projeto plataforma ceara de musica

Download Projeto plataforma ceara de musica

Post on 24-Jul-2016

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

  • APRESENTA:

  • A Plataforma Cear de Msica visa reunir grupos e produ-es de msica instrumental do Cear, gerando um calen-drio de aes distribudas em todas as regies do estado, subsidiando financeiramente esses artistas e fortalecendo sua atuao no campo cultural.

    Desdobramento da Plataforma de Circulao de Msica e Artes Cnicas no Cear (2014/2015), o projeto concentra na circulao de espetculos de msica instrumental, con-templando seis grupos/artistas cearenses com excelentes repercusses da crtica: Astronauta Marinho, Ananias Gois, Carlinhos Patriolino, Marimbanda, Murmurando CE e a Or-questra Popular do Nordeste.

    A Plataforma vai levar a fruio musical gratuita para todo o estado. Sero 54 apresentaes em 18 cidades. Cada es-petculo se apresenta nove vezes, incluindo 3 espetculos em Fortaleza no itinerrio. Os cinco grupos tambm deve-ro protagonizar trs atividades formativas junto a artistas e interessados dos municpios que vo receber oficinas, workshops, debates e laboratrios.

    RESUMO

  • 01 de abril de 2016 30 de setembro de 2016

    Fortaleza. Cada grupo escolher o local de apresentao para 3 espetculos e uma ao formativa em Fortaleza. Na Plataforma de 2014/15 foram entre outros os 3 Cucas de Fortaleza, o Theatro Jos de Alencar, o Teatro do SESC o IFCE entre outros que receberam os shows do projeto.

    Pelo menos 18 municpios do interior do Cear sero con-templados pelo projeto. A produo de cada grupo esco-lher pelo menos trs municpios cearenses para a realiza-o de seis apresentaes e dois aes de formao, sendo de responsabilidade do grupo estabelecer parcerias com as prefeituras e equipamentos culturais para viabilizar a infra-estrutura necessria para a realizao dos concertos.

    PERODO

    LOCAIS DE REALIZAO

    DEMAIS LOCAIS DO PROJETO

  • Razo social: Instituto Girndola

    CNPJ: 07.821.751/0001-18

    Endereo: Rua Baro do Rio Branco, 1071,

    sala 403, 60.025-060 Fortaleza CE

    e-mail: culturafortaleza@gmail.com

    Responsvel: Lenildo Monteiro Gomes

    Cargo: Coordenador Geral

    CPF: 284.679.222-49

    Tel: (85) 99959 7240

    e-mail: lenildomonteirogomes@gmail.com

    DADOS DO PROPONENTE

  • A Plataforma Cear de Msica surge com a ideia de reunir grupos e produes artsticas de msica instrumental do Cear, gerando um calendrio de aes distribudas em todas as regies do es-tado, subsidiando financeiramente esses artistas e fortalecendo sua atuao no campo cultural. Alm da insero dos artistas e do intercmbio, o estado do Cear passar a se reconhecer

    DESCRIO DO PROJETO

  • como produtor da msica instrumental autoral rea geralmen-te pouco percebida - resultando no aumento da auto-estima dos produtores e msicos. Desdobramento da Plataforma de Circu-lao de Msica e Artes Cnicas no Cear, realizada com sucesso entre 2014 e 2015, o presente projeto concentra a circulao de espetculos na linguagem da msica instrumental.

  • A cena musical do Estado conta com instrumentistas, grupos e compositores que desafiam as limitaes de educao musical formal e chamam ateno por constituir trabalhos extremamen-te ricos e variados. Sero contemplando seis grupos/artistas cearenses com excelentes repercusses da crtica e de estilos diversificados. Trs deles, Ananias Gois (https://www.youtube.com/user/ananiasgois), Murmurando (https://www.facebook.com/grupomurmurando) e Astronauta Marinha (http://tnb.art.br/rede/astronautamarinho), foram selecionados para participar no Laboratrio Criativo da Escola de Arte Porto Iracema, equipa-mento ligado ao Centro Drago do Mar de Arte e Cultura, maior equipamento cultural do Cear.

  • A Orquestra Popular do Nordeste (http://orquestra popular do nordeste.blogspot.com.br/) uma iniciativa nova de estudantes de Msica da Universidade do Cear-UECE, e visa unir as vivn-cias da prtica musical com os estudos da msica erudita, crian-do um trabalho independente, original e criativo. A ficha tcnica da OPN contm 12 msicos, tocando instrumentos de corda (vio-lino, violoncelo, viola, contrabaixo, violo, cavaquinho, bandolim), de sopro (clarinete, flauta) e de percusso. Outros grupos como a Marimbanda (https://www.facebook.com/Marimbanda/) com 16 anos de carreira e Carlinhos Patriolino (http://www.carlinhos-patriolino.com.br/) que acompanhou durante nove anos o cantor Emlio Santiago e muito outros msicos com seu bandolim so da gerao antiga com ampla experincia.

    Cada formao se apresentar nove vezes no Cear trs vezes na capital e seis vezes em pelo menos trs municpios fora das fronteiras municipais de Fortaleza. Oferece ainda trs atividades formativas - oficinas, workshops, debates, laboratrios - para msicos e demais interessados dos municpios contemplados.

