pegadas calendrio - bioma meio ambie .cimento e anlise de dados fornecidos pelas pegadas permite

Download Pegadas CALENDRIO - Bioma Meio Ambie .cimento e anlise de dados fornecidos pelas pegadas permite

If you can't read please download the document

Post on 07-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • CALENDRIO

    2016

    Pegadas

  • Desde tempos imemoriais o ser humano utiliza as evidncias das pegadas a seu favor, seja para seguir caa, inimigos ou estudar os animais.

    No tempo em que os recursos - comidas, bebidas e abrigos - eram primitivos, as pegadas eram usadas pelos homens para seguir animais para abate ou se precaver de possveis ataques, em seus abrigos.

    No tempo moderno, o uso das marcas deixadas por onde passam os animais, as pegadas, passou a ser recurso tambm para estudos cientficos de zoologia e estudos paleontolgicos. O conhe-cimento e anlise de dados fornecidos pelas pegadas permite determinar espcies, nmero de animais e, at mesmo, a idade da comunidade em foco.

    Em outros campos, sociais e ambientais, as pegadas so tambm ferramentas e evidncias elu-cidativas de muitas intrigas e dvidas. o caso clssico da polcia cientfica, que recorre a todo e qualquer vestgio ou pegada deixada no local de um crime, mais recentemente temos as evidn-cias de crimes cibernticos esclarecidos, na maioria, pelos rastros deixados por quem os comete.

    Acreditando no uso desse recurso, as pegadas, como ferramenta eficiente para estudos de zoo-logia, a Bioma Meio Ambiente desenvolveu o seu Calendrio2016 com imagens de arquivo das pegadas encontradas em seus trabalhos de campo (todas com escala) e, ao lado de cada pegada, a foto dos animais que as deixaram no ambiente por onde passaram.

    Destacamos outros animais, cujas pegadas so de difcil percepo e reproduo fsica, como o caso dos morcegos e das aves, com suas pegadas sonoras, e dos peixes, com evidncias deixadas nos espelhos dagua por onde passam.

    A Bioma Meio Ambiente espera, com este calendrio, despertar nas pessoas a curiosidade e observao das pegadas da fauna silvestre, mirando na pegada ecolgica dos humanos, que precisa ser suavizada para que as dos aqui mostrados possam ser mais frequentes.

    A natureza agradece...

