precend -projeto tÉcnico dos sistemas de .11.4- memÓria de cÁlculo dos dimensionamentos das...

Download PRECEND -PROJETO TÉCNICO DOS SISTEMAS DE .11.4- memÓria de cÁlculo dos dimensionamentos das partes

Post on 09-Feb-2019

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

1

RECOLEO Coleta e Reciclagem de leos,

Ltda.

Rua Flor da Paixo, 35 Bairro Jardim Alvorada Belo Horizonte (MG) Tel: (031) 3418 5790 URL: HTTP://www.RECOLEO.com.br E-mail: RECOLEO@globo.com.br

PRECEND -PROJETO TCNICO DOS SISTEMAS DE

EFLUENTES LQUIDOS

PARTE B EXECUO DO PLANO DE AMOSTRAGEM, PROJETO DE

ADEQUAO E PLANO DE AUTOMONITORAMENTO

Belo Horizonte (MG), Junho de 2011

http://www.recoleo.com.br/

1 Edio

SUMRIO

10 - EXECUO DO PLANO DE AMOSTRAGEM

10.1 AMOSTRAGEM REALIZADA

10.2 QUADRO DE RESULTADOS DAS ANLISES

10.3 DADOS DOS LABORATRIOS RESPONSVEIS

10.4 CERTIFICADOS DAS ANLISES

10.5 OUTRAS INFORMAES

11 PROJETO DE ADEQUAO: UNIDADE DE PR-TRATAMENTO

11.1 DESCRIO GERAL DA CONCEPO DO PROJETO DE PR-TRATAMENTO

11.2 FLUXOGRAMA DO PROCESSO DE PR-TRATAMENTO

11.4- MEMRIA DE CLCULO DOS DIMENSIONAMENTOS DAS PARTES COMPONENTES E

EQUIPAMENTOS

11.5 PRODUO E DESTINO DO LODO GERADO

11.6- DESTINO DA VAZO EFLUENTE

11.7- RITMO DE FUNCIONAMENTO DA UNIDADE DE PR-TRATAMENTO

11.8 OUTRAS INFORMAES

12. PROJETO DAS REDES DE ESGOTAMENTO

13. PLANO DE AUTOMONITORAMENTO

14. CRONOGRAMA FSICO DAS IMPLANTAES

15. SISTEMA DE MEDIO DE VAZO

16. DESENHOS E ANEXOS

17. EMPRESA EXECUTORA PRECEND (PARTE B).

3

10 - EXECUO DO PLANO DE AMOSTRAGEM

10.1 AMOSTRAGEM REALIZADA

As amostragens foram realizadas, conforme o previsto no dia 3 de junho de 2011 tanto no

ponto AM 01 que est localizado na caixa de visitas na sada do efluente lquido da planta

de pr-tratamento da empresa RECOLEO Coleta e Reciclagem de leos Ltda, quanto na

caixa de inspeo que corresponde ao ponto AM 02 que recebe toda a gua de lavagem

do ptio da empresa RECOLEO.

Fig-1 - Tcnico em Qumica responsvel da Icatu Meio Ambiente Ltda, Bruno Ramos, pessoalmente coleta as

amostras compostas no ponto AM01 na sada da planta de pr-tratamento de efluentes lquidos da empresa

RECOLEO Coleta e Reciclagem de leos. Data das coletas: dia 03 de junho de 2011.

No caso do ponto AM 01, as amostras de 1,0 L foram tomadas em cinco horrios

diferentes ao longo do dia, segundo os horrios relacionados na tabela abaixo:

Tab. 1 - Esquema de tomadas de alquotas (1 litros cada) para a formao de duas amostras compostas (5

litros cada) no ponto AM-01 na sada da planta de pr-tratamento de efluentes lquidos da empresa

RECOLEO Coleta e Reciclagem de leos. Data das coletas: dia 03 de junho de 2011

Alquotas Horrios

1-2 9:00 horas

3-4 11:00 horas

5-6 13:00 horas

7-8 15:00 horas

9-10 17:00 horas

No caso do ponto AM 02, as amostras de 1,0 L foram tomadas em trs horrios diferentes

ao decorrer da lavagem do ptio, segundo os horrios relacionados abaixo:

