profissionalização dos deficientes no contexto atual i

Download Profissionalização dos deficientes no contexto atual I

Post on 23-Jul-2016

215 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Nesta obra, é abordada a importância social e psicológica do trabalho para o homem. O livro traz a definição de profissionalização, além de tratar a profissionalização e reintegração do deficiente especial à sociedade. O texto discute ainda a institucionalização do deficiente como meio para fazer cumprir a profissionalização.

TRANSCRIPT

  • PROFISSIONALIZAO DOS DEFICIENTES NO

    CONTEXTO ATUAL I

  • PROFISSIONALIZAO DOS DEFICIENTES NO

    CONTEXTO ATUAL I

  • 5Apresentao

    Apresentao Um contedo objetivo, conciso, didtico e que atenda s expectativas de quem leva

    a vida em constante movimento: este parece ser o sonho de todo leitor que enxerga

    o estudo como fonte inesgotvel de conhecimento.

    Pensando na imensa necessidade de atender o desejo desse exigente leitor

    que foi criado este produto voltado para os anseios de quem busca informao e

    conhecimento com o dinamismo dos dias atuais.

    Com esses ideais em mente, nasceram os livros eletrnicos da Cengage Learning,

    com contedos de qualidade, dentro de uma roupagem criativa e arrojada.

    Em cada ttulo possvel encontrar a abordagem de temas de forma abrangente,

    associada a uma leitura agradvel e organizada, visando facilitar o aprendizado e

    a memorizao de cada disciplina.

    A linguagem dialgica aproxima o estudante dos temas explorados, promovendo a

    interao com o assunto tratado.

    Ao longo do contedo, o leitor ter acesso a recursos inovadores, como os tpicos

    Ateno, que o alertam sobre a importncia do assunto abordado, e o Para saber mais, que apresenta dicas interessantssimas de leitura complementar e curiosida-des bem bacanas, para aprofundar a apreenso do assunto, alm de recursos ilustra-tivos, que permitem a associao de cada ponto a ser estudado. Ao clicar nas palavras- -chave em negrito, o leitor ser levado ao Glossrio, para ter acesso definio da

    palavra. Para voltar ao texto, no ponto em que parou, o leitor deve clicar na prpria

    palavra-chave do Glossrio, em negrito.

    Esperamos que voc encontre neste livro a materializao de um desejo: o alcance

    do conhecimento de maneira objetiva, concisa, didtica e eficaz.

    Boa leitura!

  • 7Prefcio

    PrefcioA tese de que o trabalho edifica o homem, de Max Weber, se disseminou no

    tempo e no espao. Aquele que produz e satisfaz o seu prprio sustento visto

    como ser digno tanto pela sociedade, como por ele prprio.

    Apesar das adaptaes, tal pensamento tem a sua razo de ser. Alm de dignificar

    o indivduo, concede a ele a aceitao de um grupo, de uma sociedade. Em razo

    disso, mais e mais pessoas buscam por melhores colocaes profissionais em

    uma incessante busca por altos cargos e salrios, investindo, para tanto, na sua

    capacitao e profissionalizao.

    Tal desejo no persegue somente aquele que goza de plena sade ou que no

    enfrenta limitaes fsicas. Podemos dizer que o desejo do sucesso, tanto pessoal

    como profissional, faz parte do pensamento humano, de um modo geral. E isso no

    diferente para aqueles que fazem parte de grupos considerados minoritrios na

    nossa sociedade.

    Ao pensarmos na evoluo do ser humano ao longo da histria, inconteste

    assimilar os avanos conquistados pelos deficientes. A realidade, hoje, muito

    melhor do que os anos passados, mas ainda insatisfatria se pensarmos no que

    ainda pode ser feito no que tange igualdade de direitos. O acesso ao mercado

    profissional um bom exemplo: se pararmos para refletir, no precisaremos

    ir muito longe, basta olhar ao nosso redor e contabilizar a quantidade de

    pessoas portadoras de algum tipo de deficincia que conosco divide espao. So

    pouqussimas... quando existem.

    As chances outorgadas aos profissionais portadores de deficincia so nfimas se

    comparadas s oportunidades conferidas aos demais.

    Um intenso processo est ocorrendo para transformar essa realidade e sobre isso

    que esse material vai tratar.

    Neste livro, o leitor vai compreender um pouco mais sobre a questo que envolve

    o tema.

    Em suas unidades, a disciplina apresenta o conceito de profissionalizao; a

    origem e a relao da profissionalizao com o ensino; o registro da profisso; a

    situao atual do acesso profissionalizao da pessoa com deficincia e as suas

    expectativas. Vai aprender, tambm, sobre as pessoas com deficincia no mercado

  • 8 Profissionalizao dos deficientes no contexto atual I

    de trabalho e como tem se dado a sua adaptao nesse cenrio. Outra abordagem

    que o material apresenta sobre a profissionalizao do indivduo portador de

    deficincia visual, auditiva, fsica ou intelectual.

    Um debate importante sobre a reintegrao e a reabilitao da pessoa com

    deficincia tratada na Unidade 3 deste contedo, que vai tratar, tambm, dos

    institutos que fomentam a capacitao do portador de necessidades especiais e a

    atuao de cada um em colaborao com essas pessoas.

