preparar o turismo para as low cost terceira

Download Preparar o turismo para as low cost terceira

Post on 27-Jan-2017

114 views

Category:

Leadership & Management

4 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Catarina Varo

    workshop_preparar o turismo para as low costpraia da vitria, novembro 2016

  • workshop_preparar o turismo para as low costpraia da vitria, novembro 2016

  • agenda

    quem o viajante low cost exigncias e condies para acolher o novo

    turista imagem e comunicao: como fazer-se

    conhecer e divulgar a minha empresa conseguir satisfao do cliente e comentrios

    positivos dicas para maximizar a rentabilidade do meu

    negcio

  • perfil tema 1

  • Resultados 1. semestre 2015 | 1

    Resultados 1. semestre 2015 Portugal

    Algarve lidera em termos de dormidas (31,3% de quota) e cresceu 1% face a 2014.

    Lisboa no 2. lugar com 5,6 milhes de dormidas, contribuiu com o maior acrscimo absoluto (+504,3 mil dormidas).

    Receitas tursticas atingiram 4,6 mil milhes de (+12,2% que em 2014), dos quais 17,2% foram gerados pelo mercado britnico.

    Madeira (69%) e Lisboa (66,7%) registaram mdias de ocupao-quarto superiores mdia nacional que foi de 55,3% (+4,2 p.p. que em 2014).

    Estada mdia dos estrangeiros no Pas fixou-se em 3,3 noites e dos nacionais em 1,8 noites.

    Mais rentabilidade na hotelaria, com proveitos a crescerem acima das dormidas (exceto nos Aores).

    2015 2015jan-jun Var. % Var. Abs. Quota

    Hspedes (milhares) 7.706,2 8,5 603,7 100,0Residentes Portugal 3.224,0 8,0 239,3 41,8Residentes estrangeiro 4.482,2 8,9 364,4 58,2Dormidas (milhares) 20.703,9 7,3 1.405,3 100,0Residentes Portugal 5.822,0 6,8 371,9 28,1Residentes estrangeiro 14.881,9 7,5 1.033,4 71,9Proveitos (milhes ) 994,3 12,0 106,3 100,0Aposento 694,1 13,8 84,3 69,8Outros 300,2 7,9 22,0 30,2RevPar () 29,7 11,2 3,0

    2015/14

    2015 2015jan-jun Var. % Var. Abs Quota

    Total 14.881,9 7,5 1.033,4 100,0Reino Unido 3.520,9 5,5 183,1 23,7Alemanha 2.274,7 11,5 234,9 15,3Espanha 1.271,5 1,0 13,1 8,5Frana 1.466,4 15,0 191,3 9,9Holanda 991,7 5,7 53,3 6,7Brasil 650,2 4,2 26,0 4,4Irlanda 506,0 6,0 28,7 3,4Itlia 405,1 27,9 88,4 2,7EUA 403,2 15,4 53,9 2,7Blgica 350,2 14,7 44,8 2,4Outros 3.042,0 4,0 115,9 20,4

    2015/14

    2015 2015jan-jun Var. % Var. Abs Quota

    Total 4.584,2 12,2 498,2 100,0Reino Unido 790,1 10,5 75,1 17,2Alemanha 512,4 17,8 77,3 11,2Espanha 553,7 15,5 74,3 12,1Frana 678,5 7,1 44,7 14,8Holanda 207,5 21,8 37,1 4,5Brasil 192,0 6,9 12,4 4,2Irlanda 105,5 -2,1 -2,3 2,3Itlia 87,6 32,9 21,7 1,9EUA 208,1 3,5 7,1 4,5Blgica 130,0 21,2 22,7 2,8Outros 1.118,8 12,9 128,1 24,4

    2015/14

    Norte Valor 2.614,5

    Var 15/14 +14,2% Var abs 15/14 +325,7

    Quota12,6% 4. posio

    Quota estrangeiros 52,3%

    A. M. Lisboa Valor 5.575,7

    Var 15/14 +9,9% Var abs 15/14 +504,3

    Quota 26,9% 2. posio

    Quota estrangeiros 75,9%

    Algarve Valor 6.469,7 Var 15/14 +1,0% Var abs 15/14 +62,4 Quota 31,3% 1. posio Quota estrangeiros 81,0%

    Alentejo Valor 575,6 Var 15/14 +7,9% Var abs 15/14 +42,2 Quota 2,8% 6. posio Quota estrangeiros 34,0%

    Aores Valor 509,2 Var 15/14 +23,0% Var abs 15/14 +95,1 Quota 2,5% 7. posio Quota estrangeiros 52,8%

    Madeira Valor 3.085,8 Var 15/14 +5,3% Var abs 15/14 +154,4 Quota 14,9% 3. posio Quota estrangeiros 91,4%

    Centro Valor 1.873,2

    Var 15/14 +13,4% Var abs 15/14 +221,3

    Quota 9,0% 5. posio

    Quota estrangeiros 40,2%

    Dormidas totais em estabelecimentos hoteleiros, aldeamentos e apartamentos tursticos e outros

    Jan-jun [milhares]

    Dados provisrios (14/08/2015)

    Fonte: INE

    Principais indicadores em estabelecimentos hoteleiros, aldeamentos e apartamentos tursticos e outros

    Dados provisrios (14/08/2015)

    Fonte: INE

    Dormidas do estrangeiro em estabelecimentos hoteleiros, aldeamentos e apartamentos tursticos e outros

    [milhares]

    Dados provisrios (14-08-2015)

    Fonte: INE

    Receitas Tursticas, rubrica Viagens e Turismo da Balana de Pagamentos

    [milhes ]

    Dados provisrios (20/08/2015)

    Fonte: Banco de Portugal

    Ps-Graduao Marketing e Competitividade em Turismo_ Anlise Global do Turismo Professora: Catarina Varo

  • _turista que visita aores

  • _turista que visita aores

  • _turista que visita aores

  • "Quando uma companhia area low cost entra num destino, temos de pensar muito bem se queremos os produtos tursticos que podem vir associados, como as festas de despedida de solteiro",

    Nikki White.

