Poema de Manuel Bandeira. O Bicho Vi ontem um bicho Na imundície do pátio Catando comida entre os detritos. Quando achava alguma coisa, Não examinava

Download Poema de Manuel Bandeira. O Bicho Vi ontem um bicho Na imundície do pátio Catando comida entre os detritos. Quando achava alguma coisa, Não examinava

Post on 22-Apr-2015

177 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li> Slide 1 </li> <li> Poema de Manuel Bandeira </li> <li> Slide 2 </li> <li> O Bicho Vi ontem um bicho Na imundcie do ptio Catando comida entre os detritos. Quando achava alguma coisa, No examinava nem cheirava: Engolia com voracidade. O bicho no era um co, No era um gato, No era um rato. O bicho, meu Deus, era um homem. Rio, 27 de dezembro de 1947 </li> <li> Slide 3 </li> <li> Shutterstock/Dirk Ott Trabalho infantil, Mandalay, Birmnia </li> <li> Slide 4 </li> <li> Opo Brasil Imagens/Luiz Cludio Marigo Menino caboclo com peixes Reserva de Desenvolvimento Sustentvel, Mamirau AM </li> <li> Slide 5 </li> <li> Latinstock/Corbis/Doreen Fiedler Crianas trabalhando em mina de pedra na ndia </li> <li> Slide 6 </li> <li> Folhapress/JC Imagem/Renato Spencer Manrique Mendes de Souza, 8 anos (sem camisa), trabalha quebrando pedra em Tabira, Serto de Pernambuco Latinstock/Corbis/Zakir Hossain Chowdhury Menino de 8 anos, trabalha recolhendo tijolos da rua, Dhaka, Bangladesh </li> <li> Slide 7 </li> <li> Shutterstock/Paul Prescott Menino Nepali tenta transportar uma carga pesada dos campos para sua casa em Annapurna, Nepal </li> <li> Slide 8 </li> <li> Shutterstock/Muellek Josef Criana transportando lenha, Laos, sia </li> <li> Slide 9 </li> <li> Latinstock/Corbis/Umar Qayyum/Xinhua Press Menino paquistans vende doces na vspera do Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil, em Peshawar, noroeste do Paquisto </li> </ul>