Plano de Aula: DIREITO CIVIL IV - de Aula: DIREITO CIVIL IV - PROPRIEDADE DIREITO CIVIL IV - CCJ0015…

Download Plano de Aula: DIREITO CIVIL IV - de Aula: DIREITO CIVIL IV - PROPRIEDADE DIREITO CIVIL IV - CCJ0015…

Post on 02-Dec-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li><p>Plano de Aula: DIREITO CIVIL IV - PROPRIEDADE </p><p>DIREITO CIVIL IV - CCJ0015 </p><p>Ttulo </p><p>DIREITO CIVIL IV - PROPRIEDADE </p><p>Nmero de Aulas por Semana </p><p>Nmero de Semana de Aula </p><p>5 </p><p>Tema </p><p>Propriedade em geral </p><p>Objetivos </p><p>- Estudar a formao histrica da propriedade e seus elementos estruturais; </p><p>- Identificar as restries ao direito de propriedade. </p><p>Estrutura do Contedo </p><p>Unidade 3 - PROPRIEDADE EM GERAL </p><p>3.1. Propriedade em geral </p><p>3.2. Evoluo histrica, conceito e caractersticas </p><p>3.3. Restries legais de interesse particular e pblico </p><p>Aplicao Prtica Terica </p><p>Caso Concreto </p><p>Jonas, proprietrio de terreno adquirido de Lauro por meio de escritura de compra e venda registrada em 2016, prope ao reivindicatria em face de Geraldo, no mesmo ano, alegando que este ocupa o imvel injustamente. Geraldo, em contestao, alega que, em 2014, comprou e pagou o preo do imvel a Estevo, procurador em causa prpria constitudo por Lauro, obtendo deste um recibo de aquisio do bem, alm do que tem conduta consentnea com a funo social da propriedade. Pergunta -se: </p><p>a) Quem o atual proprietrio do bem e sob qual fundamento? </p></li><li><p>b) Est correta a ao proposta por Jonas? Esclarea. </p><p>c) Na hiptese, poderia Jonas ingressar com ao de reintegrao de posse? Justifique. </p><p>d) O que funo social da propriedade? H previso no direito brasileiro? </p><p>Questo objetiva </p><p>(DPE SE 2012) Com relao ao direito de propriedade, direito real por meio do qual o proprietrio tem a faculdade de usar, gozar e dispor da coisa e o direito de reav-la do poder de quem injustamente a possua ou detenha, assinale a opo correta. </p><p>a. A lei admite a interveno na propriedade, por meio da desapropriao, sempre que o agente pblico entend-la conveniente e necessria aos interesses da administrao pblica, tendo, nesse caso, o proprietrio direito a justa indenizao. </p><p>b. Presume-se, at que se prove o contrrio, que as construes ou plantaes existentes na propriedade sejam feitas pelo proprietrio e s suas expensas. Entretanto, aquele que semeia, planta ou edifica em terreno alheio, ainda que tenha procedido de boa-f, perde, em proveito do proprietrio, as sementes, plantas e construes. </p><p>c. Caso o invasor de solo alheio esteja de boa-f e a rea invadida exceda a vigsima parte do solo invadido, o invasor poder adquirir a propriedade da parte invadida, mas dever responder por perdas e danos, abrangendo os limites dos danos tanto o valor que a invaso acrescer construo quanto o da rea perdida e o da desvalorizao da rea remanescente. </p><p>d. Uma das formas de aquisio da propriedade de bens mveis ocorre por intermdio da usucapio: segundo o Cdigo Civil brasileiro em vigor, aquele que possuir, de boa-f, coisa alheia mvel como sua, de forma justa, pacfica, contnua e inconteste, durante cinco anos ininterruptos, adquirir -lhe- a propriedade. </p><p>e. A propriedade do solo abrange tambm a do espao areo e subsolo correspondentes, incluindo -se as jazidas, minas e demais recursos minerais, bem como os potenciais de energia hidrulica, mas no os monumentos arqueolgicos, os rios e lagos fronteirios e os que banham mais de uma unidade federativa. </p></li></ul>