projecto hotel low cost

Download Projecto Hotel Low Cost

Post on 11-Mar-2016

216 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Projecto para um Hotel Low Cost

TRANSCRIPT

  • PROJECTO - Hotel Low Cost

    BACKPACKER HOTEL

    Prepared for: 10 Concurso de Ideias - ANJE

    Prepared by: Jaime Henriques, ETPZP

    Nov 15, 2006

    10 Concurso de Ideias de NegcioANJE

  • Caros Exmo. Senhores,

    com todo o prazer que mais uma vez me candidato 10 edio do concurso de

    ideias de negcio da ANJE, com uma ideia de negcio que se baseia na criao de

    um hotel low cost para Lisboa a curto prazo e com a internacionalizao da marca

    para cidades europeias a longo prazo.

    Na ltima edio participei com uma ideia de negcio, que se chamava Viva +, um

    conceito integrado com trs reas de negcio, coaching e consulturia, eventos e

    experience marketing, que ganhou o concurso a nvel nacional.

    Atravs deste prmio e concurso, conheci um conjunto de pessoas, ganhei algumas

    novas oportunidades, ganhei uma nova viso, dinmica, mais experincia, network,

    estagiei na empresa Ideiateca Consultores do Dr. Manuel Forjaz, patrocinador do

    concurso de ideias de negcio. Ao estagiar ao lado de algum com tanto know-how,

    era inevitvel no crescer seja enquanto pessoa, seja enquanto profissional.

    Ao falar diversas vezes com o Dr. Manuel Forjaz, sobre necessidades do mercado,

    oportunidade de negcio, empreendedorismo, um verdadeiro negcio, que fosse

    inovador, com forte valor acrescentado para um determinado segmento de mercado,

    com foco, que fosse rentvel, diferente do que j existe no mercado, com

    possibilidade de internacionalizao, ligado ao mercado externo, com capacidade

    para auto-desenvolvimento e crescimento, descobri a oportunidade de negcio,

    ligado ao turismo, como o conceito low cost.

    Ao analisar os nmeros de turismo, vi que recebemos 1,2 milhes de passageiros

    em low cost, por ano, era inevitvel, pensar em criar um hotel dentro deste conceito,

    focado neste segmento de mercado, numa cidade como Lisboa.

    nestes termos, que senti a necessidade de participar de novo nesta edio do

    concurso de ideias de negcio, no podendo deixar de apresentar esta nova ideia

    de negcio, j que foi baseada numa reflexo mais aprofundada, madura e com

    mais experincia. Troquei opinies com alguns empresrios e todos me deram a

    mesma opinio, de que esta era uma ideia de negcio com estrutura, peso para o

    mercado, inovadora e com enorme capacidade de sucesso.

    No sei at que ponto, benfico algum participar duas vezes consecutivas num

    concurso, mas nesta situao penso que se justifica, pelo menos nas opinies que

    troquei senti que sim.

    Obrigado,

    Jaime Domingues Henriques

    Largo Lus de Cames, Lote 3, 1D3270 Pedrogo GrandeLeiriaTlm. 912020233jaimevivamais@gmail.comwww.jaimehenriques.blogspot.com

    10 Concurso de Ideias de NegcioANJE

  • ndice

    Introduo1

    1 - A Actividade do Turismo2

    > O turismo mundial2

    > A Actividade Turstica em Portugal6

    2 - Oportunidades e Tendncias15

    > Perfil do Investidor15

    > Oportunidades e Ameaas Mais Relevantes 15

    3 - Descrio do negcio20

    4 - Apresentao23

    > Promotor do Projecto23

    > Identificao da Empresa26

    > Misso e Objectivos26

    5 - Estratgia de Marketing27

    6 - Concluso32

    7 - Ficha de Candidatura (Anexo)33

    Jaime Domingues Henriques - Escola Tecnolgica e Profissional da Zona do Pinhal

    10 Concurso de Ideias de NegcioANJE

  • PROJECTO - Hotel Low Cost

    IntroduoPerante o crescimento mundial de turismo em low cost, da facilidade de mobilidade na Europa, do aumento de

    companhias areas com o conceito de low cost, tal como Ryanair, Easyjet, Monarch, do TGV, do futuro aeroporto da

    OTA, de que a IATA (Internacional Air Transport Association) prev, que o nmero de passageiros na Europa passe dos

    480 milhes, em 2004, para 610 milhes, em 2010, dos quais 180 milhes (33%) iro optar pelas low cost, contra os

    120 milhes (25%) do ano passado, de algumas horas de conversa com empresrio e pessoas com imenso know-how,

    descobri que existe um enorme espao no mercado e potencial para dois hotis Low Cost em Portugal.

    Nesse sentido decidi criar esta ideia de negcio e este pre-projecto, j que perante todos estes factos apresentados,

    existe uma forte oportunidade, para a criao de um negcio com grandes nveis de desenvolvimento e expanso ao

    nvel da internacionalizao.

    Todos sabemos que o futuro passa pela inovao, internacionalizao, por oferecer produtos e servios que vo de

    encontro precisamente s necessidades de um ou mais segmentos de mercado a um preo o mais baixo possvel.

