projeto de lei nº 066/2006

Download PROJETO DE LEI Nº 066/2006

Post on 10-Jan-2017

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E ORAMENTO

    PLANO DIRETOR MUNICIPAL

    ANEXO XVI

    PONTOS DE PARADA DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO

    CONCEITUAO Por cumprir papel importante na organizao e operao do sistema de

    transportes de passageiros, o estudo dos pontos de parada de nibus deve receber

    ateno igual dedicada a outros componentes por parte do tcnico municipal.

    Os pontos de parada de nibus, quando implantados com rigor tcnico e bom

    senso, atuam como otimizadores do sistema, diminuindo o tempo de viagem,

    melhorando o fluxo de trfego e proporcionando maior conforto e segurana ao

    usurio.

    DOCUMENTAO Para efetivar o controle de todo o sistema de transporte municipal,

    inicialmente todos os pontos de parada de nibus devem ser cadastrados e

    mapeados. Esse cadastro deve conter:

    1. numerao de ordem;

    2. localizao exata (em frente ao n tal, a tantos metros do

    alinhamento de construo etc.);

    3. tipo de poste demarcatrio;

    4. existncia ou no de abrigo e , em caso positivo, sua descrio;

    5. classificao (se ponto terminal, seletivo etc.);

    6. seleo de linhas que param em cada um dos pontos.

    Todos os pontos de parada de nibus devem ser assinalados em um mapa

    do Municpio, com legendas para classificao (e para abrigo) e com a respectiva

    numerao de cadastro.

  • PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E ORAMENTO

    PLANO DIRETOR MUNICIPAL Uma memria de estudo de cada um dos pontos de parada de nibus

    recomendvel, pois os registros relativos a um determinado ponto (motivo da

    implantao, remanejamentos anteriores , etc.) podem auxiliar estudos futuros.

    Todas essas providncias so necessrias para a gerncia do sistema , pois

    podem fornecer embasamento ao tcnico, tanto para estudos de planejamento ou

    reestruturao de linhas, quanto para pareceres relativos a remanejamentos,

    incluses ou, ainda, reposio de pontos de parada de nibus, que deve ser

    devidamente atualizada no respectivo cadastro.

    CLASSIFICAO:

    Os pontos de parada de transporte coletivo urbano (excetuando-se aqui os

    rodovirios) podem ser classificados conforme o modo de sua utilizao, de acordo

    com o esquema seguinte:

    Ponto de parada urbano______ terminal

    ______ intermedirio_______geral

    _______ seletivo

    Em que:

    Terminal: Ponto de incio e trmino de um itinerrio. Pode ficar em locais com

    infra-estrutura (estaes terminais de nibus) ou no.

    Intermedirios: Demais pontos de um itinerrio. Quando atendem a vrias

    linhas, indistintamente, so chamados gerais e seletivos; so os que servem

    apenas a uma parcela predeterminada das linhas que circulam na via.

    DETERMINAO DOS PONTOS DE PARADA DE NIBUS

    NORMAS E RECOMENDAES

    Normas: Os pontos de parada de nibus no podem ser localizados em

    contrariedade s disposies do Cdigo Nacional de Trnsito. De acordo com o

    pargrafo primeiro do artigo 181 do CTN, proibido a todo o condutor de veculo

    estacionar e parar (inciso XXXIX):

  • PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E ORAMENTO

    PLANO DIRETOR MUNICIPAL I nas esquinas a menos de trs metros do alinhamento das construes da

    via transversal, quando se tratar de automveis de passageiros, e a menos de dez

    metros, para os demais veculos;

    II sobre a pista de rolamento das estradas;

    III nos viadutos, pontes e tneis.

    Recomendaes: A segurana e o conforto do usurio devem ser a

    preocupao principal do tcnico na escolha dos pontos. A fluidez e segurana do

    trfego so tambm requisitos extremamente importantes. Desse modo, recomenda-

    se o cumprimento, sempre que for possvel, do maior nmero dos seguintes itens:

    I No utilizar locais com pouca visibilidade como:

    curvas acentuadas;

    salincias;

    com m iluminao;

    com obstrues visuais, em geral.

    I. Implantar os pontos, preferencialmente:

    prximo a passarelas e a outros locais de travessia de pedestres;

    onde existem passeios em boas condies e com largura suficiente para

    acomodar os usurios com segurana;

    em locais que ofeream proteo s intempries (marquises, toldos etc.);

    em frente a bares, padarias e casas comerciais (exceto as mencionadas

    no item no implantar o ponto de parada);

    prximo a locais de demanda concentrada como escolas, grandes

    indstrias, hospitais etc.

