produção primária de produtos de origem não- .produtos de origem animal produtos de origem...

Download Produção Primária de Produtos de Origem Não- .produtos de origem animal produtos de origem vegetal

Post on 18-Nov-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Produo Primria de

    Produtos de Origem No-Animal

    Direo Geral

    de Alimentaoe Veterinria

    www.dgav.pt

    Controlos oficiais no mbito da higiene

    Agroal, 18 de maio de 2016

  • Responsabilidades do operador

    No sero colocados no mercado gneros

    alimentcios que no sejam seguros.

    O consumidor no ser induzido em erro.

    Os operadores asseguram que os gneros

    alimentcios cumprem os requisitos da legislao

    alimentar.

    Ser assegurada a rastreabilidade.

    Sero retirados do mercado os gneros alimentcios que

    no cumpram os requisitos de segurana, ou se houver

    razes para crer que no estejam.

    Regulamento (CE) n. 178/2002

  • Responsabilidades das autoridades competentes

    Os Estados-Membros procedero ao

    controlo e verificao da observncia

    dos requisitos relevantes da legislao

    alimentar.

    Os Estados-Membros estabelecero medidas e sanes

    aplicveis s infraes, que devem ser eficazes,

    proporcionadas e dissuasivas.

    Para isso, mantero um sistema de

    controlos oficiais que abranjam todas as

    fases da cadeia alimentar.

    Regulamento (CE) n. 178/2002

  • Quando e como comearam os controlos (*)

    na Produo Primria de Vegetais?

    Direo Geral

    de Alimentaoe Veterinria

    www.dgav.pt

    produtos de origem animal

    produtos de origem vegetal

    (*) no mbito da higiene

    Em 2011, a produo primria que envolvia

    O que se passou?

    no

    sim

  • Surto de E. coli O104:H4 enterohemorrgica, 2011

    De maio a julho de 2011 foram notificados,

    na Alemanha, 3652 casos de infeo (2945 de gastrenterite aguda e 707 de

    sndrome hemolticourmico).

    Pases afetados: Sucia, Dinamarca,

    Holanda, RU, Noruega, Rep. Checa,

    Espanha, ustria, Polnia, Finlndia, Lux.,

    Grcia, Sua, EUA e Canad

    Fonte de infeo: rebentos crus de fenogrego contaminados pela E. coli O104:H4 enterohemorrgica (produtora de toxina Shiga).

    Em junho de 2011 foram notificados em Frana um total de 8 casos de infeo

    (2 gastrenterite aguda e 6 sndrome hemolticourmico).

  • Sade pblica: 56 mortes

    Mais de 4000 hospitalizaes

    Impacto do surto de E. coli STEC, 2011

    Deste estudo resultaram 4 regulamentos para a produo de rebentos:

    1. Reg. de Execuo (UE) n. 208/2013: requisitos de rastreabilidade.

    2. Reg. (UE) n. 209/2013: critrios microbiolgicos a rebentos.

    3. Reg. (UE) n. 210/2013: aprovao de estabelecimentos

    4. Reg. (UE) n. 211/2013: requisitos de certificao aplicveis s importaes

    A Comisso Europeia solicitou um estudo

    Autoridade Europeia para a Segurana dos

    alimentos

  • No foi publicada

    mais legislao.

    O que mudou?

    Os Estados Membros

    tm passar a cumprir

    as disposies de higiene que constam do

    Anexo I do Reg. (CE) n. 852/2004

    Impacto do surto de E. coli STEC, 2011

  • Produo primria

    1. Definio e fronteiras

    2. Perigos especficos

    3. Requisitos especficos

    4. Ponto de situao relativo ao

    controlo da produo primria

  • Artigo 1. do Regulamento 852/2004

    2. O presente regulamento no se aplica:

    a) produo primria destinada a uso

    domstico privado;

    b) preparao, manipulao e armazenagem

    domstica de alimentos para consumo

    domstico privado;

    c) Ao fornecimento directo, pelo produtor, de

    pequenas quantidades de produtos de

    produo primria ao consumidor final ou ao

    comrcio a retalho local que fornece

    directamente o consumidor final;

  • Artigo 1. do Regulamento 852/2004

    3. Ao abrigo da legislao nacional, os Estados-

    Membros estabelecem regras que

    regulamentem as actividades referidas na

    alnea c) do n. 2. Essas regras nacionais

    devem assegurar a realizao dos objectivos

    do presente regulamento.

    Ainda no h legislao nacional

  • Artigo 4. do Regulamento 852/2004

    Produo primria

    Operaes conexas

    Operaes aps a produo primria

    Anexo I

    Anexo II

    Artigo 5. HACCP

  • Operaes conexas

    Anexo I do Regulamento 852/2004

    Transporte, armazenagem e

    manuseamento de produtos de

    produo primria no local de

    produo, desde que tal no altere

    substancialmente a sua natureza.

  • Operaes conexas

    Anexo I do Regulamento 852/2004

    Transporte*, armazenagem e

    manuseamento de produtos de

    produo primria no local de

    produo, desde que tal no altere

    substancialmente a sua natureza.

