processo civil (1)

Download Processo Civil (1)

If you can't read please download the document

Post on 05-Dec-2014

41 views

Category:

Documents

29 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

1

- Processo conhecimento - ordinrio - sumrio - processo execuo - processo cautelar - procedimentos especiais

Pretenso resistida a busca ao poder judicirio para salvaguardar meu direito princpio da inrcia provoco o poder judicirio por meio de um ato processual atravs da petio inicial No processo de conhecimento o juiz analisa amplamente a pretenso, a anttese. No processo de conhecimento existe a convico exauriente porque analisa amplamente onde as partes tem ampla participao no processo. Para o juiz existe s o que est no processo, julgando procedente ou improcedente isso caracteriza o processo de conhecimento. O processo de conhecimento o mais caro e mais moroso Processo de execuo atos produzem efeitos imediatos, ele mais efetivo porque se auto executa. Processo cautelar apenas resguarda um direito discutido na lide principal, garante a eficcia de um processo principal, que tanto pode ser de conhecimento ou de execuo. Ex. garante o patrimnio em um processo de separao. Procedimentos especiais so aes com rito especial previsto em lei, mais cleres. Ex. ao monitria. PROCESSO DE CONHECIMENTO Preferencialmente RITO Se no tem situao prevista, escolho entre ordinrio e sumrio, O mais rpido sumrio, mais tem limitaes, art. 275 Se no se enquadra aqui vai para o RITO ORDINRIO que residual PETIO INICIAL um ato processual, POSTULATRIO, realizado pela parte autora. um ato postulatrio que importa em pedido.

2

QUANDO a petio inicial considerada proposta? Se tiver de mais uma vara, passa pela distribuio Se tiver uma nica vara, do despacho do juiz.

Vai indicar obrigatoriamente, se no tiver o juiz manda corrigir Endereamento preciso identificar o juzo competente Competncia absoluta (funo e hierarquia) e relativa (territrio e valor da causa) Enderear sempre para o cargo e sempre masculino Qualificao das partes Qualificao das partes: nome prenome do autor e ru. Nmero de documento identificador. Se no tiver o nome tentar identificar de outra maneira ex. Nome pai me, endereo. Citao por edital cabe ru conhecido mas no localizado e ru desconhecido. Precisa ser colocada esta situao na petio inicial Empresa tall ... pelo seu representante legal na verdade presentante preposto (munido com carta de preposio) ou scio gerente. Sujeitos de direito - pessoa fsica ou jurdica (deve estar presentado) - entes despersonalizados deve estar representado ex. massa falida, sndico Qualificao: alm do nome e prenome estado civil Para alguns processos isso muito relevante, ex. divrcio. Em alguns casos at o regime de casamento importante. Se no souber colocar de estado civil ignorado profisso domiclio ou residncia para comunicao dos atos do processo que precisam ser feitos confisso meio de prova, diferente de revelia existem duas modalidades que exigem endereo: pelo oficial de justia e pelo correio. A eletrnica e por edital, no necessariamente precisa o endereo do ru. Fatos e fundamento jurdico do pedido CAUSA DE PEDIR o direito 1. Fatos 2. Direitos

3 3. Pedidos Foz do Iguau ... CAUSA DE PEDIR o que aconteceu, os fatos narrados da maneira como aconteceram. Mas so o que relevante para o juiz saber para conhecimento da causa. Fundamento jurdico o direito Ex. no cc diz que tenho direito Aqui posso utilizar todas as fontes do direito, LEIS JURISPRUDNCIAS, PRINCPIOS at ANALOGIA E COSTUMES fundamentar o pedido que ser feito no final Tudo que prova que tenho direito. No processo civil brasileiro vigora a teoria da abstrao MESMO Se errar a fundamentao, pela teoria da abstrao o juiz vai analisar o pedido e vai conceder o direito com base no perodo O importante o PEDIDO IV o pedido com a suas especificaes o requisito mais importante da petio inicial o que a parte pretende do poder judicirio, o prprio direito pedido. Posso pedir tudo o que a lei no me probe. Possibilidade jurdica do pedido precisa ser possvel no apenas juridicamente, mas fisicamente tbm. PEDIDO est atrelado a uma condio da ao tem que ter condies de se realizar. Pedido mediato o que ela vai obter no final do processo o bem jurdico pretendido, o direito previsto na lei. Pedido imediato a tutela jurisdicional a providencia do estado Se o pedido imediato a condenao do ru, o mediato so os alimentos em si. Em indenizao o imediato a condenao ao pagamento o mediato o valor Na execuo a tutela o pedido imediato e o mediato o valor. Imediato art. CPC Mediato art. CC O pedido na verdade um resumo da petio inicial, muito importante por isso precisa ser bem motivado. Isso representa um princpio PRINCPIO DA ADSTRIO ou DA CONGRUNCIA

4 O juiz quando vai decidir o processo na sentena, ele est adstrito ao que est pedido. So pode conceder ao que foi pedido. Se decidir a menos cabe embargos de declarao. Tem que ter uma correspondncia com o que foi pedido V VALOR DA CAUSA Face ao exposto vem requerer a PROCEDENCIA DA AO para condenar ao pagamento .... Valor Indenizao Juros Art. 252 valor da causaArt. 258. A toda causa ser atribudo um valor certo, ainda que no tenha contedo econmico imediato.

