produção de textos para concursos públicos

Download Produção de textos para concursos públicos

Post on 08-Apr-2017

535 views

Category:

Education

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

PRODUO DE TEXTOS

PRODUO DE TEXTOS PARA CONCURSOS PBLICOSInterpretao e Compreenso de TextosTextualidadeIntertextualidadeTipologia TextualFunes da LinguagemNveis da Linguagem

COMPREENSO DE TEXTOSPara se compreender um texto necessrio que:1-Identifique o referente(assunto);2-Identifique o cdigo (sinais);3-Identifique o canal(meio);4-Idenifique a mensagem(texto).

COMPREENSO DE TEXTOS

INTERPRETAO DE TEXTOSPara que uma pessoa interprete um texto necessrio que ao se ler, identifique a inteno do autor dentro do contexto da mensagem, que direcionada para um determinado ouvinte(interlocutor) com um assunto( referente) principal e de seu interesse.

INTERPRETAO DE TEXTOS

NVEIS DE LINGUAGEM OU VARIAO LINGUTICASO AS DIFERENTES MANIFESTAES DO FALANTE EM DIFERENTES SITUAES:O PADRO COLOQUIAL, INFORMAL OU POPULAR: usado para falar com a famlia e pessoas ntimas, onde tenha liberdade de expresso.O PADRO CULTO, FORMAL, VARIANTE PADRO: usado para falar com colegas de trabalho e autoridades, onde deve ter formalidades.

AS FUNES DA LINGUAGEMExistem seis tipos de funes da linguagem:Funo referencial( relacionada com o referente);Funo conativa (relacionada com o destinatrio);Funo emotiva (relacionada com o remetente);Funo metalingustica ( relacionada com o cdigo);Funo ftica ( relacionada com o canal);Funo potica ( relacionada com a mensagem).

AS FUNES DA LINGUAGEMFuno referencial ou denotativa( relacionada com o referente): aquela com o objetivo de transmitir dados da realidade de forma direta e objetiva, sem ambiguidade.Exemplos: textos dissertativos, tcnicos, instrucionais, jornalsticos.

AS FUNES DA LINGUAGEMFuno conativa ou apelativa(relacionada com o destinatrio): aquela com a inteno de influenciar, envolver, persuadir o destinatrio.Exemplos: Anncios de produtos.

AS FUNES DA LINGUAGEMFuno emotiva ou expressiva (relacionada com o remetente): aquela com a inteno de expressar sentimentos e emoes, se posicionando em relao ao tema de que est tratando.Exemplos: Depoimentos, entrevistas, narrativas de carter memorialista, criticas subjetivas.

AS FUNES DA LINGUAGEMFuno metalingustica ou metalinguagem ( relacionada com o cdigo): aquela em que a lngua usada para explicar a prpria lngua.Exemplos: Aulas, dicionrios e gramticas.

AS FUNES DA LINGUAGEMFuno ftica (chamativa)( relacionada com o canal): aquela que tenta garantir a manuteno da conversa e a ateno do interlocutor(ouvinte).Exemplos: Todo sinal ou conversa para chamar a ateno de programas ou filmes, antes que eles iniciem.

AS FUNES DA LINGUAGEMFuno potica (estruturada) ( relacionada com a mensagem): aquela com a inteno de focar na prpria mensagem, para a arrumao das palavras de acordo com a escolha, combinao ou organizao delas.Exemplos: poesia, prosa, anncios publicitrios, slogans, ditados populares e provrbios.

AS FUNES DA LINGUAGEM

A INTERTEXTUALIDADE NA LEITURA E NA PRODUO DE TEXTOSA intertextualidade um recurso to importante e to recorrente que podemos afirmar que nenhum texto se produz ou se origina do nada; ao contrrio, alimenta-se, de modo claro ou subentendido de outros textos.

A INTERTEXTUALIDADE NA LEITURA E NA PRODUO DE TEXTOSA intertextualidade criada pela elaborao de um texto a partir de outro texto verbal ou no verbal, dessa forma deixando claro uma relao entre os dois ou que se possa subtender.

TEXTUALIDADE:O TEXTO E SUA COERNCIAA coerncia de um texto s existe se ele no possuir contradies, ou seja tudo que se afirmado no incio no poder ser negado no meio e nem no fim do discurso, alm disso todos as ideias nele presentes devem estar ligadas entre si. E isso que se chama um texto coerente.Exemplo: se um texto comear falando de poltica no pode terminar falando de religio.

TEXTUALIDADE:O TEXTO E SUA COERNCIAExistem trs tipos de coerncia: Coerncia narrativa( presente na correta sucesso de aes lgicas e verdadeiras).Coerncia argumentativa( presente na ligao correta das ideias defendidas).Coerncia descritiva (presente na associao correta entre as figuras e suas descries nos locais possveis).

TEXTUALIDADE: A COESO TEXTUALA coeso o emprego correto de conectivos, advrbios, pronomes, sinnimos, etc.Elementos de coeso so palavras ou expresses cuja funo estabelecer relaes lgicas entre os segmentos do texto ou fazer referencia a outros elementos nele presentes..

TIPOLOGIA TEXTUAL:GNEROS E TIPOS TEXTUAISO que falado, a maneira como falado e a forma que dada ao texto so caractersticas diretamente ligadas ao gnero textual.Exemplos: bilhete, carta, telefonema, jornal, revista, receita, cardpio, crnica, poesia, conto, bula de remdio, aula expositiva, etc.

TIPOLOGIA TEXTUAL:GNEROS E TIPOS TEXTUAISCaractersticas bsicas dos tipos textuais:Sequncia narrativa:Sequncia descritiva:Sequncia argumentativa:Sequncia explicativa ou expositiva:Sequncia injuntiva ou instrucional:

TIPOLOGIA TEXTUAL:GNEROS E TIPOS TEXTUAISSequncias narrativas so usadas nos textos narrativos, em que se desenvolve numa linha de tempo e num determinado espao, um fato e uma ao marcada pela temporalidade.

TIPOLOGIA TEXTUAL:GNEROS E TIPOS TEXTUAISSequncias descritivas so usadas em textos descritivos, em que ocorre a apresentao pura e simples do estado do ser descrito em um determinado momento, sem que haja sucesso de acontecimentos.

TIPOLOGIA TEXTUAL:GNEROS E TIPOS TEXTUAISSequncias argumentativas so usadas em textos argumentativos, em que se faz a defesa de um ponto de vista, de uma ideia ou que se questiona algum fato, tentando persuadir o leitor ou ouvinte.

TIPOLOGIA TEXTUAL:GNEROS E TIPOS TEXTUAISSequncias explicativas ou expositivas so usadas em textos explicativos, em que se tenta explicar ou dar informaes a respeito de alguma coisa, com objetivo de fazer com que o leitor adquira um saber ou um conhecimento que no tinha.

TIPOLOGIA TEXTUAL:GNEROS E TIPOS TEXTUAISSequncias injuntivas ou instrucionais so usadas em textos instrucionais, em que marca uma sequncia com uma ordem ou orientao.Ex: receitas, manuais, livros de autoajuda e horoscopo.

refernciasTERRA, Ernani & DE NICOLA, Jos. Portugus de olho no mundo do trabalho: volume nico. So Paulo: Scipione, 2004. (Coleo de olho no mundo do trabalho)

Recommended

View more >