processo civil ii

Download Processo Civil II

Post on 31-Jul-2015

479 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Caderno de Exercicios

TRANSCRIPT

DIREITO PROCESSUAL CIVIL II - RJ ALUNO Ttulo Resposta do Ru. Conceito. Atitudes do Ru ao ser citado. Prazos. Princpios. Defesas do Plano Processual e da Ao. Defesas do Plano do Mrito: Indiretas e Diretas. Nmero de aulas por semana Nmero de semana de aula Tema

1

1

Resposta do Ru. Conceito. Atitudes do Ru ao ser citado. Prazos. Princpios. Defesas do Plano Processual e da Ao. Defesas do Plano do Mrito: Indiretas e Diretas.

Objetivos

O estudante dever ser capaz de compreender as diversas atitudes que podem ser adotadas pelo ru ao ser citado em um processo instaurado em face dele. Ao final da exposio do professor dever o aluno ser capaz de identificar, dentre as modalidades de repostas do ru, aquelas que consistem defesas (processuais e de mrito) e contra-ataque (reconveno). Para o alcance destes objetivos necessria uma exposio da diferena entre a relao processual e a de direito material, sabendo-se que o ru ora se defende no plano processual as preliminares na contestao e as excees com autuao prpria ora se defende no plano do mrito, onde se faz presente a relao de direito material, resistindo pretenso do autor, alegando defesas de mrito indiretas como as objees e as excees substanciais ou de direito material - ora de forma direta, negando o fato ou dando ao fato narrado pelo autor outra configurao. Compreender que o ru deve apresentar suas defesas observando as diversidades de ritos, como o ordinrio, o sumrio, os especiais e o sumarssimo dos Juizados Especiais. O estudante dever ser preparado para compreender a nova sistemtica de resposta do ru no substitutivo do anteprojeto do novo Cdigo de Processo Civil, especialmente em relao ao desaparecimento da reconveno no futuro procedimento comum, substituda pelo pedido contraposto na nica pea de resistncia contestao - e da Ao Declaratria incidental. Compreender, ainda, que as excees como pea autnoma tambm deixam de ser contempladas no novo CPC.

Estrutura de contedo

1 Atitudes do ru ao ser citado: 1.1-Reconhecer a procedncia do pedido;

1

1.2-Permanecer omisso; 1.3-Oferecer impugnao ao valor da causa; 1.4-Responder; 1.4.1-Apresentar defesas: Defesas processuais e de mrito, indiretas e diretas; 1.4.2-Contra-atacar.

2 Respostas do ru: 2.1Contestao; 2.2Exceo (incompetncia, impedimento e suspeio); 2.3-Reconveno;

3 Prazos para oferecimento de resposta: 3.1-No procedimento ordinrio; 3.2-No procedimento sumrio; 3.3-Nos Juizados especiais. Recursos fsicos

Lousa e Data-show.

Aplicao prtica e terica

Gabriel promove ao de conhecimento em face de Fabiana. Na petio inicial narra que a r sua fiadora, como consta no contrato de mtuo assinado com Ado. Como devedora solidria assumiu a obrigao de pagar, porm vencida a dvida no a quitou no prazo avenado, apesar de insistentemente interpelada. Citada, transcorridos 05 (cinco) dias, a r chama ao processo o devedor principal, Ado. Indaga-se: a) Qual o prazo que para a a r corre oferecer pelo contestao, ordinrio?

considerando

ao

rito

Fundamente a resposta.

b)

O chamamento ao processo acarreta a suspenso do prazo para a apresentao da resposta do ru? Justifique.

c)

A contestao e a reconveno devero ser oferecidas simultaneamente, na mesma pea de resistncia?

2

Justifique.

d)

Se o ru ao contestar o pedido do autor alegar a ilegitimidade da parte autora e a litispendncia em razo de existncia anterior de outra ao entre as mesmas partes, com a mesma causa de pedir e o mesmo pedido e, no mrito aduzisse que j pagou, e seno fosse o pagamento j teria ocorrido a prescrio, as defesas do ru seriam do plano processual e do mrito.

QUESTO OBJETIVA

Nas denominadas defesas indiretas (ou processuais), antes de discutir o mrito, o ru poder alegar inmeros obstculos de natureza processual (formal), EXCETO. (Exame da OAB/MG agosto de 2003). a) b) c) d) litispendncia, defeito de representao ou falta de autorizao; improcedncia do pedido; perempo; conexo e continncia.

Consideraes adicionais

Pesquisa na doutrina 1) Jos Carlos Barbosa Moreira, O Novo Processo Civil Brasileiro, 25 ed. Ed. Forense: Rio de Janeiro, 2007, captulo I, parte I; 2) Alexandre Freitas Cmara, Lies de Direito Processual Civil, v. I, 16 ed. Ed. Lmen Juris: Rio de Janeiro, 2007, captulo XII, parte II; 3) Luiz Rodrigues Wambier, Curso Avanado de Processo civil, v. I, Ed. RT: So Paulo, captulo XXV; 4) Humberto Theodoro Jnior, Curso de Direito Processual Civil, v I, 52 edio. Ed. Forense: Rio de Janeiro, captulo XVI, 56/57, 52 edio. 2011.

