portaria 91 produto perigoso

Download PORTARIA 91 Produto Perigoso

Post on 26-Jul-2015

41 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Todas as RTQ's Relacionadas a Produto Perigoso.

TRANSCRIPT

Servio Pblico Federal

MINISTRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDSTRIA E COMRCIO EXTERIORINSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO

Portaria n. 91, de 31 de maro de 2009. O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO, no uso de suas atribuies, conferidas no 3 do artigo 4 da Lei n. 5.966, de 11 de dezembro de 1973, no inciso I do artigo 3 da Lei n. 9.933, de 20 de dezembro de 1999, no inciso V do artigo 18 da Estrutura Regimental da Autarquia, aprovada pelo Decreto n. 6.275, de 28 de novembro de 2007; Considerando a alnea f do subitem 4.2 do Termo de Referncia do Sistema Brasileiro de Avaliao da Conformidade, aprovado pela Resoluo Conmetro n. 04, de 02 de dezembro de 2002, que atribui ao Inmetro a competncia para estabelecer as diretrizes e critrios para a atividade de avaliao da conformidade; Considerando o Decreto n. 96.044, de 18 de maio de 1988, que aprova o Regulamento para Transporte Rodovirio de Produtos Perigosos; Considerando que o Inmetro ou entidade por ele acreditada, consoante o disposto no 1 do artigo 4, do Regulamento para o Transporte Rodovirio de Produtos Perigosos, deve atestar a adequao dos veculos e dos equipamentos rodovirios destinados ao transporte de produtos perigosos, nos termos dos seus regulamentos tcnicos; Considerando o disposto no inciso I do artigo 22 do Regulamento supramencionado referente expedio, pelo Inmetro ou entidade por ele acreditada, do Certificado de Capacitao para o Transporte Rodovirio de Produtos Perigosos a Granel, atualmente denominado de Certificado de Inspeo para o Transporte de Produtos Perigosos - CIPP; Considerando os artigos constantes do Captulo IV do Regulamento antedito, que trata dos deveres, das obrigaes e das responsabilidades dos fabricantes, dos contratantes, dos expedidores, dos destinatrios, e dos transportadores que operam na rea de produtos perigosos; Considerando que os veculos e os equipamentos rodovirios, que transportam produtos perigosos, s podem trafegar aps a comprovao de atendimento aos requisitos e condies de segurana estabelecidas no Cdigo de Trnsito Brasileiro - CTB e nas Resolues do Conselho Nacional de Trnsito - Contran; Considerando a Portaria Inmetro n. 457, de 22 de dezembro de 2008, que publicou o Regulamento Tcnico da Qualidade 5 - Inspeo de Veculos Rodovirios Destinados ao Transporte de Produtos Perigosos; Considerando a necessidade de aperfeioamento dos requisitos estabelecidos nos Regulamentos Tcnicos da Qualidade da rea de produtos perigosos e no Glossrio de Terminologias Tcnicas Utilizadas nos RTQ para o Transporte de Produtos Perigosos, publicados pela Portaria Inmetro n. 197, de 03 de dezembro de 2004, resolve baixar as seguintes disposies:

Servio Pblico Federal

MINISTRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDSTRIA E COMRCIO EXTERIORINSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO

Folha 02 da Portaria n. 91, de 31 de maro de 2009.

Art. 1 Aprovar a reviso dos Regulamentos Tcnicos da Qualidade da rea de produtos perigosos e do Glossrio de Terminologias Tcnicas Utilizadas nos RTQ para o Transporte de Produtos Perigosos, disponibilizados no sitio www.inmetro.gov.br ou no endereo abaixo: Instituto Nacional de Metrologia, Normalizao e Qualidade Industrial - Inmetro Diviso de Programas de Avaliao da Conformidade - Dipac Rua Santa Alexandrina 416 - 8 andar - Rio Comprido 20261-232 Rio de Janeiro - RJ Art. 2 Cientificar que a Consulta Pblica que originou os Regulamentos e o Glossrio ora aprovados foi divulgada pela Portaria Inmetro n. 351, de 13 de setembro de 2007, publicada no Dirio Oficial da Unio (DOU), de 15 de setembro de 2007, seo 01, pgina 61. Art. 3 Determinar que, no prazo mximo de 06 (seis) meses a partir da data de publicao desta Portaria no DOU, os Organismos de Inspeo Acreditados (OIA) e os representantes da Rede Brasileira de Metrologia Legal e Qualidade (RBMLQ), que realizam inspeo em veculos e equipamentos rodovirios que transportam produtos perigosos, devero observar os requisitos estabelecidos nos Regulamentos ora nominados e aprovados: Inspeo Peridica de Equipamentos para o Transporte Rodovirio de Produtos Perigosos a Granel - Gs Cloro Liquefeito (RTQ 1i), Inspeo na Construo de Equipamentos para o Transporte Rodovirio de Produtos Perigosos a Granel - Gs Cloro Liquefeito (RTQ 1c), Inspeo Peridica de Equipamentos para o Transporte Rodovirio de Produtos a Granel - Grupos 3 e 27E (RTQ 3i), Inspeo na Construo de Equipamentos para o Transporte Rodovirio de Produtos Perigosos a Granel - Grupos 3 e 27E (RTQ 3c), Inspeo Peridica de Equipamentos para o Transporte Rodovirio de Produtos Perigosos a Granel - Grupos 6 e 27D (RTQ 6i), Inspeo na Construo de Equipamentos para o Transporte Rodovirio de Produtos Perigosos a Granel - Grupos 6 e 27D (RTQ 6c), Inspeo Peridica de Equipamentos com Presso Mxima de Trabalho Admissvel de 690 kPa para o Transporte Rodovirio de Produtos Perigosos a Granel - Lquidos (RTQ 7i), Inspeo na Construo de Equipamentos com Presso Mxima de Trabalho Admissvel de 690 kPa para o Transporte Rodovirio de Produtos Perigosos a Granel - Lquidos (RTQ 7c), Pra-choque Traseiro de Veculos Rodovirios para o Transporte de Produtos Perigosos - Construo, Ensaio e Instalao (RTQ 32), Inspeo de Revestimento Interno de Equipamentos para o Transporte Rodovirio de Produtos Perigosos a Granel Aplicao e Peridica (RTQ 36) e Inspeo Peridica de Carroarias de Veculos Rodovirios para o Transporte de Produtos Perigosos (RTQ CAR). Art. 4 Determinar que, no prazo mximo de 06 (seis) meses a partir da data de publicao desta Portaria no DOU, no preenchimento dos documentos tcnicos, concernentes inspeo de veculos e equipamentos rodovirios que transportam produtos perigosos, devero ser utilizados os termos constantes no Glossrio de Terminologias Tcnicas Utilizadas nos RTQ para o Transporte de Produtos Perigosos ora aprovado.

