parأ³quia cristo redentor 7آ؛ encontro de casais com cristo ... 7آ؛ encontro de casais com...

Download Parأ³quia Cristo Redentor 7آ؛ Encontro de Casais com Cristo ... 7آ؛ Encontro de Casais com Cristo INSCRIأ‡أ•ES

Post on 10-Jun-2020

1 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Nº 182 - ANO XVI - 2019

    SETEMBRO

    Veja na WEB este boletim e os anteriores:www.cristoredentor-rj.com.br

    A VOZ DO PÁROCO Pe. Anbu Nathan.SVD

    Celebrando o mês da Bíblia.

    Em setembro, marcando o mês da Bíblia, como já é tradição, terá em nossa matriz uma linda e ilustrativa Exposição Bíblica organizada pelo paroquiano Moacir Castro. A cada ano ela traz um tema, sendo neste "PALAVRAS DE JESUS". A expectativa é levar as pessoas à leitura e a prática da Bíblia.

    2ª pag.- São Tomas de Vilanova - Conceição Vaz Lino Mito e História 2 3ª pag.- Liturgia de setembro - Liturgia. Pe. Jair 4ª pag.- Dízimo na nossa Paróquia

    Todos os anos, em um determinado domingo, é lembrada,

    nas paróquias verbitas, alguma missão da Congregação do

    Verbo Divino. Nesse domingo as preces, a homilia e a coleta são

    feitas na intenção dessa missão. Na Paróquia Cristo Redentor vamos celebrar o Domingo

    Missionário Verbita no dia 8 de setembro. A coleta será

    encaminhada à Igreja no nordeste da Índia para ajuda aos

    pobres daquela região. Pedimos que os fieis contribuam com generosidade.

    EXPOSIÇÃO BÍBLICA

    DOMINGO MISSIONÁRIO VERBITA

    Todo dia é dia da celebração da Palavra de Deus, pois Ela nos fala do carinho, do amor e da misericórdia de Deus e nos revela os planos que Ele tem para toda a humanidade. Então, qual seria um verdadeiro caminho para acolhê-la? Devemos acolhê-la com um coração puro e confiante, sabendo que Deus vem por meio da Palavra para nos abençoar, cuidar e ensinar a fazer a sua vontade. Conscientes do efeito que a Palavra provoca em nós, cantamos juntamente com o padre Zezinho: "É como a chuva que lava, é como o fogo que arrasa, Tua palavra é assim, não passa por mim, sem deixar um sinal". Portanto, acolhamos mais uma vez a oportunidade de celebrar o mês da Bíblia. Ao longo deste mês, faremos a memória da caminhada do povo de Deus que ouviu e escutou a Palavra de Deus sempre. Ela que direcionou Israel a seguir o caminho de Deus, escolhendo sempre a vida e não a morte, acolhendo os seus ensinamentos para uma vida melhor e dando o devido respeito e a reverência à Palavra de Deus, pois Ela é presença de Deus desde o começo da criação do mundo e até antes dela. O evangelista João nos confirma a presença ativa de Deus no seu prólogo: "No começo a Palavra já existia - a Palavra estava voltada para Deus. Tudo foi feito por meio dela, e, de tudo o que existe, nada foi feito sem ela. Nela estava a vida, e a vida era a luz dos homens". (Jo 1: 1, 4) Sabendo da importância da Palavra de Deus e da sua presença no meio de nós, reforçaremos para compreender melhor os planos e os ensinamentos de Deus neste mês dedicado à Bíblia e que possamos vivê-la na fidelidade na nossa caminhada de fé. Pois nós, como a Igreja, acreditamos naquilo que proclamamos e proclamamos aquilo em que acreditamos. A Sagrada Escritura não é um objeto a ser tratado de qualquer jeito, porque é divina e, por ser divina, merece todo cuidado e todo respeito ao ser usada e ao ser recolocada no seu lugar depois do uso. Devemos valorizá-la todo dia da nossa vida, assim como valorizamos o celular. Se levarmos conosco a Bíblia, assim como carregamos o celular, poderemos consultá-la em todos os momentos para superar os problemas da nossa vida. Nela temos os ensinamentos para diversos problemas da nossa convivência, seja na Igreja, na família e no campo do trabalho. Que o Espírito de Deus, aquele que inspirou os homens para escrever a Sagrada Escritura, inspire cada um de nós para viver fielmente a Palavra de Deus na sua vida. Desejo-lhes um abençoado mês da Bíblia. Que Deus nos abençoe e nos guarde sempre e que Maria Santíssima interceda por todos nós!

    Paróquia Cristo Redentor Convida os Casais a participarem

    7º Encontro de Casais com Cristo

    INSCRIÇÕES ABERTAS

    Secretaria da Paróquia ou tel. (21) 2558-5179

    28 a 29 de setembro de 2019

  • SANTO DO MÊS

    Conceição Vaz Lino Escritora e Professora especializada em Mitologia Grega

    com vários prêmios literários.