    Afinal todos os consumidores procuram o preo mais baixo, sobre um determinado produto ou servio, que preencha

    as suas necessidades, estando estes dispostos a pagar por vezes mais, quando valorizam determinados aspectos tal

    como o design, qualidade superior, inovao, entre outros.

    Um hotel low cost, tem como objectivo o turismo low cost, jovens Portugueses que se deslocam a Lisboa e turistas que

    viajam para Lisboa e que procuram um preo o mais baixo possvel, para servios que tenham caractersticas mnimas

    bem como qualidade, design, rapidez, profissionalismo, segurana. A maioria dos negcios, que funcionam com base

    neste tipo de caractersticas, costumam ter sucesso e expandm-se facilmente.

    Todos estes factores que estudei e analisei, fazem-me chegar concluso do potencial deste negcio, nas suas vrias

    vertentes, desde a internacionalizao sustentabilidade do mesmo.

    Poderia pensar tambm, que esta ideia de negcio, tem um investimento elevado, sim verdade, mas tambm

    verdade, que havero certamente investidores com capacidade financeira e crena neste negcio. De forma humilde,

    com maturidade e alguma ponderao acho que no difcil perceber que todos os investidores gostam de resultados

    e nmeros, bem como de todos os negcios que representem o futuro, que acompanhem os mercados bem como as

    oportunidades, que sejam rentveis, com um risco calculado. Nesse sentido e no fim de contactar com alguns

    empresrios, fiquei com uma forte percepo que no faltar investimento para este projecto.

    1

    Jaime Domingues Henriques - Escola Tecnolgica e Profissional da Zona do Pinhal

    10 Concurso de Ideias de NegcioANJE

  • 1 - A Actividade do Turismo

    > O turismo mundialAs mudanas sociais, econmicas e tecnolgicas aso constantes na sociedade, tm contribudo,

    indubitavelmente, para o crescimento do turismo.

    Este revelou-se, por sua parte, como um factor decisivo de desenvolvimento econmico, atravs de uma rede

    complexa de actividades econmicas, nomeadamente de fornecimento de alojamento, alimentao e bebidas,

    transportes, entretenimento e outros servios para os turistas.

    > Actualmente, o turismo assume uma importncia significativa na economia mundial. Envolve milhes de

    pessoas e apresenta taxas de crescimento ao nvel das actividades econmicas mais dinmicas. Segundo a

    organizao mundial de turismo (O.M.T):

    Entre 1950 e 1999, a taxa de crescimento mdia anual do nmero de chegadas internacionais ascendeu a

    7%. No mesmo perodo, as receitas do turismo internacional registaram um crescimento mdio de 12% ao

    ano. At 2020, a OMT prev uma taxa de crescimento mdia anual das chegadas internacionais de turistas

    na ordem dos 4% e das receitas do turismo entre 6% e 7%.

    Na Unio Europeia (UE), as actividades directamente ligadas aos produtos e servios de turismo

    representavam, de acordo com os ltimos dados, uma contribuio importante para o PIB (em mdia

    5,5%), para o emprego (6% do emprego total na UE) e para o comrcio externo de servios (cerca de

    30%). Estudos da UE indicam que o turismo dever crescer acima da mdia da economia nos prximos

    10 anos, apontando-se para aumentos mdios anuais de 2,5% a 4%, em termos de volume de negcio e

    de 1% a 1,5% quanto ao emprego. O turismo poder criar entre 2,2 e 3,3 milhes de postos de trabalho

    na UE, at 2010.

    O turismo situa-se entre as 5 principais categorias de gerao de receitas em 83% dos pases e constitui a

    principal fonte de divisas em, pelo menos, 38% dos pases.

    A evoluo da actividade turstica ter de passar pela modernizao, apostando em factores como a melhoria da

    qualidade, a diferenciao e diversificao de produtos e mercados e o reforo da aco comercial.

    Por outro lado, verifica-se a necessidade do turismo ser empreendido de forma sustentada, a fim de

    proporcionar benefcios de longo prazo s economias locais. De facto, estratgias desequilibradas conduziram

    um nmero significativo de pases a sentir os efeitos adversos de um crescimento desregrado. Estes devero

    obrigatoriamente aumentar o valor acrescentado do seu produto turstico se quiserem manter a sua

    competitividade. Pode afirmar-se que o xito depende, crucialmente, da capacidade de gerir e controlar o

    crescimento.

    2

    Jaime Domingues Henriques - Escola Tecnolgica e Profissional da Zona do Pinhal

    10 Concurso de Ideias de NegcioANJE

  • > Segmentao

    A nvel internacional, a principal motivao que ocasionou movimentos tursticos foi o lazer. No entanto,

    verifica-se actualmente, uma tendncia para a diversificao do mercado e o fraccionamento das frias, o

    que leva as pessoas a viajarem por perodos mais curtos e por diferentes motivos.

    A diversidade de actividades que esto relacionadas com o turismo envolve numerosos segmentos,

    nomeadamente: o turismo de natureza, rural, urbano, cultural, natico, de negcios, sol e mar, gastronmico,

    aventura, e no turismo, tnico, religios

Recommended

View more >