perdoa as nossas ofensas

Click here to load reader

Download Perdoa as nossas ofensas

Post on 16-Apr-2017

1.456 views

Category:

Documents

11 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • PERDOA AS NOSSASOFENSAS clicar para passagem de slides / ligar o som

  • E perdoa-nos as nossas ofensas, assim como ns temos perdoado a quem nos tem ofendido (Mateus 6:12) .Perdoar, o espinho na carne de muita gente. So muitos os que no conseguem livrar-se desse espinho, e sofrem com os males provocados pela incapacidade de perdoar, apesar de repetirem essa orao, mas sem liberarem o perdo.

  • Perdoar significa dar completamente, abrir dentro de si, dar o prprio eu a outrem, liberar. Em vez de sacrificar o ofensor a seu dio, a seu rancor ou mgoa, o perdoador imola-se a si mesmo, abrindo assim, de par em par, as portas da alma ao influxo das torrentes divinas.

  • Quem ofende, pede perdo; quem ofendido, perdoa. E no precisa esperar que o ofensor lhe pea perdo. Jesus, na cruz do Calvrio, no esperou que os que o crucificaram lhe pedissem perdo. Antes, rogou ao Pai: Pai, perdoa-lhes, porque no sabem o que fazem.

  • Se algum guarda dentro de si sentimentos de rancor, dio ou mgoa, e no perdoa a quem lhe ofendeu, conserva dentro de si as impurezas desses sentimentos. Essas impurezas podem acarretar o surgimento de enfermidades e, pior, deixa a pessoa afastada da comunho com Deus.

  • Perdoar um ato de amor; de nobreza, de grandeza de alma. Quem ama, perdoa; quem no perdoa, no ama. A Bblia nos ensina que se algum disser: amo a Deus, e odiar a seu irmo, mentiroso; pois aquele que no ama a seu irmo, a quem v, no pode amar a Deus, a quem no v? (1 Joo 4:20).

  • No fcil, mas se no tivermos a capacidade de perdoar, tampouco nosso Pai Celeste nos perdoar, disse Jesus. Indagado sobre quantas vezesdeveramos perdoar, respondeu: No apenas sete, mas setenta vezes sete. Ou seja, no h limite para o perdo, porque as misericrdias de Deus no tm fim.De igual modo devemos agir em relao ao nosso prximo.

  • Philip Yancey, em seu livro MARAVILHOSA GRAA, cita um pensamento de George Herbert, que diz: Aquele que no pode perdoar, destri a ponte sobre a qual ele mesmo tem de passar.O perdo quebra as cadeias do dio e do ressentimento, cicatriza as feridas deixadas pela mgoa, traz paz ao corao.

  • Perdoar um gesto de amor, de nobreza, de temor a Deus, de espiritualidade; pedir perdo um gesto de humildade, de arrependimento, de conscincia espiritual de quem quebrou um estado harmnico que necessita ser restabelecido pelo perdo.No perdoar e no pedir perdo so atitudes de soberba, orgulho, frutos do homem no-espiritual.

  • Ento, devemos pensar bem ao orarmos o Pai Nosso. Que no seja uma orao mecnica, mas possamos refletir bem sobre a profundidade da expresso assim como ns temos perdoado aos nossos ofensores.Ser que temos, realmente, liberado perdo aos nossos ofensores ?

  • Agora, devemos perdoar totalmente, em nosso ntimo, e no apenas verbalmente. H pessoas que dizem: Eu perdo, mas no esqueo o que ele fez, ou, Perdo tudo, menos isto.

  • No podemos, ao perdoar, deixar resqucios ou raiz de amargura, de dio ou ressentimentodentro de ns. Deus, quando nos perdoa,apaga todas as nossas transgresses: Eu, eu mesmo,sou o que apaga as tuas transgresses por amor de mim, e dos teus pecados j no me lembro (Isaas 43:25)

  • Quando, em nossa orao, pedirmos ao Pai que nos perdoe assim como perdoamos aos nossos ofensores, lembremo-nos, tambm, que Jesus, ao ensinar essa orao, acrescentou: ...se, porm, no perdoardes os homens as suas ofensas, tampouco vosso Pai vos perdoar as vossas ofensas.

  • Vale lembrar que errar humano; perdoar divino. Diz Huberto Rohden que para a negatividade da ofensa feita deve ser liberada a positividade do amor. O positivo do amor, expresso no ato de perdoar, anular o negativo da ofensa de seu irmo.

  • Aquele que recebe a ofensa e no perdoa, como a gua, que alrgica s impurezas do ambiente e por elas contaminada. J aquele que perdoa, como luz, que absolutamente incontaminvel pelo ambiente; no existe luz impura; ela pura no meio do ambiente impuro. A imunidade da luz absoluta, ao passo que a imunidade da gua relativa.

  • Experimente perdoar aqueles que lhe ofenderam, e sinta a paz que reinar em seu corao quando, ao orar o Pai Nosso, disser ao Senhor: ...assim como ns perdoamos a quem nos tem ofendido.

  • Passe esta mensagem adiante; voc pode estar ajudando algum a quebrar as algemas do dio, do rancor, da mgoa, da amargura; a restabelecer uma amizade, a plantar sementes de amor e a propagar o Evangelho; a tornar este mundo menos poludo e mais saudvel.

  • Crditos:texto e formatao: Nerivaldo e-mail: nerivaldo.lopes@gmail.com msica: Forever you and I (E.Cortazar) data: 04.05.2006

View more