    São Tomás de Villanueva 08 de setembro

    "

    "

    A caridade não é apenas doar, mas remover a necessidade daqueles que recebem caridade e libertá-los quando possível

    Nasceu Tomás García y Martínez em Fuenllana, Espanha, em 1486. Seu pai regularmente junto com a esposa, distribuíam comida e provisões para os pobres. Ele cresceu e foi educado em Villanueva de los Infantes, na província de Ciudad Real, Espanha, daí o nome Tomás de Villanueva. Com dezesseis anos, Tomás ingressou na Universidade de Alcalá de Henares para estudar Artes e Teologia, onde tornou- se também professor, ensinando artes, lógica e filosofia. Em 1516, decidiu se juntar aos frades agostinianos em Salamanca e em 1518 foi ordenado sacerdote. Tornou-se famoso por sua pregação eloquente e eficaz nas igrejas de Salamanca. Tomás compôs belos sermões, entre os quais se destaca o Sermão do Amor de Deus, um dos grandes exemplos da oratória sagrada do século XVI. Ele também teve uma grande devoção à Virgem Maria, cujo coração ele comparou com a sarça ardente de Moisés que nunca é consumida. Dentro da Ordem, ele ocupou sucessivamente os cargos de prior de seu mosteiro local, Visitador Geral e Prior Provincial de Andaluzia e Castela. Após ter recusado o cargo de arcebispo de Granada, em 1544 foi nomeado arcebispo de Valência, tornando recusar até ser ordenado a aceitar por seu superior. Tendo recebido uma doação para decorar sua residência, ele mandou o dinheiro para um hospital que precisava de conserto. Começou seu episcopado visitando todas as paróquias da Arquidiocese para descobrir quais eram as necessidades do povo. Ajudado por seu bispo assistente, Juan Segriá, colocou em ordem uma arquidiocese que por um século não teve um governo pastoral correto. Organizou uma faculdade especial para os mouros convertidos e, em particular, um plano eficaz de assistência social e caridade. Em 1547 ordenou como sacerdote o futuro Santo Luis Beltrán, (Ordem Dominicana), notável missionário na América do Sul. Seus contínuos esforços de caridade foram incansáveis, especialmente para os órfãos, as mulheres pobres sem dote e os doentes. Ele possuía, contudo, uma noção inteligente de caridade, de modo que, embora fosse muito caridoso, procurou obter soluções definitivas e estruturais para o problema da pobreza; por exemplo, dar trabalho aos pobres, fazendo com que sua caridade dê frutos. "A caridade não é apenas doar, mas remover a necessidade daqueles que recebem caridade e libertá-los quando possível", escreveu ele. Tomás morreu em Valência, em 8 de setembro de 1555 de angina aos 67 anos. Seus restos mortais estão preservados na Catedral da cidade.

    Fundação de Roma hegada de Cabral

    MITO E HISTÓRIA ( 2 )

    O Mito é uma narrativa cifrada que fala dos inícios ("arqué" ).

    Sua linguagem é pré-lógica, imagística, cifrada e, como tal, deve

    ser decifrada.

    Como narrativa, tem enredo e personagens em ação. Os fatos

    que o compõem "não aconteceram nunca, mas sempre

    existiram", como diz o poeta latino Salústio. O mito vai até aonde

    a mentalidade do momento permite. Carrega indagações,

    emoções e anseios do ser humano. É oral, transmite-se pela

    boca do povo (inconsciente coletivo) que acrescenta ou subtrai

    conteúdos. Dá voz aos arquétipos que são disposições mentais

    próprias do ser humano à espera de decifrações que satisfaçam

    às perguntas que buscam desvendar mistérios.

    Buscando respostas, os Mitos se manifestam também por meio

    de gestos e de culto. Assim, dizemos que o Rito é a "práxis" do

    Mito.

    A História liga-se à Ciência. Pode ser pesquisada, comprovada

    e datada. Faz parte do Logos e sua linguagem é denotativa.

    Habita principalmente a Razão enquanto o Mito prioriza a

    emoção.

    O Mito abre-se para o Logos, que é sua consequência.

  • 3

    LITURGIA DE SETEMBRO DIA 1, 22º DOMINGO DO TEMPO COMUM Jesus ensina a modéstia, a não nos considerarmos melhores que os outros. O convidado que busca o melhor lugar à mesa passará vergonha se o dono da festa pedir que ceda o lugar a outro mais importante. Com a parábola do almoço ou jantar devemos aprender a agir, a fazer o bem desinteressadamente.

    DIA 15, 24º DOMINGO DO TEMPO COMUM Três parábolas, nos falam da misericórdia de Deus para com os pecadores. O dono de cem ovelhas não descansa enquanto não encontrar a única perdida, e dá festa quando a encontra. A mulher quando encontra uma moeda perdida, das dez que possui, festeja com as vizinhas. O pai se alegra e acolhe com presentes e festa o filho que o tinha abandonado e agora retorna.

    DIA 8, 23º DOMINGO DO TEMPO COMUM Jesus nos adverte sobre as exigências para quem quiser segui-lo. Nos desafia ao desapego da família e de nós mesmos. A não fugir das dificuldades. A fazer renúncias. Para nossa reflexão Jesus nos propõe duas parábolas. O construtor de uma torre e o rei que sai para guerrear só terão sucesso nos seus projetos se, antes, verificarem se têm os recursos suficientes.

    DIA 22, 25º DOMINGO DO TEMPO COMUM Nesse domingo ouviremos a parábola do administrador desonesto, que usou de esperteza para garantir apoio caso fosse demitido. Acabou por ser elo

Recommended

View more >