Servio Pblico Federal

MINISTRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDSTRIA E COMRCIO EXTERIORINSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO

Folha 03 da Portaria n. 91, de 31 de maro de 2009.

Art. 5 Determinar que, no prazo mximo de 12 (doze) meses a partir da data de publicao desta Portaria no DOU, as espessuras mnimas especficas referentes ao corpo dos tanques de carga construdos segundo os requisitos estabelecidos no RTQ 7c ora aprovado, devero atender aos valores constantes nas tabelas do Department of Transportation - DOT. Art. 6 Determinar que, no prazo mximo de 06 (seis) meses a partir da publicao desta Portaria no DOU, todos os tanques de carga de compartimento nico, em operao, que possuem mais de 03 (trs) quebra-ondas e que transportam produtos perigosos dos grupos 2(A, B, C, D e E) e 7A, devero possuir boca de ventilao com dimetro de 50 (cinqenta)mm, conforme estabelecido no RTQ 7c ora aprovado. Art. 7 Determinar que a fiscalizao do cumprimento das disposies contidas nesta Portaria, em todo o territrio nacional, estar a cargo do Inmetro e das entidades de direito pblico a ele vinculadas por convnio de delegao. Pargrafo nico. A fiscalizao observar os prazos estabelecidos nos artigos 3, 4, 5 e 6 desta Portaria. Art. 8 Revogar, 06 (seis) meses aps a data de publicao deste instrumento, a Portaria Inmetro n. 197, de 03 de dezembro de 2004, e as demais disposies em contrrio. Art. 9 Esta Portaria entrar em vigor na data de sua publicao no DOU.

JOO ALZIRO HERZ DA JORNADA

ANEXO DA PORTARIA INMETRO N. 91 / 2009

GLOSSRIO DE TERMINOLOGIAS TCNICAS UTILIZADAS NOS RTQ PARA O TRANSPORTE RODOVIRIO DE PRODUTOS PERIGOSOS 1. Abaulamento Deformao que altera a forma original do tanque, provocando concavidade ou convexidade. 2. Acessrios Dispositivos apostos ao equipamento, podendo ou no entrar em contato direto com o produto a ser transportado pelo tanque de carga. 3. ngulo de Sada Maior ngulo entre o plano de apoio e um plano tangente aos arcos dos raios estticos dos pneus (atrs do eixo veicular), de tal forma que nenhum ponto de qualquer elemento rigidamente fixado ao veculo, simultaneamente mais baixo e mais recuado, situado atrs do eixo veicular, esteja dentro desses 02 (dois) planos (NBR 11413 - TB-386). 4. Antepara Fechamento estanque da seo transversal do tanque de carga dividindo o mesmo em compartimentos estanques. 5. Aterramento Formado por interligao eltrica do tanque e seus implementos de modo a assegurar a descarga de eletricidade esttica nos pontos de carga e descarga. 6. Avaria por Fogo Deformao causada por fogo ou calor radiante e intenso. 7. Balano Traseiro Distncia entre o plano vertical, passando pelo centro das rodas do eixo veicular mais afastado e o ponto mais recuado de qualquer parte rigidamente fixada no veculo (NBR 11413 - TB-386). 8. Banda de Rodagem Parte do pneu que entra em contato com o solo, constitudo de elastmeros, produtos txteis e outros materiais, com determinada forma e desenho, a fim de permitir a aderncia ao solo e resistncia ao desgaste. 9. Barreira Qumica ou Liner Camada do revestimento resistente ao meio qumico e abraso. 10. Bero Suporte estrutural, localizado em pontos pr-definidos, acoplado ao costado do tanque fazendo parte do sistema de fixao do tanque ao chassi. 11. Bebida Alcolica Bebida alcolica considerada como produto perigoso, quando for uma soluo aquosa com concentrao alcolica acima de 24% em volume. 12. Bitrem Designao dada a combinao de veculos de carga na formao de caminho trator com 02 (dois) semi-reboques. 13. Boca de Visita ou Abertura de Inspeo___________________________________________________________________________________________________________ 1

ANEXO DA PORTARIA INMETRO N. 91 / 2009

GLOSSRIO DE TERMINOLOGIAS TCNICAS UTILIZADAS NOS RTQ PARA O TRANSPORTE RODOVIRIO DE PRODUTOS PERIGOSOS Abertura destinada a permitir o acesso ao interior do tanque, podendo tambm ser utilizada como conexo para enchimento. 14. Caamba Intercambivel Carroa