populismo - i .populismo - i o brasil entre 1946 e 1964 ... (1946 – 1950) •eleito pelo psd, era

Download Populismo - I .Populismo - I O Brasil entre 1946 e 1964 ... (1946 – 1950) •Eleito pelo PSD, era

Post on 30-Nov-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Populismo - I

    O Brasil entre 1946 e 1964

    Prof. Thiago Histria C Aula 12

  • O Governo Dutra (1946 1950)

    Eleito pelo PSD, era ex ministro de Vargas;

    Abriu as portas do pas ao capital estrangeiro adotando uma postura econmica liberal

    Realizou o plano SALTE, para desenvolver o pas

    No incio do seu governo aprova uma nova constituio

  • Constituio de 1946

    Voto universal, secreto e obrigatrio (exceo dos soldados, cabos e analfabetos);

    Liberdade de expresso: censura a espetculos e diverses pblicas;

    Igualdade de todos perante a lei;

    Inviolabilidade do lar e sigilo de correspondncia;

    Priso s em flagrante por ordem expressa de autoridade competente com garantia de defesa do acusado;

  • O retorno de Vargas

    Eleito por 49% dos votos, a mais expressiva

    eleio at a poca;

    Forte oposio da UDN

    A poltica Nacionalista e o trabalhismo

    varguista passam a ser taxados de

    Populismo

  • O atentado da rua Tonelero

    Seu principal opositor Carlos Lacerda sofre um

    atentado, mas quem acaba morto Rubens Vaz,

    major da Aeronutica; Lacerda Ataca Vargas na

    manh seguinte em seu jornal "A viso de Rubens Vaz, na rua, impede-me de analisar a frio,

    neste momento, a hedionda emboscada desta noite. Mas,

    perante Deus, acuso um s homem como responsvel por esse

    crime. o protetor dos ladres, cuja impunidade lhes d

    audcia para atos como os desta noite. Este homem chama-se

    Getlio Vargas."

  • Crise Poltica

    Dia aps dia, os jornais aumentam as

    crticas contra Getulio, descoberto o

    envolvimento de Gregrio Fortunato no

    crime da Rua Tonelero.

    Vargas anuncia: Do Catete so sairei morto!

  • 24 de Agosto de 1954

    pela manh chega a notcia que choca o

    Brasil: Getlio Vargas est morto!

    Populares invadem as ruas e destroem os

    jornais da oposio

  • Dana da Cadeira

    A presidncia da repblica passa para Caf Filho, afastado por problemas de sade;

    Carlos Luz assume e indica para o ministrio da guerra General Fiuzza, abertamente contrrio posse de Juscelino, o Ministro da Guerra Teixera Lott se recusou a entregar o cargo para garantir a transio depe o presidente Carlos Luz.

    O presidente do Senado, Nereu Ramos, assume a presidncia e a transio feita sem maiores problemas

  • Juscelino Kubitschek

    Nacional Desenvolvimentismo

    Criao do Plano de Metas

    50 anos em 5

    Indstrias

    Energia

    Educao

    Alimentao

    transportes

  • Juscelino Kubitschek

    Investimentos estrangeiros;

    Endividamento do pas;

    Substituio de ferrovias por rodovias

    A construo de estradas passa a ser um

    smbolo do desenvolvimento do Brasil, o que

    beneficiava a indstria automobilstica.

  • Uma Capital em trs anos

    Regio Centro-oeste j havia sido escolhida em 1896: a capital era um antigo sonho;

    Torna-se a principal meta de JK;

    Projeto de Lcio Costa, principais prdios projetados por Oscar Niemeyer;

    Recursos utilizados foram incalculveis, as contas no eram aprovadas pelo congresso para agilizar o processo;

    Inaugurada em 21 de abril de 1960;

  • O Homem da Vassoura

    Jnio Quadros surpreendeu e venceu as

    eleies de 1960, em partes devido a

    agressiva campanha poltica que prometia

    varrer a corrupo;

    O governo de Jnio se perdeu e o presidente

    no era mais compreendido nem pela

    oposio nem pela situao: Jnio se dizia

    um homem acima dos partidos.