projetos - .gansos e girinos. no lago, jogamos alimen-to para os peixes. eles comeram tudo! ......

Download Projetos - .gansos e girinos. No lago, jogamos alimen-to para os peixes. Eles comeram tudo! ... curiosidade,

Post on 10-Nov-2018

217 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Esta Edio do jornal ISTO SAGRADO chega s suas mos, mostrando a dinmica de nosso Colgio que, sendo referncia na rea Educacional em Belo Horizon-te, proporciona aos alunos diferentes formas de vivenciar seu Processo Educativo. Reafirmamos a Misso da nossa Escola: educar crianas e jovens, preservando valores cris-tos, para que, conscientes de seu papel transformador da realidade, possam ser comprometidos com seu processo de aprendizagem, alm de sujeitos crticos e criativos em suas aes frente aos desafios da conjuntura atual.

    Neste Jornal, so apresentadas realizaes da escola no primeiro semestre, perodo em que professores e alu-nos estiveram envolvidos no Projeto Pedaggico, o qual engloba o processo de sala de aula, onde o ser aluno e o ser professor so solidrios nas mudanas de paradigmas, na descoberta de novas leituras, de novas abordagens, de novas formas de interpretar os fatos e situaes. E fora de sala, na realizao de Projetos e Trabalhos de Campo de-senvolvidos com alunos da Educao Infantil ao Ensino Mdio, os quais buscam o favorecimento da aplicao do conhecimento. Tais Projetos colocam o aluno frente a um contexto em que a observao, a experimentao e a in-vestigao fazem com que a aprendizagem se torne mais significativa.

    O SAGRADO, em seu dinamismo crescente alm do aprimoramento no processo pedaggico, realizou neste semestre vrios eventos, tais como a Festa de Pentecos-tes, festa da Congregao das Irms Missionrias Servas do Esprito Santo com F, ARTE e CONVIVNCIA, Festa Junina, o SAGRADO ARRAI, que foi um momento de grande CONFRATERNIZAO, com a presena de alu-nos, familiares e convidados...

    No ms de maio, as coroaes de Nossa Senhora com homenagem s mes trouxeram Escola a presena da famlia do Infantil e Fundamental, que compartilharam intensamente deste momento de espiritualidade!

    A participao dos alunos do Ensino Fundamental e Ensino Mdio em diversas competies esportivas entre escolas particulares trouxe entusiasmo e alegria a todos, pelas vitrias e destaques conquistados. Manh de Arte e Lazer... Dias de Formao e Convivncia ...

    Tantas atividades neste primeiro semestre fizeram do Sagrado um Espao Cultural de grande relevncia!

    Outro ponto alto de nosso Colgio este ano foi o investimento em novas tecnologias. O Colgio adquiriu computadores de ponta para o laboratrio de inform-tica, para salas de aula e para diversos setores da escola, e tem investido na capacitao de professores, de alunos e de funcionrios.

    Tudo o que acontece em nosso Colgio conta com o empenho incansvel dos professores, funcionrios, alu-nos e famlias os quais, imbudos da Misso da Escola, envolvem-se no Grande Projeto Educacional, em que jun-tos tecem a VIDA conscientes de que A FELICIDADE no est no comeo , nem no fim e sim na TRAVESSIA... paro-diando Guimares Rosa.

    Espero que gostem do nosso jornal e nos colocamos disposio para su-gestes da prxima edio.

    Regina Folsta - Gestora Educacional

    Projetos: uma maneira

    significativa de aprender

    editorial Povo Patax agita o Sagrado

    Ler e Escrever um Cdigo da Modernidade

    pg 4

    pg 6 e 7

    Novas tecnologias em alta no Sagrado

    pg 11

    ENEM - novo desafio para o ingresso na universidade

    pg 12

    Festa Junina: o animado Sagrado Arrai

    pg 12

    Pentecostes comemorado com F, Arte e Convivncia

    pg 12

  • Na quinta-feira, dia 14-05-2009, pegamos o nibus na porta da escola e fomos visitar o Parque Municipal, na Avenida Afonso Pena, centro da cidade.

    Fomos recebidos pelo monitor Ricardo que conversou conosco sobre a importncia do parque. Antigamen-te, o parque era uma grande chcara. Ele foi construdo com inspirao nos parques franceses. Amrico Renn Giannetti foi prefeito da cidade e or-ganizou a primeira grande reforma do parque.

    Enquanto conversvamos, vimos vrios gatos. O Ricardo nos disse que esses gatos esto sendo abandonados pelos seus donos no Parque Munici-pal. Isso tem contribudo para o de-sequilbrio do ecossistema do parque, pois os gatos esto comendo os ps-saros e sapos. Sendo assim, o Parque Municipal est promovendo uma campanha de adoo de gatos pela populao.

    Depois da conversa com o mo-nitor, fomos andar pela Alameda do

    Pau-Rei. Conhecemos a rvore cha-mada saboneteira. Ela tem esse nome porque seus frutos eram usados para fazer sabo, para lavar as roupas dos soldados. Vimos tambm a rvore do pau-rei.

    Caminhando pela alameda, che-gamos ao lago, onde vimos marrecos, c-gados, peixes, patos, gansos e girinos. No lago, jogamos alimen-to para os peixes. Eles comeram tudo!

    Fomos ao antigo bebedouro dos burros. O pequeno lago com plantas aquticas chamado assim porque antigamente as pesso-as andavam montadas em burros e paravam naquele local para os burros beberem gua.