Porque expressa a pretenso econmica, com base neste valor sero recolhidas as custas e fixados os honorrios advocatcios e o rito a ser seguido: - pretenso econmica da parte - limite do processo para o julgamento do juiz - custas - honorrios - rito (sumrio at 60 juizados especiais 40 sem advogado 20sm Ex. paternidade Em aes que no tem preo, coloca-se um valor simblico muito usado R$1000,00

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013 REQUISITOS DA PETIO INICIAL ART. 282 I Endereamento II qualifica partes III fato + fundamento pedido e causa de pedir IV pedido no existe petio sem pedido. V valor da causa VI provas VII citao do ru VALOR DA CAUSA no aleatrioArt. 258. A toda causa ser atribudo um valor certo, ainda que no tenha contedo econmico imediato.

requisito da petio inicial Porque expressa a pretenso econmica, com base neste valor sero recolhidas as custas e fixados os honorrios advocatcios e o rito a ser seguido:

5 - pretenso econmica da parte - limite do processo para o julgamento do juiz - custas - honorrios - rito (sumrio at 60 juizados especiais 40 sem advogado 20sm Ex. paternidade Ainda que no tenha interesse visvel, conflito. Em aes que no tem preo, coloca-se um valor simblico muito usado R$1000,00Art. 259. O valor da causa constar sempre da petio inicial e ser: I - na ao de cobrana de dvida, a soma do principal, da pena (multa) e dos juros vencidos at a propositura da ao;

Os juros colocados aqui so juros os juros vencidos, os que vencerem ainda so automaticamente atualizados.II - havendo cumulao de pedidos, a quantia correspondente soma dos valores de todos eles;

Tem a eventual e a objetiva, esta cumulao a objetiva a possibilidade de fazer vrios pedidos.III - sendo alternativos os pedidos, o de maior valor;

Obrigao alternativa pode ser cumprida por mais de um modo, as partes pactuam isso no contrato, se caracteriza pela partcula OU. O autor deve dizer e possibilitar para o ru na petio inicial Mas o valor ser o de maior valor Mas o autor vai ter direito a apenas uma, pq assim foi combinadoIV - se houver tambm pedido subsidirio, o valor do pedido principal;

Pedido subsidirio tbm importa no acolhimento de um ou outro, mas uma cumulao eventual. O valor do pedido principal que vai prevalecer: Ex. vendeu uma TV e o comprador no pagou, quer a TV de volta mas se o juiz assim no entender quero o valor dela em dinheiro. O valor neste caso ser o valor da TV + multaV - quando o litgio tiver por objeto a existncia, validade, cumprimento, modificao ou resciso de negcio jurdico, o valor do contrato;

Isto , tiver contrato, vai valer o valor do contrato Ex. se estou discutindo um financiamento mas so o juro o valor da causa vai ser o valor do contrato. Sempre que se tiver discutindo uma clusula do contrato o valor da causa ser o valor do contrato. O STJ proferiu uma deciso em uma so turma (isolada) dizendo que se for discutir uma clusula especfica e o valor dela pode ser destacado este valor pode ser usado como valor da causa. Isto e quando no se est questionando o contrato e sim apenas uma clusula.VI - na ao de alimentos, a soma de 12 (doze) prestaes mensais, pedidas pelo autor; VII - na ao de diviso, de demarcao e de reivindicao, a estimativa oficial para lanamento do imposto.

Refere-se a propriedade imobiliria Ao de demarcao vai marcar onde a propriedade Reivindicao reivindica o domnio que de volta Diviso um condomnio inteiro que vai ser dividido Estabelece critrios de fixao da causa quando a prestao peridica, so prestaes que se prolongam no tempo.

6 O valor da causa ser: 1. Prestaes vencidas e vincendas (valor de umas e outras) somadas, valor das duas. As vencidas so somar As vincendas precisa ver o tempo da obrigao ser igual a uma prestao anual (12) se tempo indeterminado ou superior a 1 ano. Se indeterminado: soma 12 Se superior o prazo a 1 ano: soma 12 Se inferior a um ano ser igual a soma das prestaes: soma o nmero das que faltam Ex. se faltam 13 prestaes = vencidas + 12 Se faltam 20 = vencidas mais 12 Se falta 5 = vencidas + 5 Princpio da especialidade aplica a regra mais especfica No exemplo da TV, se foi em prestao e parou de pagar, vou pedir as prestaes vencidas + vincendas e no o valor do contrato, pq a pretenso mais especfica. O valor DA CAUSA REFLETE NO RITO E NAS CUSTAS Existem critrios para dar valor a causa, pq leva o critrio objetivo da lide O valor da causa importante pq demonstra a pretenso econmica da parte. O valor da causa fixa rito juizado at 40sm o sumrio at 60sm Serve como parmetro para fixao das custas e verbas de sucumbncia. Na jf 1% e na justia estadual tem uma tabela para o valor das custas. Todo o processo tem custas iniciais, depois tem custas para citao do ru, percia. O Ru pode questionar o valor da causa no prazo dado para contestao Vai ficar fora do processo por meio de incidente O jui