portfolio virtual g1-manhã

Download Portfolio Virtual G1-Manhã

Post on 11-Aug-2015

167 views

Category:

Education

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  1. 1. PORTIFLIO VIRTUAL GRUPO 1 MANH PROJETO : Os animais e eu PROFESSORA: Danielle Ruggin e Bianca ESCOLA DE EDUCAO INFANTIL PEDRITA
  2. 2. NOSSO GRUPO...
  3. 3. CADA UM!! LORENZO LUIZA RAPHAEL GIOVANNA LORENA RAFAEL NATHAN MARIANA
  4. 4. Adaptar-se ao grupo 1 e a nova rotina. Criar vnculo com os amigos e com as novas professoras. Explorar todo espao escolar. Reconhecer os colegas, professora e auxiliar pelo nome. Estimular as crianas a se sentirem seguras e felizes na escola. ADAPTAO Seguem algumas atividades de adaptao nos prximos slides.
  5. 5. QUE BOM FAZERMOS AMIGOS: Brincar com A bola na quadra: Escolher um amigo, dizer seu nome e jogar a bola para ele.
  6. 6. QUE BOM FAZERMOS AMIGOS: Fomos visitar nossos amigos, os bichinhos da escola! E cuidamos, cantamos e demos de comer para eles.
  7. 7. QUE BOM FAZERMOS AMIGOS: Nos dias de muito calor , brincar na piscina com nossos amigos, foi bom demais!!!
  8. 8. CARNAVAL O carnaval uma festa popular do povo brasileiro. uma festa mvel sem dia determinado, porm antecede a quaresma. Na escola procuramos trabalhar essa manifestao cultural com as crianas de forma bem ldica. Como por exemplo: com festas, usando fantasias, aprendendo e cantando marchinhas, confeccionando mscaras e adereos e com o nosso grande baile de carnaval. Com o trabalho realizado vivenciamos essa manifestao cultural! Baile de carnaval
  9. 9. NOSSA ROTINA ACOLHIDA A rotina diria muito importante para o nosso cotidiano, pois transmite segurana e ritmo ao grupo. Aos poucos eles j conseguiram identificar o que vem a seguir.
  10. 10. NOSSA ROTINA Ajudante do dia Guardando os pertences na mochila.
  11. 11. NOSSA ROTINA Lavando as Mos Escovando os dentes Lanche
  12. 12. UM POUQUINHO DO NOSSO GRUPO: O grupo 1 bem tranquilo e tem sido muito gostoso estar com eles, pois so muito carinhosos, espertos e cheios de energia. Participam das atividades propostas com interesse e ateno e demonstram-se curiosos em conhecer coisas novas e diferentes. A adaptao correu de forma muito satisfatria. Algumas crianas j conseguem reconhecer seus colegas e professoras pelo nome. Demonstram satisfao em ser o ajudante do dia e cumprem a funo ajudando nas atividades de rotina. Alguns ainda precisam ser mais estimulados na linguagem oral para poderem aproveitar melhor as atividades e estabelecerem relaes mais harmnicas com os colegas. A maioria das crianas, no demonstra grandes dificuldades para cumprir as regras e limites propostos, algumas, porm, so um pouco mais resistentes. Tenho trabalhado esse ponto importante diariamente, fazendo combinados e promovendo que sejam cumpridos, mesmo que para isso s vezes eu precise ser mais firme com as crianas. Percebo que eles se gostam muito, por j virem do mesmo mini-grupo. Em alguns momentos so cooperativos entre si e, em outros, imitam tanto atitudes adequadas quanto inadequadas dos colegas. Tenho certeza que esse ano ser de grande crescimento e de muitas descobertas para todos os nossos pequenos!
  13. 13. NOSSO PROJETO OBJETIVO GERAL: Utilizar os animais como um instrumento pedaggico de forma que possa contribuir ilimitada e diretamente para a formao e a construo da personalidade da criana de 2 anos de idade. OBJETIVOS ESPECFICOS: - Promover a observao e convvio com os animais da escola; - Estimular as crianas a assumirem alguns cuidados para com os animais (aliment-los, organizar seus viveiros, enfeitar os viveiros...) - Desenvolver habilidades de observao e ateno. - Possibilitar comparaes entre os animais e os seres humanos. - Estimular a percepo das diferenas e do quanto importante respeit-las. - Promover que identifiquem sensaes e sentimentos envolvidos com o manuseio e cuidados com os animais. - Promover o contato com diferentes espcies animais (martimos, domsticos, selvagens), identificando e explorando suas caractersticas - Estimular a fantasia, a imaginao e a criatividade atravs da contao de histrias e vivncias. - Desenvolver atitudes ticas e respeitosas em relao aos colegas, a partir do trato com os animais. - Estimular a aquisio de autonomia. Os animais e eu
  14. 14. COMO TUDO COMEOU Em nossa rotina costumamos visitar os animaizinhos de nossa escola. Iniciamos o projeto despertando nas crianas o carinho e a curiosidade sobre esses bichinhos. Aprendemos o que cada um deles come
  15. 15. COMO TUDO COMEOU Trouxemos para a escola nossos bichinhos de pelcia e juntos observamos suas caractersticas, brincamos, cantamos e danamos com eles.
