pascoa suplemento

Download Pascoa suplemento

Post on 07-Mar-2016

214 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

  • | APRIL 16, 2014 | 23BOA PSCOA

    PSCOA

    / /COMO OSEMIGRANTESVIVEM APSCOA NAAMRICA

    /QUEMFOIJESUSCRISTODE NAZAR

    ONDE COMPRAROS PRODUTOSPARA RECHEARA SUA MESADE PSCOA

    PG.27-32 PG. 26

    Este caderno parte integrante do jornal LUSO-AMERICANO

    CADE

    RNO

    2014

    PG.35-39

  • | APRIL 16, 2014 | 24BOA PSCOA

    NO CALVRIO DE JESUS

    A paixode Cristo

    paixo de Cristo a narrativado calvrio de Jesus desde omomento em que ele presono Monte das Oliveiras, apsa realizao da ltima ceiacom os apstolos, at suamorte na cruz. Na mesmanoite em que preso sobordem de Caifs, o sumosacerdote e maior autoridadedo povo judeu, ele julgadode forma sumria pelo Sin-drio, conselho dos ancios esuprema corte judaica.Acusado de blasfemo por seapresentar como o Rei deIsrael, Jesus condenado morte. Como a regio daJudia estava sob domnio doImprio Romano, caberia aPncio Pilatos, autoridademxima romana na regio,aplicar a punio. Pilatos, emfuno da proximidade da

    Pscoa, ofereceu a possibilidade de sus-penso da condenao de Jesus, mas amultido que estava no local incitadapelos sacerdotes preferiu que a liberdadefosse dada a Barrabs, um ladro e assas-sino tambm condenado morte.

    A partir da sentena proferida de formadefinitiva por Pilatos, Jesus teria passadopelos flagelos que os romanos impunhamaos condenados. Entre eles, ser aoitadopelo flagellum taxillatum, espcie de chi-cote com trs ramais que terminavam embolas de metal com relevos e unidas porarame, e carregar at ao local da crucifi-cao a trave horizontal da cruz.

    A paixo de Cristo principalmente essapassagem das ltimas horas da vida deJesus, da ltima ceia at sua morte nacruz, quando o seu sofrimento teria sidouma prova da sua doao total e incondi-cional para redimir os pecados da humani-dade, segundo os preceitos da IgrejaCatlica - a religio predominante emPortugal.

    A

    *146;517.64;#4-'64674105'%#X412T

    IF#&+5106TX'9#4-XNKENIjMKGkGHHTJKJHgjMKGkGHHTGEEK

    7'4'/15#)4#&'%'412#641%0+1'&'5',#4#61&1515015515%.+'06'5'%1/70+&'7/#5%1#'.+