3

Ttulo

Contestao. Princpios. Prazo. No rito ordinrio, rito sumrio e rito sumarssimo. Defesas do Plano Processual e da Ao. Defesas do Plano do Mrito: Indiretas e Diretas. Princpio da Eventualidade. nus da impugnao especificada. Iseno do nus. Conte

Nmero de aulas por semana Nmero de semana de aula Tema

1

2

Contestao. Princpios. Prazo. No rito ordinrio, rito sumrio e rito sumarssimo. Defesas do Plano Processual e da Ao. Defesas do Plano do Mrito: Indiretas e Diretas. Princpio da Eventualidade. nus da impugnao especificada. Iseno do nus. Conte

Objetivos

O estudante dever ser capaz de compreender a contestao como uma das modalidades de resposta do ru, que consiste na sua defesa por excelncia. Identificar os diferentes prazos para o oferecimento: no rito ordinrio, rito sumrio, nos especiais e no sumarssimo dos Juizados especiais, bem como identificar as defesas processuais (preliminares) e de mrito cabveis em sede de contestao. Compreender ao final da exposio do professor a importncia do princpio da eventualidade concentrao ordem das defesas podem (art.300) ser e as consequncias da do seu descumprimento para o ru. Compreender, ainda, que certas matrias de pblica alegadas depois contestao, excepcionalmente (art. 303 do CPC).

Estrutura de contedo

1 Contestao: 1.1-conceito; 1.2-Prazo: 1.2.1No rito ordinrio; 1.2.2No rito sumrio; 1.2.3-Nos Juizados especiais. 1.3-Princpio da eventualidade; 1.4-Princpio da concentrao; 1.5-Defesas alegveis;

4

1.5.1-defesas de mrito: Diretas e indiretas; 1.5.2-defesas processuais - preliminares de contestao. 1.6-nus da impugnao especificada e a iseno desse nus; 1.7-Contestao por negativa geral. Novas alegaes depois da contestao. Recursos fsicos

Quadro e Data-show.

Aplicao prtica e terica

Juvenal pretende promover ao em face de Valdo para postular a condenao do ru a lhe entregar certa coisa mvel, objeto de contrato celebrado pelas partes. O valor do bem de R$ 20.000,00 (vinte mil reais). Procura um advogado de sua confiana e o contrata para promover a medida judicial cabvel. Indaga-se:

a)

O autor tem escolha, no caso, para adotar o rito que lhe convm na ao a ser proposta? Poderia ser adotado o rito sumrio do CPC? Fundamente a resposta.

b)

Qual o prazo para o ru se defender nos ritos ordinrio, sumrio e sumarssimo? Fundamente a resposta.

c)

O advogado do ru, se retirar os autos do cartrio, quando comea a correr o prazo para oferecer contestao? Justifique.

QUESTO OBJETIVA

So matrias que o juiz pode conhecer de ofcio e a qualquer tempo e grau de jurisdio: (OAB/SP-ABRIL/2007).

a) ilegitimidade de partes; b) prescrio; c) incompetncia absoluta; d) todas esto corretas. Consideraes adicionais

Pesquisa na doutrina 1) Jos Carlos Barbosa Moreira, O Novo

5

Processo Civil Brasileiro, 25 ed. Ed. Forense: Rio de Janeiro, 2007, captulo I, parte I; 2) Alexandre Freitas Cmara, Lies de Direito Processual Civil, v. I, 16 ed. Ed. Lmen Juris: Rio de Janeiro, 2007, captulo XII, parte II; 3) Luiz Rodrigues Wambier, Curso Avanado de Processo civil, v. I, Ed. RT: So Paulo, captulo XXV; 4) Humberto Theodoro Jnior, Curso de Direito Processual Civil, v I, Ed. Forense: Rio de Janeiro, captulo XVI, 56/57, 52 edio, 2011.

6

Ttulo

Excees: Exceo de Incompetncia, Suspeio e Impedimento. Legitimidade. Prazo. Efeitos das Excees. Cabimento. Procedimentos. Precluso. Deciso e sua natureza. Recurso cabvel.

Nmero de aulas por semana Nmero de semana de aula Tema

1

3

Excees: Exceo de Incompetncia, Suspeio e Impedimento. Legitimidade. Prazo. Efeitos das Excees. Cabimento. Procedimentos. Precluso. Deciso e sua natureza. Recurso cabvel.

Objetivos

O estudante dever ser capaz de compreender as excees como modalidade de resposta do ru, atravs da qual apresenta defesas de natureza processuais, que visam prestigiar o princpio do Juiz natural, afastando-o por suspeio ou impedimento (parcialidade) ou por no ser o competente em razo de descumprimento da regra de competncia de foro (critrio territorial ou em razo do valor e, ainda, identificar o procedimento a ser adotado na hiptese de oferecimento de cada uma das excees. Compreender a natureza da deciso judicial e o recurso adequado, bem como ser noticiado que provavelmente no novo CPC as excees passaram a integrar a nica pea de resistncia, para prestigiar a informalidade, a economia processual e a simplicidade. O aluno deve ser informado que as excees, como forma de resposta do ru, no substitutivo do anteprojeto do novo CPC desaparecer, e que as alegaes de incompetncia do juzo, relativa ou absoluta, suspeio e impedimento sero feitas na nica pea de resistncia contestao -, o que causar economia processual, celeridade e efetividade da prestao jurisdicional.

Estrutura de contedo

1 Exceo: 1.1-conceito; 1.2-natureza; 1.3Espcies: 1.3.1-Exceo de incompetncia; 1.3.2-Exceo de impedimento; 1.3.3-Exceo de suspeio; 1.4-cabimento;

7

1.5-prazo; 1.6-efeitos; 1.7-procedimento; 1.8-natureza da deciso; 1.9-Recurso.

Recursos fsicos

Quadro e Data-show.

Aplicao prtica e terica