por que a noite é escura!?

Download Por que a noite  é escura!?

Post on 14-Jan-2016

29 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Por que a noite é escura!?. Por que a noite é escura!?. Por Mariana Padoan. Pra começar... Natureza da pergunta: ela pode parecer estranha... e a resposta bastante óbvia. O Sol se pôs, mas outros “sóis” brilham no céu. Maiores... menores Grandes bolas de gás. - PowerPoint PPT Presentation

TRANSCRIPT

  • Por que a noite escura!?Por Mariana PadoanPor que a noite escura!?

  • Pra comear...

    Natureza da pergunta: ela pode parecer estranha... e a resposta bastante bvia.

  • Com atmosfera

  • Thomas Digges

    Astrnomo ingls, grande divulgador cientfico Charada antiga 1 registro 1576 Apndice no livro do pai

    Estrelas distantes muito fracasUniverso infinito

  • Thomas Digges

    Resposta parece boa, mas... Ns sabemos como o universo, mas ele no sabia Estrelas to brilhantes quanto o SolUniverso infinito O que acontece com a luz?

  • Johannes Kepler

    Astrnomo, matemtico e astrlogo alemo Contemporneo do Digges Universo Infinito Sol perde importncia Paredo escuro limites do Universo

  • Edmond Halley

    Astrnomo, fsico, geofsico, matemtico e meteorologista ingls. Previu a volta do cometa 1721, mais de um sculo depois: conciliou infinito e noite escuraEdmond Halley por Thomas Murray

  • Edmond Halley

    Contas erradas luz distante no contribui Apoiou Digges

    Edmond Halley por Thomas Murray

  • Jean-Philipe Loys de Cheseaux

    Astrnomo suo 20 anos depois apndice em livro sobre cometa Reconhece a contribuio das estrelas distantes

  • Cascas esfricas: Perto brilho individual maior; Longe mais estrelas;

    Como resolver esse problema?

    Universo opaco

  • Heinrich Wilhelm Olbers

    Usou a mesma resposta1823 artigo discutindo o problema entre teoria e observao leva seu nome Passou despercebido

  • Heinrich Wilhelm Olbers

    Calculou a contribuio das estrelas distantes Estrelas se tornam visveis como nossos tomos Andrmeda 2,2 milhes de anos-luz

  • Os dois estavam errados

    Depois de absorver muita luz, o material interestelar comearia a brilhar Lmpada

  • Do Digges at o Olbers

    Passaram quase 300 anos sem uma resposta certa Quem quebrou o ciclo mais interessante que a resposta...... porque no foi um astrnomo.

  • Edgard Allan Poe

    Poeta norte-americano famoso por sua escrita sombria Em 1848 seu ensaio Eureka resolve a questo pela primeira vez

  • Eureka

    Se a sucesso de estrelas for interminvel, ento o plano de fundo do cu se apresentaria com uma luminosidade uniforme, (...) j que no haveria absolutamente nenhum ponto em todo esse plano em que no existisse uma estrela. Ento, a nica maneira de entender os espaos escuros (...) seria supor que a distncia do plano de fundo invisvel seja to imensa que nenhum raio de luz pode chegar at ns ainda.

  • Edgard Allan Poe

    Curiosidade: Poe declarou que depois de Eureka sua vida no fazia mais sentido, j que no poderia realizar nada melhor.

  • Johan Heinrich von Mdler

    Poe cita o astrnomo alemo em Eureka Em 1861 (13 anos depois) ele publica uma resposta similar de Poe Passou despercebido

  • Implicaes importantes da primeira resposta do Paradoxo: Luz tem uma velocidade finita O universo no infinitamente velho

  • Importante!

    O conhecimento que temos hoje sobre o Universo muito diferente do que se pensava at 1925 Descoberta das galxias Incio da evoluo estelar No se sabia o tamanho do universo ou sua idade Pluto no havia sido descoberto

  • Lord Kelvin

    Em 1901 publicou uma verso quantificada da resposta Enxergar centenas de trilhes de anos-luz O universo deve ser mais jovem que isso

  • Lord Kelvin

    Tempo de viagem da luz muito maior que a vida das estrelas

  • Poe, Mdler e Kelvin

    Perceberam que vemos o Universo como ele era, no como ele . Observar que a luz tem uma velocidade finita foi crucial. A questo trs implicaes importantes para a cosmologia 1950 e a popularizao do Paradoxo

  • Universo Estacionrio de Hermann Bondi

    Bondi populariza a discusso Paradoxo de Olbers No satisfeito com o Big Bang O Universo poderia ser infinito e escuro - Expanso

  • Expanso do UniversoEfeito Doppler

    Ambulnciahttp://www.youtube.com/watch?v=imoxDcn2Sgo&NR=1 Luz uma onda perde energia

  • Edward Harrison

    Descobriu a resposta do Poe1964 calculou a energia necessria para iluminar o universo 10 trilhes de vezes mais do que existe

  • Concluso:

    O universo no infinitamente velho Ele est expandindo As estrelas no so eternas Falta energia

    Mas...O cu no escuro!

  • O cu no escuro!

    Arnold Penzias e Robert Wilson : Radiao csmica de fundo resqucios do Big Bang Preenche todo o espao

  • O cu no escuro!

    Cores do grfico variao de temperatura

  • O cu no escuro!

    Idade do universo 13,7 bilhes de anos Composio do universo 4% matria barinica 22% matria escura 74% energia escura

  • FIMMuito Obrigada!