    A vivncia com artistas e suas obras fora do contexto de apre-sentao importante para realizar um trabalho de aprofunda-mento sobre forma, esttica e metodologia de cada trabalho, abrindo processos criativos e incentivando produo artstica, alm de ensejarem com um pblico de no artistas novas possi-bilidades de conhecimento esttico.

  • As 54 apresentaes e 12 aes formativas sero de graa para a populao de diversas faixas etrias, classes sociais e escolari-dades. O projeto partir de articulaes regionais, que indicaro os espaos para receber essas apresentaes. O trabalho come-a com a chamada geral desses espaos atravs da internet. A partir dessa convocatria, a produo vai fazer o desenho geo-grfico da Plataforma, buscando sempre as melhores condies de instalao para grupos e artistas e atendendo diversidade espacial do estado. A diretiva-chave da proposta afirmar a di-versidade cultural do Cear, contemplando tendncias diversas da msica instrumental.

    Os benefcios da Plataforma no se concentram apenas no de-senvolvimento das atividades nos locais, mas justamente na for-mao de uma rede de conhecimento e contatos que comea desde a pr-produo e no tem limite. Muitas dessas conexes j foram feitas quando da edio da Plataforma de Msica e Ar-tes Cnicas no Cear, deixando para agora, nessa perspectiva de continuidade, sua ampliao e desenvolvimento. Na cobertura de tudo isso, o projeto prev forte presena na internet (sites e redes sociais), entendendo que a rede serve para aproximar pro-cessos e intenes, inclusive no campo das artes.

  • A Plataforma Cear de Msica constitui uma ao de qualificao do processo de democracia cultu-ral em que se insere o Cear. Enquanto o foco de artistas, produtores e gestores se volta visibilidade nacional e interna-cional, a Plataforma aposta na circula-o de msica instrumental em mbi-to estadual, inclusive em municpios que nunca haviam recebido quais-quer representantes da produo ins-trumental cearense.

    A iniciativa se centra na democratizao do acesso arte e cultura e na gerao de visibilidade e identificao com os tra-balhos de artistas em nvel de excelncia. Uma interlocuo entre artistas, produtores e pblico comear na seleo dos espaos e cidades, e se estende at a publicao de um catlogo do projeto.

    A Plataforma pretende qualificar e projetar espaos, num di-logo entre os gestores do projeto, dos municpios e dos espa-os. As aes formativas fazem dialogar artistas e produtores locais, cumprindo a funo pedaggica e social de transmis-so e troca de saberes.

    JUSTIFICATIVA

  • 12.000P b l i c o :

    pessoas

  • Populao diversa, entre jovens, adultos e idosos; bran-cos, negros e indgenas; heterossexuais e populao LGBT, universitrios, acadmicos e populao com diver-sas escolaridades.

    O projeto um desdobramento da Plataforma de Circula-o de Msica e Artes Cnicas do Cear, ao indita, em termos locais, realizada com grande sucesso em 2014/15.

    A Plataforma de Circulao de Msica e Artes Cnicas no Cear teve como ideia reunir artistas e produtores com um pblico potencialmente novo: o das cidades do inte-

    PERFIL DO PBLICO

    HISTRICO

  • rior do Cear. No existe cultura como direito e afirmao da vida sem incluso populacional no reconhecimento de nossa diversidade cultural. Deslocamos para 33 cidades cearenses um recorte da produo em teatro, dana, cir-co e msica feita no estado e a partir da fora da cole-tividade empreendida, conseguiu-se fazer 16 espetcu-los rodarem o Cear, deixando suas marcas estticas e incorporando paisagens, falas e gestos dos lugares por onde passaram. Nesse duplo movimento de levar e trazer, o projeto conseguiu o xito de nos fazer perceber melhor como sujeitos culturais.

    As atividades formativas modificaram a rotina das cidades, abrindo processos e incentivando produo artstica. Crianas e adolescentes participaram em peso, mostrando que o interesse artstico pode comear desde cedo.

    Quase 30 mil pessoas assistiram s apresentaes e par-ticiparam das atividades formativas, viabilizadas graas ao trabalho de 160 profissionais diretamente envolvidos. O projeto representou, assim, uma contribuio expressi-va para a mudana desse cenrio, aproximando msicos e ouvintes, gerando visibilidade para essa produo mu-sical nas diversas regies do estado, despertando novos pblicos, ressaltando a necessidade de mais polticas p-blicas e aes de circulao e tambm proporcionando aos artistas uma instigante e pedaggica experincia.

  • Meno BNDES apresenta em todos os releases de im-prensa;

    Meno do BNDES e colocao da Logomarca em con-vites eletrnico e eventos do facebook;

    Meno BNDES apresenta e colocao da Logomarca em todo material grfico (450 cartazes, 300 filipetas, 240 blocos de anotao, 12 banner de sinalizao de fundo de Palco e nos 12anncios nos jornais Dirio do Nordeste e O Povo);

    Meno BNDES apresenta e colocao da Logomarca no comercial de televiso (TV Verdes Mares), exibido 10 vezes;

    O mesmo vdeo servir como vinheta de abertura dos 54 shows;

    Meno BNDES apresenta e em 170 spots de 30 no R-dio Beach Park e FM Tempo;

    Meno BNDES apresenta e colocao da Logoma