  16. 16. CONHECENDO OS BICHINHOS DA ESCOLA: GALINHA E SEUS PINTINHOS Observamos as caractersticas da galinha e dos pintinhos e comparamos com o nosso corpo. Cantamos a parlenda da galinha do vizinho e conhecemos as cores primrias. Conhecemos o que elas comem, e demos de comer para elas. Confeccionamos chocalhos de pote de Iogurte e cantamos para galinha. Imitamos o jeito da galinha e dos pintinhos. Histria : A galinha Ruiva Confeccionamos bicos de papel igual ao da Galinha ruiva e fomos procurar milho. Cozinha experimental: Bolo de milho. Descobrimos que outros bichos tambm botam ovos igual a galinha e experimentamos o ovo da codorna. Para finalizar, Confeccionamos uma galinha com coador de papel. Atividades nos prximos slides.
  17. 17. Imitando a galinha
  18. 18. Gostamos muito do ovo de codorna Com nossos chocalhos cantamos para a galinha Conhecendo outros animais que tambm botam ovos Observando os ovos da galinha, do passarinho e da codorna
  19. 19. Com nossos bicos viramos galinhas, e como a galinha ruiva da histria fomos procurar milho. Ouvindo a histria da galinha ruiva Procurando milho
  20. 20. Como na histria fizemos um delicioso bolo de milho, mas diferente dos bichinhos da histria que no quiseram ajudar, todos do grupo 1 colaboraram.
  21. 21. CONHECENDO OS BICHINHOS DA ESCOLA: TARTARUGAS Observamos quais so as caractersticas das tartarugas e conhecemos o que elas gostam de comer. Fizemos uma corrida de tartarugas e para identifica-las utilizamos as cores primrias. Descobrimos o que uma impresso digital e comparamos a nossa com a do casco da tartaruga. Utilizando nosso tato percebemos que o casco da tartaruga duro, e seu pescoo e patas so moles. Brincamos com as tartarugas e imitamos seu jeito de andar. Comparamos a tartaruga com a coelha Lilica e percebemos suas diferenas. Atividades nos prximos slides
  22. 22. O tio Pepe nos contou um pouco sobre a vida das tartarugas e o jeito de cuidar delas. Demos de comer para elas e a observamos comer.
  23. 23. Corrida de tartarugas Imitando o jeito da tartaruga andar
  24. 24. Tiramos a impresso do casco da tartaruga e dos nossos dedos Comparando as diferenas entre a tartaruga e a Lilica
  25. 25. Cozinha experimental: Junto com o mini grupo e com o grupo 3, fizemos biscoitos de maisena em forma de coelho. E depois abordando a generosidade cada criana deu o seu biscoito para um amigo. (prximo slide) Caa aos ovos de chocolate e descobrir o que o coelhinho deixou de presente. (prximos slides) Generosidade: Mostramos para as crianas um vdeo sobre o verdadeiro sentido da pscoa e conversamos sobre a generosidade. Cada grupo pensou em uma atitude de generosidade vivida no seu dia a dia e depois todos compartilharam com os outros amigos. (Prximo slide) Confeccionamos uma cesta de pscoa para o coelhinho deixar os ovos de chocolate. Visita das coelhas na fbrica de chocolate. (prximos slides) Ginstica historiada. E teatro das professoras: A lenda do coelho da pscoa
  26. 26. Fazendo o biscoito de coelho Entregando para um amigo o biscoito
  27. 27. Preparando chocolate com ingredientes especiais: Paz, carinho e amor!!!
  28. 28. Os animais e eu Abordei com as crianas sobre os animaizinhos domsticos que podem viver conosco em casa. Quais so esses animais? Quem tem um bichinho? E aprenderemos mais sobre os cuidados que devemos ter com cada um deles. E est chegando o dia do ndio, fomos pesquisar sobre os animais de estimao que os ndios tem na floresta, ser que so os mesmos que os nossos? Assim introduzi a cultura indgena ao nosso projeto.
  29. 29. Cultura Indgena Para abordarmos a cultura indgena trabalhamos durante o ms de abril com lendas, histrias, jogos e brincadeiras Indgenas. Fomos comparando nossa cultura com a deles e Percebendo no que so parecidas e no que so diferentes! Descobrimos quais so os bichinhos de estimao dos ndios
  30. 30. Cultura Indgena Pegamos folhas para colocar no cocar. Pintando o cocar utilizando tinta e buchinha.
  31. 31. Cultura Indgena Confeccionamos uma cumbuca de argila igual a dos ndios e decoramos com macarro colorido. No dia da vivncia vamos utiliz-la para comermos o peixe e a mandioca.
  32. 32. Depois de muitas atividades e brincadeiras durante o ms de abril, chegou o dia de ajudarmos a construir a oca para a Vivncia Indgena. Cultura Indgena
  33. 33. Vivncia Indgena Dia em que nos transformamos em ndio na escola. Muito legal! Tribo reunida. As meninas colheram mandioca. Os meninos pescaram. Tocamos tambor.
  34. 34. Vivncia Indgena Comemos mandioca e peixeComemorarmos a captura da ona e danamos juntos.
  35. 35. Os animais e suas mames Acabada a vivncia indgena retomamos nosso olhar aos animais de estimao e fomos descobrindo que, como ns, todos os bichinhos tem mame! Pesquisamos na internet figuras e vdeos de mames com seus filhotes. Recordamos que galinha da escola teve lindos pintinhos e que cuidava muito bem deles!! E nossas mames? Como so, o que fazem por ns, O que gostamos de fazer juntinho Com elas? Introduzimos o trabalho com o papel da mame na vida dos pequenos
  36. 36. Dia das mes Roda de conversa: o que gosta de fazer junto com a mame. Observao e comparao das mames bichinhos com seus filhotes. Brincadeira com as bonecas: mame e filhinho. Confeco do presente e do carto da mame.