produÇÃo limpa, produÇÃo mais limpa, produÇÃo ?· produÇÃo limpa, produÇÃo mais limpa,...

Download PRODUÇÃO LIMPA, PRODUÇÃO MAIS LIMPA, PRODUÇÃO ?· produÇÃo limpa, produÇÃo mais limpa, produÇÃo…

Post on 13-Nov-2018

215 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • PRODUO LIMPA, PRODUO MAIS

    LIMPA, PRODUO ENXUTA, 5S E

    MANUTENO AUTNOMA - UMA

    PROPOSTA METODOLGICA DE

    IMPLANTAO CONJUNTA

    Rodolfo Reinaldo Petter

    (UTFPR)

    Caroline Rodrigues Vaz

    (UFSC)

    Luis Maurcio Martins de Resende

    (UTFPR)

    Paulo Maurcio Selig

    (UFSC)

    Resumo Este trabalho apresenta uma proposta de um modelo metodolgico

    para a implantao conjunta das metodologias da Produo Limpa

    (PL) e Mais Limpa (PML), 5S, Manuteno Autnoma e Produo

    Enxuta, atravs de seus objetivos e das suas etapas dee implantao,

    contribuindo para traar o desenvolvimento acadmico e profissional

    para implementar e aperfeioar o conhecimento para novas

    metodologias. Esta pesquisa teve natureza qualitativa em relao aos

    temas tratados, foram realizadas buscas na literatura e em normas

    tcnicas dos ltimos dez anos. A Produo limpa e mais Limpa (PLML)

    so conceitos e trazem ferramentas que associam benefcios

    econmicos, sociais e ambientais s atividades de uma organizao. A

    Produo Enxuta um conceito cujas ferramentas eliminam

    desperdcios, minimizam tempo de produo e aumentam a qualidade

    do produto. O programa de qualidade 5S objetiva a melhoria do

    desempenho organizacional por meio da limpeza, organizao e

    sistematizao dos ambientes da empresa. A Manuteno Autnoma

    objetiva que os prprios operadores/colaboradores dos equipamentos

    prestem manuteno a esses e aos ambientes em que esto alocados. A

    aplicao conjunta dessas ferramentas pode contribuir, efetivamente,

    para a melhoria da competitividade e da sustentabilidade ambiental

    nas empresas.

    Palavras-chaves: Produo mais Limpa, Produo Limpa, Produo

    Enxuta, 5S, Manuteno.

    12 e 13 de agosto de 2011

    ISSN 1984-9354

  • VII CONGRESSO NACIONAL DE EXCELNCIA EM GESTO 12 e 13 de agosto de 2011

    2

    1 Introduo

    A gesto ambiental um tema de muitas discusses, principalmente a partir da

    Conferncia de Estocolmo na Sucia em 1972. A partir da, compreendeu-se que a soluo

    para a conservao dos recursos naturais e minimizao da degradao ambiental, seria o

    desenvolvimento de tcnicas ambientais e de gerenciamento que acabassem com o

    desperdcio, colaborando para um desenvolvimento mais sustentvel. A Produo Limpa e a

    Produo Mais Limpa so frutos da viso fim de tubo, da preveno poluio e da

    melhoria contnua. Apesar das propostas virem de organismos diferentes, das Naes Unidas

    e Greenpeace, so aliados ao mesmo tema do Desenvolvimento Sustentvel.

    No atual cenrio de competitividade e com o mercado cada vez mais dinmico e

    direcionado ao consumidor, emerge a exigncia sobre as empresas em constantemente buscar

    melhorias, inclusive em seus mtodos de controle de qualidade, meio ambiente e manuteno.

    Nesta situao as empresas se tornam cada vez mais dependentes da necessidade da gerao

    de garantias em seus processos a fim de atender s exigentes demandas por produtos

    diferenciados e ainda construir a capacidade do ganho de mercado consumidor frente

    competio provinda de sua concorrncia.

    Porm, toda atividade industrial provoca impacto ambiental. A gerao de resduos,

    como subprodutos, no importa de que material seja feito, provoca um impacto ambiental,

    seja em funo do processo produtivo, da matria-prima utilizada, ou da disposio final do

    produto. Isto faz com que as empresas busquem a evoluo de seus mtodos de articulao

    com seus colaboradores, mquinas e com os demais recursos envolvidos e necessrios

    produo. Tal ambiente competitivo faz com que as empresas, principalmente as de micro e

    pequeno porte, busquem solues que demandam baixos custos de implantao e

    mantenimento, e ainda que as auxiliem a garantir sua produo, tanto em termos de escala,

    como em qualidade e customizao direcionada ao consumidor de seu produto final, alm de

    cuidados com o meio ambiente.

