pssaros - emanuel

Download Pssaros  - Emanuel

Post on 26-Jun-2015

943 views

Category:

Spiritual

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1. Apresentao com som. Clique apenas mudar de slide.ROTEIROEmmanuel / Francisco Cndido Xavier

2. No corpo humano, temos na Terra o mais sublimedos santurios e uma dassupermaravilhas da obra divina. 3. A bno de um corpo,ainda que mutilado oudisforme, na Terra, como preciosa oportunidade deaperfeioamento espiritual, o maior de todos os dons que o nosso planeta pode oferecer. 4. O corpo para o homem santurio real de manifestao, obra-prima do trabalho seletivo detodos os reinos em que a vida planetria subdivide. 5. Os aleijes de nascena e as molstias indefinveis constituem transitrios resultados dos prejuzos que,individualmente, causamos corrente harmoniosa daevoluo. 6. A energia mental o fermento vivo queimprovisa, altera, constringe, alarga, assimila, desassimila,integra, pulveriza ourecompe a matria emtodas as dimenses. 7. Por isso mesmo, somos oque decidimos, possumos o que desejamos, estamosonde preferimos e encontramos a vitria, a derrota ou a estagnao,conforme imaginamos. 8. Os acontecimentos obedecem s nossasintenes e provocaes manifestas ou ocultas. Encontraremos o que merecemos,porque merecemos o que buscamos. 9. A existncia, pois, para ns, em qualquer parte,ser invariavelmente segundo pensamos. 10. A mente manancial vivo de energias criadoras.O pensamento substncia, coisa mensurvel. 11. Encarnados e desencarnadospovoam o planeta, na condio de habitantes dum imenso palcio de vrios andares, em posies diversas, produzindopensamentos mltiplos que secombinam, que se repelem ouque se neutralizam. 12. O idealismo operante, a fconstrutiva, o sonho que age, so pilares de todas as realizaes. 13. Quem mais pensa, dando corpo ao que idealiza, masapto se faz recepo das correntes mentais invisveis,nas obras do bem ou do mal. 14. O Homem permanece envoltoem largo oceano depensamentos, nutrindo-se desubstncia mental em grande proporo. 15. Toda criatura absorve, semperceber, a influncia alheianos recursos imponderveis que lhe equilibram aexistncia. 16. Em forma de impulsos e estmulos, a alma recolhe, nos pensamentosque atrai, as foras de sustentaoque lhe garantem as tarefas nolugar em que se coloca. 17. Nossa inspirao est filiada ao conjunto dos quesentem como ns, tanto quanto a fonte est comandada pela nascente. 18. Somos obsidiados poramigos desencarnados ou no e auxiliados por benfeitores, em qualquerplano da vida, deconformidade com a nossacondio mental. 19. Precisamos compreender repetimos que os nossospensamentos so foras, imagens, coisas e criaes visveise tangveis no campo espiritual. 20. Atramos companheiros e recursos, de conformidadecom a natureza de nossas idias, aspiraes, invocaes e apelos. 21. Cada criatura recebe de acordo com aquilo que d.Cada alma vive no clima espiritual que elegeu, procurandoo tipo de experincia em que situa a prpria felicidade. 22. Estejamos, assim, convictos de que os nossos companheiros na Terra ou no Alm so aqueles que escolhemos com as nossas solicitaes interiores, mesmo porque, segundoantigo ensinamento evanglico, teremos nosso tesouro onde colocarmos o corao. 23. Texto:Frases extradas da obra: Emmanuel (Esprito). Roteiro, [ditada] peloesprito de Emmanuel, psicografada por Francisco Cndido Xavier. Rio de Janeiro: FEB, 1952.Msica:BACH ria da suite em r CD Classical Music For Meditation. Fotos:http://www.fotografia-przyrodnicza.art.pl/galeria.php. Produo:Gilmar da Cunha Trivelato. e-mail: gilmar.trivelato@gmail.com Belo Horizonte, 7 de agosto de 2010. 24. Conhea mais obras psicografadas por FranciscoCndido Xavier e publicadas pela Editora da Federao Esprita BrasileiraVisite a pgina www.febnet.org.br