planejamento e gestão estratÉgicos

Download Planejamento e gestão ESTRATÉGICOS

Post on 04-Feb-2016

16 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Planejamento e gestão ESTRATÉGICOS. Como processo , perspectiva e ferramenta ajudam no melhor cumprimento da missão?. SONHAR Pensar antes de agir Considerar Assumir a realidade Analisar Discernir Decidir Organizar Executar Acompanhar Corrigir Projetar REALIZAR. - PowerPoint PPT Presentation

TRANSCRIPT

Planejamento e gesto ESTRATGICOS

Planejamento e gesto ESTRATGICOSComo processo, perspectiva e ferramenta ajudam no melhor cumprimento da misso? SONHARPensar antes de agirConsiderarAssumir a realidadeAnalisarDiscernirDecidirOrganizarExecutarAcompanharCorrigirProjetarREALIZAR

1Formao de lideranas apostlicasPlanejamentoPauta de trabalhoA organizao como lugar de planejamentoOrganizao e instituio: o que diferencia uma coisa da outra? O que entendemos/sabemos sobre planejamento, estratgia e planoProcesso, perspectiva e ferramentaComo podemos aplicar estes conceitos na realidade da misso da SJ no Brasil?O que j temos e o que est por fazer: depois do PA da BRA, o qu?Simulao: alguns recursos para o processo de planejamento nas plataformasPara comear a conversa...

A complexidade como dado de realidade das organizaes...Complexidade (Morin, 2011): aquilo que e tecido em conjunto, reconhecendo a parte da desordem e do imprevisto em todas as coisas, e tambem a incerteza no conhecimento. E o fim do saber absoluto e total!?!?!

Outros elementos...Diversidade de atores e recursosRelaes e polticas internas e externasSistemas e sub-sistemasEGOS e egosTempo de vida: misso, viso, revitalizao e sustentabilidadeIdentidade e modo de procederE continuando a conversa...Para falar em planejamento, preciso conhecer um pouco sobre a dinmica das organizaes/instituies.

Transcende o sistema formal de regras de uma organizaoPode ser mais ou menos esttica, mas no transcende a dimenso organizacionalEvoluo e crises nas organizaes medida que as organizaes crescem, surgem necessidades de evoluo que geram crises.As solues para as crises que se apresentam trazem em si mesmas o vrus de uma nova crise.Larry Greiner: Harvard Business SchoolFASE 1FASE 2FASE 3FASE 4FASE 5FASE 6TAMANHO da ORGANIZAOGRANDEPEQUENAIDADE da ORGANIZAOJOVEMMADURA1. Crise de LIDERANA2. Crise deAUTONOMIA3. Crise deCONTROLE (1)4. Crise deCONTROLE (2)5. Crise deQUALIDADE6. Crise de ???CRIATIVIDADEESTRUTURAODELEGAOCOORDENAOIDENTIFICAOCAPACITAOEvolues e crises nas organizaes81Exerccio Reconhecer, na histria da Companhia, as crises indicadas no grficoIdentificar o momento atual da SJ no BrasilProjetar (imaginar) como estas crises afetaro a realidade das futuras plataformas?

Planejamento e gesto ESTRATGICOSProcesso, perspectiva e ferramenta

Entendimento comum...Aproximaes e distanciamentos em relao ao temaExperincias... Memria...

Esta seria a introduo ao tema. Recolher do grupo, depois de um breve momento de registro pessoal, os entendimentos e experincias que cada um traz como conhecimento prvio sobre o tema. Deixar este registro no quadro como memria do lugar onde comeamos a trabalhar. 10A experincia, os resultados....A crena, as impresses e opinies...Experincia e crenaPlanejamento na sua experincia de trabalho apostlicoPara que planejar?Francisco Whitaker, 2002 Compatibilizar um conjunto diversificado de aes, de maneira que seus resultados se combinem e levem realizao de um objetivo comum. OU superar a anarquia de um conjunto de atividades, cada uma puxando para o seu lado, o que leva perda de energias, ineficcia ou at mesmo ao caos.

Para que planejar?Diversos autoresPara preparar-se para o futuro: (1) preparar-se para o inevitvel; (2) antecipar o indesejvel e (3) controlar o controlvel.Para ser racionais: decises tomadas com planejamento so melhores que decises tomadas de improviso (ou sem base de dados) e de forma isolada.

Quando se impe a necessidade de planejamento....Quando os objetivos a serem alcanados so desafiadores. Aqui ser necessrio utilizar o melhor de todo o capital que a instituio tem, criar a melhor sinergia e tomar decises muito assertivas. Quando no se dispe de muitos meios para realizar os objetivos. Este o caso tpico do desenvolvimento da criatividade e do uso inteligente dos recursos. Tambm importam processo decisrio e sinergiaQuando se tem mais objetivos (ou espaos de atuao) do que meios para atingi-los. Neste caso, trata-se claramente de definio de prioridades (discernimento).Primeiro exerccio: definioO que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ? O que ?

Aqui vou entregar vrias definies e pedir que cada um escolha uma definio. 15Alguns esclarecimentos...PLANEJAMENTO ESTRATGICO indica apenas que a instituio est fazendo um plano para alm da organizao daquilo que ela j faz. Significa que no estamos pensando apenas na sobrevivncia, mas na qualificao do que fazemos, pelo menos.

um processo, que define posicionamento, e perspectiva e produz uma ferramenta.

