prova certifica§£o interna bb 2007 prova azul

Download Prova Certifica§£o Interna BB 2007 Prova Azul

Post on 10-Jun-2015

1.219 views

Category:

Documents

10 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Gabarito 3 Prova Azul

PROGRAMA DE ASCENSO PROFISSIONALLEIA ATENTAMENTE AS INSTRUES ABAIXO.01 Voc recebeu do fiscal o seguinte material: a) este caderno, com as 180 questes das Provas Objetivas, todas com valor de 0,5 ponto, sem repetio ou falha, assim distribudas:COMRCIO GESTO DE EXTERIOR MARKETING Questes 1 a 20 Pginas 2a4 Questes 21 a 40 Pginas 5a9 GESTO DE PESSOAS Questes 41 a 60 Pginas 9 a 13 GESTO FINANCEIRA Questes 61 a 80 Pginas 13 a 15 GESTO DO CRDITO Questes 81 a 100 Pginas 16 a 23 RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Questes 101 a 120 Pginas 24 a 27 TEORIA GERAL DA ADMINISTRAO Questes 121 a 140 Pginas 28 a 31 AGRONEGCIOS Questes 141 a 160 Pginas 31 a 33 CONTROLES INTERNOS Questes 161 a 180 Pginas 33 a 37

b) 1 CARTO-RESPOSTA destinado s respostas s questes objetivas formuladas nas provas. c) 1 FOLHA DE RESPOSTAS (RASCUNHO) que poder ser preenchida e levada pelos candidatos. 02 Verifique se este material est em ordem e se o seu nome e nmero de inscrio conferem com os que aparecem no CARTO. Caso contrrio, notifique IMEDIATAMENTE o fiscal. Aps a conferncia, o candidato dever assinar no espao prprio do CARTO, preferivelmente a caneta esferogrfica de tinta na cor preta. No CARTO-RESPOSTA, o candidato dever assinalar tambm, no espao prprio, o gabarito correspondente s suas provas: 1 Verde, 2 Amarela, 3 Azul, 4 Branca . Se assinalar um gabarito que no corresponda ao de suas provas ou deixar de assinal-lo, ter as mesmas desconsideradas. No CARTO-RESPOSTA, a marcao das letras correspondentes s respostas certas deve ser feita cobrindo a letra e preenchendo todo o espao compreendido pelos crculos, a caneta esferogrfica de tinta na cor preta, de forma contnua e densa. A LEITORA TICA sensvel a marcas escuras; portanto, preencha os campos de marcao completamente, sem deixar claros. Exemplo: 05 A B C D E

03

-

04

-

Tenha muito cuidado com o CARTO, para no o DOBRAR, AMASSAR ou MANCHAR. O CARTO SOMENTE poder ser substitudo caso esteja danificado em suas margens superior ou inferior - BARRA DE RECONHECIMENTO PARA LEITURA TICA. Para cada uma das questes objetivas so apresentadas 5 alternativas classificadas com as letras (A), (B), (C), (D) e (E); s uma responde adequadamente ao quesito proposto. Voc s deve assinalar UMA RESPOSTA: a marcao em mais de uma alternativa anula a questo, MESMO QUE UMA DAS RESPOSTAS ESTEJA CORRETA. As questes objetivas so identificadas pelo nmero que se situa acima de seu enunciado. SERO DESCONSIDERADAS as provas do candidato que: a) se utilizar, durante a realizao das provas, de mquinas e/ou relgios de calcular, bem como de rdios gravadores, headphones, telefones celulares ou fontes de consulta de qualquer espcie; b)se ausentar da sala em que se realizam as provas levando consigo o Caderno de Questes e/ou o CARTORESPOSTA. Por medida de segurana, o candidato s poder retirar-se da sala aps 1(uma) hora a partir do incio das provas e NO poder levar o Caderno de Questes.

06

-

07 08

-

09

-

Reserve os 30 (trinta) minutos finais para marcar seu CARTO-RESPOSTA. Os rascunhos e as marcaes assinaladas no Caderno de Questes NO SERO LEVADOS EM CONTA. Quando terminar, verifique se ASSINALOU, NO CARTO-RESPOSTA, O NMERO DO GABARITO CORRESPONDENTE S SUAS PROVAS, entregue ao fiscal O CADERNO DE QUESTES E O CARTO-RESPOSTA e ASSINE A LISTA DE PRESENA. O TEMPO DISPONVEL PARA ESTAS PROVAS DE QUESTES OBJETIVAS DE 6 (SEIS) HORAS. As questes e os gabaritos das Provas Objetivas sero divulgados, dois dias aps a realizao dos exames, no website (https://seguro.cesgranrio.org.br/bb/logon.aspx).

10

-

11 12

-

Maro / 2007

COMRCIO EXTERIOR1Existem diversos termos tcnicos que so freqentemente utilizados nas operaes de comrcio exterior. O domnio dessas palavras ou siglas agiliza o entendimento do assunto que est sendo tratado e evita interpretaes erradas por parte dos profissionais. Um desses termos tcnicos CCR, cujo significado : (A) Carta de Crdito Renovvel. (B) Contrato de Comrcio Rentvel. (C) Contrato de Crditos Recebveis. (D) Contrato de Cmbio Recproco. (E) Convnio de Crditos Recprocos.

5O comrcio internacional, pela sua natureza, deve ser livre e competitivo, porm alguns pases tomam medidas protecionistas com a finalidade de resguardar o mercado interno. Essa proteo comercial feita atravs de subsdios, barreiras tarifrias, barreiras no tarifrias, taxas mltiplas de cmbio e exigncias administrativas como licenciamento prvio das importaes. Tal postura se destina proteo de: I II III IV V VI VII mercadorias; servios; produo; meio ambiente; trabalho; capital; mo-de-obra.

