polo moveleiro joão alfredo

Download polo moveleiro joão alfredo

Post on 05-Jul-2015

150 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Autor: Gustavo Ribeiro de Aguiar Analista do Sebrae Recife, Pernambuco Brasil gaguiar@pe.sebrae.com.br ou gaguiar34@hotmail.com Telefone: 81-2101-8400

PLO MOVELEIRO DE JOO ALFREDO, PERNAMBUCO: Uma Anlise Luz do Modelo de Clusters

Dissertao apresentada ao Curso de Mestrado Profissionalizante em Economia da Universidade Federal de Pernambuco UFPE, como requisito obteno do grau de Mestre. Orientador: Prof. Dr. Augusto Csar Santos de Oliveira Co-orientador: Prof. Dr. lvaro Hidalgo Barrantes

Recife - PE 2005

.

Aguiar, Gustavo Ribeiro de Plo moveleiro de Joo Alfredo, Pernambuco : uma anlise luz do modelo de clusters / Gustavo Ribeiro de Aguiar. Recife : O Autor, 2005. 111 folhas : il., fig., grf., e quadros Dissertao (mestrado) Universidade Federal de Pernambuco. CCSA. Economia, 2005. Inclui bibliografia e anexos. 1. Desenvolvimento regional Indstria moveleira. 2. Clusters Arranjos Produtivos Locais (APL). 3. Plo moveleiro de Joo Alfredo, PE - Caracters,ticas e aes de desenvolvimento. I. Ttulo. 332.133.42 338.9 CDU (2.ed.) CDD (22.ed.) UFPE BC2005-451

AGRADECIMENTOS

A Deus por iluminar os caminhos da minha vida e dar a oportunidade de estudar e realizar meus sonhos.

minha famlia, em especial, meus pais, Clarinda e Antonio Carlos, minha esposa, Patrcia, meus irmos Solange e Srgio e cunhados Romero e Cristiana, pelo incentivo nesta minha jornada acadmica.

tia Jlia Nbrega, pela disponibilidade, competncia e rapidez na reviso ortogrfica do trabalho.

Ao SINDMVEIS/PE pela disponibilizao de informaes teis e essenciais a esta pesquisa. A todas as empresas, cooperativas, entidades entrevistadas pela cesso de seu tempo e compartilhamento de informaes.

Ao SEBRAE pelo incentivo ao aperfeioamento dos seus colaboradores e pela cesso de informaes to importantes para a concluso desta pesquisa.

Andra Moraes e Jaciara Flix, pela disponibilidade, competncia e rapidez na reviso das normas ABNT do trabalho.

Aos Professores Dr. Augusto Csar de Oliveira e Dr. lvaro Hidalgo Barrantes, orientador e co-orientador, respectivamente pelas valiosas contribuies e ateno fundamentais para a concluso desta pesquisa. A todos os professores do PIMES/UFPE pela transmisso de conhecimentos e tima convivncia com os alunos.

A todos os colegas da Turma I do Mestrado Profissionalizante em Economia pela agradvel convivncia durante estes dois anos de jornada.

RESUMO

Este trabalho teve por objetivo analisar o plo moveleiro de Joo Alfredo, Pernambuco luz do modelo de clusters. Os resultados de pesquisas realizadas a cerca do setor de mveis so apresentados na primeira parte deste trabalho. Estas pesquisas tiveram o objetivo de caracterizar a indstria de mveis em Pernambuco, no Brasil e no mundo. Na segunda parte do trabalho, so apresentados os resultados de uma reviso bibliogrfica a respeito do modelo de clusters. A partir dos conceitos apresentados sobre o modelo de clusters so propostas aes estratgicas que visam o desenvolvimento do setor moveleiro, especificamente o plo de Joo Alfredo.

ABSTRACT

The aim of this thesis was to evaluate the group of furniture industries located in Joo Alfredo, Pernambuco, using the model of clusters. The results of a research on the furniture industry are shown on the first part of this thesis. This research had the goal to characterizing the furniture industry in the state of Pernambuco, in Brazil and in the world. On the second part, results of a literature review on clusters are presented. Based upon the theory shown about clusters, strategic actions are proposed aiming the development of the furniture sector, specifically the one in Joo Alfredo.

