programa do clube - capelania

Download Programa do clube - capelania

Post on 25-Jul-2016

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

  • So funes do capelo:Aconselhar e trabalhar em conjunto do diretor no preparo das atividades espirituais. Todas as atividades espirituais do Clube so de competncia do capelo, sendo a principal delas a classe bblica. Para a execuo de todas elas, o capelo deve trabalhar em conjunto com a Comisso Executiva, de forma que todos estejam inteirados da realidade de cada desbravador e suas necessidades especficas, para se criar um programa de alcance personalizado.Preparar e realizar o momento devocional de todas as reunies. O momento devocional obrigatrio em todas as reunies do Clube e funo do capelo. Organizar e liderar atividades missionrias em cooperao com a Comisso Executiva. Todas as atividades missionrias do Clube devem ser dirigidas e organizadas pelo capelo, com apoio da Comisso Executiva. Atuar como um conselheiro espiritual especial em conjunto com os conselheiros. O capelo deve estar apto a aconselhar espiritualmente qualquer desbravador que esteja precisando, seja por motivos pessoais, familiares, sade, doutrinas, etc.Conhecer pessoalmente cada desbravador e membro da direo e anim-los em seu relacionamento com o Senhor. O capelo deve desenvolver um plano de ao, juntamente com os conselheiros, para aproximar os desbravadores de Deus, de maneira personalizada. O mesmo vlido para os membros da direo.*A direo do Clube e o capelo precisam ter em mente, de forma clara e precisa, os propsitos espirituais do Clube. O programa do ano deve ajud-los no desenvolvimento da experincia crist. As crianas devem receber orientaes para que possam compreender com clareza o caminho da salvao e tambm compartilh-lo, como missionrios.*A forma mais comum de estimular o aspecto espiritual dos desbravadores explorando o momento do devocional aos domingos e nas classes bblicas. Nesse momento, que pode ser feito de forma geral ou em unidades, deve-se aproveitar a ateno das crianas falando as coisas de Deus de forma sria e criativa. Os devocionais devem ser feitos explorando a curiosidade dos juvenis e adolescentes. Por isso as tcnicas de se contar as histrias bblicas, explorando sua imaginao, devem ser usadas.*O devocional tambm permite que o Clube tenha apoio de outros membros da Igreja, pais ou simpatizantes nos momentos do Clube. s vezes existe um irmo, um pai de um desbravador ou algum que gosta do Clube, mas no pode participar das reunies semanalmente, que ficaria feliz em participar esporadicamente em alguns momentos das reunies. Aqui est o momento de unir o til ao agradvel: essa pessoa usa suas habilidades para ajudar o Clube, simpatizam-se por ele e os desbravadores podem ser surpreendidos pelo dom e criatividade de algum que ele menos esperava.*Explore tambm as dinmicas de grupo nesse momento. Hoje existem diversos materiais disponibilizados em apostilas e livros, ou at mesmo na internet, que auxiliam na execuo de divertidas e criativas dinmicas que podem ser feitas com os desbravadores. Lembre-se que uma verdade pode ser bem melhor fixada na mente das crianas se elas executarem uma tarefa, ao invs de simplesmente ouvirem. Quanto mais usarmos todos os sentidos humanos, maior ser o poder de o crebro fixar o aprendizado.*Jamais v despreparado para uma reunio nessa parte. Como lder do Clube, voc sempre deve ter uma carta na manga com relao aos devocionais. Sempre tenha uma dinmica e um devocional criativo separado para caso algo d errado, como o responsvel no ir, por exemplo.Nunca use esse momento de forma descartvel: chegou o momento do devocional, no temos nada ento vamos ler qualquer coisa da Bblia e preencher o vazio. Lembre-se que o que nos difere como Clube dos demais movimentos de escotismos a espiritualidade. Lidamos com salvao. mais importante algum que tenha habilidade de falar de Deus s crianas dentro do Clube do que algum que faa uma centena de ns. Salvao e Servio, necessariamente nessa ordem.*A classe bblica um instrumento poderosssimo de transformao das vidas dos juvenis. Lembre-se que na idade de 9-12 anos acontece muitas converses e eles so mais aceptveis ao Evangelho. Tambm uma porta de entrada para o Ministrio Pessoal da Igreja conquistar seus pais ou responsveis.*A classe bblica dos adolescentes e juvenis no pode ter a mesma dinmica da dos adultos. Precisamos de muito mais dinmica e criatividade para levar mente deles a mesma informao que muito mais facilmente um adulto aceitaria. Por isso no deve ser um estudo bblico convencional, mas um momento de aprender a Bblia de forma dinmica e criativa.*Criatividade. Voc no conseguir ter o mesmo xito se for previsvel. Eles precisam ser surpreendidos semanalmente com a forma de como voc passa a mensagem. Use materiais, recursos e dinamize o aprendizado. Ao invs de contar a mensagem de Deus das Bem Aventuranas em uma sala de aula, caminhe com eles de madrugada at o p de um monte perto de sua casa e o faa ao ar livre. Ao invs de contar a histria do batismo de Jesus em uma quadra coberta, deixe para fazer isso num acampamento, levando-os at um rio e contando detalhes de como foi aquele momento que um dia Deus quer que cada um deles passe. Ateno. Um adulto consegue ficar 50 minutos escutando e meditando em uma srie racional de informaes. A criana no e, por isso, a classe bblica no pode ser um sermo interminvel. Use recursos que os faam prestarem ateno o maior tempo possvel. Por isso o estudo deve ser dinmico sempre e devemos surpreend-los a cada instante. Por exemplo: voc est falando sobre a Bblia como Palavra de Deus e como os escritores bblicos escreveram cada um dos 66 livros Quando o nvel de ateno deles diminurem, rapidamente proponha uma atividade entre as unidades para ver quem acha mais rapidamente um verso bblico ou leve os nomes dos livros da Bblia em forma de quebra cabea ou em fichas e faa uma dinmica onde em menor tempo eles devem coloc-los em ordem. Recupere a ateno, para que a fixao seja melhor.*Apelo. As crianas precisam terminar cada estudo da Bblia com um apelo. O Esprito Santo guia suas jovens mentes ao entendimento e deciso. Os apelos devem ser sistemticos e crescentes, at que tomem a deciso ao lado de Jesus. O instrutor da classe bblica e as pessoas que ajudaro o Clube nessa rea devem ter isso em mente sempre, a cada reunio.*Joo Ferreira de Almeida - VARA: a mais conhecida. Existem algumas pequenas variaes entre uma edio e outra, mas em geral um texto mais complexo e rebuscado.

