projeto da rede coletora de esgoto sanitário profª gersina nobre

Download Projeto da Rede Coletora de Esgoto Sanitário Profª Gersina Nobre

Post on 17-Apr-2015

211 views

Category:

Documents

14 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • Projeto da Rede Coletora de Esgoto Sanitrio Prof Gersina Nobre
  • Slide 2
  • Atividades do Projetista Entre as atividades realizadas pelo projetista da rede coletora de esgoto esto: Identificao da rea do projeto; Anlise da topografia da rea; Diviso da rea do projeto em bacias e sub-bacias; Indicao da localizao e medio do comprimento de cada trecho da rede coletora; Numerao e medio do comprimento de cada trecho da rede coletora; Lanamento das cotas do terreno de montante(CTM) e jusante (CTJ).
  • Slide 3
  • Diviso da rea do projeto em bacias e sub-bacias Essa atividade depende das caractersticas da rea esgotada. essencial: Definir a populao contribuinte; Localizar as demais unidades do SES (estao elevatria e de tratamento); e Definir o traado da rede coletora
  • Slide 4
  • Diviso da rea do projeto em bacias e sub-bacias O critrio adotado, para a definio das sub-bacias beneficiadas, leva em considerao: o adensamento populacional, a existncia de rede coletora no concluda na sub- bacia como um todo; a localizao o mais prxima possvel de unidades existentes, como estaes elevatrias, estaes de tratamento de esgoto que pudessem ser ampliadas para a nova vazo;
  • Slide 5
  • Cont... a condio econmica e social da populao beneficiada; a tendncia de crescimento devido ao surgimento de novos loteamentos e conjuntos habitacionais em reas onde o corpo receptor ainda se encontra preservado e principalmente as agresses sofridas por esgotos sanitrios. Diviso da rea do projeto em bacias e sub-bacias
  • Slide 6
  • Slide 7
  • Slide 8
  • Diviso em Sub-bacias
  • Slide 9
  • Indicao da localizao da ETE na Planta Cabe ao projetista da rede coletora de esgoto a localizao exata da ETE na planta da rea a ser esgotada. Definida no estudo de concepo do sistema
  • Slide 10
  • condio de assimilao dos efluentes tratados (Auto depurao do rio); Melhores condies de infraestrutura (Energia); rea sem nenhuma benfeitoria a ser indenizada; Estudo da direo dos ventos predominantes; Maior distncia em relao rea urbana; Melhor localizao para o afastamento dos esgotos das reas de expanso a jusante da rea urbana. Indicao da localizao da ETE na Planta Itens a serem observados:
  • Slide 11
  • Slide 12
  • A partir dessa etapa, o projetista tem idia do sentido de escoamento do esgoto sanitrio, facilitando a elaborao de alternativas da rede coletora Indicao da localizao da ETE na Planta
  • Slide 13
  • Desenho do traado da rede coletora de esgoto. Nessa etapa so desenvolvidas e comparadas diferentes alternativas de traado, para definio a que apresenta o caminhamento mais simples e direto da rede coletora de esgoto. Ler: artigo II-198 - ESTUDO DE ALTERNATIVAS DE TRAADO DA REDE COLETORA DE ESGOTO SANITRIO E AVALIAO DA INFLUNCIA NA REDUO DOS CUSTOS DE CONSTRUO.
  • Slide 14
  • Desenho do traado da rede coletora de esgoto. Facilita a operao e a manuteno Reduz o custo construtivo ao evitar o assentamento de coletores de grande profundidades; Quando possvel evita a utilizao de estaes elevatrias de esgoto. So utilizados crculos e traos para representar as singularidades (PVs e TILs) e os coletores de esgoto.
  • Slide 15
  • O sentido de escoamento de esgoto em cada trecho (distncia entre duas singularidades) identificado por setas. Desenho do traado da rede coletora de esgoto.
  • Slide 16
  • Traado da rede de esgoto
  • Slide 17
  • Desenho do traado da rede coletora de esgoto.
  • Slide 18
  • So utilizados crculos e traos para representar as singularidades (PVs e TILs) e os coletores de esgoto.
  • Slide 19
  • Desenho do traado da rede coletora de esgoto. Conveniente ter: Conhecimento prvio da urbanizao e das caractersticas do solo; Obter cadastros ou realizar pesquisa de campo para identificar elementos de outros sistemas de infra- estrutura urbana Abastecimento de gua; Drenagem pluvial; Energia eltrica, telefone, etc. Podem representar obstculo ao traado da rede coletora de esgoto
  • Slide 20
  • Desenho do traado da rede coletora de esgoto.
  • Slide 21
  • Slide 22
  • Slide 23
  • Slide 24
  • CERTO!
  • Slide 25
  • Desenho do traado da rede coletora de esgoto. ERRADO!
  • Slide 26
  • EMISSRIO
  • Slide 27
  • Numerao e medio do comprimento de cada trecho da rede coletora A numerao dos trechos da rede coletora deve ser em sequncia e na forma padronizada: n.m Onde: n: numerao comum a todos os trechos de determinado coletor; m: numerao especfica de cada trecho de determinado coletor, devendo ser utilizada ordem crescente do primeiro trecho (montante) at o ultimo trecho do coletor (jusante)
  • Slide 28
  • Normalmente o coletor de maior extenso recebe numerao 1.m; O primeiro trecho de qualquer coletor, tambm denominado trecho de cabeceira, tem numerao n.1 Numerao e medio do comprimento de cada trecho da rede coletora
  • Slide 29
  • Slide 30
  • Exerccio 1