pensamentosistemico v6 - mettodo - reflexo . aplicao nos negcios pensamento sistmico 7 o livro “a...

Download PensamentoSistemico v6 - Mettodo - Reflexo  . Aplicao nos negcios Pensamento sistmico 7 O livro “A quinta disciplina”, de Peter Senge,  uma das publicaes mais utilizadas para

Post on 06-Feb-2018

216 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • #27Pensamento sistmico

  • 2. O que

    4. Pensamento Sistmico no MEG

    AGOSTO 2017SUMRIO

    - Denio- Origem- Oposio ao pensamento reducionista-mecanicista

    - Denio

    - Tomada de deciso

    - Alinhamento

    - Ferramentas e metodologias

    3. Aplicao nos negcios- A quinta disciplina de Peter Senge- Benefcios do pensamento sistmico- Dicas para promover o pensamento sistmico na organizao

    1. Introduo

    5. Sobre a FNQ

  • 1. Introduo

    3Pensamento sistmico

    A publicao "Pensamento Sistmico" faz parte da srie de e-books desenvolvida pela Fundao Nacional da Qualidade (FNQ) com o objetivo de auxiliar aqueles que buscam ampliar e atualizar seus conhecimentos na rea de gesto organizacional, seja por meio de materiais ou de capacitao.

    Durante muitos anos, a maneira como estudamos e compreendemos o univer-so e a humanidade foi tratada de forma isolada. Dividimos a cincia em reas do saber como, por exemplo, a Fsica, a Biologia ou as Cincias Sociais. Empenhamo-nos em ser o mais objetivo possvel ao analisar cada uma delas, na esperana de identicar um movimento de causalidade nos eventos cotidianos e, dessa forma, aprender a agir sobre eles.

    Esta ideia linear de uma causa para determinado efeito foi aceita de forma abrangente na cincia ocidental, quase como uma verdade universal e inquestionvel. No incio do sculo passado, no entanto, o conceito de pensamento sistmico comea a ganhar espao e introduz uma viso ampliada da anlise de qualquer objeto de estudo, incorporando subjetividades antes rejeitadas pelo modelo reducionista-mecanicista de grandes lsofos do sculo XVII.

    O pensamento e a viso sistmica, temas desta publicao, instigam-nos a enxergar o mundo como uma grande rede conectada, na qual diversos fatores, tanto internos e externos, esto ligados a um sistema principal e afetam, inuenciam e desencadeiam uma srie de consequncias que muitas vezes fogem ao nosso olhar.

    Uma organizao, como veremos a seguir, um sistema aberto. Sofre interferncia de diversos fatores e ambientes que a cercam e, para garantir sua sobrevivncia de mercado, evoluo e aprendizagem, preciso desenvolver uma viso sistmica da gesto.

    Por vezes, a liderana se esquece das consequncias de suas aes e decises em prol de resultados a curto e mdio prazo, desconsiderando fatores e variveis que, em sua sutileza, podem gerar um grande impacto na organizao a longo prazo.

    O processo de deciso que desconsidera a viso ampla do todo pode gerar decises unilaterais e pouco efetivas. Por isso, a necessidade de melhorar nossa capacidade de enxergar e antecipar o encadeamento das aes e dos elementos dentro de uma organizao.

    Sendo assim, este e-book tem como objetivo denir o que pensamento sistmico e quais so suas origens, por que ele importante para os negcios e qual a sua relao com o Modelo de Excelncia da Gesto (MEG).

    Esperamos que a leitura desta publicao seja til para sua organizao e que voc se sinta estimulado a continuar o seu processo de capacitao, seja por meio de nossos cursos, eventos ou grupos de discusso.

    Acesse o portal: www.fnq.org.br.

    Pensamento sistmico

  • 2. O que Denio

    4Pensamento sistmico

    Entender o universo material, as partes que o compem e de que forma elas interagem no simples. A cincia e a racionalidade contribuem para abordar e entender a realidade, mas no so sucientes para incorporar a subjetividade e a complexidade do nosso dia a dia.

    Toda atividade humana, sejam relaes intrapessoais, o funcionamento de uma organizao, uma tomada de deciso ou a observao de um objeto, pressupe uma relao cclica e no linear de causa e efeito, implica a interdependncia de vrios fatores que atuam em conjunto com o todo do qual fazem parte.

    Pensamento sistmico nada mais do que criar uma maneira de analisar o universo de forma a compreender que fazemos parte de um todo e que a relao entre as partes de um sistema so mais complexas do que imaginamos. a capacidade que uma pessoa tem de analisar um fenmeno, levando em conta seu contexto e suas possveis implicaes.

    PENSAMENTO SISTMICO

    Busca incorporar todas as variveis que se aplicam a dada situao ao analisar

    seu cenrio.

    Desenvolve a capacidade de identicar as ligaes entre partes de um sistema

    como um todo.

    Garante o aprendizado e o desenvolvimento contnuo, j que leva em considerao o

    carter cclico do universo.

    Permite uma viso mais ampla de cada situao.

