profa. graça porto professora: graÇa porto profa. graça porto

Download Profa. Graça Porto Professora: GRAÇA PORTO Profa. Graça Porto

Post on 17-Apr-2015

109 views

Category:

Documents

4 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • Slide 2
  • Profa. Graa Porto Professora: GRAA PORTO
  • Slide 3
  • Profa. Graa Porto
  • Slide 4
  • Introduo; A tabela Peridica Atual; Organizao da Tabela Peridica; Localizao na tabela Peridica; Classificao dos Elementos; Profa. Graa Porto
  • Slide 5
  • Introduo Sempre foi preocupao dos cientistas organizar os resultados obtidos experimentalmente de tal maneira que semelhanas, diferenas e tendncias se tornassem mais evidentes. Isto facilitaria previses a partir de conhecimentos anteriores. Um dos recursos mais usados em Qumica para atingir essa finalidade a tabela peridica. As primeiras tabelas foram propostas no incio do sculo XIX; porm apresentavam mais erros do que acertos. Foi somente em 1869 que surgiu uma tabela que atendia as necessidades dos qumicos e que se tornou a base da tabela atual. Foi proposta por Dimitri Ivanovitch Mendeleev (1834-1907) que organizada os elementos em linhas verticais, os grupos ou famlias. medida que percorremos um perodo, as propriedades fsicas variam regularmente, uniformemente. Num grupo, os elementos apresentam propriedades qumicas semelhantes. Esquematicamente: PERODOS GRUPOS Profa. Graa Porto
  • Slide 6
  • Slide 7
  • Slide 8
  • Em 1869, durante um curso para qumicos no Instituto Tecnolgico de Petrogrado, Mendeleev anotou as propriedades de cada um dos 63 elementos conhecidos na poca em 63 cartes diferente. Ao tentar organizar esses cartes de maneiras diferentes percebeu que, com pouqussimas excees, as propriedades dos elementos se repetiam de maneira peridica quando os elementos eram colocados em ordem crescente de massas atmicas. Esse trabalho foi publicado em 1871 e tinha aproximadamente o seguinte aspecto: PerodoGrupo IIIIIIIVVVIVIIVIII 1 H 2 LiBeBCNOF 3 NaMgAlSiPSCl 4 K Cu Ca Zn * Ti * V As Cr Sa Mn Br Fe Co Ni 5 Rb Ag Sr Cd Y In Zr Sn Nb Sb Mo Te * I Ru Rh Pd
  • Slide 9
  • Profa. Graa Porto Nessa tabela, Mendeleev aceitou pequenas inverses na ordem de massa atmica, privilegiando o arranjo em funo das propriedades dos elementos. Alm disso, percebeu que seriam descobertos novos elementos, os quais ocupariam os espaos vazios (indicados por *) da tabela. O conhecimento de que as propriedades de um elemento so intermedirias em relao quelas do elemento anterior e posterior na tabela, permitiu que Mendeleev fizesse previses, com grande sucesso, sobre as propriedades dos elementos ainda no conhecidos. Essa tabela foi utilizada at 1913, quando Moseley verificou que as propriedades dos elementos estavam relacionadas a seus nmeros atmicos (Z) Lei peridica atual (Moseley): Quando os elementos qumicos so agrupados em ordem crescente de nmeros atmicos (Z), Observa-se a repetio peridica de vrias de suas propriedades.
  • Slide 10
  • Profa. Graa Porto Na tabela atual, os elementos qumicos esto dispostos em ordem crescente de nmero atmico, originando na horizontal os perodos, e na vertical (em coluna), as famlias ou grupos. Famlia (ou grupo) 1 perodo (ou srie) 2 perodo (ou srie) 3 perodo (ou srie) 4 perodo (ou srie) 5 perodo (ou srie) 6 perodo (ou srie) 7 perodo (ou srie) Srie dos Lantandeos Srie dos Actindeos
  • Slide 11
  • Profa. Graa Porto
  • Slide 12
  • Organizao da Tabela Peridica Famlias ou grupos A tabela atual constituda por 18 famlias. Cada uma delas agrupa elementos com propriedades qumicas semelhantes, devido ao fato de apresentarem a mesma configurao eletrnica na camada de valncia. Famlia IA = todos os elementos apresentam 1 eltron na camada de valncia. 6 2p 2 2s 2 1s 11 Na 2 1s 3 Li
  • Slide 13
  • Profa. Graa Porto Existem, atualmente, duas maneiras de identificar as famlias ou grupos. A mais comum indicar cada famlia por um algarismo romano, seguido de letras A e B, por exemplo, IA, IIA, VB. Essas letras A e B indicam a posio do eltron mais energtico nos subnveis. No final da dcada passada, a IUPAC props outra maneira: as famlias seriam indicadas por algarismos arbicos de 1 a 18, eliminando-se as letras A e B.
