portifólio 2015

Download Portifólio 2015

Post on 08-Apr-2016

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

  • portflio criativo

    Fbio Velo Tolentino Alvim

  • Ol, meu nome Fbio Veloso Tolentino Alvim, tenho 23 anos, sou residentede Lagoa Santa-MG e formado em Publicidade e Propaganda. Primeira- mente, gostaria de agradecer a oportunidade de mostrar o meu trabalho para voc.

    No decorrer deste documento voc vai encontrar peas variadas, veiculadas e no-veiculadas em diversas plataformas, tais como: revistas, folders, peaspara redes sociais e mdia online, entre outras criaes.

    Apresentao

  • Branding

    sports and burg

    uer

    s

    esta

    blished 2015

    S O R V E T E A R T E S A N A L

    Calangodocedoce Private broker

    omertech academia

  • AD Jornal/Revista

    Layout de AD desenvolvido para a veiculao no Jornal Alecrim.

  • layout caixa de temaki

    Proposta de Layout de caixa para Temaki, desenvolvida para o restauranteKiboo Sushi.

  • comunicao interna

    CARO ALUNO,

    E ANTES DE DEIXAR A ACADEMIA

    MARQUE SEU COPOCOM SEU NOME

    JOGUE-O NO LIXO!

    DE

  • cartes de visita

    GLAYCE SANTANA

    (31) 8782.7061 | (31) 7127.4628

    (31) 3681.6020vnserralheria@yahoo.com.br

    Av. Acad. Nilo Figueiredo, 2988. Lagoa Santa/MG

    Calangodocedocecalangodoce@gmail.com3022-8149 | 8220-4040

    facebook.com/calangodoce

    Calangodocedoce

    S O R V E T E A R T E S A N A L

    GUSTAVO LUIZPROPRIETRIO

    (32) 9946 - 4473

    midassorvete@gmail.com

    facebook.com/midassorvete

    @midassorvete

  • capas facebook

  • peas online

  • peas online

  • portiflio

  • redao web

    Fala nao!

    No vou ser hipcrita ao ponto de dizer, que no tenho uma ou outra divergncia em relao lista dos guerreiros, que vo em busca da to sonhada Copa Libertadores da Amrica. Acredito que se eu no fosse um tcnico de Twitter frustrado, no estaria nem aqui dando o meu palpite a vocs.

    Por mais que eu e nosso estimado Marcelo Oliveira, tenhamos diferenas, a minha conana nele jamais ser abalada. Primeiramente por ele ser bicampeo brasileiro e eu nem conseguir montar um time no FIFA, ou seja, ele entende muito de futebol. Em segundo lugar, por no viver o dia-a-dia da Toca II, no estar presente nos treinamentos, no saber os desejos, vontades e sonhos de cada jogador. Por essas e outras, o tal Marcelo, merece crdito.

    Depois da lista pronta, nomes divulgados, muito mimimi e chorr, chegou a hora fazermos novamente a diferena. Pedimos tanto por um time com a cara da Libertadores, com cancha, rodagem, experincia e principalmente raa, que as vezes nos esquece-mos que o nosso comportamento tambm deve mudar.

    Devemos ter mais raa, mais vontade, mais sangue no olho, mais grito na goela, mais palmas e mais vozes roucas. ter a certeza que os meios de semana sero de encher o peito de orgulho, vestir a camisa celeste e partir rumo ao Gigante da Pampulha. Devemos nalmente, assumir o esprito de La Bestia Negra.

    No importa quem vista a dezessete do verton ou a vinte e oito do Goulart. Se a dez vai mudar de mos ou se a nove vai pesar. Se os mais de oito milhes que esto fora das quatro linhas empurrarem, no h chileno, argentino ou uruguaio, que impea os onze do escrete celeste, a escreverem mais uma pgina heroica e imortal.

    Que venha ento, o to desejado Tri da Amrica!

    Saudaes muito ansiosas pela estreia celestes!

  • Apresentao

    Fala Nao!

    Aps um perodo de despedidas: boa sorte, vai com Deus e volte em breve, ns cruzeirenses e o prprio Cruzeiro, j estamos focados em um s objetivo. Hoje no venho falar de sadas, mas sim, da chegada de um sentimento, que invade um grande corao cruzeirense e pulsa, latejante de ansiedade por ver o azul pintando novamente o gramado dessas Minas Gerais.

    Tiramos quase dois meses de recesso. Sem vibraes, sem cnticos, sem pulos e sem grito de gol. Acalmamos o corao, reforamos a voz e renovamos a preces. Mas duvido, at o ltimo ponto de interrogao que existe, que voc a, cruzeirense, j no estava se remoendo de vontade, de ver novamente, o melhor clube do Brasil brilhando em campo.

    Duvido que enquanto voc estava na praia, no dava uma espiada na contracapa do jornal que o ambulante estava vendendo, s pra ver se tinha alguma novidade. Duvido que voc no saiu para almoar aos domingos com a famlia, sem usar uma camisa do Cruzeiro. Duvido que no boteco com a galera, o assunto no fosse futebol.

    Mesmo que por enquanto, seja longe do Gigante da Pampulha, as emoes de escutar pelo radinho o escrete azul e branco entrando em campo, de assistir pela TV a anunciao dos onze guerreiros que trajaro o sagrado manto celeste e de perder o ar no segundo que separa o chute, do gol, so indescritveis. Magncas. Grandiosamente nicas.

    No me venham com conversinha pra boi dormir, que nosso charmoso Campeonato Mineiro, no vale nada. J temos muitos, Quero Libertadores e bla, bla, bla. Todos ns sabemos como prazeroso lotar o Mineiro num clssico, cantar a plenos pulmes, sair com as mos doendo de tantas palmas batidas e no m, podermos gritar campeo.

    Enm, nos preparamos para reviver as fortes sensaes que nos dominaram durante todo ltimo binio. E at que enm estamos de volta! De antemo, peo perdo todas as pessoas que me rodeiam (e acho que vocs deveriam fazer o mesmo), todos tiveram a oportunidade de conviver sadiamente comigo durante estes dois meses, mas a partir deste m de semana, at o m do ano, minhas quartas e domingos, j tem nome e sobrenome: Cruzeiro Esporte Clube.

    Grande abrao e saudaes celestes.

  • Obrigado!