordenando a produo das provas orais e designar a audincia de instruo e julgamento.

(B) fixar os pontos controvertidos, decidir as questes prejudiciais pendentes e, se necessrio, designar audincia de instruo e julgamento.

(C) decidir as questes processuais pendentes e, no havendo provas a serem produzidas, far o julgamento antecipado da lide.

(D) fixar os pontos controvertidos, decidir as questes processuais pendentes, determinar as provas a serem produzidas e, se necessrio, designar audincia de instruo e julgamento.

Questo n 20

A prova exclusivamente testemunhal s admitida nos contratos cujo valor no exceda:

(A) a 20 (vinte) vezes o maior salrio mnimo vigente no pas, ao tempo em que foram celebrados.

(B) o dcuplo do maior salrio mnimo vigente no pas, ao tempo em que foram celebrados.

(C) o dcuplo do maior salrio mnimo vigente no pas por ocasio da propositura da ao.

(D) a 20 (vinte) vezes o maior salrio mnimo vigente no pas por ocasio da propositura da ao.

Questo n 21

Julgada procedente a ao de prestao de contas e condenado o ru a prest-las no prazo de 48 (quarenta e oito) horas, no o fazendo, no lhe ser lcito impugnar as contas:

(A) que o perito nomeado apresentar.

(B) que o autor apresentar com a inicial.

(C) que o autor apresentar no prazo de 10 (dez) dias.

(D) que o autor apresentar at a senten

View more >