    Nova Verso Internacional - NVI:O texto claro e bem fiel. Apresenta uma leve diferena em relao Joo Ferreira de Almeida, geralmente s h substituio de palavras difceis por sinnimos mais populares. a minha preferida.

    Bblia na Linguagem de Hoje - BLH:O texto bem fcil de entender, mais fcil que o da NVI, mas eu acho que em algumas passagens o sentido original se perde um pouquinho. Para crianas no tem muito problema, mas para o estudo melhor usar uma traduo mais tradicional.

    The Message - (A Mensagem): um texto bem diferente do que estamos acostumados, claro e fluente. A diagramao tambm muda bastante, a diviso em versculos no feita da forma tradicional. Eu indico apenas para aqueles que j leram a Bblia toda uma ou duas vezes. muito interessante ler fazendo comparaes entre os textos. Essa ser a verso que vou utilizar no requisito para o classe de Lder Master Avanado.

    *Ano Bblico Juvenil -Como mencionado, no contempla todos os captulos. Voc pode adquirir o guia de estudos na Associao/Misso, s vezes grtis.

    Ano Bblico Jovem/Universitrio/Adultos -No tem grandes diferenas uns dos outros, eles contemplam todos os captulos e seguem uma quantidade mais ou menos uniforme de pginas por dia. Tambm esto disponveis na sede do Campo ou na lio de jovens e adultos. um dos esquemas mais fceis de seguir.

    Srie Encontros - um plano para ler toda a Bblia mais os livros da Srie Conflito (Patriarcas e Profetas, Profetas e Reis, O Desejado de Todas as Naes, Atos dos Apstolos e O Grande Conflito) mais o Parbolas de Jesus. um excelente plano, pois d um conhecimento bem aprofundado da Bblia.

    Reavivados Por Sua Palavra RPSP -Esse um dos planos mais fceis de seguir, basta ler um captulo por dia. O esquema foi lanado no dia 17 de abril de 2012 e terminar em 19 de julho de 2015. No sitehttp://reavivamentoereforma.com/rpsp/voc encontra todos os materiais necessrios, como o guia com todos os captulos, um marca pginas com o calendrio de leitura e at um aplicativo para iOS. Uma atividade que no estava prevista quando o programa foi criado, mas que virou uma verdadeira mania, aps a leitura resumir o captulo em 140 caracteres e publicar no Twiter. A hastag #rpsp j chegou aos trend topics no Brasil, para voc ter uma ideia do sucesso desse projeto.

    Um captulo por dia+ Comentrio Bblico Adventista -Depois de muitos anos de espera, finalmente oComentrio Bblico Adventista foi publicado em portugus. Sabe tudo aquilo que voc queria saber sobre a Bblia, mas no tinha para quem perguntar? Ento, seus problemas acabaram! At agora foram lanados trs volumes,que vo de Gnesis at Cantares. Vale a pena investir R$ 58 em cada um deles. Esse tem sido meu programa de leitura (estou acompanhando o calendrio do RPSP) e eu garanto que fascinante.

    *A classe bblica deve ser um programa fixo dentro do planejamento anual do Clube, no apenas mais um programa a ser feito de vez em quando ou quando for necessrio preencher o calendrio com alguma atividade. Assim, a classe Bblia deve ser realizada semanalmente. O capelo tambm deve estimular as unidades a se encontrarem mais vezes durante a semana, formando Pequenos Grupos. Esses momentos de encontro para orarem, cantarem e estudarem a Bblia sero de grande valor no crescimento espiritual e na formao do carter de cada juvenil e adolescente, assim como de seus conselheiros e lderes.

    *Lembre-se sempre de alguns detalhes para se ter sucesso nessa atividade. No preparo espiritual, exige-se que voc seja uma pessoa de orao, por isso, ore antes, durante e depois do estudo bblico e interceda a Deus pelos seus meninos e menina