prÓtese segmentar de costela para cÃes: da w3.ufsm.br/ppgmv/images/dissertacoes2013/antonio soares

Download PRÓTESE SEGMENTAR DE COSTELA PARA CÃES: DA w3.ufsm.br/ppgmv/images/dissertacoes2013/Antonio Soares

Post on 12-Dec-2018

215 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA

CENTRO DE CINCIAS RURAIS

PROGRAMA DE PS-GRADUAO EM MEDICINA

VETERINRIA

PRTESE SEGMENTAR DE COSTELA PARA

CES: DA CRIAO AVALIAO IN VIVO

DISSERTAO DE MESTRADO

Antonio Soares Coutinho Junior

Santa Maria, RS, Brasil

2013

2

PRTESE SEGMENTAR DE COSTELA PARA CES: DA

CRIAO AVALIAO IN VIVO

por

Antonio Soares Coutinho Junior

Dissertao apresentada ao Curso de Mestrado do Programa de

Ps-Graduao em Medicina Veterinria, rea de concentrao em

Cirurgia Veterinria, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM- RS),

como requisito parcial para obteno do grau de

Mestre em Medicina Veterinria

Orientador: Prof. Dr. Alceu Gaspar Raiser

Santa Maria, RS, Brasil

2013

3

2013

Todos os direitos autorais reservados a Antonio Soares Coutinho Junior. A reproduo

de partes ou do todo deste trabalho s poder ser feita com autorizao por escrito do

autor. Endereo: Av. Roraima, 1000, Hospital Veterinrio Universitrio. Bairro

Camobi, Santa Maria, RS, 97110-000. Fone (0xx)55 32208167; End. Eletrnico:

antonioscj@gmail.com

mailto:antonioscj@gmail.com

4

Universidade Federal de Santa Maria

Centro de Cincias Rurais

Programa de Ps-Graduao em Medicina Veterinria

A Comisso Examinadora, abaixo assinada,

aprova a Dissertao de Mestrado

PRTESE SEGMENTAR DE COSTELA: DA CRIAO

AVALIAO IN VIVO

elaborada por

Antonio Soares Coutinho Junior

como requisito parcial para obteno do grau de

Mestre em Medicina Veterinria

COMISSO EXAMINADORA:

______________________________________ Alceu Gaspar Raiser, Prof. Dr. (UFSM)

(Presidente/Orientador)

______________________________________ Maurcio Veloso Brun, Prof. Dr. (UFSM)

__________________________________________

Marcelo Weinstein Teixeira, Prof. Dr. (UFRPE)

__________________________________________

Ney Lus Pippi, Prof. Dr. (UFSM)

(Suplente)

Santa Maria, 04 de setembro de 2013

5

AGRADECIMENTOS

Agradeo aos elementos mais importantes e que possibilitaram este

experimento:

A Deus primeiramente, criador de todas as coisas e todos os seres, possibilitador

de todos os acontecimentos.

Aos meus pais, por todo amor dedicado em minha criao, pelo no poupar de

esforos em me trazer novamente a vida (muito obrigado) e pela constante luta em

minha formao. Sem os quais eu nada seria. Amo vocs.

Ao meu mestre e orientador Dr. Alceu Gaspar Raiser, lenda viva da medicina

veterinria, com o qual pude conviver durante esta etapa de minha vida profissional,

acrescentando inmeros conhecimentos minha formao. O senhor foi o motivo de

minha vinda UFSM, e com toda simplicidade e sabedoria me guiou neste importante

perodo de crescimento profissional, muito obrigado.

Agradeo em especial Designer Julieta Soares de Alencar Neta, minha irm,

que com sua destreza e criatividade, transformou uma ideia em um objeto pela produo

dos moldes em silicone que possibilitaram a confeco e padronizao das prteses.

Ao Odontologista Dr. guedo Aragones, por toda instruo, conhecimento

cientfico e fornecimento dos biomateriais utilizados neste experimento, a quem sou

eternamente grato.

Ao funcionrio do LMCC-UFSM Joo Francisco Nunes Maciel por toda

colaborao prestada nas avaliaes biomecnicas desta pesquisa.

Ao Mdico Veterinrio Eduardo Massuda por toda ajuda, colaborao e

realizao das avaliaes histolgicas deste experimento.

6

Shalon fios cirrgicos pelo fornecimento dos fios utilizados nesta pesquisa,

em especial a consultora Mirian Trombetta, agradeo pela fundamental colaborao.

A minha equipe de experimentao composta por: Sabrina Bumer (anestesista),

Maicol Ache Cancian (auxiliar de cirurgia), Shaiane Mejolaro

(auxiliar de anestesia),

Patrcia Kohlrausch (auxiliar de anestesia),

Srgio Santalucia

(2

o cirurgio); Jorge Luiz

Costa Castro (consultor de experimentao) Andr Vasconcelos Soares

(orientao

anestsica).