  • Slide 14
  • Profa. Graa Porto Os elementos que constituem essas famlias so denominados elementos representativos, e seus eltrons mais energticos esto situados em subnveis s ou p. Nas famlias A, o nmero da famlia indica a quantidade de eltrons na camada de valncia. Elas recebem ainda nomes caractersticos. Famlia ou grupo N de eltrons na camada de valncia Distribuio eletrnica da camada de valncia Nome IA 1 ns Metais alcalinos IIA 2 ns Metais alcalinos terrosos IIIA 3 ns np Famlia do boro IVA 4 ns np Famlia do carbono VA 5 ns np Famlia do nitrognio VIA 6 ns np4 Calcognios VIIA 7 ns np5 Halognios VIIIA ou O 8 ns np6 Gases nobres
  • Slide 15
  • Profa. Graa Porto Localizao dos elementos nas Famlias B Os elementos dessas famlias so denominados genericamente elementos de transio. Uma parte deles ocupa o bloco central da tabela peridica, de IIIB at IIB (10 colunas), e apresenta seu eltron mais energtico em subnveis d. IIIBIVBVBVIBVIIBVIIIBIBIIB Exemplo: Ferro (Fe) / Z = 26 1s2s2p63s3p64s3d6 Perodo: 4 Famlia: 8B
  • Slide 16
  • Profa. Graa Porto A distribuio eletrnica do tomo de um dado elemento qumico permite que determinemos sua localizao na tabela. Localizao dos elementos nas Famlias A Exemplo: Sdio(Na) Z = 11 1s2s2p63s Perodo: 3 Famlia: 1A Metais Alcalinos
  • Slide 17
  • Profa. Graa Porto O esquema abaixo mostra o subnvel ocupado pelo eltron mais energtico dos elementos da tabela peridica.
  • Slide 18
  • Metais, semi-metais, ametais e gases nobres
  • Slide 19
  • Profa. Graa Porto Apresentam brilho quando polidos; Sob temperatura ambiente, apresentam-se no estado slido, a nica exceo o mercrio, um metal lquido; So bons condutores de calor e eletricidade; So resistentes maleveis e dcteis
  • Slide 20
  • Existem nos estados slidos (iodo, enxofre, fsforo, carbono) e gasoso (nitrognio, oxignio, flor); a exceo o bromo, um no-metal lquido; no apresentam brilho, so excees o iodo e o carbono sob a forma de diamante; no conduzem bem o calor a eletricidade, com exceo do carbono sob a forma de grafite; Geralmente possuem mais de 4 eltrons na ltima camada eletrnica, o que lhes d tendncia a ganhar eltrons, transformando-se em ons negativos (nions)
  • Slide 21
  • Semimetais so elementos com propriedades intermedirias entre os metais e os no-metais, estes tambm chamados de ametais ou metalides. Em geral, o semimetal, slido, quebradio e brilhante. Funciona como isolante eltrico temperatura ambiente, mas torna-se igual aos metais como condutor eltrico, se aquecido, ou quando se inserem certos elementos nos interstcios de sua estrutura cristalina.
  • Slide 22
  • Profa. Graa Porto Elementos qumicos que dificilmente se combinam com outros elementos hlio, nenio, argnio, criptnio, xennio e radnio. Possuem a ltima camada eletrnica completa, ou seja, 8 eltrons. A nica exceo o hlio, que possui uma nica camada, a camada K, que est completa com 2 eltrons.
  • Slide 23
  • Apresenta propriedades muito particulares e muito diferentes em relao aos outros elementos. Por exemplo, tem apenas 1 eltron na camada K (sua nica camada) quando todos os outros elementos tm 2.
  • Slide 24
  • Profa. Graa Porto Resolva o enigma, identificando o elemento qumico, sua posio na tabela, smbolo e nmero atmico. 1.Sou metal, sou valioso, e pelo homem sou cobiado; Mas na nsia de me encontrar, ele deixa o ambiente ameaado. Sou da coluna 1B, consulte a tabela pra me conhecer. 2. Sou do grupo dos 11, os metais no so dos nossos; sou constituinte importante, do crebro e dos ossos. Estou na coluna 5A. fcil me encontrar. 3. O oxignio no gosta que eu brilhe, mas comigo sempre combina; no sangue sou importante, sou parte da hemoglobina. Sou do 4 perodo, sou metal, quem eu sou afinal? 4. Voc me ingere junto com o sal; Para a sua tireide eu sou essencial. Se quiser me encontrar, procure na 7A.
  • Slide 25
  • Profa. Graa Porto