  • Caractersticas de um sistema

    Origem

    5Pensamento sistmico

    O pensamento sistmico surgiu no sculo XX com a quebra do paradigma do pensamento linear, como veremos a seguir. O pensamento linear simplica a realidade e busca respostas nicas para cada pergunta. Este modelo mental fundamental para algumas reas do conhecimento que necessitam de uma abor-dagem de causa e efeito. No entanto, essa viso no suciente para analisar casos que envolvem sentimentos e emoes, ou seja, no capaz de entender a complexidade da vida humana.

    O pensamento sistmico (ou holstico) entende que as perguntas no possuem apenas uma resposta correta. Ele, inclusive, aceita a possibilidade de mltiplas respostas, algumas at mesmo contraditrias entre si, para a mesma pergunta.

    Este tipo de pensamento derivado da Teoria Geral dos Sistemas, do bilogo Ludwig von Bertalaniy, na qual o austraco propunha que ao invs de tentar-mos achar solues nicas para nossos problemas, levantssemos hipteses nas quais as contradies da realidade emprica fossem consideradas.

    Viso ou pensamento sistmico, ento, consiste na habilidade de compreender os sistemas como um todo, permitindo uma anlise mais profunda do mesmo e de tudo que nele interfere. Para tal, vamos denir sistema como uma rede de elementos interdependentes que interagem para alcanar um objetivo comum, formando um todo complexo e unitrio.

    Um sistema composto por partes.

    Todas as partes de um sistema devem se relacionar de forma

    direta ou indireta.

    Um sistema limitado pelo ponto de vista do observador

    ou de um grupo de observadores.

    Um sistema pode abrigar outro sistema.

    Um sistema vinculado ao tempo e ao espao.

  • Oposio ao pensamento reducionista-mecanicista

    6Pensamento sistmico

    Como abordado anteriormente, o pensamento sistmico surgiu para desaar o pensamento linear que vigorava desde a Revoluo Cientca do sculo XVII. Grandes pensadores como Descartes e Newton instauraram o pensamento reducionista-mecanicista, que propunha uma abordagem objetiva e recortada da realidade. Em outras palavras, isolamos objetos ou fenmenos complexos para os explicar em suas partes por meio de teorias cientcas exatas.

    O pensamento sistmico, ento, a ideia de que esses objetos ou fenmenos fazem parte de um todo e, portanto, no podem ser explicados a partir da propriedade das suas partes. No entanto, isso no signica que o pensamento sistmico nega a racionalidade cientca ou seu valor, mas, sim, que seu uso isolado no suciente para entender o universo e quem nele habita como um todo.

    Tanto o pensamento reducionista como o sistmico tm como base trs pres-supostos, fundamentalmente opostos, que norteiam a forma como cada um com-preende o mundo. O quadro abaixo explicita a diferena entre cada forma de pensamento:

    Pensamento reducionista Pensamento sistmico

    Pressuposto da intersubjetividadeReconhece que no podemos separar o objeto de anlise de seu observador e da sua vivncia. O conhecimento cientco uma construo social, que se d em espaos consensuais, por diferentes sujeitos/observadores.

    Pressuposto da objetividadeEsforo em analisar o mundo objetivamente, tal como ele , ignorando a subjetividade e parcialidade de quem o observa. A objetividade um pr-requisito para a veracidade ou cienticidade da anlise.

    Pressuposto da instabilidadeCrena de que o mundo est em processo de tornar-se. A natureza e os seres vivos so imprevisveis e inuenciveis pelo seu contexto. Fenmenos podem ser incontrolveis, imprevisveis e irreversveis.

    Pressuposto da estabilidadeA crena de que o mundo estvel, pois ele j , j existe. Leva a cincia a estudar o mundo em laboratrio, onde temos controle sobre cada varivel, excluindo seu contexto e sua complexidade. Aqui, tambm podemos observar a crena na previsibilidade: o que no previsto com segurana associado a um conhecimento imperfeito ou algum desvio que se deve corrigir.

    Pressuposto da complexidadeEntende que a simplicao torna as relaes entre diferentes fenmenos do universo obscura e que precisamos aceitare lidar com os diferentes nveis de complexidade do mundo se quisermos tentar entend-lo.

    Pressuposto da simplicidadeEste pressuposto isola os objetos de estudo de seu contexto a m de encontrar padres e elementos simples que os tornem mais compreensveis. A partir desse pressuposto, separamos os fenmenos em biolgicos, fsicos, psicolgicos ou culturais.

  • 3. Aplicao nos negcios

    7Pensamento sistmico

    O livro A quinta disciplina, de Peter Senge, uma das publicaes mais utilizadas para tratar o pensamento sistmico nas organizaes.

    Publicado pela primeira vez em 1990, esse livro revolucionou o modo de geren-ciar as empresas. Considerado pelo Financial Times e pela revista Times um dos cinco maiores livros de negcios de todos os tempos.

    O autor entende que adotar a viso sistmica o que garante a sobrev ivnc ia , o aprendizado e o desenvolvimento das organizaes. Para isso, ele desenvolve cinco disciplinas, que representam os mtodos de aprendizagem. Todas as disciplinas esto interligadas e o sucesso de um mtodo depende do outro.

    Modelos mentaisCompreender que temos pressupostos e generalizaes que esto enraizados em nossas mentes e dessa maneira aprender a questionar, modicar, repensar ou reorganizar nossos ideais e, assim, moldar seu process