    Fizemos nosso lanche em um lugar

    agradvel, rodeado por rvores e ani-mais. Ficamos encantados com os mi-cos que pulavam nas rvores.

    Depois do lanche, fizemos bor-boletas de papel com a orientao da Dona Augusta. Aps esse momento, a

    turma do Infantil IV pas-seou na trilha das borbo-letas. As crianas ficaram encantadas com a beleza do local e descobriram que l existem 84 espcies de borboletas e que elas se alimentam tambm de fezes de animais.

    Chegou a hora de nos prepararmos para retornar escola. Pega-mos o nibus de volta e chegamos felizes. Foi um dia muito agradvel que passamos em contato com a natureza no centro da nossa cidade!

    Jacqueline Lima Infantil IV

    Patrcia Vasconcelos 2 Ano do EF I

    A educao fsica no infAntila partir de 2009

    com professor especializado!As aulas de Educao Fsica no

    Infantil esto voltadas para o desen-volvimento integral da criana, onde ela estimulada a conhecer a si mes-ma, testar seus limites, compreender e extrapolar seus gestos, criar novos movimentos, e desta forma, superar suas dificuldades, tudo isto de uma maneira ldica e prazerosa. A Educa-o Fsica trabalha a coordenao mo-tora e engloba tambm atividades que exercitam o raciocnio, a resoluo de problemas, a criatividade, a criti-cidade e outras atitudes importantes para a vida da criana. Desta manei-ra, o aluno incentivado a trabalhar o movimento de forma consciente, momento no qual ele estar disposto a refletir, fazer associaes, exercer

    Os primeiros anos de vida escolar representam importante momento da criana se afastar do seu universo simblico de origem (pais, famlia) para re-conhecer a sua identidade, o seu nome. A ida escola uma for-ma de adquirir ou rever o conhe-cimento que cada criana traz consigo, por meio das histrias, das cantigas, da observao de fotos e imagens...

    A adaptao dos alunos pas-sa pela construo de vnculos com a professora e com os cole-gas, bem como pela identificao com os mesmos nas semelhanas e ou diferenas, tendo em vista o desenvolvimento de atitudes mobilizadoras da aprendizagem: curiosidade, interesse, persistn-cia, independncia e reflexo.

    Professora Olinda Soldati - Infantil II

    Quemsou eu?

    P r o j e t o i d e n t i d a d e

    e desenvolver sua autonomia, ques-tionar, confrontar-se com situaes-problema e encontrar solues por si prprio.

    Adriana Batista

    Professora de Educao Fsica

    Infantil e Fundamental I

    InfantIl IV e 2 ano do EF

    visitam oParque Municipal

    Amrico Renn

    Giannetti

    PARA SABER MAIS!!

    EcoSSIStEMA: uma co-munidade de seres vivos que interagem entre si e com o meio ambiente ao qual pertencem. o Par-que Municipal um gran-de ecossistema no centro da nossa cidade, por isso muito importante a sua preservao.

    AlAMEdA: rua cercada por rvores dos dois lados que se juntam no alto, forman-do sombra no local. Fize-mos um agradvel passeio pela Alameda do Pau-Rei no Parque Municipal.

    Informativo do Colgio Sagrado Corao de Jesus Ano XVI n 40 - fevereiro a julho 2009 2

    ANA JLIA CLARA DIEGO

    GIOVANA ISABELA

    LAURA LUISA

    LUIZA FRAGAJOS

    MARIA EDUARDA MARIA FERNANDA

    SOFIA TIAGO

  • infAntil V realiza o projeto identidade:

    O grupo e as abelhasAo iniciarmos o ano letivo, pen-

    samos num momento da construo do grupo e da sua identidade.

    A proposta desse projeto auxi-liar no conhecimento da identidade de cada um e na construo da identi-dade do grupo, propondo-lhes relacio-nar o nosso modo de vida com o das abelhas.

    Para entendermos o Projeto Iden-tidade, o Grupo e as Abelhas faz-se necessrio refletir sobre: O que identidade? O que viver em grupo? E as abelhas, como podem influenciar a construo da nossa identidade? Como as abelhas contribuem na for-mao do grupo?

    A identidade construda no contato com o outro. Nas diferenas e semelhanas, ao nos percebemos en-quanto sujeitos dentro de um contexto scio-poltico-cultural. Identidade mais que identificao, ela constru-da no contato com o mundo e nas di-versas leituras que realizamos ao lon-go da vida. Desta forma, quanto maior o conhecimento de mundo, maior a

    possibilidade de reconhecimento, de adaptao e de desenvolvimento do pensamento crtico to necessrio ao cidado atuante e transformador.

    Ao pensarmos na construo da identidade, pensamos tambm no grupo. Pensar no grupo pensar em adaptao, construo de vnculos, identificao, prazer, desprazer, con-cordncias e divergncias, garantindo a troca e, consequentemente, a apren-dizagem.

    Observando as abelhas, perce-bemos pequenos seres vivos que al-gumas vezes passam despercebidos pela nossa vida. Esses pequenos seres nos ensinam a importncia de viver em sociedade, dividindo tarefas; com-partilhando... Verdadeiro exemplo de estrutura organizacional, onde se tra-balha pelo coletivo.

    O trabalho realizado em conjun-to, apresenta resultado mais rpido e satisfatrio. As abelhas so bichi-nhos curiosos! Enquanto uns traba-lham, outros descansam, enquanto uns morrem, outros vivem..

Recommended

View more >