2O Brasil um pas que, na rea do comrcio exterior, considerado um dos mais avanados no que se refere aos controles das exportaes e importaes. Em 1993, por exemplo, o Brasil informatizou todos os controles de exportao atravs do Siscomex. Para cumprir com as exigncias brasileiras, um exportador dever obter no Siscomex o denominado Registro de Exportao (R.E.). A respeito desse documento, correto afirmar que: (A) destinado ao controle administrativo, aduaneiro e cambial. (B) um Registro do Exportador para efeito de cadastramento. (C) no obrigatrio na exportao brasileira, pois os controles cambial e aduaneiro se fazem atravs do contrato de cmbio. (D) somente exigido em operaes sem cobertura cambial e amostras. (E) somente serve para controle aduaneiro.

Esto corretos somente os itens: (A) I e II (B) II, III e IV (C) III, IV, V e VI (D) IV, V, VI e VII (E) VI e VII

6O objetivo do Direito Aduaneiro disciplinar os controles de ingressos e sadas de veculos, pessoas e mercadorias em harmonia com os tratados internacionais dos quais o Brasil signatrio. O conjunto de normas aduaneiras internas aplicvel s importaes, exportaes e atividades de comrcio exterior, respeitando os acordos internacionais sobre valorao aduaneira, classificao de mercadorias e cooperao internacional em matria aduaneira. Assim, o Direito Aduaneiro apresenta uma ambivalncia entre normas internas e internacionais. Diante desse panorama, pode-se afirmar corretamente que o Direito Aduaneiro brasileiro tem uma direo: (A) interna, pois somente deve tratar de assuntos aduaneiros brasileiros. (B) universal, pois as normas aduaneiras locais devem estar harmonizadas com os procedimentos em nvel mundial. (C) voltada somente para o fluxo de pessoas e veculos no territrio nacional e no Mercosul. (D) voltada exclusivamente para o fluxo comercial de exportao e importao no mbito da Amrica Latina, por fora dos acordos. (E) focalizada exclusivamente no Mercosul, por fora do bloco econmico.

3A teoria econmica se caracteriza pelos diferentes pontos de vista com que tratado um mesmo assunto. Um dos aspectos a ser considerado nessa anlise o Custo de Oportunidade, que significa: (A) oportunidade de negcios. (B) alternativas de desenvolvimento. (C) teoria que considera todos os fatores de produo e no apenas o fator trabalhista. (D) fatores climticos que favorecem a oportunidade comercial. (E) custos abaixo da produo domstica.

4No comrcio internacional, nestes tempos de globalizao, alguns pases praticam um comrcio desleal com a finalidade de ganhar mercado. Esse comportamento causa srios danos ao concorrente local no pas de destino das mercadorias. Os pases atingidos por essa conduta predatria adotam as mais diversas barreiras, como, por exemplo, defesa comercial. Uma das formas de comrcio desleal mais praticada o chamado dumping, que consiste em exportar: (A) atravs de monoplio, com preos combinados. (B) atravs de formao de cartel de empresas. (C) sem o controle aduaneiro, praticando descaminho ou contrabando. (D) com preos acima do lucro normal, praticando superfaturamento. (E) com preos abaixo do custo de produo.

7A tendncia atual dos pases, principalmente fronteirios, a formao de blocos econmicos, adotando polticas de desenvolvimento conjuntas e buscando as solues de seus problemas de forma comunitria. O pensamento econmico define uma srie de fases para a constituio de um bloco econmico. Assinale a opo que apresenta essas fases, na seqncia em que ocorrem. (A) Zona de Livre Comrcio, Unio Aduaneira, Mercado Comum, Unio Econmica e Integrao Econmica Total. (B) Diplomtica, econmica, bancria, empresarial e financeira. (C) Fronteiria, logstica, diplomtica, comercial e poltica. (D) Poltica, econmica, comercial, financeira e aduaneira. (E) Acordos Bilaterais, Acordos Multilaterais, Tratados Comerciais, Unio Aduaneira e Integrao Total.

2PROVA 3 - AZUL

8A FAO Organizao das Naes Unidas para a Alimentao e Agricultura, criada em 1945, tem como finalidade principal fomentar o bem- estar geral, intensificando as aes individuais e coletivas com vistas a: (A) promover a paz entre as naes sob sua jurisdio. (B) promover o comrcio internacional com vantagem para os pases em desenvolvimento. (C) promover a proteo ao meio ambiente atravs das ONG. (D) elevar os nveis de vida, nutrio, produo, distribuio de produtos agrcolas e alimentos nas naes sob sua jurisdio. (E) incentivar o intercmbio cultural entre os pases desenvolvidos e subdesenvolvidos.

12A atividade exportadora, em qualquer pas, necessita do apoio financeiro, atravs de financiamentos bancrios ou governamentais. No caso brasileiro existem diversas linhas de financiamento para incentivar as vendas externas, operaes que trazem um gio ou desgio bastante favorvel empresa exportadora. Na rede bancria nacional, o exportador brasileiro pode utilizar-se do Adiantamento de Contrato de Cmbio (ACC) ou do Adiantamento de Cambiais Entregues (ACE), como formas de viabilizar a venda externa. Do ponto de vista do risco financeiro bancrio, pode-se afirmar corretamente que o: (A) ACE oferece risco financeiro aos Bancos, pois uma exportao a prazo e a mercadoria ainda no chegou ao destino. (B) ACC no oferece risco financeiro aos Bancos, pois o export