LISTA DE FIGURAS

Figura 1 Figura 2 Figura 3 Figura 4

Diamante Econmico das Vantagens Competitivas Componentes de um cluster principais atores Principais Plos Moveleiros no estado de Pernambuco Diamante Econmico das Vantagens Competitivas do Plo de Joo Alfredo

23 27 61 98

LISTA DE QUADROS

Quadro 1 Quadro 2 Quadro 3 Quadro 4 Quadro 5 Quadro 6 Quadro 7 Quadro 8 Quadro 9 Quadro 10 Quadro 11 Quadro 12

Plantio de Madeira de Reflorestamento no Brasil 2000 1000 ha Evoluo do Saldo Comercial de Mveis em Pases Selecionados 1993 a 1995 US$ Milhes Principais Pases Produtores e Consumidores de Mveis 1996 US$ Milhes Projetos de Exportao de Mveis apoiados pela Apex - Brasil 2004 Exportaes de Mveis do Brasil de janeiro a setembro 2003/2004 US$ Mil Destino das Exportaes de Mveis de janeiro a julho 2003/2004 US$ Mil Potencial de Consumo de Mobilirio e Artigos do Lar Regio Nordeste 2002/2003 R$ Milhes Participao do estado de Pernambuco no volume exportado pelo setor moveleiro do Brasil de 2001 a 2003 em US$ Mil FOB Taxas de Juros do FNE conforme porte do empreendimento Classificao quanto ao porte dos clientes de acordo com o faturamento anual Participao dos principais setores industriais na economia brasileira (2002) QL em Municpios Ordenados por Grau de Especializao na Atividade

38 44 45 53 54 56 72 75 79 80 91 94

LISTA DE GRFICOS

Grfico 1 Grfico 2 Grfico 3 Grfico 4 Grfico 5 Grfico 6 Grfico 7 Grfico 8 Grfico 9 Grfico 10 Grfico 11 Grfico 12 Grfico 13

Produo de Mveis na Unio Europia 1996 (em %) Grau de instruo dos proprietrios das indstrias de mveis em Joo Alfredo Faixa etria dos proprietrios das indstrias de mveis em Joo Alfredo Participao em capacitaes promovidas pelo SEBRAE Viso quanto ao crescimento no mercado Nvel de inadimplncia dos clientes Situao do terreno onde est localizada a fbrica Dimenses das fbricas em m2 Necessidade de ampliao da rea construda Nmero de funcionrios por empresa Faturamento anual R$ Emprego do design na concepo do produto Nvel de aceitao para a mudana no design dos produtos

41 82 83 83 84 84 85 85 86 86 87 87 88

LISTA DE ABREVIATURAS ABIMOVEL Associao Brasileira das Indstrias de Mveis APMAI Associao dos Produtores de Mveis de Afogados da Ingazeira CAD Computer Aided Design CAM Computer Aided Manufacturing CEE Cadastro de Estabelecimentos Empregadores CETEMO Centro Tecnolgico do Mobilirio CNAE Classificao Nacional de Atividade Econmicas CNI Confederao Nacional da Indstria COOFAMJAL Cooperativa dos Fabricantes de Mveis de Joo Alfredo COOPEMAR Cooperativa Pernambucana dos Marceneiros da Regio Metropolitana do Recife Ltda. FETEP Fundao de Ensino, Tecnologia e Pesquisa de So Bento do Sul FIEPE Federao das Indstrias do Estado de Pernambuco MDF Medium Density Fiberboard MDIC - Ministrio do Desenvolvimento da Indstria e do Comrcio Exterior MTE Ministrio do Trabalho e Emprego RAIS Relao Anual de Informaes Sociais SEBRAE Servio Brasileiro de Apoio Micro e Pequena Empresa SECEX Secretaria de Comrcio Exterior SENAI - Servio Nacional de Aprendizagem Industrial SINDMVEIS/PE Sindicato das Indstrias de Marcenaria, Mveis de Madeira e de Mveis de Junco, Vime e Vassouras, de Cortinados e Estofos do Estado de Pernambuco

SUMRIO

1 2

Introduo.............................................................................................................................. 24 Objetivos................................................................................................................................ 16 2.1 Objetivo Geral ............................................................................................................... 16 2.2 Objetivos Especficos .................................................................................................... 16 3 Modelo Terico e Metodologia de Pesquisa ......................................................................... 17 3.1 Clusters, Arranjos Produtivos e Distritos Industriais .................................................... 17 3.2 Clusters e Competitividade............................................................................................ 22 3.2.1 Condies de fornecimento (insumos) ......................................................................... 24 3.2.2 Contexto para estratgia e concorrncia entre empresas .............................................. 24 3.2.3 Condies de Demanda ................................................................................................ 25 3.2.4 Empresas relacionadas e de apoio (clusters) ................................................................ 25 3.3 Componentes de um cluster........................................................................................... 26 3.3.1 Recursos Humanos ....................................................................................................... 28 3.3.2 Tecnologia .................................................................................................................... 28 3.3.3 Recurso Financeiro e de Capital................................................................................... 29 3.3.4 Clima de Negcios ....................................................................................................... 29 3.3.5 Infra-estrutura fsica ..................................................................................................... 30 3.3.6 Rede de fornecedores ................................................................................................... 30 3.3.7 Empresas Lderes.......................................................................................................... 30 3.4 O Papel do Estado no Desenvolvimento dos Clusters................................................... 31 3.5 Metodologia de Pesquisa ............................................................................................... 33 4 Caracterizao do Setor de Mveis ....................................................................................... 35 4.1 Perfil da Indstria de Mveis no Mundo ....................................................................... 35 4.1.1 Fatores culturais