    * E o transporte, pelo produtor, da explorao agrcola at um estabelecimento

  • Operaes conexas

    Anexo I do Regulamento 852/2004

    (), desde que tal no altere

    substancialmente a sua natureza.

    No alteram Alteram

    Lavagem Descasque

    Remoo de folhas Corte

    Triagem Ensacamento de saladas com aplicao de gases conservantes

    Embalagem

  • Produo primria

    1. Definio e fronteiras

    2. Perigos especficos

    3. Requisitos especficos

    4. Ponto de situao relativo ao

    controlo da produo primria

  • Perigos especficos, biolgicos (exemplos)

    Salmonella spp. E. coli STEC Norovirus

    Vegetais de folha verde Vagens frescas Vegetais de folha verde

    Cenouras e espargos Rebentos Bagas de frutos silvestres

    Rebentos Tomate e cenoura

    Especiarias e ervas aromticas Shigella spp.

    Frutos secos Vagens frescas Bacillus spp

    Meles Gros de cereais Especiarias e ervas aromticas secas

    Ervas frescas

    Cenouras

  • Perigos especficos, qumicos (exemplos)

    Aflatoxinas Chumbo e cdmio

    Frutos secos Hortofrutcolas

    Fruta desidratada

    Algumas especiarias

    Pesticidas Nitratos

    Hortofrutcolas Espinafres

    Cereais Alface

  • Como que estes perigos chegam s

    culturas?

    (EFSA, 2013)

  • Produo primria

    1. Definio e fronteiras

    2. Perigos especficos

    3. Requisitos especficos

    4. Ponto de situao relativo ao

    controlo da produo primria

  • Os controlos oficiais devem incluir as seguintes reas

    reas do relatrio de controlo (lista de verificao)

    PP.01 Fontes de contaminao no local de produo

    PP.02 Condies sanitrias da explorao primria

    PP.03 gua

    PP.04 Fertilizantes orgnicos

    PP.05 Estado de sade, higiene pessoal e formao

    PP.06 Colheita, armazenamento e transporte

    PP.07 Manuteno de registos

    PP.08 Produtos fitossanitrios e biocidas

    PP.09 Contaminantes agrcolas e ambientais

    Lista de verificao, requisitos legais

    Estas reas refletem as disposies de higiene do Anexo I do Reg. (CE) n. 852/2004

  • Requisitos especficos

    Prevenir as contaminaes

    Assegurar, tanto quanto possvel,

    que os produtos sejam protegidos

    de contaminaes, atendendo a

    qualquer transformao que esses

    produtos sofram posteriormente.

    Ex. as batatas so sempre cozinhadas antes de serem consumidas

  • Requisitos especficos

    Prevenir as contaminaes

    Adotar medidas para controlar a

    contaminao pelo ar, solos, gua,

    alimentos para animais, fertilizantes,

    medicamentos veterinrio, produtos

    fitofarmacuticos, biocidas e

    resduos. Como procedemos?

  • Requisitos especficos

    Lista de verificao

    PP 00. Caracterizao da Produo Primria (PP)

    R R R

    Cultura (1) rea

    (ha)

    Fase da

    produo (2)

    Sistema de

    cultivo (3)

    Proveninci

    a da gua (4)

    Sistema de

    irrigao (5)

    Operaes (6)

    Distncia do

    produto ao solo (7)

    H possibilidade

    do produto ser

    consumido cru?

    (S/N)

    tomate 0,24 a b a c a c s

    Alface 0,25 a b a c a c s

    Couve 0,35 a a a c a c s

    Cebola 0,35 a a a c a c s

    Batata

    Doce 0,2 b a a c a a n

    Pr-colheita

    Ar livre Anexo I < 20 cm

    a

    a

    a

  • Requisitos especficos

    Lista de verificao

    PP 01. Fontes de contaminao no local de produo

    Fontes de contaminao S/N

    R 1. A histria pregressa do uso do campo de cultivo sugere uma hipottica

    contaminao de natureza fsica, qumica ou biolgica?

    R 2. Existem fontes de contaminao prximas da explorao?

    1 a 4 / NA

    LD 3. O operador toma medidas adequadas para evitar a contaminao

    proveniente dessas fontes?

    Controlo de pragas e animais domsticos S/N

    R 4. Existem animais pecurios na explorao?

    R 5. Existem animais de estimao na explorao?

    1 a 4 / NA

    LD

    6. O operador toma medidas adequadas para impedir a presena de animais

    domsticos ou pragas nos locais de produo, armazenamento e manipulao

    de alimentos, bem como s fontes de gua usadas na explorao?

    Ex. pastoreio Ex. armazenamento de

    efluentes pecurios

  • Requisitos especficos

    Lista de verificao

    PP 02. Condies sanitrias da explorao primria

    Instalaes sanitrias S/N/NA

    LI 7. Condies relativas implementao de boas prticas de higiene pessoal

    a) Esto disponveis meios de lavagem de mos prximos dos locais de

    manipulao e armazenagem de alimentos?

    b) Existem instalaes sanitrias prximas dos locais de trabalho?

    c) As instalaes sanitrias esto em boas condies de conservao,

    funcionamento e higiene?

  • Requisitos especficos

    Lista de veri

Recommended

View more >