    No objetivo de manter as empresas atuantes e competitivas, emerge a utilizao de

    programas de gesto da qualidade e gesto ambiental que propem controlar e,

    consequentemente, garantir a qualidade em seus produtos finais e que no danem o meio

    ambiente, alm da utilizao de programas de manuteno, os quais interferem diretamente

  • VII CONGRESSO NACIONAL DE EXCELNCIA EM GESTO 12 e 13 de agosto de 2011

    3

    estrutura operacional de uma indstria pontualmente por meio de seus equipamentos. Neste

    contexto, o presente artigo aborda a implantao do programa de qualidade 5S, gesto

    ambiental com a Produo mais Limpa em conjunto ao modelo de gesto e operacionalizao

    da manuteno denominada manuteno autnoma e produo enxuta. Na qual a Produo

    mais Limpa, de acordo com Pimenta e Gouvinhas (2007), apresenta-se como uma ferramenta

    favorvel ao desempenho das empresas de forma preventiva em relao aos seus aspectos

    ambientais, atravs da minimizao de impactos associados diminuio de custo e

    otimizao de processos, recuperao e otimizao do uso de matrias-primas e energia, tendo

    de forma geral ganho de produtividade a partir de um controle ambiental preventivo.

    Anloga a isso a busca contnua pelo aumento da eficincia produtiva e

    organizacional, cada vez mais motivada pela acirrada competio entre as empresas no atual

    mercado globalizado, faz do programa 5S um escopo geral, objetivo a melhoria do

    desempenho organizacional por meio da limpeza, organizao e sistematizao dos ambientes

    da empresa que o implanta, partindo do envolvimento direto de seus colaboradores nesses

    processos. A Produo Enxuta pode ser definida conforme Ohno (1997), como uma filosofia

    que querer menos tempo de processamento para entregar produtos e servios com alta

    qualidade e baixos custos, atravs da melhoria do fluxo produtivo via eliminao dos

    desperdcios no fluxo de valor.

    J o modelo de manuteno autnoma, em aspectos gerais, objetiva que os prprios

    operadores/colaboradores dos equipamentos prestem manuteno a esses e aos ambientes em

    que esto alocados, com base conceitual no formato preventivo de manuteno,

    descentralizando assim a responsabilidade por essa atividade de uma pessoa ou equipe em

    especfico, direcionando-a para cada colaborador da empresa que entre em contato com os

    equipamentos pontualmente. Sendo assim, a partir disso, atribuem-se novas responsabilidades

    e agregam-se novos valores a esses colaboradores. Assim, este artigo teve como objetivo

    apresentar uma proposta de um modelo metodolgico para a implantao conjunta dessas

    ferramentas, atravs de seus objetivos e das suas etapas de implantao, contribuindo para

    traar o desenvolvimento acadmico e profissional para implementar e aperfeioar o

    conhecimento para novas metodologias.

    2 Referencial terico

    2.1 Produo Limpa e Mais Limpa (PLML)

    A Produo Limpa (PL) engloba as estrategias de administrao industrial (SILVA,

  • VII CONGRESSO NACIONAL DE EXCELNCIA EM GESTO 12 e 13 de agosto de 2011

    4

    2004), foi proposta pela organizao ambientalista no governamental Greenpeace, afirma

    Furtado et al. (1998), para representar o sistema produtivo industrial que levasse em conta: (1)

    A auto-sustentabilidade de fontes renovveis de matrias-primas; (2) A reduo do consumo

    de gua e energia; (3) A preveno da gerao de resduos txicos e perigosos na fonte de

    produo; (4) A reutilizao e reaproveitamento de materiais por reciclagem de maneira

    atxica e energia-eficiente (consumo energtico eficiente e eficaz); (5) A gerao de produtos

    de vida til longa, seguros e atxicos, para o homem e o ambiente, cujos restos (inclusive as

    embalagens), tenham reaproveitamento atxico e energia-eficiente; (6) A reciclagem (na

    planta industrial ou fora dela) de maneira atxica e energia-eficiente, como substitutivo para

    as opes de manejo ambiental representadas por incinerao e despejos em aterros.

    Borges (1999), afirma que o objetivo da PL eliminar as causas da degradao

    ambiental, atravs de aes corretivas, minimizar a gerao dos poluentes na fonte, o que

    significa reduzir o uso de materiais e energias para uma quantidade suficiente produo.

    A abordagem e implementao da PL, segundo Greenpeace (1997) envolve oito

    etapas, apresentadas a seguir: (1) Identificao da substncia perigosa a ser gradualmente

    eliminada com base no Princpio Precautrio; (2) Execuo de anlises qumica e de fluxo de

    material; (3) Estabelecimento e implementao de um cronograma para a eliminao gradual

    da substncia nociva do processo de produo, bem como de correspondente tecnologia de

    gerenciamento de resduos; (4) Implementao de processos de produo limpa para produtos

    existentes e pesquisa de novos; (5) Treinamento e fornecimento de apoio tcnico e financeiro;

    (6) Ativa divulgao de informaes para o pblico e garantia de sua participao na tomada

    de decises; (7) Viabilizao da eliminao gradativa da substncia poluente atravs de

    incentivos normativos e financeiros; (8) Viabilizao da transio para a Produo Limpa

    com planejamento social, envolvendo trabalhadores e comunidades afetados.

    Andrade, Marinho e Kiperstok (2001) afirmam que a PL envolve um conjunto de

    medidas relativas produo, tais como: boas prticas operacionais e adoo de medidas para

    evitar perdas, armazenamento e disposio final adequada dos resduos, redesenham de

    produtos e processos, minimizao e uso suficiente de matrias-primas e energia, substituio

    de substncias txicas. Tambm esta relacionada a valores de

Recommended

View more >