Para organizar o conceito em trs categorias....

ProcessoPlanejamento o processo no qual as instituies organizam sua ao em um determinado contexto, dentro de um escopo de tempo, para que suas finalidades sejam cumpridas e seus objetivos atingidos da maneira mais eficaz. Que finalidade? Para que existe esta organizao?Que objetivos? O que esta organizao quer realizar neste determinado contexto? Dois caminhos: que aes e quais recursos ou que recursos e quais aes? Que define posicionamento e perspectivaEstratgia refere-se posicionamento e perspectiva. Planejamento estratgico o processo de posicionar uma instituio em relao ao seu futuro em um determinado contextoA definio mais operacional seria: o modo como decidimos sair de um lugar e chegar a outro (ttica).O planejador um estrategista. O realizador conhece a estratgia, mas no necessariamente participa da sua definio. O que a estratgia...Adjetiva o processo de planejamento quando o coloca na perspectiva de:Sair de um lugar para chegar a outroReconhecendo a necessidade da mudana de lugarProjetar o mapa indicando o caminho (objetivos) e o que se quer em cada ponto da caminhada (metas)Ou definir as formas de viagem (estratgias): como vamos sair de um lugar e chegar a outro?Tipos de ao (e deciso) e planejamentoComplexidadeAbrangnciaOrganizaoInovaoTransformaoOperacionalTticoEstratgicoTrs nveis de planejamento- Planejamento operacional: estabelece a definio detalhada das atividades, momentos e prazos de execuo. Perspectiva de curto prazo. - Planejamento ttico: refere-se identificao de recursos, estruturao do trabalho, alm do recrutamento e treinamento do pessoal. Perspectiva de mdio prazo que ajuda nas decises que levam escolha das aes a serem implementadas.- Planejamento estratgico: feito pela alta direo da empresa, tem como meta analisar alternativas de posicionamento, considerando informaes e dados de dentro e de fora da organizao. Indica os rumos (o horizonte) do planejamento em nvel ttico. Perspectiva de longo prazo. -O Planejamento nos trs nveis da instituio

Exerccio: Uma forma mais grfica de ver isso no ambiente da SJPA BRA: Define prioridades da Companhia no Brasil, alinhando misso universal e s demandas sociais e eclesiais do BrasilCG 35a. Define posicionamento da Companhia no contexto mundial, respondendo aos apelos da realidade e aos chamados da Igreja. Considera sua identidade e sua condio de partePlanos de ao das plataformas: Define as aes que sero implementadas naquela regioPAC CPALSJ: Define posicionamento da Companhia na Amrica Latina, em sintonia com a misso da SJ universal, mas considerando a realidade do continente. Plano das obrasE produz uma ferramenta: planoO plano de trabalho nada mais que um conjunto de aes organizadas dentro de um determinado espao de tempo, com indicaes de pessoas envolvidas, custo e resultados esperados. Quem pode planejar?????Planejamento um processo realizvel por quem quiser...Basta preparar tudo muito bem, acompanhar com o mesmo cuidado a realizao e tirar lies que permitam corrigir o rumo, se for o caso. O que evitar?Agora Basta!Caros funcionriosDurante a ltima dcada, tentamos mudar a nossa organizao. Assustados com nosso futuro, tentamos buscar -- e encontrar -- outro modo de trabalhar. Criamos crculos da qualidade, programas de gesto da qualidade total, equipes de trabalho autodirigidas, reengenharia e sabe Deus o que mais. Desesperados, pulamos de uma mudana para outra quase com a mesma velocidade com que lamos sobre essas mudanas nas revistas de negcios. Saltando da panaceia do momento para o modismo seguinte, perdemos a credibilidade. Esquecemos de considerar cada mudana cuidadosamente, implement-la com seriedade e esperar pacientemente pelos resultados. Enquanto isso, a cada nova investida, vocs evoluram do ceticismo ao sarcasmo e total intransigncia, percebendo que todas essas mudanas estavam criando apenas uma iluso de movimento em direo a um objetivo mal definido. Agora temos muitos trabalhadores e gerentes desgastados, cansados da "mudana do ms", sem a menor disposio de ouvir a nossa prxima ideia, mesmo sendo uma boa ideia. Nossas mais sinceras desculpas pela cumplicidade com essa terrvel situao.A GernciaFonte: Bob Filipczak, "Weathering Change: Enough Already" TRainig, setembro de 1994, p. 23, citado em Boyett, O Guia dos Gurus, Campus, 1999.

ArmadilhasComprometimento (da base e do alto mando)Acompanhamento e evidnciaInflexibilidadeA fora da rotina que expulsa o planejamentoAcompanhar a ao no tarefa gratificanteO eterno recomeo: no deu certo, fazemos tudo de novo!!!!!PerspectivaO que diferencia um planejamento estratgico a perspectiva de posicionamento em relao ao futuro, em um contexto determinado, a partir de um horizonte mais amplo de ao. O resultado do planejamento... Planos so simples instrumentos de trabalho, antes, durante e depois das aes que empreendemos. H erros que s podem ser conhecidos depois de

Recommended

View more >