portfolio - book

Download Portfolio - Book

Post on 08-Mar-2016

216 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Some works of the university

TRANSCRIPT

  • PORTFOLIOMarcelo Jesus

  • Fotomontagem - Corpo Irreal 4Modelao 3D - Quarto Criana 7Ilustrao BD - A Bela Vista 9Modelao - Cermica 11Vdeo - Corpos Iguais Pessoas Diferentes 12Vdeo - Clic Facebook 14Vdeo - Iluso de Hub 15

  • Fotomontagem - Corpo Irreal

    4

  • 5

  • Viso da energia envolvida na mo

    Mo assim demonstrada em vrias posies para que se tenha uma perceo do quanto ela essencial. Energia Erradia foi um subtema dado, visto que esta presenciada por um conjunto de vibraes, feitas estas com movimentos de cores que se estendem no plano.Do mesmo modo que uso a mo como apoio para a Energia Erradia, dou destaque a uma outra fotomontagem, salientando uma mo que solta a energia parecendo um conjunto de almas que se soltam, desta forma d fora prpria para poder se movimentar.

    6

  • Modelao 3D - Quarto Criana

    Quarto de criana com recurso modelao virtual

    A base fundamental para a construo do quarto foi o 3D Studio Max exercendo toda a modelao do mesmo, cama, vesturio de parede, comoda, mesa-de-cabe-ceira, peluche, entre outros, sendo os objetos criados de forma a demonstrar alguns constituintes para gurar um quarto de criana.Planta real do espao 4 metros por 3,80 metros, com 2,40 metros de altura, sendo uma dimenso simples e normal de um quarto de criana (suposto apartamento).

    7

  • 8

  • Ilustrao BD A Bela Vista

    A Bela Vista ttulo destacado para a banda desenhada que insere o arquiteto scar Niemeyer

    Desenvolver uma histria que zesse referncia a scar Niemeyer e que inserisse o prprio autor da histria, neste caso eu (Marcelo) era o objetivo. A banda de-senhada desenvolve-se essencialmente com uma curiosidade do protagonista JJ que se interessou com umas informaes vistas no jornal acerca de arquitetura acabando por descobrir numa ida ao Casino da Madeira que o mesmo tinha sido construdo segundo scar Niemeyer. Ao ganhar um prmio no casino decide aproveitar o dinheiro em algo que o zesse despertar mais a curiosidade inicial-mente lida no Jornal. Surpreende-se com uma publicidade de viagens para Braslia e decide a visitar (local onde se encontrava grande parte das obras de scar Niemeyer).

    9

  • 10

  • Modelao - Cermica

    Utilizao do barro, produzir e criar objetos de uso pessoal ou como pea de arte

    Objetivo dos trabalhos em cermica era criar obras que tivessem relao uma com as outras, neste sentido foi criado peas que continha uma expresso facial (olhos, boca) tornando no s objetos ldicos como tambm para uso de suporte.

    11

  • Vdeo - Corpos Iguais Pessoas Diferentes

    Projeto desenvolvido com colegas de uma outra rea de ensino, pre-tendendo criar uma curta-metragem

    Com a juno de alunos que no possuam conhecimentos acerca de cada curso foi proposto desenvolver uma curta-metragem, desta forma colegas na rea do servio social forneciam o contedo e ns arte e multimdia construo do vdeo. O vdeo realizado esteve sobretudo inserido num documentrio, onde o captar dos sem-abrigo que permanecem nas ruas do Funchal era o objetivo. Desenvolveu-se assim um conjunto de realidades misturadas com co para que este problema fosse visto de uma outra dimenso divulgando a sua vida na rua passando uma mensagem do dia-a-dia de um ser humano que como ns possui sangue, porm no possui qualquer poder e autonomia.

    12

  • 13

  • Vdeo Clic Facebook

    Os meios pelos quais se tem acesso ao consumo do facebook

    Clic Facebook surge como subtema A sociedade de Consumo pois com o de-senvolver das tecnologias este tornou-se acessvel e em constante utilizao.

    14

  • Vdeo Iluso de Hub

    Sonho como realidade no vivida

    Desenho animado foi o processo para divulgar uma necessidade que se nota nos dias de hoje. O querer e no querer do exerccio fsico. Nesta animao o essencial divulgado foi a necessidade de exercer o exerccio desta forma o mesmo chamar o individuo para o exercer, juntando o sonho com a realidade visando a importncia que este tem para ns, ser humano.

    15