  • CrditosImagens:

    Fundo azul bem bonitohttp://stripped.mondo-exotica.net/wp-content/uploads/2007/06/azul.jpgVan Goghhttp://sunsite.utk.edu/FINS/Knowledge_Organization/gogh-1.jpgSolhttp://www.astro.iag.usp.br/~maciel/teaching/artigos/sol2.jpgMuitas estrelashttp://www.portaldoastronomo.org/images/npod/nuclio_npod_1060342520_4600008.jpgCu noturno azulhttp://brasilescola.com/imagens/geografia/estrelas.jpgAldebaran x Solhttp://www.if.ufrgs.br/oei/stars/types_st/aldebaran.gif

  • Thomas Digges maphttp://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/3/3e/ThomasDiggesmap.JPGAndrmedahttp://apod.nasa.gov/apod/image/0210/Andromeda_gendler_s60.jpgEdmund Halleyhttp://upload.wikimedia.org/wikipedia/en/7/77/Edmund_Halley.gifCheseauxhttp://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/7/7b/Jean_Phillippe_Loys_de_Cheseaux.jpgLmpadahttp://webac.ci.uminho.pt/nefum/enef06/Imagens/Lampada.jpgEdgard Allan Poehttp://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/2/27/Edgar_Allan_Poe_2.jpgEurekahttp://tecalibri.altervista.org/P/I/POE_eureka0.gifMadlerhttp://www.librodearena.com/myfiles/galatea/471px-Johann_Heinrich_von_M%C3%A4dler.jpgKelvinhttp://www.physics.gla.ac.uk/Physics3/Kelvin_online/Kelvin_1900.gif

  • big bang gold bondihttp://www.aip.org/history/cosmology/ideas/images-ideas/bigbang-gold-bondi.jpgexp universehttp://www.dkimages.com/discover/previews/889/20018023.JPGharrisonhttp://www.blackwellpublishing.com/products/journals/aag/AAG_April07/figs/aag_48239_f1.gifTexto

    Trechos retirados e adaptados de Wondering in the dark (revista Sky&Telescope de dezembro de 2001 ed. 102)http://www.librodearena.com/galatea/post/2007/09/09/apor-la-noche-es-oscura-http://www.ifi.unicamp.br/~ghtc/Universo/pag162.htmlhttp://en.wikipedia.org/wiki/Doppler_effecthttp://en.wikipedia.org/wiki/Hermann_Bondi#Theoretical_workhttp://en.wikipedia.org/wiki/Wma

    Apresentao do CDA. Horrio de funcionamento de sexta a domingo, das 20:00 s 22:00h e atendimento de escolas (classes) pelo telefone.As Sesses Astronomia acontecem aos sbados sempre s 21:00h. Os temas das palestras so variados.Tema da Sesso Astronomia do dia 15 de dezembro de 2007 ministrada pela monitora Mariana Padoan: Porque a noite escura!?Bom, em primeiro lugar eu quero esclarecer a natureza dessa pergunta, j que ela pode parecer bem estranha pra quem nunca ouviu falar dela. A primeira resposta que deve passar pela cabea de vocs que a noite escura porque o Sol se ps, certo? O que no deixa de ser verdade, mas...

    ... cada uma das estrelas que ns vemos noite um outro Sol, no exatamente igual ao nosso, mas podem sei tanto maiores quanto menores que ele. Mas o Sol acaba sendo a estrela mais importante pra gente por causa da sua proximidade com a Terra (a apenas 150 mi de Km de ns, enquanto a outra estrela mais prxima est a 4 anos-luz, ou seja, 250 milhes de vezes mais longe de ns que o Sol).Uma coisa que eu acho importante comentar, que os nossos dias s so claros porque a atmosfera que envolve o nosso planeta espalha a luz do Sol. Se no fosse pela atmosfera, o Sol seria s uma estrela bem grande no cu.Bom, voltando ao problema da noite, se a gente imaginar que o Universo infinito e composto por infinitas estrelas, ento a noite no deveria ser clara?Essa charada muito antiga, e o primeiro registro que temos de algum que tentou resolv-la data de 1576, assinado por Thomas Digges (astrnomo ingls e grande divulgador da cincia). Nesse ano, Digges escreveu um apndice no livro de seu pai (Leonard Digges - A Prognostication everlasting) no qual ele tenta responder pergunta argumentando que o brilho das estrelas mais distantes muito fraco pra gente ver daqui. Ainda na mesma poca, o Astrnomo, Matemtico e Astrlogo alemo Johanes Kepler no gostou da argumentao do Digges, porque ela considerava o universo sendo infinito, e se isso fosse verdade o Sol seria apenas uma estrela qualquer. Para resolver esse problema, Kepler alegou que o universo no infinito, e que a noite escura porque atrs das estrelas que ns vemos existe um paredo escuro, que seria algo como o limite do universo.Mais de um sculo depois, em 1721, o astrnomo, fsico, geofsico, matemtico e meteorologista Edmond Halley (o mesmo que calculou a periodicidade do Cometa nomeado em sua homenagem) tentou conciliar um universo supostamente infinito com a noite escura que ns observamos.Mas as contas que ele fez sobre a luz das estrelas distantes estavam erradas, e assim Halley acabou apoiando a idia do Digges de que a luz dessas estrelas era muito fraca para que ns possamos ver.Cerca de 20 anos depois da publicao do Halley, o astrnomo suo Jean-Philipe Loys de Cheseaux escreveu um apndice em seu livro sobre um cometa de seis caudas, onde ele reconhece que a luz das estrelas distantes deve contribuir para a iluminao noturna como se v no slide a seguir.Se a gente considerar um universo onde ns estamos no centro, e que podemos dividir esse universo em cascas esfricas (como em uma cebola), as cascas mais prxi