prova do enem azul quarta feira-gab

Download Prova do Enem Azul quarta feira-gab

Post on 31-Jul-2015

179 views

Category:

Education

6 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

1. EXAME NACIONAL DO ENSINO MDIO1 DIAESSA A COR DO SEU CADERNO DE PROVAS!MARQUE-A EM SEU CARTO-RESPOSTACADERNOPROVA DE CINCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIASPROVA DE CINCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIASLEIA ATENTAMENTE AS INSTRUES SEGUINTES1AZULO tempo disponvel para estas provas de quatro horas e trintaminutos.Reserve os 30 minutos finais para marcar seu CARTO-RESPOSTA. Osrascunhos e as marcaes assinaladas no CADERNO DE QUESTES nosero considerados na avaliao.Quando terminar as provas, entregue ao aplicador este CADERNO DEQUESTES e o CARTO-RESPOSTA.Voc somente poder deixar o local de prova aps decorridas duas horasdo incio da sua aplicao. Caso permanea na sala por, no mnimo,quatro horas aps o incio da prova, voc poder levar este CADERNO DEQUESTES.Voc ser excludo do exame caso:utilize, durante a realizao da prova, mquinas e/ourelgios de calcular, bem como rdios, gravadores,headphones, telefones celulares ou fontes de consulta dequalquer espcie;se ausente da sala de provas levando consigo oCADERNO DE QUESTES e/ou o CARTO-RESPOSTA antesdo prazo estabelecido;aja com incorreo ou descortesia para com qualquerparticipante do processo de aplicao das provas;se comunique com outro participante, verbalmente, porescrito ou por qualquer outra forma;apresente dado(s) falso(s) na sua identificao pessoal.1 82931041151267Este CADERNO DE QUESTES contm 90 questes numeradas de 1 a 90,dispostas da seguinte maneira:a. as questes de nmero 1 a 45 so relativas rea deCincias Humanas e suas Tecnologias;b. as questes de nmero 46 a 90 so relativas rea deCincias da Natureza e suas Tecnologias.Marque no CARTO-RESPOSTA, no espao apropriado, a opocorrespondente cor desta capa: 1-Azul; 2-Amarela; 3-Branca ou 4-Rosa.ATENO: se voc assinalar mais de uma opo de cor ou deixar todos oscampos em branco, sua prova no ser corrigida.Verifique, no CARTO-RESPOSTA, se os seus dados esto registradoscorretamente. Caso haja alguma divergncia, comunique-a imediatamenteao aplicador da sala.Aps a conferncia, escreva e assine seu nome nos espaos prprios doCARTO-RESPOSTA com caneta esferogrfica de tinta preta.No dobre, no amasse, nem rasure o CARTO-RESPOSTA. Ele no poderser substitudo.Para cada uma das questes objetivas, so apresentadas 5 opes,identificadas com as letras A , B , C , D e E. Apenas uma respondecorretamente questo.No CARTO-RESPOSTA, marque, para cada questo, a letra correspondente opo escolhida para a resposta, preenchendo todo o espao compreendidono crculo, com caneta esferogrfica de tinta preta.Voc deve, portanto,assinalar apenas uma opo em cada questo. A marcao em mais de umaopo anula a questo, mesmo que uma das respostas esteja correta.a.b.c.d.e.20102 APLICAO*azul75sab0* 2. 2010*azul75sab1*CINCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIASQuestes de 1 a 45Questo 1CH - 1 dia | Caderno 1 - AZUL - Pgina 1Nova Escola, n 226, out. 2009.A tirinha mostra que o ser humano, na busca de atendersuas necessidades e de se apropriar dos espaos,A adotou a acomodao evolucionria como forma de 3. impostas pelo meio ambiente.B utilizou o conhecimento e a tcnica para criarequipamentos que lhe permitiram compensar assuas limitaes fsicas.C levou vantagens em relao aos seres de menorestatura, por possuir um fsico bastante desenvolvido,que lhe permitia muita agilidade.D dispensou o uso da tecnologia por ter um organismoadaptvel aos diferentes tipos de meio ambiente.E sofreu desvantagens em relao a outras espcies,por utilizar os recursos naturais como forma de seapropriar dos diferentes espaos.Questo 2Se, por um lado, o ser humano, como animal, parteintegrante da natureza e necessita dela para continuarsobrevivendo, por outro, como ser social, cada dia mais 4. ao serem aproveitados, podem alterar de modo profundo afuncionalidade harmnica dos ambientes naturais.ROSS, J. L. S. (Org.). 5. . So Paulo: EDUSP, 2005 (adaptado).A relao entre a sociedade e a natureza vem sofrendoprofundas mudanas em razo do conhecimento 6. consequncia do avano da tcnica sobre o meio natural.A A sociedade aumentou o uso de insumosqumicos 7. e, assim,os riscos de contaminao.B O homem, a partir da evoluo tcnica, conseguiu 8. ! 