Tab. 2 - Esquema de tomadas de alquotas (1 litros cada) para a formao de duas amostras compostas (3

litros cada) no ponto AM-02, na caixa de inspeo que recebe toda a gua de lavagem do ptio da empresa

RECOLEO Coleta e Reciclagem de leos. Data das coletas: dia 03 de junho de 2011

Alquotas Horrios

1-2 9:30 horas

3-4 10:00 horas

5-6 10:30 horas

5

10.2 QUADRO COM OS RESULTADOS DAS ANLISES

Ponto: AM01 (amostra composta) caixa de visita da sada da unidade de

pr-tratamento.

Anlises Realizadas pela Icatu Meio Ambiente Ltda.

Parmetros analisados

Resultados Unidade Mtodo Data Ensaio

Resultados no

conformes V1 V2 Mdia

Temperatura 17,7 17,6 17,7 C Termstor 3. 6.2011

pH 6,23 6,26 6,25 - Digimed 3.6.2011

Sl. Sedimentveis

0,2 0,3 0,25 mm3.L-1 APHA(1998) 18.6.2011

Slidos Totais 648,0 618,0 633,0 mg.L-1 APHA(1998) 18.6.2011

Slidos Orgnicos

554,0 524,0 539,0 mg.L-1 APHA(1998) 18.6.2011

Slidos Inorgnicos

94,0 94,0 94,0 mg.L-1 APHA(1998) 18.6.2011

DBO 310,50 310,50 310,50 mg.L-1 APHA(1998) 8.6.2011

Sulfatos 34,8 35,4 35,1 mg.L-1 APHA(1998) 18.6.2011

Anlises realizadas pela Limnos-Sanear

Parmetros analisados

Resultados Unidade Mtodo Data Ensaio

Resultados no

conformes V1 V2 Mdia

MBAS 0,74 0,69 0,72 mg.L-1 SM-5540 C 4.6.2011

DQO 9140,0 8825,0 8982,5 mg.L-1 SM-5220 D 4.6.2011

Benzeno

Ponto: AM02 (caixa visita da gua de lavagem de ptio)

Anlises Realizadas pela Icatu Meio Ambiente Ltda.

Anlises realizadas pela Limnos-Sanear

Parmetros analisados

Resultados Unidade Mtodo Data Ensaio

Resultados no

conformes V1 V2 Mdia

MBAS 1,01 1,10 1,06 mg.L-1 SM-5540 C 4.6.2011

DQO 133,0 120 126,5 mg.L-1 SM-5220 D 14.6.2011

Sulfetos

7

10.3 DADOS DOS LABORATRIOS RESPONSVEIS

a) Icatu Meio Ambiente (Registro CRQ 16661, 30 de maro de 2011)

Rua Flor da Paixo, 35 Lj. 02

Bairro Jardim Alvorada

31810-250 Belo Horizonte (MG)

Tel: (031) 3418 5790

URL: HTTP://www.icatuambiente.com.br

E-mail: contato@icatuambiente.com.br

Resp. pela coleta das amostras: Bruno Ramos (CRQ-02414958)

Resp. pelas anlises: Bruno Ramos (CRQ-02414958)

b) Limnos-Sanear Limnos Hidrobiologia e Limnologia Ltda.

Rua Forluminas, 220

Bairro Ouro Preto

31310-160 Belo Horizonte (MG)

Tel: (031) 3427 4077

E-mail: limnos@limnos.com.br

Resp. pelas anlises: Geovana de Cssia (CRQ-02411982) e Anete Moreira (CRQ-02406728)

http://www.icatuambiente.com.br/mailto:contato@icatuambiente.com.brmailto:limnos@limnos.com.br

10.4 CERTIFICADOS DAS ANLISES

9

11

13

10.5 OUTRAS INFORMAES

A coleta das amostras AM-01 e AM-02 aconteceram no dia 3 de junho de 2011, sob temperatura ambiente mdia de 21C, com ausncia de chuvas nas ltimas 24 horas. A

amostra composta AM-01 foi coletada em duplicata nos horrios de: 9:00, 11:00, 13:00,