Em especial agradeo ao meu co-orientador Professor Dr. Maurcio Veloso

Brun, pela orientao dos mtodos videolaparoscpicos e pelas orientaes sobre a

realizao deste experimento as quais foram decisivas para sua realizao.

Ao CNPq pelo apoio financeiro obtido por meio do projeto 307464/2011-3

E por fim, seno o mais importante dos agradecimentos, aos ces utilizados

nessa pesquisa, os quais encontraram uma nova vida em suas novas casas aps a

realizao dessa experimentao.

Muito Obrigado!

javascript:abrirPrestacao('411031','1')

7

RESUMO

A necessidade de tcnicas para reconstruo da parede torcica na perda de

segmentos de costelas em ces definiu a linha de pesquisa a ser desenvolvida,

estimulando criao de prteses segmentares de costela. Seis diferentes modelos

foram avaliados mediante ensaios biomecnicos compressivos, definindo o modelo

intercortical como o de melhor aplicabilidade. Buscando avaliar o modelo desenvolvido,

e na busca do melhor material para produo destas, foram produzidas prteses com

dois materiais: polimetilmetacrilato (PMMA - grupo I) e cido poliltico (PLA grupo

II). As prteses foram aplicadas e avaliadas clinicamente, por exames radiogrficos,

toracoscpicos e histolgicos, sendo ambas capazes de substituir o segmento lateral da

6 costela esquerda de ces avaliados at 360 dias ps-implantao.

Palavras-chave: desenvolvimento de prtese, reconstruo costal, neoplasma torcico,

trauma torcico, toracoscopia.

ABSTRACT

The need for techniques to chest wall reconstruction in the loss of ribs segments

defined line of research to be developed, encouraging the creation of prosthetic

segmental of rib (six models), which were evaluated by biomechanical compression

defining the model intercortical such as improved workability. Trying to evaluate the

developed model and the search of the best material for the production of these were

produced with two prosthetic materials: polymethylmethacrylate (PMMA - group I) and

polylactic acid (PLA - group II). Implants were applied and evaluated clinically by

radiographic, histologic and thoracoscopic exams. Both groups were able to replace the

lateral segment of the 6th

left rib dog evaluated up to 360 days post-implantation.

Key words: development of prosthetic, costal reconstruction, thoracic neoplasm, chest

trauma, thoracoscopy.

8

LISTA DE FIGURAS

CAPTULO 1

Figura 1:

Modelos de prteses segmentares de costela, com demonstrao

das formas de produo e mtodos de avaliao biomecnica

utilizando prensa de ensaios compressivos (Solotest CBR-

Califrnia)........................................................................................

27

CAPTULO 2

Figura 1:

Imagens videotoracoscpicas de avaliao por toracoscopia

paraxifide transdiafragmtica, demonstrando cavidade torcica

pr-implantao e ps-implantao de prtese segmentar de

costela. Imagens d/e/f - radiografias torcicas de unidade

experimental do grupo 1 (PMMA) em projeo lateral esquerda

aos 0 e 29 dias ps-implantao e aos 30 ps-reinterveno.

Imagens g/h/i - radiografias torcicas de unidade experimental

do grupo 2 em projeo lateral esquerda aos 0 e 29 dias ps-

implantao e aos 360 ps-reinterveno......................................

47

Figura 2: Imagens histolgicas das unidades experimentais do grupo 1

(PMMA) Demonstrando padro de reao tecidual com

neoformao ssea e grande deposio de mantos de

colgeno.........................................................................................

48

Figura 3: Imagens histolgicas das unidades experimentais do grupo 2

(PLA) Demonstrando padro de reao tecidual do tipo corpo

estranho com presena de inflamao

granulomatosa................................................................................

49

9

LISTA DE TABELAS

CAPTULO 1

Tabela 1:

Tabela 1 Mdia e desvio padro (SD) dos valores, em Newtons

(N), obtidos em teste de compresso lateral, utilizando prensa de

ensaios universais CBR-Califrnia..................................................

28

10

SUMRIO

1. INTRODUO.............................................................................................. 11

2. CAPTULO 1 - Desenvolvimento e avaliao biomecnica de prtese

segmentar de costela para ces....................................................................... 14

3. CAPTULO 2 - Prteses segmentares de costela (modelo intercortical)

produzidas com polimetilmetacrilato e cido poliltico em ces: estudo

clnico, videolaparoscpico, radiogrfico e histolgico de

biocompatibilidade.......................................................................................... 29

4. COMENTRIOS FINAIS........................................................................... 50

5. CONCLUSES................................

Recommended

View more >