9. C 10. # 11. $ recursos naturais so reversveis, o que, de certaforma, possibilita a recriao da natureza.D O desenvolvimento tcnico, dirigido para arecomposio de reas degradadas, superou osefeitos negativos da degradao.E As mudanas provocadas pelas aes humanassobre a natureza foram mnimas, uma vez que osrecursos utilizados so de carter renovvel.Questo 3Um fenmeno importante que vem ocorrendo nas ltimas 12. na Europa, principalmente em alguns pases comoAlemanha e ustria, onde houve uma brusca queda na 13. % 14. preocupante pelo fato de a maioria desses pases jter chegado a um ndice inferior ao nvel de renovao 15. $' 16. *+!! diminuio da natalidade europeia tem vrias causas, 17. // 18. / cultural e socioeconmico.OLIVEIRA, P. S. Introduo sociologia. So Paulo: tica, 2004 (adaptado).As tendncias populacionais nesses pases estorelacionadas a uma transformaoA na estrutura familiar dessas sociedades, impactada pormudanas nos projetos de vida das novas geraes.B no comportamento das mulheres mais jovens, que tmimposto seus planos de maternidade aos homens.C no nmero de casamentos, que cresceu nos ltimosanos, reforando a estrutura familiar tradicional.D no fornecimento de penses de aposentadoria, emqueda diante de uma populao de maioria jovem.E 19. ascenso, decorrente de pandemias na primeira infncia. 20. 2010*azul75sab2*CH - 1 dia | Caderno 1 - AZUL - Pgina 2Questo 4A bandeira da Europa no apenas o smbolo da UnioEuropeia, mas tambm da unidade e da identidadeda Europa em sentido mais lato. O crculo de estrelasdouradas representa a solidariedade e a harmonia entreos povos da Europa.Disponvel em: http://e 21. 7 8! Acesso em: 29 abr. 2010 (adaptado).A que se pode atribuir a contradio intrnseca entre o queprope a bandeira da Europa e o cotidiano vivenciadopelas naes integrantes da Unio Europeia?A 22. +;= 23. forjada e em que se pretendia a fraternidade entre ospovos traumatizados pela Primeira Guerra Mundial.B Ao fato de que o ideal de equilbrio implcito na 24. rivalidades regionais tradicionais.C Ao fato de que Alemanha e Itlia ainda so vistas 25. @ 26. B 27. F 28. K 29. N 30. D Ao fato de que a bandeira foi concebida porportugueses e espanhis, que possuem umaconvivncia mais harmnica do que as demaisnaes europeias.E Ao fato de que a bandeira representa asaspiraes religiosas dos pases de vocaocatlica, contrapondo-se ao cotidiano das naesprotestantes.Questo 5O crescimento rpido das cidades nem sempre acompanhado, no mesmo ritmo, pelo atendimento deinfraestrutura para a melhoria da qualidade de vida. 31. / 32. e tratamento de esgoto, de pavimentao de ruas,de galerias de guas pluviais, de reas de lazer, dereas verdes, de ncleos de formao educacional e 33. Q 34. T 35. / comum nessas cidades.ROSS, J. L. S. (Org.) 36. . So Paulo: EDUSP, 2009 (adaptado).Sabendo que o acelerado crescimento populacionalurbano est articulado com a escassez de recursos 37. $ de proteo ao meio ambiente, pode-se estabelecer oestmulo a uma relao sustentvel entre conservao eproduo a partirA do aumento do consumo, pela populao maispobre, de produtos industrializados para o equilibrioda capacidade de consumo entre as classes.B 38. $ 39. $ 40. W/ uma prtica rotineira nos grandes centros urbanosdos pases em desenvolvimento.C da diminuio acelerada do uso de recursos naturais,ainda que isso represente perda da qualidade devida de milhes de pessoas.D da fabricao de produtos reutilizveis ebiodegradveis, evitando-se substituies e descartes,como medidas para a reduo da degradaoambiental.E da transferncia dos aterros sanitrios para as partesmais perifricas das grandes cidades, visando-se preservao dos ambientes naturais.Questo 6O volume de matria-prima recuperado pela reciclagem/ 41. Q 42. No entanto, mais que uma forma de responder aoaumento da demanda industrial por matrias-primas e 43. no processo industrial.FYZ[] B Y^ _]`@` kDo nicho ao lixo. So Paulo: Atual, 1992 (adaptado).A prtica ab 44. global, a uma situao de sustentabilidade queA reduz o buraco na camada de oznio nos distritosindustriais.B ameniza os efeitos das chuvas cidas nos polospetroqumicos.C diminui os efeitos da poluio atmosfrica dasindstrias siderrgicas.D diminui a possibilidade de formao das ilhas decalor nas reas urbanas.E reduz a utilizao de matrias-primas nas indstriasde bens de consumo. 45. 2010*azul75sab3*Questo 7O mapa mostra a distribuio de bovinos no biomaamaznico, cuja ocupao foi responsvel pelo 46. # 47. $ w 48. T 49. contingente de bovinos, nas reas mais escuras domapa, entre 750 001 e 1 500 000 cabeas de bovinos. 50. ! # 51. icpiosDisponvel em: www.ibge.gov.br. Acesso em: 05 jul. 2008.A anlise do mapa permite concluir queA os estados do Par, Mato Grosso e Rondnia detma maior parte de bovinos em relao ao biomaamaznico.B 52. $ $/ pela maior produo de bovinos, segundo mostra alegenda.C a criao de bovinos a atividade econmicaprincipal nos municpios mostrados no mapa.D o efetivo de cabeas de bovinos se distribuiamplamente pelo bioma amaznico.E 53. $ 54. / 55. / 56. desenvolvimento da criao de bovinos.Questo 8De fato, que alternativa restava aos portugueses, aose verem diante de uma mata virgem e necessitando deterra para cultivo, a no ser derrubar a mata e atear-lhefogo? Seria, pois, injusto reprov-los por terem comeadodessa maneira. Toda via, podemos culpar os seusdescendentes, e com razo, por continuarem a queimar 57. !/ 58. ~@~ tanta terra limpa e pronta para o cultivo sua disposio.SAINT-HILAIRE, A. $ % 59. # 60. '(# 61. # [1847]. @ 62. ^ F$ _ 63. %USP, 1975 (adaptado).CH - 1 dia | Caderno 1 - AZUL - Pgina 3`!/aes sobre a prtica da queimadaem diferentes perodos da histria do Brasil. Segundo aanlise apresentada, os portuguesesA evitaram emi