projeto hospitais sentinelas diagnÓstico de qualidade da Água : uma experiÊncia do cisam - upe

Download PROJETO HOSPITAIS SENTINELAS DIAGNÓSTICO DE QUALIDADE DA ÁGUA : UMA EXPERIÊNCIA DO CISAM - UPE

Post on 07-Apr-2016

214 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • PROJETO HOSPITAIS SENTINELASDIAGNSTICO DE QUALIDADE DA GUA : UMA EXPERINCIA DO CISAM - UPE

  • DIAGNSTICO DE QUALIDADE DA GUA DO CISAM - UPECISAM : QUEM SOMOS ?INTRODUO AO TEMA OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECFICOSDIAGNSTICO SITUACIONALBASES TCNICASIMPLANTAO E PARCERIASAVALIAO

  • QUEM SOMOS ?O Centro Integrado de Sade Amaury de Medeiros CISAM , composto pela Maternidade Professor Monteiro de Moraes , mais conhecida como Maternidade da Encruzilhada e um complexo ambulatorial ; foi construdo h cerca de 60 anos , e tem prestado relevantes servios a populao do Estado e particularmente s mulheres e crianas da nossa regio .

  • DIAGNSTICO DE QUALIDADE DA GUA DO CISAM - UPE INTRODUO AO TEMA

  • PORTARIA N 1469, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2000ESTABELECE OS PROCEDIMENTOS RELATIVOS AO CONTROLE E VIGILNCIA DA QUALIDADE DA GUA PARA O CONSUMO HUMANO E SEU PADRO DE POTABILIDADE E D OUTRAS PROVIDNCIAS.

  • GUA POTVEL :GUA PARA CONSUMO HUMANO CUJOS PARMETROS MICROBIOLGICOS , FSICOS , QUMICOS E RADIOATIVOS ATENDAM AO PADRO DE POTABILIDADE E QUE NO OFEREA RISCO SADE (PORTARIA 1469 MS 00)

  • PADRO DE ACEITAO DA GUA PARA CONSUMO HUMANO

    ParmetroUnidadeVmpAlumnioMg-l0,2Amnia(Nh3)Mg-l1,5CloretoMg-l250Cor AparenteUh15DurezaMg-l500EtilbenzenoMg-l0,2FerroMg-l0,3MangansMg-l0,1MonoclorobenzenoMg-l0,12Cor - No ObjetvelOdor -No ObjetvelSdioMg-l200Slidos Dissolvidos TotaisMg-l1.000SulfatoMg-l250Sulfeto De HidrognioMg-l0,05SurfactantesMg-l0,5ToluenoMg-l0,17Turbidez5ZincoMg-l5XilenoMg-l0,3

  • PADRO MICROBIOLGICO DE POTABILIDADE DA GUA PARA CONSUMO HUMANO

    ParmetroVmpgua para Consumo HumanoEscherichia Coli ou Coliformes TermotolerantesAUSNCIA EM 100ml

    gua na Sada do Tratamento Coliformes TotaisAUSNCIA EM 100ml

    gua Tratada no Sistema de DiatribuioEscherichia Coli ou Coliformes TermotolerantesAUSNCIA EM 100ml

  • OBJETIVO GERALABASTECER O CISAM COM GUA , CUJA POTABILIDADE ATENDA AOS PADRES DA P ORTARIA 1469 MS/ 00*.*VLIDA A PARTIR DE 2002.

  • OBJETIVOS ESPECFICOS : 1 Melhorar a qualidade da gua do poo artesiano do CISAM ; 2 Reduzir gastos com a empresa de fornecimento d`gua e aquisio de gua mineral ;3 Expandir a utilizao da gua proveniente do poo artesiano, mediante tratamento prvio , para todo e qualquer ambiente e procedimento realizado no CISAM ;4 Reduzir os custos com a compra e manuteno de equipamentos e materiais que dependam da qualidade da gua .

  • DIAGNSTICO SITUACIONAL O abastecimento de gua no momento encontra-se dividido entre a Compesa, gua mineral de terceiros e um poo artesiano que abastece a maternidade e a unidade ambulatorial. O referido poo, foi instalado h 29 anos pr uma Instituio Estatal que atualmente no exerce mais atividade. Este apresenta aproximadamente 86 metros de profundidade, tendo uma vazo de 15.000l/h. A gua proveniente do mesmo utilizada para lavagem de pisos , roupas , banhos de pacientes e funcionrios, manuteno , descargas, esterilizao, etc.

  • DIAGNSTICO SITUACIONAL Em setembro de 2002, como parte do controle da qualidade da gua, foram realizados testes rotineiros (bacteriolgicos e fsico-qumicos) , que pr sua vez apresentaram alteraes nos padres bacteriolgicos (em um nico ponto) e fsico-qumico no que se refere quantidade total do ferro , que se encontra acima do nvel recomendado pela Portaria 1469/MS de 2000, tornando-se imprpria para o consumo humano.

  • DIAGNSTICO SITUACIONAL Em relao contaminao bacteriolgica , recomenda-se inspeo , proteo e desinfeco da unidade contaminada. Aps tais medidas , realizar novos exames, procedimentos estes, j em fase de execuo.Em relao ao ferro , anteriormente j tinha sido observado que sua presena comprometera alguns maquinrios (autoclaves,mquinas de lavar,etc) , e provocara defeitos tcnicos impossibilitando o uso de alguma delas. Nenhuma conduta preventiva ou corretiva foi estabelecida,continuando o fato a ocorrer.

  • DIAGNSTICO SITUACIONAL No transcorrer do levantamento para realizao do diagnstico , solicitou-se aos gerentes dos setores considerados crticos, o levantamento dos principais problemas ocasionados pela qualidade da gua. A partir destes (em anexo),e antecipando-se ao resultado da anlise fsico-qumica da gua, que veio confirmar a hiptese levantada , observou-se novamente que a quantidade total de ferro da gua era a principal causa do problemaSolicitou-se parecer de Engenheiros Qumicos , tendo em vista a dimenso do problema , e a partir deste, foi sugerido a instalao de uma Estao de Tratamento de gua para resoluo dos problemas citados anteriormente. Porm , devido ao seu elevado custo , faz-se necessrio parcerias junto aos rgos competentes (FNS, ANVISA,etc), de forma que se possa alcanar o objetivo proposto pr este projeto. .

  • DIAGNSTICO SITUACIONAL Como Hospital Sentinela temos que nos engajar e fazer cumprir as determinaes que favoream a qualidade do servio da instituio, baseando-se sempre na legislao vigente do Ministrio da Sade.

  • REAS DANIFICADAS

  • PRODUO DE SERVIOS

  • BASES TCNICASCAIXA GERALFILTRAO POR FILTRO DE POLIESTER

  • BASES TCNICASFILTRAO POR FILTRO DE CARVO ATIVADOABRANDAMENTO REGENERAO

  • CRONOGRAMA DE ATIVIDADESINSTALAO DA ESTAO DE TRATAMENTO DE GUA - CISAM / UPE

  • GASTOS COM COMPESA E GUA MINERAL CISAM - 2001

  • RELAA CUSTO BENEFCIO ANTES E APS IMPLANTAO DA ETA* NO CISAM UPE

  • AVALIAO : O PROJETO SER AVALIADO ATRAVS DA AFERIO DA QUALIDADE DA GUA . ESTA PR SUA VEZ , SER REALIZADA ATRAVS DE TESTES BACTERIOLGICOS E FSICO-QUIMICOS , OBEDECENDO A PORTARIA 1469 / MS .

  • CONSIDERAES FINAIS

  • AGRADECIMENTOS