    www.biomameioambiente.com.br

    Pegadas vestgios e marcas que denunciam

  • JULHOD S T Q Q S S

    1 2 3 45 6 7 8 9 10 11

    12 13 14 15 16 17 1819 20 21 22 23 24 2526 27 28 29 30 31

    AGOSTOD S T Q Q S S

    12 3 4 5 6 7 89 10 11 12 13 14 15

    16 17 18 19 20 21 2223 24 25 26 27 28 2930 31

    SETEMBROD S T Q Q S S

    1 2 3 4 56 7 8 9 10 11 12

    13 14 15 16 17 18 1920 21 22 23 24 25 2627 28 29 30

    07 - Independncia do Brasil

    OUTUBROD S T Q Q S S

    1 2 34 5 6 7 8 9 10

    11 12 13 14 15 16 1718 19 20 21 22 23 2425 26 27 28 29 30 31

    12 - Nossa Sra. Aparecida

    NOVEMBROD S T Q Q S S1 2 3 4 5 6 78 9 10 11 12 13 14

    15 16 17 18 19 20 2122 23 24 25 26 27 2829 30

    02 - Finados 15 - Proclamao da Repblica

    DEZEMBRO D S T Q Q S S

    1 2 3 4 56 7 8 9 10 11 12

    13 14 15 16 17 18 1920 21 22 23 24 25 2627 28 29 30 31

    25 - Natal

    2015

    MAIOD S T Q Q S S

    1 23 4 5 6 7 8 9

    10 11 12 13 14 15 1617 18 19 20 21 22 2324 25 26 27 28 29 3031

    01 - Dia do Trabalho 04 - Corpus Christi

    JUNHOD S T Q Q S S

    1 2 3 4 5 67 8 9 10 11 12 13

    14 15 16 17 18 19 2021 22 23 24 25 26 2728 29 30

    ABRILD S T Q Q S S

    1 2 3 45 6 7 8 9 10 11

    12 13 14 15 16 17 1819 20 21 22 23 24 2526 27 28 29 30

    03 - Paixo de Cristo 05 - Pscoa 21 - Tiradentes

    Marca das garras de Puma concolor Pegadas e fezes de Chrysocyon brachyurus

    Pegadas de Cerdocyon thous

    FEVEREIROD S T Q Q S S1 2 3 4 5 6 78 9 10 11 12 13 14

    15 16 17 18 19 20 2122 23 24 25 26 27 28

    MAROD S T Q Q S S1 2 3 4 5 6 78 9 10 11 12 13 14

    15 16 17 18 19 20 2122 23 24 25 26 27 2829 30 31

    JANEIROD S T Q Q S S

    1 2 34 5 6 7 8 9 10

    11 12 13 14 15 16 1718 19 20 21 22 23 2425 26 27 28 29 30 31

    1 - Dia Mundial da Paz / Confraternizao Universal 17 - Carnaval

  • JaneiroDOM SEG TER QUA QUI SEX SAB

    1 2

    3 4 5 6 7 8 9

    10 11 12 13 14 15 16

    17 18 19 20 21 22 23

    24 25 26 27 28 29 30

    31

    1 - Dia Mundial da Paz / Confraternizao Universal 11 - Dia do Controle da Poluio por Agrotxicos

    Pegada ecolgicaConceitualmente, marca o quanto utilizamos os recursos disponveis - ar, gua, terreno - para manuteno do nosso estilo de vida. Quanto da natureza precisamos para viver? Quantos planetas Terra seriam necessrios se vivssemos como Maria ou como Joo? Iniciamos o ano lembrando dela, com objetivo de reforar o conceito e levar a cada um que utilizar este calendrio a necessidade de real ateno sobre como vivemos.

    CheiaMinguante

    FEVEREIROD S T Q Q S S

    1 2 3 4 5 67 8 9 10 11 12 13

    14 15 16 17 18 19 2021 22 23 24 25 26 2728 29

    NovaCrescente

    DEZEMBRO2015D S T Q Q S S

    1 2 3 4 56 7 8 9 10 11 12

    13 14 15 16 17 18 1920 21 22 23 24 25 2627 26 28 29 30 31

  • FevereiroDOM SEG TER QUA QUI SEX SAB

    1 2 3 4 5 6

    7 8 9 10 11 12 13

    14 15 16 17 18 19 20

    21 22 23 24 25 26 27

    28 29

    02 - Dia mundial das Zonas midas09 - Carnaval

    21- Fim do Horrio de Vero CheiaMinguante

    NovaCrescente

    MAROD S T Q Q S S

    1 2 3 4 56 7 8 9 10 11 12

    13 14 15 16 17 18 1920 21 22 23 24 25 2627 28 29 30 31

    JANEIROD S T Q Q S S

    1 23 4 5 6 7 8 9

    10 11 12 13 14 15 1617 18 19 20 21 22 2324 25 26 27 28 29 3031

    Capivara Hyprochoerus hydrochaeris

    s margens de lagos, crregos e rios so avistadas as capivaras, o maior roedor das Amricas. Muito prolfera e com evidncias de crescimento de suas populaes, podem ser encontradas em lagoas urbanas, como na Pampulha, em Belo Horizonte/MG. Sua pegada apresenta trs marcas triangulares fortes e os rastros das patas posteriores so maiores.

    Ocorrncia

  • maroDOM SEG TER QUA QUI SEX SAB

    1 2 3 4 5

    6 7 8 9 10 11 12

    13 14 15 16 17 18 19

    20 21 22 23 24 25 26

    27 28 29 30 31

    01 - Dia do Turismo Ecolgico08 - Dia Internacional da Mulher20 - Incio do Outono

    21 - Dia Florestal Mundial 25 - Paixo de Cristo22 - Dia Mundial da gua 27 - Pscoa Cheia

    MinguanteNovaCrescente

    FEVEREIROD S T Q Q S S

    1 2 3 4 5 67 8 9 10 11 12 13

    14 15 16 17 18 19 2020 21 22 23 24 25 2627 28 29

    ABRILD S T Q Q S S

    1 23 4 5 6 7 8 9

    10 11 12 13 14 15 1617 18 19 20 21 22 2324 25 26 27 28 29 30

    Paca - Cuniculus paca

    Fim do vero, ainda so frequentes as chuvas fortes e torrenciais, que deixam a terra mida, facilitando o registro das pegadas. A paca um roedor que circula em matas, nas margens de crregos, em pequenos grupos parentais, pressionado por caadores e apreciado pelo excelente sabor de sua carne. Deixa pegadas com quatro marcas para as patas anteriores e trs para as posteriores, com unhas bem marcadas.