    I. No implantar o ponto de parada de nibus:

    se houver aclive acentuado;

    em frente a bancos, joalherias e estabelecimentos similares;

    em frente a postos de gasolina ou outros locais de grande concentrao

    de manobras de veculos;

  • PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E ORAMENTO

    PLANO DIRETOR MUNICIPAL

    em frente a faixas de pedestres;

    em canteiros centrais com largura inferior a 1,5m (para considerar as

    paradas em canteiros mais largos, consulte o item Em canteiro central);

    nos acessos ou sadas de vias expressas;

    em locais estreitos, onde a parada de nibus estrangula a passagem dos

    demais veculos;

    em locais que possam gerar travessias de pedestres em locais perigosos

    e/ou inadequados;

    defronte a outro ponto da mesma via; que atenda o sentido oposto de

    circulao (para vias sem canteiro central).

    O rgo de Gerncia de Transportes deve considerar a necessidade do

    remanejamento temporrio de pontos de parada de nibus, se a execuo de obras

    causar o estreitamento da via.

    Deve-se evitar, sempre que possvel, a instalao de pontos de parada de

    nibus em frente a residncias, para poupar os moradores de incmodos causados

    pela concentrao permanente de pessoas no local (rudo, sujeira etc.).

    Alm das recomendaes apontadas, devem ser considerados, tambm, os

    critrios tcnicos expostos nos itens seguintes.

    LOCALIZAO

    Os pontos de parada intermedirios podem ser locados em meio de quadra,

    antes ou aps o cruzamento. Cada um dos trs posicionamentos apresenta

    vantagens e desvantagens. Cabe ao tcnico julgar quais caractersticas so as mais

    recomendveis para cada caso em particular.

    I. Antes do cruzamento

  • PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E ORAMENTO

    PLANO DIRETOR MUNICIPAL

    Esse posicionamento recomendado nas seguintes situaes:

    quando os nibus realizam converso direita, desde que o volume dos

    demais veculos que usualmente realizam esse movimento no seja

    significativo;

    para corredores de trfego com grande volume de nibus e muitas

    intersees samaforizadas. Evita que a fila formada pelos nibus

    interrompa o cruzamento.

    Vantagens

    a) auxilia o ingresso do nibus na corrente de trfego, pois o motorista conta

    com a largura da via transversal para acomodao no fluxo normal;

    b) provoca menor interferncia no trfego da via, no caso do volume

    aumentar aps a interseo, devido converso de veculos oriundos da via

    transversal.

    Desvantagens

  • PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E ORAMENTO

    PLANO DIRETOR MUNICIPAL a) os usurios dos nibus e demais pedestres tendem a atravessar na frente

    do nibus, devido ao desembarque prximo aos locais de travessia (esquinas). Isso

    aumenta o risco de acidentes, pois a presena do veculo parado no ponto encobre

    a viso dos demais motoristas;

    b) a parada de nibus pode provocar conflitos com os demais veculos,

    quando houver grande volume de converso direita;

    c) os nibus podem encobrir a visibilidade da sinalizao do cruzamento

    (pare, semforo etc.) e, tambm, a do motorista que venha na transversal e

    pretenda convergir para a via em que se situa o ponto de parada.

    I. Em meio de quadra

    Esse posicionamento recomendado para as seguintes situaes:

    quando, aps a parada, os nibus necessitarem fazer uma converso

    esquerda e no houver possibilidade ou convenincia da locao do

    ponto na via transversal;

    se o raio de curvatura do meio-fio for pequeno, dificultando a converso

    do nibus direita;

    onde houver uma travessia de pedestre concentrada em meio de quadra,

    devido presena de um grande plo gerador (hospital, indstria etc.).

    Nesse caso, h necessidade de se observarem dois pontos relevantes:

    1) A travessia dever ser sinalizada com faixa de pedestre e, dependendo

    da necessidade, com semforo.

    2) Os pontos de parada de nibus devem ser posicionados aps a faixa

    de pedestre, a uma distncia suficiente para que o nibus no os

    obstrua.

  • PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E ORAMENTO

    PLANO DIRETOR MUNICIPAL

    Vantagens

    polo gerador

    a) provoca mnima interferncia com relao circulao da via;

    b) propiciam maior conforto e segurana aos usurios, se localizados junto a

    plos geradores.

    Desvantagens

    a) ocupao de uma grande extenso do meio-fio para manobra de entrada e

    sada de nibus, reduzindo as vagas de estacionamento. No caso da parada se

    localizar em corredores de grande volume e/ou comrcio intenso, qualquer

    dificulda