prova de admissÃo - 1ª sÉrie - ensino mÉdio - .prova de admissÃo - 1ª sÉrie - ensino mÉdio

Download PROVA DE ADMISSÃO - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO - .PROVA DE ADMISSÃO - 1ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO

Post on 27-Sep-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • PROVA DE ADMISSO - 1 SRIE - ENSINO MDIO - 2007/2008

    Colgio Militar Dom Pedro II Novembro/2007 17/11/2007 permitida a reproduo apenas para fins didticos, desde que citada a fonte.

    1

    TEXTO 1 TEXTO 2

    TEXTO 3

    DEMOCRACIA

    Democracia um poltico burro montado num burro poltico. Os dois pensam (?) completamente diferente, mas acabam indo pro mesmo lugar: o preferido do burro. E no me pergunte qual deles.

    (FERNANDES, Millr)

    QUESTO 01

    Julgue os itens abaixo em (V) para VERDADEIRO ou (F) para FALSO e em seguida marque um (X) na alternativa CORRETA:

    I) Aps a leitura dos textos 1, 2 e 3, pode-se afirmar que abordam a mesma temtica e apresentam o mesmo gnero discursivo.

    II) Se o parntese fosse retirado do texto 3 no haveria prejuzo quanto pontuao e permaneceria o mesmo efeito semntico, pois o parntese, nesse caso, serve apenas para enfatizar a interrogao.

    III) Depois da leitura atenta do texto 3, possvel afirmar que no 1 perodo o autor faz um jogo com as palavras poltico e burro que funcionam morfologicamente como substantivo e adjetivo (poltico burro) e como adjetivo e substantivo (burro poltico), respectivamente.

    a) ( ) FVV

    b) ( ) FFV

    c) ( ) VVV

    d) ( ) FFF

    e) ( ) VFV

  • PROVA DE ADMISSO - 1 SRIE - ENSINO MDIO - 2007/2008

    Colgio Militar Dom Pedro II Novembro/2007 17/11/2007 permitida a reproduo apenas para fins didticos, desde que citada a fonte.

    2

    QUESTO 02

    Julgue os itens abaixo em (V) para VERDADEIRO ou (F) para FALSO e em seguida marque um (X) na alternativa CORRETA:

    I) Aps a leitura do texto 3, pode-se afirmar que o pronome demonstrativo deles destacado, no terceiro perodo, faz referncia palavra lugar.

    II) As vrgulas empregadas em Sinto muito, senhor, a festa s para scios!, texto 1, desempenham a funo de enfatizar o aposto.

    III) Em Os dois pensam (?) completamente diferente..., texto 3, o verbo destacado atua como verbo transitivo direto e apresenta como complemento, ou seja, como objeto direto, a expresso completamente diferente.

    a) ( ) Todos os itens so verdadeiros.

    b) ( ) Apenas o item I verdadeiro

    c) ( ) Todos os itens so falsos.

    d) ( ) Apenas o item II falso.

    e) ( ) Somente os itens I e II so falsos.

    TEXTO 4 TEXTO 5

    TEXTO 6

  • PROVA DE ADMISSO - 1 SRIE - ENSINO MDIO - 2007/2008

    Colgio Militar Dom Pedro II Novembro/2007 17/11/2007 permitida a reproduo apenas para fins didticos, desde que citada a fonte.

    3

    QUESTO 03

    Julgue os itens abaixo em (V) para VERDADEIRO ou (F) para FALSO e em seguida marque um (X) na alternativa CORRETA.

    I) No texto 4, as falas das personagens apresentam uma falha de concordncia, pois o sujeito no singular deve concordar com um verbo no singular obedecendo assim s regras de concordncia ideolgica.

    II) Quanto ao gnero textual correto afirmar que os textos 4,5 e 6 so classificados como cartum, propaganda e charge, respectivamente.

    III) No ttulo do texto 6, A voz dos excludos, o termo destacado, morfologicamente, pode ser classificado como substantivo.

    IV) comer e morar, no texto 5, podem funcionar semanticamente como sinnimo de uma comemorao que s seria possvel com o aumento do salrio mnimo para garantir alimentao e moradia.

    V) Em Ora, criticar fcil..., texto 6, o termo destacado pode ser classificado como interjeio, exprimindo impacincia.

    a) ( ) Somente os itens III e IV so verdadeiros.

    b) ( ) H apenas um item verdadeiro.

    c) ( ) Os itens I, II e III so falsos.

    d) ( ) H trs itens verdadeiros. e) ( ) Os itens I e V so falsos.

    QUESTO 04

    Julgue os itens abaixo em (V) para VERDADEIRO ou (F) para FALSO e em seguida marque um (X) na alternativa CORRETA:

    I) De acordo com a leitura do texto 5, correto afirmar que se trata de um dilogo entre dois desempregados. II) O verbo ver, no texto 6, quanto transitividade, classificado como verbo transitivo direto e precede uma

    orao subordinada substantiva predicativa, visto a presena do verbo de ligao na orao principal. III) No texto 4, a expresso destacada em Foram passar fome em So Paulo... atua sintaticamente como

    adjunto adnominal. IV) Em: marido desempregado, famlia desabrigada, filhos abandonados..., texto 6, possvel inferir que

    temos 3 oraes e que os termos destacados funcionam como predicativo do sujeito.

    a) ( ) FVFV

    b) ( ) FFFV

    c) ( ) FFVV

    d) ( ) VFFV

    e) ( ) FVVF

    TEXTO 7

  • PROVA DE ADMISSO - 1 SRIE - ENSINO MDIO - 2007/2008

    Colgio Militar Dom Pedro II Novembro/2007 17/11/2007 permitida a reproduo apenas para fins didticos, desde que citada a fonte.

