prêmio jovem cientista - .como a utilização dessas fontes em estádios diferentes, sistema...

Download Prêmio Jovem Cientista - .como a utilização dessas fontes em estádios diferentes, sistema irrigação,

Post on 09-Dec-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Prmio Jovem Cientista

GUA Desafios da sociedade

Titulo:

Mistura de guas salinas como alternativa para a irrigao e produo de forragem no semirido nordestino

Autor:

Jos Lencio de Almeida Silva

Orientador:

Jos Francismar de Medeiros

Instituio de vnculo e onde se desenvolveu a pesquisa:

Universidade Federal Rural do Semi-rido - UFERSA

Av. Francisco Mota, 572. Bairro Costa e Silva

Mossor-RN. CEP: 59.625-900. Fone (84) 98203964; (84) 32290422. E-mail:

jose_leoncio100@yahoo.com.br

RESUMO

Em muitas reas irrigadas do mundo, o suprimento de gua de boa qualidade pode

no ser suficiente para a manuteno da agricultura irrigada principalmente para a

regio do semirido nordestino ou por ter seu custo elevado, buscando-se

alternativas com o uso de gua do lenol fretico ou mesmo de drenagem. Todavia,

geralmente, essas guas no so de boa qualidade e uma das alternativas para

viabilizar seu uso mistur-las com gua de baixa concentrao de sais. Desta

forma, tornou-se importante avaliar a alternativa de misturas de gua salina para a

irrigao na produo de forragem no semirido nordestino. Foi desenvolvido um

experimento na Universidade Federal Rural do Semi-rido UFERSA, em Mossor

RN. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado,

arranjados em esquema fatorial 2 x 3, com trs repeties. Os tratamentos

resultaram da combinao de dois tipos de solos um Argissolo Vermelho-Amarelo

Eutrofico (PVAe) e um Cambissolo Hplico Ta Eutrfico (CXve), com trs nveis de

salinidade da gua de irrigao (A1 - 0,59; A2 - 2,75 e A3 - 5,00 dS m-1). A unidade

experimental foi representada por uma coluna de PVC com capacidade para 12 L,

contendo uma planta. As culturas utilizadas no experimento foram as de milho e

sorgo, por serem as mais utilizadas pelos produtores rurais e apresentarem rea de

cultivo em expanso na regio. Pode-se concluir que a mistura de aguas uma

alternativa vivel para possibilitar o uso de agua salina na produo de forragem,

uma vez que essa tecnologia possibilitou a produo satisfatria sem reduzir o teor

proteico da forragem. A cultura do sorgo e mais tolerante a salinidade que a cultura

do milho. A tecnologia da mistura de gua proporciona economia de agua de boa

qualidade e aumentando sua oferta para outros fins, como o consumo humano, seja

no consumo direto ou na produo de culturas alimentcias sensveis a salinidade.

Palavras-chave: Recursos hdricos, salinizao, qualidade de gua para irrigao,

sustentabilidade e gramneas.

INTRODUO

A escassez de gua no mundo agravada em virtude do crescimento

populacional e da falta de manejo e usos sustentveis dos recursos naturais.

Segundo a Unicef (Fundo das Naes Unidas para a Infncia), menos da metade da

populao mundial tem acesso gua potvel (SETES, 2013). A irrigao

corresponde a 73% do consumo de gua, 21% vo para a indstria e apenas 6%

destina-se ao consumo domstico. De acordo com os nmeros apresentados pela

Organizao das Naes Unidas (ONU), fica claro que controlar o uso da gua

significa deter poder.

As diferenas registradas entre os pases desenvolvidos e os em

desenvolvimento chocam e evidenciam que a crise mundial dos recursos hdricos

est diretamente ligada s desigualdades sociais.

As mudanas climticas que vem a contendendo nesses ltimos anos trazem

diversos problemas para o meio ambiente e, sobretudo, para os seres humanos e os

animais. De acordo com um estudo realizado pela Organizao das Naes Unidas

para Agricultura e Alimentao (FAO), se essas mudanas continuarem a crescer

um novo grave problemas ser gerado, o da escassez de gua destinada

produo de alimentos e, consequentemente, o comprometimento da produtividade

mundial sendo que, quem sofre mais com esses impactos so os pequenos

produtores.

