populismo no brasil

Download POPULISMO NO BRASIL

Post on 23-Jan-2016

17 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

POPULISMO NO BRASIL. - PowerPoint PPT Presentation

TRANSCRIPT

  • POPULISMO NO BRASILO carisma, os discursos melodramticos e o uso da propaganda massiva produziram cones da poltica que, ainda hoje, inspiram os hbitos e comportamentos das lideranas polticas. Os estudiosos dessa poca definiram tal perodo histrico como o auge do populismo no Brasil. Sob o aspecto terico, o governante populista fundamentava seu discurso em projetos de incluso social que, em sua aparncia, legitimavam a crena na construo de uma nao promissora. Definindo seus aliados como imprescindveis ao progresso nacional, o populismo saudava valores e idias que colocavam o grande lder como porta-voz das massas. Suas aes no mais demonstravam sua natureza individual, mas transformavam-no em homem do progresso, defensor da nao ou representante do povo. Construa-se a imagem do indivduo que desaparecia em prol de causas coletivas.

  • GOVERNO GEN EURICO GASPAR DUTRADutra assumiu o governo em 31 de janeiro de 1946, juntamente com a abertura dos trabalhos da Assemblia Nacional Constituinte, em clima da mais ampla liberdade. O pacto constitucional surgiu do entendimento dos grandes partidos do centro liberal, o PSD e a UDN, embora ali tivessem assento atuantes bancadas de esquerda, como as do Partido Comunista Brasileiro (PCB) e PTB. Dutra no interferiu nas decises, mesmo quando teve seu mandato reduzido de seis para cinco anos, pois fora eleito na vigncia da Constituio de 1937 que previra mandato de 6 anos. O qinqnio presidencial, que comeara com a proibio do jogo no Brasil (abril de 1946), entraria no ano de 1948 em sua fase mais caracterstica, marcada pelo acrdo do Tribunal Superior Eleitoral que considerou fora da lei o PCB (1947) e depois pela ruptura de relaes com a Unio Sovitica (1948).

  • GOVERNO GETLIO VARGAS (1951-1954)Vargas volta ao poder nos braos do povo;Funda o Banco Nacional de Desenvolvimento Econmico (BNDE);Cria a Eletrobrs;Cria a Petrobrs;

  • GOVERNO JUSCELINO KUBITSCHEK (1956-1961)Cinquenta anos em cinco;Plano de Metas: privilegia os setores de energia, transporte, alimentao, indstria de base e educao;Aberto ao investimento estrangeiro;Cria a Superintendncia do desenvolvimento do Nordeste (SUDENE);Braslia inaugurada em 1960.

  • Governo Jnio Quadros (1961)Proibi os jogos de azar, corrida de cavalos, brigas de galo e os biqunis nas praias.Condecora Che Guevara.

  • A AMEAA COMUNISTA NO BRASIL:PRESIDENTE JNIO QUADROS RECEPCIONA CH GUEVARA,MAIOR LDER COMUNISTA DA AMRICA LATINA.

  • Em maro de 1964, o presidente organizou um grande comcio na Central do Brasil (Rio de Janeiro), onde defendia a urgncia dessas reformas polticas. Nesse evento, foi presenciada a manifestao de representaes e movimentos populares que apoiavam incondicionalmente a proposta presidencial. Entre outras entidades aliadas de Jango, estavam a Unio Nacional dos Estudantes (UNE), as Ligas Camponesas (defensoras da Reforma Agrria) e o Comando Geral dos Trabalhadores (CGT).

  • REFORMA DE BASE ANUNCIADANA CENTRAL DO BRASIL:

    REFORMA AGRRIAACESSO TERRA PRA MILHES DE LAVRADORES

    REFORMA URBANASOCORRER MILHES DE FAVELADOS E MORADORES DE CORTIOS

    REFORMA EDUCCIONALAUMENTAR O NMERO DE ESCOLAS PBLICAS

    REFORMA ELEITORALDAR AO ANALFABETO O DIREITO DE VOTAR

    REFORMA TRIBUTRIACORRIGIR AS DESIGUALDADES SOCIAIS NA DISTRIBUIO DOS DEVERES ENTRE RICOS E POBRES

  • COMCIO DA CENTRAL DO BRASIL150 MIL PESSOAS

  • MARCHA DA FAMLIA COM DEUS PELA LIBERDADE500 MIL PESSOAS

  • Pra Frente Brasil (Copa De 1970)Composio: Miguel Gustavo

    Noventa milhes em ao, Pra frente Brasil, Do meu corao... Todos juntos vamos, Pra frente Brasil, Salve a Seleo! De repente aquela corrente pra frente, Parece que todo o Brasil deu a mo... Todos ligados na mesma emoo... Tudo um s corao! Todos juntos vamos, Pra frente Brasil! Brasil ! Salve a Seleo!!!

  • DIRETAS J!Foi um movimento civil de reivindicao por eleies presidenciais diretas no Brasil ocorrido em 1983. A possibilidade de eleies diretas para a Presidncia da Repblica no Brasil se concretizou com a votao da proposta de Emenda Constitucional Dante de Oliveira pelo Congresso. Entretanto, a Proposta de Emenda Constitucional foi rejeitada, frustrando a sociedade brasileira. Ainda assim, os adeptos do movimento conquistaram uma vitria parcial em janeiro do ano seguinte quando um de seus lderes, Tancredo Neves, foi eleito presidente pelo Colgio Eleitoral.

  • GOVERNO SARNEY (1985-1989)Reforma ConstitucionalPlano Cruzado

  • ELEIES DE 1989Plano Collor: um indito confisco monetrio.Plano PC.Caras-pintadas.

  • ITAMAR FRANCO (1992-1994)PLEBISCITOPLANO REAL

  • GOVERNO FHCAUGE DO NEOLIBERALISMO NO BRASIL;

    PRIVATIZAES.

  • GOVERNO LULA (UMA SOCIALDEMOCRACIAFOME ZERO

    AES AFIRMATIVAS

    REFORMA DA PREVIDNCIA

    O DILEMA IDEOLGICO DO PT