  • 1. Alemo2.Belga3.Americano4.Holands5.Portugus

    _turista que visita aores

  • 2015: 83 2292014: 471 8692013: 442 442

    SREA

  • _nordicos

    1. 18 meses de licena de maternidade

    2.simplicidade: cada 1 tem 1 s numero (data de nascimento + 4 dgitos)

    3. 2012 65 mil visitaram Portugal, dos quais 30 mil com pacotes tursticos 4.There's no bad weather. Only good and bad clothes5.85% so praticantes de golf6.Ljusterapi: terapia da luz, para apanhar s banhos de sol vitamina D

  • _eua

    1.41 destino em 2005 (espanha 12)

    2. gastam mais em alojamento e compras que animao/actividades

    3.Mais de 30% dos que tiram frias tm entre 35-49

    4. > frias escolares

    5.6% vo para Aores (2006), mdia 3 nts, 80% via AVs e OTs

  • condies e exigncias tema 2

  • _o que precisam?

    1.pagamento com carto de crdito

    2.facilitar moeda (carrinho com moeda no aeroporto?)

    3.wifi

    4.autenticidade

    5.coerncia

    6.limpeza, organizao, decorao

    7.profissionalismo

  • 5 sentidos no Marketing Sensorial

    Olfacto

    Tacto

    Paladar

    Audio

    Viso

  • imagem e comunicao tema 3

  • 1.Televiso, Rdio, Revistas2.Web: redes sociais, blogging, site pp3.Programas prprios (pacotes, especiais)4.Canais de Distribuio e parceiros

    _canais de promoo

  • novas tendncias: porqu?

    viagens j viajadas

    turista viajado e experiente

    globalizao

    low cost

    internet

    hbitos, mentalidades,

    consumos

    rotina de trabalho: mltiplos

    trabalhos

    preocupao ambiental

    preocupao fsica

  • que novas tendncias e oportunidades?

    experincias

    viagens de mota

    unidades rurais, de charme

    classificao hoteleira distinta

    associao a um clube ou soft-brand

    taking the slow road, slow food

    estado flow

    novos geradores de negcio

    turismo snior

    solo traveller

    bleisure

    casamentos no estrangeiro

  • l millennials

    l self-sufficient

    travellers

    l sustainability: eco-

    friendly practices

    l emerging new

    business: Uber, Airbnb

    l global worldview: transparency, human migration, skilled & trained employees

    l fewer people more data

    >> Hospitality NET

    tendncias 2015

  • l google glass

    l Geo location

    enhanced

    tendncias 2014

  • l rise selected services: value proposition

    l new all-inclusive offering: cost-centric product, budget-cost vacationers, experimental vacation

    l alternative lodgings: lifestyle, design, trending

    l customer demands changing: milleniels, mobile (m-commerce)

    >> Global Hospitality Insights 2015 - Ernst & Young

    tendncias 2015

  • l Bleisure

    l Video, video

    l Rise of Local

    l Content Marketing:

    Storytelling, Narrativa Visual, Season Offers, Local events & happenings

    l Social Media power (ie: buclet challenge, selfie)

    l SoMo: Social Mobile

    l Targeting (if this, than

    that, cross interests)

    >> Leonardo

    tendncias 2015

  • tendncias 2016

  • descontos, experincias

  • Viral- Era do ver e ser visto- Era da reportagem- Partilha de conhecimento, vida pessoal, esperando reconhecimento- Tudo passa muito rpido- um desafio conseguir acompanhar as novas tendncias- Contedo online snackable

  • The Future of DigitalIs Visual Storytelling

    - Atmosferas online- Experincias virtuais- Histrias memorveis- Imagem imagem. No precisa ser traduzido- Os melhores websites no se limitam a publicar bons vdeos e fotos. Eles combinam essas imagens e vdeos com informaes bem descritas, e interessantes, criando histrias- As histrias so melhor lembradas e partilhadas, permitindo audincia experienciar o que quer que seja que se esteja a vender

  • Como criar uma Histria?nem sempre fcil magicar uma lenda ou histria, mas cada propriedade tem um conto para dizer, que mais no sejam as aventuras anedticas ali vividas- o que diferente do meu hotel face aos concorrentes?- quem so os vossos clientes?- o que torna o meu lugar nico? num distrito de museus? num parque natural? perto do aeroporto?- oferece servio especial a crianas, animais, etc?

    Fonte | Seleco | Publicao | Amplificao

  • Como criar uma Histria?- saber a histria verdadeira

    do hotel/agncia (tambm ponto vista funcionrios)

    - envolver colaboradores, conseguir perspectiva fresca

    - Era uma vez e viveram felizes para sempre

    - honrar lealdade dos seguidores e clientes

    - 46% dos planos de viagens comea, por pesquisa nos mobile (optimized compatible)

    - actualizar-se em tendncias internacionais (saia, leia, subscreva, siga, estude, pesquise, investigue, analise in-loco)

    - pedir partilha dos clientes e ensin-los os hashtags, etc

  • - Agendar semanalmente os posts

    - Ter presente o Time Decay

    - Converso da publicao: website da empresa, compra, concretizao da venda!

  • viagens j viajadas... pr-viagens

    th2

    http://www.youtube.com/watch?v=InXpBBDwBNghttp://www.tripadvisor.com/Search?q=club+med+phukethttp://www.tripfilms.com/http://www.tripfilm

Recommended

View more >