H anos vem sendo diagnosticado o problema de escassez de gua no mundo,

especialmente em regies ridas e semiridas. No Brasil, a escassez desse recurso

bastante visvel, sobretudo na regio Nordeste que corresponde a 58% do territrio

nacional. A gua utilizada na irrigao nessa regio apresenta em grande parte alto

teor de sais, como nos audes de pequeno e mdio porte (superficiais) e poos

(gua subterrneas) (Medeiros et al., 2003). Alm disso, a disponibilidade da gua

para consumo humano e para a prtica agrcola vem sendo gradativamente reduzida

tanto em qualidade como em quantidade, fazendo assim necessrio o uso

alternativo de gua de qualidade inferior para atender a demanda da irrigao

agrcola nessas regies.

crescente o interesse em aumentar a eficincia na utilizao de guas

salinas na irrigao nos ltimos anos. Podem ser usadas com sucesso no cultivo de

determinadas plantas, sem maiores consequncias em longo prazo para culturas e

solo, desde que sejam aplicadas tcnicas de manejo adequadas. Isso envolve o uso

de fontes de guas salinas utilizando espcies ou cultivares mais tolerantes, bem

como a utilizao dessas fontes em estdios diferentes, sistema irrigao, mistura

de gua de diferentes qualidades, alm de diversas prticas de manejo do sistema

solo-planta (Malash et al., 2006; Chauhan; Singh, 2008).

Uma das alternativas para o uso desse recurso hdrico a sua mistura com

gua de baixa concentrao de sais, sendo este um manejo estratgico, para

incentivar a insero dessas guas na produo vegetal em pocas com estiagem

prolongadas na regio (abril a novembro). Esta pode ser mais uma alternativa para

assegurar a explorao racional dos recursos hdricos e vegetais no Semirido,

fixando o homem a terra evitando o xodo rural, tendo em vista que permite

aumentar a disponibilidade de gua de boa qualidade para outros fins.

Essa mistura pode permitir a irrigao de reas maiores, mas no diminui o

total dos sais. Em muitas reas irrigadas do mundo, o suprimento de gua de boa

qualidade pode no ser suficiente para a manuteno da agricultura irrigada, ou seu

custo ser elevado, buscando-se alternativas com o uso de gua do lenol fretico ou

mesmo de drenagem. Todavia, geralmente, essas guas no so de boa qualidade

e uma das alternativas para viabilizar seu uso mistur-las com gua de baixa

concentrao de sais.

A regio do semirido nordestino, apesar de apresentar irregularidades

climticas, destaca-se nacionalmente no setor pecurio, principalmente na

ovinocaprinocultura. Entretanto, o xito desse setor est dependente diretamente da

disponibilidade de alimento de qualidade, a qual pode ser adquirida a partir do uso

de irrigao na produo de forragem.

Outro fator importante que deve ser considerado que essas forrageiras so

bastante cultivadas na agricultura familiar, permitindo assim melhoria na perspectiva

de vida desses agricultores com o uso de gua de qualidade inferior, economia de

recursos naturais escassos, possibilitando um melhor aproveitamento da distribuio

de agua potvel, sendo que apenas uma pequena parte dessa agua utilizada para

a irrigao e sua maior parti destinada para sobrevivncia.

Algumas espcies forrageiras apresentam rendimentos favorveis ainda que

cultivadas sob condies de altos ndices de salinidade, enquanto que outras so

mais sensveis (Ayers & Westcot, 1999). No caso do sorgo e o milho, tem ocupado

lugar de destaque, pelas suas elevadas produtividades mesmo quando irrigadas

com gua de elevada salinidade e podem se constituir em alternativas para cultivos

que utilizem recursos (gua e solo) salinos (Morais Neto, 2009).

O uso do sorgo se justifica, tambm, por suas caractersticas bromatolgicas

que, semelhana do milho, possibilitam fermentao adequada e consequente

armazenamento sob forma de silagem, pelos teores elevados de protena bruta, em

algumas variedades, e por suas caractersticas agronmicas que, entre outras,

incluem moderada resistncia seca (Tabosa et al., 2002) e elevada produtividade.

Desta forma, torna-se importante estudar a misturas de guas de elevadas

salinidades como alternativa para a irrigao e produo de forragem no semirido

nordestino. A abordagem baseada na integrao de estratgias, solues e

desafio para a utilizao de misturas de guas para irrigao de culturas

tradicionalmente utilizadas em regies mais afetadas pela seca como a regio

Nordeste, tendo por base os princpios de sustentabilidade.

OBJETIVO

Avaliar a sustentabilidade ambiental, o aproveitamento de guas de elevada

salinidade e o potencial de uso agrcola com a mistura de guas, identificar a

tolerncia das espcies s condies de irrigao com guas que apresentem alta

concentrao de sais, e verificar a produo e a qualidade dessas forragens quando

irrigadas com guas salinas.

MATERIAL E MTODOS

O experimento foi realizado no perodo de outubro a dezembro 2010, em

ambiente protegido na Universidade Federal Rural do Semi-rido - UFERSA, do

Departamento de Cincias Ambientais e Tecnolgica-DCAT, localizada no municpio

de Mossor, RN. Com as coordenadas geogrficas de 51131 latitude sul e

372040 de longitude oeste de Greenwich, e altitude mdia de 18 m (Figura 1).

Figura 1 - Localizao do Estado do