prof: vinícius medrado

Download Prof: Vinícius Medrado

Post on 15-Jan-2016

39 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Radioatividade. Prof: Vincius Medrado. a parte da fsico-qumica que estuda as emisses radioativas devido uma instabilidade nuclear. A relao prton/nutron. - PowerPoint PPT Presentation

TRANSCRIPT

  • Prof: Vincius MedradoRadioatividade

  • a parte da fsico-qumica que estuda as emisses radioativas devido uma instabilidade nuclear.

  • A emisso de partculas do ncleo faz com que o tomo radioativo de determinado elemento qumico se transforme num tomo de outro elemento qumico diferente, ou seja, reao nuclear.

  • Roentgen ( 1895)fsico Alemo : Descobriu o Raio-X.

  • Henri Becquerel( 1896 )qumico Francs: Descobriu a Radioatividade.

    Marie e Pierre Curie (1898)- qumica Polonesa: Isolou o Polnio e o Rdio.

  • Ernest Rutherford ( 1900 )fsico neozelands: Descobriu trs tipos de radiao ( alfa, beta e gama ).

  • So partculas pesadas, com carga positiva, constituida de 2 prtons e de e nutrons( como um ncleo do Hlio ). So ionizantes.

    Baixo poder de penetrao e dano biolgico.

  • So partculas leves, com carga negativa e massa desprezvel( semelhante a eltrons ). So pouco ionizantes.

    Mdio poder de penetrao e dano biolgico.

  • So radiao eletromagnticas semelhantes aos raio-x. No possuem carga e massa. No ionizantes.

    Alto poder de penetrao e dano biolgico.

  • Primeira Lei de Soddy: Emisso Alfa

  • Segunda Lei de Soddy: Emisso Beta

  • Hiptese de Fermi: fsico italiano.

  • Efeito qumico

    Efeito trmico

    Efeito luminoso

    Efeito eltrico

    Efeito fisiolgico

  • Em 1919 Rutherford :

  • Em 1932 Chadwick : descobriu os nutrons.

  • o tempo necessrio para que uma amostra radioativa se reduza pela metade .

  • Fisso e Fuso Nuclear

  • No atual momento histrico um dos temas mais discutidos pela sociedade moderna a crise energtica mundial. Questionar e repensar a utilizao das fontes energticas renovveis e no-renovveis da maneira como vem ocorrendo, visando garantir o futuro da humanidade e da Terra, dever de todo aquele que tem conscincia do planeta que habita e da sociedade que deseja.

  • # 1934 Enrico Fermi e Emlio Segr bombardearam tomos de urnio com nutrons na tentativa de obter elementos com nmero atmico maior que 92 (transurnicos).

    HISTRICO# 1938 Otto Hahn e Fritz Strassman, repetindo experincia de Fermi conseguiram determinar a presena de Brio nos produtos formados.

  • FISSO NUCLEAR : O PROCESSO a partio de ncleo atmico pesado e instvel provocada por um bombardeamento de nutrons moderados, originando 2 ncleos mdios liberando de 2 ou 3 nutrons e uma energia colossal.

  • Equao de Einstein

  • Reao em cadeia

  • Reao em cadeia;

    Massa crtica;

    O urnio-235 e o urnio-238

    O enriquecimento do urnio

  • Enriquecimento de urnio-tecnologia nuclear no Brasil1.etapa:U-235 at 3 ou 3,5% transforma em gs UF6 ;2. Etapa: O gs transformado em xido UO2 , prensado na fbrica de combustvelnuclear e transformado em pastilhascilndricas de 1cm de altura por 1 cm dedimetro.

  • O elemento combustvel composto pelas pastilhas montadas em tubos de uma liga metlica especial a zircaloy.

  • CONDIES PARA OCORRER:A fisso ocorre na natureza a temperatura e presso ambientes.ENERGIA GERADA 6 g de urnio, elemento mais usado na fisso , rendem 0,520 x1023 MeV, equivalente ao abastecimento de uma casa com quatro pessoas durante um dia. 1Kg de Urnio-235 equivale cerca de 30t de TNT1 quiloton equivale a 1000 t de TNT

  • Quando um tomo de urnio dividido, ele pode gerar quaisquer dois elementos (desde que o peso dos dois somados seja igual ao do urnio). Isso inclui os altamente txicos e radioativos (como o brio), que no podem ser liberado no ambiente, exigindo armazenamento especial.

  • Bomba Atmica

  • Bomba Atmica

  • FUSO NUCLEAR A Fuso Nuclear um processo fsico que, ao contrrio da Fisso Nuclear, promove a juno de dois ncleos atmicos leves, obtendo como produto, a formao de um ncleo atmico pesado;

    Os Reatores de Fuso Nuclear esto no topo das listas de tecnologias energticas definitivas para a humanidade, constituindo uma fonte de energia isenta de carbono;

    Potencial de gerao de 1 GigaWatt de eletricidade de apenas alguns quilogramas de combustvel por dia;

  • Os combustveis bsicos, tais como Deutrio e Ltio no so radioativos, sendo abundantes na natureza e distribudos de modo uniforme na crosta terrestre;

    A combusto entre os reagentes no poder ocorrer de forma descontrolada, pois a cessao das reaes de fuso poder ocorrer quando no se injetar mais combustvel no reator, terminado os processos em uma frao de segundos;

  • Os problemas com os resduos do processo so limitados, pois no existem rejeitos radioativos oriundos dos mesmos, sendo que o tratamento dos gases emitidos no processo poder ser feito no local;

    A radioatividade dos componentes constituintes do reator, devido a exposio dos mesmos aos nutrons altamente energticos e conseqentes da reao, utilizados para a produo de Trtio, tero de ser armazenados em local apropriado, sendo que o seu tempo de confinamento ser bem inferior a cem anos;VANTAGENS

  • Gerao de energia elevada quando comparado o processo de Fuso Nuclear ao Processo de Fisso Nuclear;

    No h emisso de gases estufa que poderiam gerar mudanas climticas na Terra, constituindo uma fonte de energia limpa;

    Integrao entre as tecnologias de Fuso e Fisso Nuclear, produzindo Urnio nos reatores Tokamaks, para serem utilizados nas usinas de fisso;

    VANTAGENS

Recommended

View more >