15:00 e 17:00 horas, com um volume de 1 litro por tomada amostral, totalizando 5 litros

de volume total de amostra. A amostra composta AM-02 foi coletada em duplicata nos

horrios de: 9:30, 10:00 e 10:30 horas, durante a lavagem do ptio, com um volume de 1

litro por tomada amostral, totalizando 3 litros de volume total de amostra. O pH e

Temperatura de cada tomada amostral foram medidas in Loco. A temperatura das

amostras foi mantida em torno de 4C com auxlio de um Freezer. As amostras em

duplicata AM-01 e AM-02 foram levadas ao laboratrio Icatu Meio Ambiente Ltda no dia 3

de junho de 2011 s 17:10 horas e entregue ao laboratrio Limnos Sanear no dia 3 de

junho de 2011 s 18:00. Os resultados das anlises realizadas pelo laboratrio Limnos

Sanear foram entregue nos dias 17 e 20 de junho e 7 de julho de 2011. Os resultados das

anlises realizadas pelo laboratrio Icatu Meio Ambiente Ltda foram entregue no dia 20

de junho de 2011.

15

11 PROJETO DE ADEQUAO: UNIDADE DE PR-TRATAMENTO

11.1 DESCRIO GERAL DA CONCEPO DO PROJETO DE PR-

TRATAMENTO

Os efluentes so coletados pela caixa de slidos, que retm os materiais com densidade

superior da gua, como tambm os materiais no fluidos com densidade menor que a

da gua (sobrenadantes). Em seqncia o efluente atinge a caixa de tranquilizao, que

tem por objetivo uma pr-separao entre o leo e a gua. Esse processo possvel graas

ao dispositivo T Vertedor nela instalado, que diferencia os percursos feitos pela gua e

pelo leo para a caixa posterior. Na caixa sifonada a gua e o leo j encontram-se em

duas fases bem ntidas. Esta caixa possui dois orifcios de sada, sendo o primeiro na

cmara receptora, destinado ao escoamento do leo para a caixa de leo; o segundo

orifcio encontra-se na cmara vertedora e lana o efluente livre de leo para o coletor de

esgoto jusante. A diferena de nvel entre as sadas do leo e da gua que determina a

espessura de leo no interior da caixa, evitando o derramamento de gua para a caixa de

leo.

11.2 FLUXOGRAMA DO PROCESSO DE PR-TRATAMENTO

A planta de pr-tratamento de efluentes lquidos da RECOLEO Coleta e Reciclagem de

leos foi desenvolvida e instalada pela empresa ARTFacil. O esquema de tratamento

dessa planta apresentado, a seguir:

11.3 MEMRIA DE CLCULO DOS DIMENSIONAMENTOS DAS PARTES

COMPONENTES E EQUIPAMENTOS

11.4 ESPECIFICAO TCNICA DOS EQUIPAMENTOS DA UNIDADE DE PR-

TRATAMENTO

17

11.5 PRODUO E DESTINO DO LODO GERADO

Todo o lodo gerado no processo de pr-tratamento regularmente coletado pela

empresa desentupidora Palmira. A empresa RECOLEO Coleta e Reciclagem de leos Ltda

gerou 4.260 e 4450 quilos de lodo nos meses de Maio e Junho de 2011, respectivamente.

11.6- DESTINO DA VAZO EFLUENTE

Todos os efluentes lquidos gerados pela planta de pr-tratamento da empresa RECOLEO

Coleta e Reciclagem de leos Ltda. so direcionados para o sistema de esgotamento

convencional da empresa que entra diretamente na rede de esgotos da COPASA-MG.

Nos anexos, trs ltimas contas de gua e esgotos da COPASA onde h uma estimativa do

uso de gua pela empresa.

11.7- RITMO DE FUNCIONAMENTO DA UNIDADE DE PR-TRATAMENTO

A unidade de pr-tratamento funciona em