    Um verdadeiro convite para aqueles que querem ser inseridos no universo daqueles

    que buscam pela incluso.

  • 9Unidade 1 A importncia social e psicolgica do trabalho para o homem

    UNIDADE 1A IMPORTNCIA SOCIAL E PSICOLGICA DO TRABALHO PARA O HOMEM

    Captulo 1 Contextualizando o trabalho, 10

    Captulo 2 Para qu e por que o homem trabalha, 12

    Captulo 3 A importncia social do trabalho, 13

    Captulo 4 A importncia psicolgica do trabalho, 15

    Captulo 5 Os grupos marginalizados na histria do trabalho, 18

    Captulo 6 Concluso, 25

    Glossrio, 26

  • 10 Profissionalizao dos deficientes no contexto atual I

    1. Contextualizando o trabalho

    Este contedo tem como objetivo tornar possvel a compreenso sobre a pro-fissionalizao da pessoa com deficincia no contexto atual e, para melhor en-tender como se chegou a este contexto, necessrio olhar para trs e entender um pouco da histria da humanidade e do trabalho.

    Nesta primeira unidade, ser destacada a importncia do trabalho, com um resgate histrico, para que, at o final da disciplina, possamos compreender a real situao da profissionalizao da pessoa com deficincia.

    Para tanto, alguns pontos so importantes traar para reflexo, entre eles, entender o que trabalho, qual a sua histria e a sua importncia social e psicolgica para o indivduo. Alm disso, necessrio refletir sobre o porqu de as pessoas trabalharem.Outro aspecto importante compreender por que

    o trabalho sempre foi ligado ao ser humano.

    Depois de feito esse resgate histrico sobre o trabalho, ser possvel entender

    a condio da pessoa com deficincia nessa rea.

    Para comear, importante definir o que o trabalho. Trabalho nada mais

    do que o prprio ato de trabalhar, ou seja, uma ocupao intelectual ou manu-al. Da leitura dessa definio, depreende-se que trabalho o ato de produzir

    algo. Essa produo est atrelada atividade humana em vrias fases do seu

    desenvolvimento: do primitivo ao capitalismo.

  • 11Unidade 1 A importncia social e psicolgica do trabalho para o homem

    Desde a evoluo da espcie, j sabemos que, para se adaptar ao meio, foi

    necessrio procurar por alimentos e se defender dos perigos iminentes do dia

    a dia. A partir de ento, surgem as ferramentas de pesca e caa. Por muito

    tempo, os primitivos foram nmades e estavam, constantemente, em busca de

    novos lugares para a alimentao e sobrevivncia.

    Com o passar do tempo, foi constatada a possibilidade de produzir a prpria

    fonte de alimentos, surgindo, ento, a oportunidade do plantio.

    Com a construo de grandes civilizaes, o trabalho tornou-se ainda mais

    necessrio, no entanto, em grande escala, uma vez que comearam a se erguer

    enormes cidades, templos, obras e reinos. Como o trabalho voltado apenas

    para o prprio sustento no permitia o progresso, os homens descobriram

    que podiam obrigar seus inimigos a trabalhar por eles. Surge, ento, o trabalho

    escravo, ocasio em que o indivduo, em vez de matar seu adversrio, passa a

    obrig-lo a realizar trabalhos. Um homem com muitos escravos percebeu que

    poderia lucrar. Nesse ciclo, iniciam-se as relaes comerciais.

    Muitos foram escravizados. Na verdade, civilizaes inteiras. Apenas homens

    sadios podiam trabalhar. Aqueles que apresentassem qualquer deficincia

    eram sacrificados e mortos, pois no traziam para os seus senhores bons re-sultados nas construes ou colheitas.

  • 12 Profissionalizao dos deficientes no contexto atual I

    Na Babilnia, o Cdigo de Hamurabi ditava as leis para o trabalho. A socieda-de era dividida em trs partes: Awilum (homens livres, proprietrios de terras); Musknum (os funcionrios pblicos, que tinham certas regalias para o uso das terras); e os Wardum (os escravos).

    Durante o perodo de escravido, o escravo era considerado apenas uma coisa

    que estava ali para produzir e servir ao seu senhor. O perodo de escravido

    durou por muitos anos desde o tempo dos Egpcios, Gregos e Romanos, que ti-veram muita importncia, at a colonizao da Amrica que, para povoar o novo

    mundo, necessitou de muita mo de obra escrava: primeiro, a dos nativos, que

    eram os ndios que ali moravam; depois, a dos negros trazidos da frica.

    Com o fim da escravido, iniciada com a Revoluo Francesa em 1857, muitos

    pases foram se tornando adeptos da abolio, inclusive o Brasil, com a Lei

    urea, em 1888. Aps isso, comeou a servido: muitos estavam livres, mas

    era preciso trabalhar para pagar os impostos. Nesse ambiente que surgem as

    leis trabalhistas, que visam conceder direitos aos trabalhadores.

    2. Para qu e por que o homem trabalha

    Diante de toda a contextualizao histrica, voc j deve ter entendido do porqu

    de o homem sempre ter a necessidade do trabalho, no mesmo?

    O homem sempre trabalhou

    para poder sobreviver. Como

    apresentado, ao longo dos tempos houve vrias fases do

    trabalho. Atualmente, o indi-vduo trabalha no somen-te para conseguir