    4

    TEXTO 8

    GENTE SUPERFATURADA

    [...] O verbo superfaturar [...] anda to valorizado nos ltimos anos, to exposto na cobertura de sucessivos escndalos, que vem tentando virar aquilo que no : um sinnimo perfeito de exagerar ou superestimar. Dificilmente atingir seu objetivo, mesmo em sentido figurado. Faturar um verbo enraizado demais no campo da economia.

    Apesar de tudo, ele faz o que pode. Dia desses, uma notcia de grande destaque na imprensa carioca informava que o governo Anthony Garotinho est sendo acusado de superfaturar em 50% o nmero de pessoas alfabetizadas no estado de 1999 a 2002. Doeu. Superfaturar significa cobrar preo excessivamente alto ou expedir fatura de venda com preo acima do realmente cobrado. possvel superfaturar gente, sim, mas s em regimes escravocratas.

    RODRIGUES, Srgio. Coluna Lngua viva. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 11 ago. 2002.

    QUESTO 05

    Julgue os itens abaixo em (V) para VERDADEIRO ou (F) para FALSO e em seguida marque um (X) na alternativa CORRETA.

    I) Os morfemas ou elementos mrficos so unidades significativas formadores de palavra. No texto 7, o acrscimo da letra s no final da palavra juro(s) deu um sentido especial resposta do garotinho e tambm causou uma mudana no campo semntico e na classificao morfolgica do vocbulo j citado.

    II) No texto 8, ao analisar morfologicamente a palavra superfaturar, possvel perceber a combinao de alguns elementos mrficos na sua construo, pois em superfaturar h uma combinao do prefixo super com o verbo faturar, classificados morfologicamente como substantivo e verbo, respectivamente.

    III) Em Anthony Garotinho est sendo acusado de superfaturar em 50% o nmero de pessoas alfabetizadas..., texto 8, revela que ele estava recrutando 50% das pessoas inseridas nos programas de alfabetizao para trabalharem em regime escravo.

    IV) De acordo com o ltimo perodo do texto 8, possvel superfaturar pessoas. V) correto substituir o ttulo do texto 8 por Gente exagerada sem causar prejuzo semntico ao texto, pois a

    palavra exagerada exerce a mesma funo morfossinttica da palavra superfaturada.

    a) ( ) VVVVV

    b) ( ) VFVVF

    c) ( ) VFFFF

    d) ( ) VFFVV

    e) ( ) VFFVF

    TEXTO 09

    1 Bebida gua Comida pasto. Voc tem sede de qu? Voc tem fome de qu? 5 A gente no quer s comida, A gente quer comida, diverso e arte A gente no quer s comida, A gente quer sada para qualquer parte. A gente no quer s comida, 10 A gente quer bebida, diverso, bal. A gente no quer s comida, A gente quer a vida como a vida quer.

    Bebida gua. Comida pasto. 15 Voc tem sede de qu? Voc tem fome de qu? A gente no quer s comer, A gente quer comer e quer fazer amor. A gente no quer s comer, 20 A gente quer prazer pra aliviar a dor. A gente no quer s dinheiro, A gente quer dinheiro e felicidade. A gente no quer s dinheiro, A gente quer inteiro e no pela metade.

    (Arnaldo Antunes)

  • PROVA DE ADMISSO - 1 SRIE - ENSINO MDIO - 2007/2008

    Colgio Militar Dom Pedro II Novembro/2007 17/11/2007 permitida a reproduo apenas para fins didticos, desde que citada a fonte.

    5

    TEXTO 10

    1 O preo do feijo no cabe no poema. O preo do arroz no cabe no poema. 5 no cabem no poema o gs a luz e o telefone a sonegao do leite da carne 10 do acar do po

    O funcionrio pblico no cabe no poema com seu salrio de fome 15 sua vida fechada em arquivos. Como no cabe no poema o operrio que esmerila seu dia de ao 20 e carvo nas oficinas escuras

    - porque o poema, senhores, est fechado: no h vagas

    25 S cabe no poema o homem sem estmago a mulher de nuvens a fruta sem preo

    O poema, senhores, 30 no fede nem cheira.

    (GULLAR, Ferreira. Toda poesia (1950-1980). 3. ed. Rio de Janeiro: Civilizao Brasileira, 1983. p. 224.)

    QUESTO 06

    Julgue os itens abaixo em (V) para VERDADEIRO ou (F) para FALSO e em seguida marque um (X) na alternativa CORRETA.

    I) Fazendo a leitura atenta do texto 10, pode-se afirmar que houve uma falha quanto concordncia verbal, pois o verbo caber ora empregado no singular, ora empregado no plural, revelando a quebra da regra que afirma que o verbo deve permanecer no plural nos casos de sujeitos compostos.

    II) Tradicionalmente, a conjuno e empregada com valor aditivo, mas, no texto 09 (linha 22), apresenta valor adversativo, pois liga dois termos incompatveis.

    III) O trecho O preo do feijo no cabe no poema, texto 10, quanto anlise sinttica apresenta a seguinte estrutura: sujeito + verbo transitivo direto + objeto direto + adjunto adverbial.

    IV) No trecho bebida gua, texto 09, o termo destacado funciona sintaticamente como verbo de ligao, pois precede um termo que atua como predicativo do sujeito.

    a) ( ) Todos os itens so falsos.

    b) ( ) Apenas o item II falso.

Recommended

View more >