    Ocorrncia

  • aBriLDOM SEG TER QUA QUI SEX SAB

    1 2

    3 4 5 6 7 8 9

    10 11 12 13 14 15 16

    17 18 19 20 21 22 23

    24 25 26 27 28 29 30

    5 - Dia Mundial da Conservao do Solo19 - Dia do ndio21 - Tiradentes

    22 - Descobrimento do Brasil 22 - Dia da Terra 28 - Dia da Caatinga

    CheiaNovaMinguanteCrescente

    MAIOD S T Q Q S S1 2 3 4 5 6 78 9 10 11 12 13 14

    15 16 17 18 19 20 2122 23 24 25 26 27 2829 30 31

    MAROD S T Q Q S S

    1 2 3 4 56 7 8 9 10 11 12

    13 14 15 16 17 18 1920 21 22 23 24 25 2627 28 29 30 31

    Veado - Mazama sp.

    As guas se estabilizam, a chuva diminui e, o veado, que tem hbitos variados, circula, mais frequentemente, sozinho por campos e matas. Sua alimentao exclusiva de vegetais, principalmente gramneas, e suas pegadas se caracterizam por duas marcas ovaladas, de seus cascos, no solo. comum a perfeita sobreposio das patas posteriores sobre as anteriores.

    Ocorrncia

  • maioDOM SEG TER QUA QUI SEX SAB

    1 2 3 4 5 6 7

    8 9 10 11 12 13 14

    15 16 17 18 19 20 21

    22 23 24 25 26 27 28

    29 30 31

    01 - Dia dos Trabalhadores08 - Dia das Mes22 - Dia da Biodiversidade26 - Corpus Cristhi

    27 - Dia da Mata Atlntica 29 - Dia do Gegrafo 30 - Dia do Gelogo31 - Dia Mundial sem Tabaco

    CheiaNovaMinguanteCrescente

    ABRILD S T Q Q S S

    1 23 4 5 6 7 8 9

    10 11 12 13 14 15 1617 18 19 20 21 22 2324 25 26 27 28 29 30

    JUNHOD S T Q Q S S

    1 2 3 45 6 7 8 9 10 11

    12 13 14 15 16 17 1819 20 21 22 23 24 2526 27 28 29 30

    Anta Tapirus terrestris

    As chuvas escasseiam, comea a temporada de frio, e os animais circulam com sua prole. A anta o maior animal terrestre do Brasil, vive nas matas, sempre prximo da gua. Hoje escasso e ameaado de extino, chega a pesar 300kg, o que garante pegadas firmes, fceis de se ver e identificar, mas raras de serem encontradas, geralmente s margens de cursos hdricos, em barreiros.

    Ocorrncia

  • JunHoDOM SEG TER QUA QUI SEX SAB

    1 2 3 4

    5 6 7 8 9 10 11

    12 13 14 15 16 17 18

    19 20 21 22 23 24 25

    26 27 28 29 30

    05 - Dia do Meio Ambiente 17 - Dia Mundial de Luta contra a Desertificao21 - Incio do Inverno CheiaNova

    MinguanteCrescente

    MAIOD S T Q Q S S1 2 3 4 5 6 78 9 10 11 12 13 14

    15 16 17 18 19 20 2122 23 24 25 26 27 2829 30 31

    JULHOD S T Q Q S S

    1 23 4 5 6 7 8 9

    10 11 12 13 14 15 1617 18 19 20 21 22 2324 25 26 27 28 29 3031

    Mo-pelada - Procyon cancrivorus

    Meio do ano, o frio intensifica e os animais circulam menos, mas caam mais. O mo-pelada vive em reas de mata, sempre prximo a espelhos d agua, um exmio nadador e pescador. Considerado o furo brasileiro, um animal muito gil, arredio e de difcil visualizao, suas pegadas lembram a mo aberta de um ser humano, com as garras bem marcadas.

    Ocorrncia

  • JuLHoDOM SEG TER QUA QUI SEX SAB

    1 2

    3 4 5 6 7 8 9

    10 11 12 13 14 15 16

    17 18 19 20 21 22 23

    24 25 26 27 28 29